Acidente entre táxi e moto deixa um ferido em Noronha

Colisão aconteceu na ladeira do Porto de Santo Antônio, na noite desta segunda-feira (22). O taxista foi detido e, segundo a PM, é suspeito de dirigir embriagado.

Por Ana Clara Marinho, G1 PE

Um táxi e uma moto bateram de frente, na BR-363, em Fernando de Noronha, na noite desta segunda-feira (22). Os dois veículos colidiram na ladeira do Porto de Santo Antônio, nas proximidades do posto de combustível. O motociclista ficou ferido e o taxista foi detido por suspeita de dirigir em estado de embriaguez, de acordo com a Polícia Militar.

O motorista do carro retirou-se do local e o condutor da moto foi socorrido pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O motociclista foi levado para o Hospital São Lucas, que até a última atualização desta matéria não tinha divulgado o estado do paciente.

O taxista foi detido pela Polícia Militar. “O suspeito fugiu do local para livrar o flagrante, mas foi encontrado pela polícia. Ele estava com fortes indícios de embriaguez, com hálito com odor etílico, má coordenação, olhos avermelhados e distúrbios da fala”, afirmou o comandante da PM, major José Raimundo Sousa Júnior.

O comandante informou, ainda, que o suspeito foi conduzido para a Delegacia de Fernando de Noronha, onde ficou detido.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Justiça Federal em PE proíbe venda e até doação de respiradores por empresas investigadas pela PF

Polícia Federal investiga irregularidades em compra de respiradores pela prefeitura do Recife à empresa Juvanete Barreto Freire, com dispensa de licitação.

Por G1 PE

A Justiça Federal em Pernambuco informou, nesta segunda (22), que as empresas Juvanete Barreto Freire, Bioex Equipamentos Médicos e Odontológicos e BRMD Produtos Cirúrgicos e seus sócios estão proibidos de fabricar, vender, entregar e até de doar respiradores do tipo BR 2000. Os equipamentos são usados no tratamento de pacientes com a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus.

O Judiciário acatou um pedido do Ministério Público Federal (MPF), a partir de informações da Polícia Federal (PF), que investiga essas empresas e a responsabilidade de seus proprietários.

Caso as empresas descumpram a decisão, a Justiça determinou aplicação de multa e perda dos respiradores pulmonares. A responsável pelo caso é a procuradora Silvia Regina Pontes Lopes.

Além disso, a Justiça Federal determinou a busca e apreensão de todos os ventiladores pulmonares do modelo BR 2000, que estiverem nas sedes ou fábricas das empresas mencionadas, bem como na casa dos sócios.

A decisão teve por base informações requisitadas pelo MPF e pela Polícia Federal (PF) à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no âmbito da Operação Apneia, que apura irregularidades na compra de respiradores dessas empresas pela Prefeitura do Recife.

A Anvisa informou que as empresas Juvanete Barreto Freire e BRMD Produtos Cirúrgicos não têm Autorização de Funcionamento de Empresa (AFE) concedida pela agência para a desempenharem atividades com produtos para saúde, de acordo com o MPF.

O problema da Bioex é de outra natureza: a empresa, segundo a Anvisa, está autorizada a fabricar produtos da área de saúde, mas o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) está em endereço diferente do que está autorizada a atuar.

Por isso, a empresa, informa o MPF, não pode realizar qualquer atividade com produtos na área de saúde no endereço atual.

Além disso, o MPF informa que a Bioex, de acordo com a Anvisa, não tem autorização para fabricar e comercializar o respirador BR 2000 no país, tampouco para uso em humanos.

O G1 entrou em contato com as empresas e não recebeu retorno até a última atualização desta reportagem.

Operação Apneia

PF investiga compra de respiradores pela prefeitura do Recife com dispensa de licitação

A Operação Apneia cumpriu mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, na sede da empresa Juvanete Barreto Freire, que vendeu os respiradores, e em Pernambuco. A ação ocorreu no Bairro do Recife, onde fica a prefeitura, e no Espinheiro, onde mora o secretário municipal de Saúde .

Segundo as investigações, empresas com débitos com a União superiores a R$ 9 milhões se utilizaram de uma microempresa “fantasma”, que estava no nome da ex-companheira do proprietário de fato. A PF constatou que a firma não existe no endereço de cadastro, além de não ter funcionários ou bens em seu nome.

O total contratado com a prefeitura de Recife ultrapassava o patamar de R$ 11 milhões, segundo a Polícia Federal. No entanto, a empresa tinha um capital social de apenas R$ 50 mil e não poderia faturar mais que R$ 360 mil por ano. Dos respiradores comprados, 35 foram entregues.

Além da busca e apreensão, a Justiça Federal em Pernambuco havia determinado, no início de junho, a quebra dos sigilos bancário e fiscal do secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia, que teve o celular apreendido durante a Operação Apneia.

A determinação atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco. Também por solicitação do MPF, a Justiça autorizou a quebra de sigilos de outros integrantes da secretaria municipal envolvidos na compra dos equipamentos, efetuada à Juvanete Freire, de São Paulo

Diante da determinação de quebra dos sigilos, a prefeitura do Recife afirmou, no início de junho, por meio de nota, que “o processo se refere a um contrato já cancelado, com a devolução total dos valores para a prefeitura, não havendo, portanto, prejuízo para os cofres públicos”.

Também na nota, a prefeitura do Recife declarou que, “por iniciativa própria, envia desde abril todos os processos de aquisição da pandemia ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) e continuará prestando todos os esclarecimentos aos órgãos de controle”.

TCU vai investigar

O Tribunal de Contas da União (TCU) abriu processo para “apurar possíveis condutas ilegais e fraudulentas na contratação da empresa Juvanete Barreto Freire pela Prefeitura Municipal de Recife para fornecimento de ventiladores pulmonares.

Segundo a representação do procurador Marinus Eduardo De Vries Marsico, o TCU recebeu “do MPF documentação com indícios contundentes de graves irregularidades na contratação e no fornecimento de aparelhos respiradores pela Juvanete Barreto Freire”.

Covid-19 em Pernambuco

Pernambuco registra 4.252 mortes e 52.494 casos de Covid-19

Foram confirmados, nesta segunda-feira (22), 381 novos casos da Covid-19 em Pernambuco, além de 18 óbitos. Com esse acréscimo, o estado tem, ao todo, 52.494 pacientes que receberam o diagnóstico da doença e 4.252 pessoas que morreram com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, em março

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

PF apreende dinheiro em geladeira e freezer em operação contra tráfico internacional de drogas

Grupo criminoso é chefiado por alemão e ex-policial federal, segundo investigação. Drogas eram escondidas em estátuas para serem levadas ao exterior.

Por G1 PE

PF encontrou dinheiro escondido em geladeira ao cumprir mandado dentro de operação contra tráfico internacional de drogas — Foto: PF/Divulgação

PF encontrou dinheiro escondido em geladeira ao cumprir mandado dentro de operação contra tráfico internacional de drogas — Foto: PF/Divulgação

Polícia Federal desencadeou, nesta terça-feira (23), a Operação Estatueta em quatro estados para desarticular um grupo suspeito de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Entre os chefes da quadrilha, segundo os investigadores, está um ex-policial federal e um alemão que mora no Recife.

Foram emitidos pela 13ª Vara da Justiça Federal dez mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão em Pernambuco, São Paulo, Acre e Ceará. Durante a ação, policiais encontraram dinheiro escondido dentro de uma geladeira e de um freezer. O valor total apreendido não foi informado.

A PF afirmou que o alemão suspeito de chefiar a quadrilha mora no Recife com a mulher, que é brasileira e também suspeita de fazer parte da quadrilha. O ex-policial federal alvo da ação já foi preso por tráfico de drogas cumpriu pena, exercendo atualmente a advocacia, segundo os investigadores. Os nomes deles não foram divulgados.

Polícia Federal prende cinco pessoas em Pernambuco em operação contra tráfico de drogas

Além dos mandados, a Justiça Federal determinou a apreensão de três veículos, bloqueio contas bancárias de nove pessoas físicas e jurídicas, sequestro de seis imóveis e afastamento do sigilo fiscal de nove pessoas físicas e jurídicas.

Cerca de 60 policiais federais cumprem as ordens judiciais simultaneamente no Recife, Rio Branco (AC), Fortaleza São Bernardo do Campo, na Região Metropolitana de São Paulo.

A investigação começou em 2018 e descobriu que os criminosos realizavam tráfico de cocaína na fronteira entre o Brasil e a Bolívia. Eles enviavam a droga fracionada em estatuetas semelhantes à de Buda para a Alemanha, na Europa, de onde veio o nome da ação.

Policiais federais localizaram dinheiro escondido dentro de freezer durante cumprimento de mandados da Operação Estatueta, contra tráfico de drogas — Foto: PF/Divulgação

Policiais federais localizaram dinheiro escondido dentro de freezer durante cumprimento de mandados da Operação Estatueta, contra tráfico de drogas — Foto: PF/Divulgação

O grupo “lavava” o dinheiro do tráfico comprando imóveis na Região Metropolitana do Recife – levando em conta apenas os valores declarados no registro dos imóveis, os bens apreendidos ultrapassam a quantia de R$5 milhões, apontou a Polícia Federal.

Dos dez mandados de prisão, cinco foram cumpridos em Pernambuco, um no Ceará e dois em São Paulo. Outros dois foram para alvos no Acre, sendo que um deles já estava preso por tráfico.

Droga era escondida em estátuas que lembram a imagem de Buda, segundo a PF — Foto: PF/Divulgação

Droga era escondida em estátuas que lembram a imagem de Buda, segundo a PF — Foto: PF/Divulgação

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Incêndio destrói boxes no Mercado das Mangueiras, em Jaboatão dos Guararapes

Dois espaços foram completamente destruídos e outros dois de forma parcial, segundo Corpo de Bombeiros. Ninguém ficou ferido.

Por G1 PE

Incêndio destrói boxes no Mercado das Mangueiras, em Jaboatão

Um incêndio atingiu o Mercados das Mangueiras, no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, na noite do domingo (21). Segundo o Corpo de Bombeiros, dois boxes ficaram completamente destruídos e outros dois tiveram danos parciais. Não houve registro de feridos.

Os Bombeiros foram acionados por volta das 20h. O mercado fica localizado na Avenida Barreto de Menezes e é um dos pontos mais movimentados do bairro. Imagens enviadas ao G1 por WhatsApp mostravam chamas e muita fumaça vistos do lado de fora do local.

Foram enviadas três equipes especializadas em combate às chamas, que controlaram o incêndio por volta das 21h15.

A prefeitura de Jaboatão informou que a área atingida pelas chamas foi isolada para que as causas possam ser investigadas. A expectativa é de que o restante do mercado funcione normalmente nesta segunda-feira (22).

Incêndio ocorreu na noite do domingo (21), no Mercado das Mangueiras — Foto: Reprodução/WhatsApp

Incêndio ocorreu na noite do domingo (21), no Mercado das Mangueiras — Foto: Reprodução/WhatsApp

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Flexibilização no litoral pode regredir se medidas forem descumpridas, diz secretário

Rodrigo Novaes apontou que prioridade é saúde das pessoas. Nem todo mundo respeitou determinação do uso de máscaras e proibição de entrar no mar no Recife, em Olinda e Jaboatão.

Por Pedro Lins, TV Globo

Secretário de Turismo do estado fala sobre flexibilização do acesso a praias e parques

O fim de semana foi de flexibilização em parte do litoral pernambucano, mas nem todo mundo respeitou as medidas restritivas. Além de entrar no mar, que estava proibido em alguns municípios, outras pessoas foram às ruas sem a máscara, que é equipamento obrigatório. O secretário de Turismo Rodrigo Novaes disse que não descarta o retorno de restrições no caso de descumprimento dessas medidas.

Além da orla do Recife, que foi reaberta, praias de Olinda e Jaboatão dos Guararapes também passaram a receber gente no domingo (21), desde que não entrassem no mar. Em Ipojuca, município em que as praias foram reabertas desde o sábado (20), a população pode fazer exercícios físicos e tomar banho de mar das 4h às 12h.

Segundo o secretário de Turismo, o fim de semana de flexibilização foi satisfatório “com algum pontos negativos”, como a falta de uso de máscaras.

“As coisas estão caminhando bem, mas, se for identificado que não há respeito à fiscalização, a gente regride, porque o cuidado é com a saúde das pessoas. Não está descartada a possibilidade de voltar atrás nas medidas que foram tomadas”, disse.

Na próxima semana, segundo Novaes, a expectativa é que outras medidas sejam tomadas. Ipojuca, por exemplo, pode ter a liberação do banho de mar estendida até o período da tarde.

“É tempo de analisar os pontos fracos e identificarmos a necessidade de manter o cuidado da saúde das pessoas. Não é [hora de] ir para praia beber, confraternizar. É para fazer atividade física, pegar um ar”, explicou.

O secretário informou ainda que a flexibilização é revista semanalmente pelos próprios municípios. “As pessoas vão começando a se habituar. De acordo com o comportamento das pessoas, os municípios vão poder evoluir até a fase final, de abertura do comércio”, disse.

O prefeito do Recife disse que a flexibilização do município é fruto do “sacrifício de quem ficou em casa”, mas também pode ser perdido em caso de descumprimento das regras.

“Higiene, máscara e distância física são, nesse momento, o mais importante a se fazer porque tem mais gente saindo de casa, mais gente podendo trabalhar, indo a parques e praia. Manter esses três pontos ganha mais importância, ou todo mundo terá que voltar para casa de novo”, afirmou.

Prefeito explica planejamento para reabertura de atividades no Recife

Geraldo ressaltou ainda que o acompanhamento do município é feito não apenas pela taxa de isolamento social, mas por outros indicadores, como número de casos, óbitos, procura pelo Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e ocupação de leitos.

“É um conjunto de indicadores que estamos atentos para que em qualquer risco de colapso no sistema de saúde, estejamos atentos para mexer novamente”, disse, acrescentando que não há data para retorno das aulas em escolas.

Flexibilização

Após 15 dias de quarentena mais rígida no Recife e outras quatro cidades, o processo de flexibilização das atividades econômicas no estado foi iniciado no começo de junho. A partir desta segunda-feira (22), ficam autorizados a reabrir para clientes os shoppings e grandes lojas, bem como podem ser retomadas as celebrações religiosas presenciais em templos e igrejas.

Também a partir desta segunda, os supermercados da capital não precisam mais limitar os estacionamentos, nem a entrada de pessoas de uma mesma família. Entretanto, a lotação segue restrita a 50% da capacidade dos locais e medidas de distanciamento precisam ser respeitadas.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Após denúncia anônima, polícias da BA e PE apreendem 58 kg de maconha e prendem duas pessoas durante operação

Os presos e a droga foram levados para delegacia de Cabrobó, em Pernambuco.

Por G1 BA

Cinquenta e oito quilos de maconha foram apreendidos durante perseguição — Foto: Divulgação/SSP-BA

Cinquenta e oito quilos de maconha foram apreendidos durante perseguição — Foto: Divulgação/SSP-BA

Uma operação policial apreendeu 58 kg de maconha após denúncia anônima sobre dois carros suspeitos que estariam circulando na divisa entre a Bahia e Pernambuco. A operação aconteceu na noite de sábado (20) e dois homens foram presos em flagrante.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), a operação foi conjunta entre as Companhias Independentes de Policiamento Especializado (Cipes) Caatinga e Nordeste da Bahia, a PM de Pernambuco e a Polícia Rodoviária Federal.

Após a denúncia, as unidades policiais se articularam e fizeram três pontos de bloqueio, um em Bendengó (BA) e dois em Ibó (PE). Os carros foram alcançados em território pernambucano.

Em um dos veículos foram apreendidos 58,2 quilos de maconha em tabletes e R$ 712 em espécie. O outro veículo, que tinha restrição de roubo, fazia a escolta da droga e também foi interceptado.

De acordo com o subcomandante da Cipe Caatinga, capitão Mário Baeta, a droga e os dois homens que conduziam os carros foram encaminhados para a Delegacia de Cabrobó, em Pernambuco.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Marinha emite alerta de ventos fortes no litoral de Pernambuco

Aviso vale também para outros cinco estados nordestinos, indo da Bahia até o Rio Grande do Norte. Ventos podem chegar a 60 quilômetros por hora.

Por G1 PE

Em maio, ventania derrubou tapumes e placas no Recife — Foto: Reprodução/WhatsApp

Em maio, ventania derrubou tapumes e placas no Recife — Foto: Reprodução/WhatsApp

O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) emitiu um alerta neste domingo (21) para ventos fortes no litoral que vai de Salvador, na Bahia, até o sul de Natal, no Rio Grande do Norte, incluindo toda a faixa litorânea de Pernambuco. O aviso é válido até a manhã de segunda-feira (22).

A previsão é de ventos de Sudeste a Leste, com intensidade de até 60 quilômetros por hora devido à intensificação de pressão na periferia de um sistema de alta pressão e a presença de instabilidades atmosféricas vindas de Leste, segundo o informe.

O aviso de mau tempo alerta pescadores para tomarem cuidado antes de ir para o mar e conferirem os boletins da Marinha, disponíveis pela internet.

Barco a deriva

Barco desaparecido com pescadores é localizado em Itamaracá

No sábado (20), uma embarcação que havia desaparecido no mar com quatro pescadores foi localizada na Ilha de Itamaracá, no Grade Recife. O barco havia saído de Brasília Teimosa, na Zona Sul do Recife, e deveria retornar na quinta-feira (18), mas teve uma pane elétrica e foi levado pela correnteza e ventos.

A operação de resgate contou com apoio do helicóptero da Secretaria de Defesa Social (SDS), que forneceu as coordenadas para a equipe da Marinha poder fazer o reboque do barco. Os quatro pescadores passam bem.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Com mais 995 confirmações e 86 mortes por Covid-19, PE chega a 52.113 casos e 4.234 óbitos

Do total de casos, 18.098 são graves e outros 34.015 leves, segundo o estado. Dados foram divulgados neste domingo (21), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Por G1 PE

Pernambuco chega a 4.234 mortes e 52.113 casos de Covid-19

Pernambuco confirmou, neste domingo (21), 995 novos casos de pacientes com o novo coronavírus no estado. Também foram contabilizadas 86 mortes de pessoas que estavam com a Covid-19. Com isso, o total de casos chega a 52.113, enquanto o de mortes vai a 4.234. Além disso, o estado tem, ao todo, 33.952 pessoas curadas da doença.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 873 dos 995 novos casos são considerados leves, o que corresponde a 88%. Os outros 12%, que equivalem a 122 novos pacientes, se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).

Com isso, o estado passa a somar 18.098 casos graves e 34.015 leves. Desses, há 8.092 curados de casos graves e 25.860 casos leves. Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 177 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Ao todo, nas últimas 24 horas, foram realizados 2.376 exames, sendo 2.009 testes rápidos. Ao todo, desde o começo da pandemia, foram realizados 99.920 exames para identificar Covid-19, sendo 45.250 do tipo rápido.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 14.742 casos foram confirmados e 17.173 descartados.

A taxa de ocupação média dos 1.713 leitos de Srag no estado era de 57% neste domingo. Considerando apenas os 745 de UTI, a ocupação era de 84%. Já os de enfermaria, estavam 40% ocupados.

Mortes

Em relação aos 86 óbitos, 58 ocorreram entre os dias 19 de abril e 17 de junho. Outros 28 foram registrados nos últimos três dias. Dos mortos, 56 eram do sexo masculino e 30 do sexo feminino, entre 18 e 101 anos.

Os óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios de Água Preta (1), Bezerros (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Caetés (1), Camaragibe (1), Caruaru (7), Catende (1), Condado (1), Flores (1), Goiana (2), Gravatá (1), Jaboatão dos Guararapes (6), Limoeiro (1), Nazaré da Mata (1), Palmares (1), Petrolina (3), Recife (49), Santa Maria do Cambucá (2), São Lourenço da Mata (1), Serrita (1) e Sirinhaém (1), além de 2 de outros estados.

Dos 86 pacientes que morreram, 34 apresentavam comorbidades confirmadas: hipertensão (12), diabetes (11), doença cardiovascular (12), doença renal (5), tabagismo/histórico de tabagismo (5), doença pulmonar (2), doença neurológica (1), obesidade (2), etilismo crônico (3), câncer (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Dois não possuíam doenças pré-existentes e os demais estão em investigação pelos municípios.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Bebê é abandonado dentro de igreja em PE, ao lado de bolsas com roupas, fraldas e cartão de vacinação

Menino de 11 dias de vida foi deixado por uma mulher, que deve ser a mãe dele, na Matriz de Sant’Ana, no Centro de Vicência, na Zona da Mata Norte, nesta quinta (18).

Por G1 PE

Bebê foi deixado sobre uma manta, com roupinhas e fraldas — Foto: Giro Mata Norte/Cortesia

Bebê foi deixado sobre uma manta, com roupinhas e fraldas — Foto: Giro Mata Norte/Cortesia

Um bebê de 11 dias de vida foi abandonado, nesta quinta (18), dentro da Igreja Matriz de Santa’Ana, em Vicência, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, distante 87 quilômetros do Recife. A Polícia Civil investiga o crime de abandono de incapaz e procura uma mulher, que esteve na paróquia e deve ser a mãe do menino. Ao lado dele, havia bolsas com roupas e fraldas, além do cartão de vacinação.

Imagens de câmeras de segurança da matriz mostram o momento em que uma mulher se aproxima da igreja, localizada no Centro da cidade, com o menino nos braços. O abandono, ocorrido por volta das 8h40, mobilizou, além da polícia, fiéis e conselheiros tutelares.

De acordo com Janildo Souza, conselheiro tutelar de Vicência, o bebê foi levado para o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) da cidade. Agora, segundo o conselheiro, o caso ficará com o Ministério Público.

Câmeras de igreja mostram mulher chegando com bebê nos braços — Foto: Giro Mata Norte/Cortesia

Câmeras de igreja mostram mulher chegando com bebê nos braços — Foto: Giro Mata Norte/Cortesia

Secretária paroquial, Maria do Socorro da Silva contou ao G1 que encontrou a criança perto da porta de entrada da igreja, sobre uma manta azul. “O menino estava todo arrumadinho. Tinha roupinhas e fraldas, em duas bolsas, que foram deixadas com ele’, afirmou.

Socorro disse, ainda, que viu a mulher, no momento em que ela passou na frente da sua sala, na paróquia. “Era uma mulher forte, que estava com a criança. Primeiro, a vi por trás e depois cruzei com ela. Parecia que ela estava dando de mamar”, afirmou.

A secretária da paróquia informou também que em uma das bolsas estava o único documento, o cartão de vacinação da criança, contendo o nome de uma mulher, que deve ser a mãe, responsável pelo abandono. “Vimos no cartão que o menino tem 11 dias de vida, mas não foi batizado”, observou.

Ela contou também que depois de cruzar com a mulher perto da entrada da igreja, voltou para a sala para resolver questões da paróquia. Em seguida, foi até o templo e viu a criança, ao lado da porta.

Socorro disse que, a princípio, pensou que alguém estivesse com o bebê. Só depois de algum tempo, percebeu que o menino havia sido deixado lá, sozinho. “A mulher saiu da igreja usando uma máscara”, lembrou.

A secretária paroquial disse que a comunidade está comovida. “Foi uma emoção forte”, destacou Socorro, informando que os paroquianos se mobilizaram para levar o bebê para o posto de saúde. Em seguida, o menino foi alimentado e recebeu os cuidados no Creas.

O conselheiro tutelar Janildo Souza esteve na delegacia de Vicência no início da tarde. “A gente acionou a Polícia Militar e a Guarda Municipal. Agora, estão atrás da mulher”, comentou.

O conselheiro disse que as equipes já têm a identificação da mãe do bebê. “A gente soube que ela teria procurado o conselho de Aliança (cidade vizinha), há algum tempo. Só não sabemos qual o motivo ainda. Estamos esperando o relatório do Conselho Tutelar de lá”, declarou.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que está investigando a ocorrência. Ainda segundo a corporação, a apuração “seguirá até a completa elucidação do ocorrido”.

Mulher abandona bebê na Zona Norte do Recife, diz Polícia

Outro caso

No dia 23 de outubro de 2018, um bebê foi abandonado numa transversal da Rua Padre Lemos, em Casa Amarela, na Zona Norte do Recife. Minutos depois do momento em que a criança foi deixada na via, a mulher que abandonou o bebê, de roupa laranja, foi registrada por câmeras de segurança, de acordo com as investigações iniciais da polícia

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Ônibus cheios, atrasos e filas extensas são registrados em dia de protesto de rodoviários no Grande Recife

Segundo consórcio, 172 coletivos foram retidos na garagem da empresa Metropolitana devido à manifestação. No TI Caxangá, no Recife, veículos foram flagrados lotados.

Por G1 PE

Passageiros enfrentam ônibus lotados e atrasos em dia de protesto de rodoviários

Ônibus cheios, atrasos e filas extensas em terminais integrados foram registrados nesta sexta-feira (19). Desde às 4h, um grupo de rodoviários realiza um protesto em frente à garagem da empresa Metropolitana, impedindo a saída de coletivos. Segundo o Grande Recife Consórcio de Transporte, o ato atrasou a saída de ao menos 172 ônibus. Até as 7h30, a garagem seguia fechada .

O Sindicato dos Rodoviários informou que o ato é devido a problemas referentes ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) enfrentados por funcionários demitidos da empresa. O G1 entrou em contato com Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE), que informou ter pedido ao Sindicato dos Rodoviários “que se abstenha de promover paralisações no serviço”. Eles não responderam sobre o FGTS.

Mesmo em meio a pandemia, ônibus circulam lotados de passageiros no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Mesmo em meio a pandemia, ônibus circulam lotados de passageiros no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Ao longo da semana, foram frequentes os registros de terminais integrados com filas extensas e de reclamações de passageiros quanto aos atrasos. No primeiro dia da nova etapa da reabertura, na segunda-feira (15), ônibus foram registrados lotados.

Segundo o Grande Recife, a manifestação compromete as operações nos terminais Jaboatão, Barro, Macaxeira, Santa Luzia e Recife. Ao todo, seriam 44 linhas afetadas.

No Terminal Integrado de Afogados, na Zona Oeste do Recife, as filas davam voltas sem respeitar o distanciamento de um metro e meio recomendado pelas autoridades de saúde por causa da pandemia. Todos os passageiros, porém, estavam de máscaras.

Terminal Integrado de Afogados tem fila extensa com atraso na saída dos ônibus — Foto: TV Globo/Reprodução

Terminal Integrado de Afogados tem fila extensa com atraso na saída dos ônibus — Foto: TV Globo/Reprodução

A equipe da TV Globo mostrou que, em um dos terminais da Avenida Caxangá, no Recife, coletivos chegaram lotados vindos de Camaragibe, na Região Metropolitana. A linha que saía do local para o TI Barro e para o da Macaxeira, por ser da empresa Metropolitana, não estava rodando, o que gerou reclamações de passageiros.

Sem a presença de fiscais no Terminal da Caxangá, alguns BRTs saíram com todos os bancos cheios e também passageiros em pé, o que não é recomendado durante a pandemia do novo coronavírus.

Sem fiscais no Terminal Integrado da Caxangá, ônibus saem com passageiros em pé — Foto: Reprodução/TV Globo

Sem fiscais no Terminal Integrado da Caxangá, ônibus saem com passageiros em pé — Foto: Reprodução/TV Globo

Problemas frequentes

A situação do transporte público na Região Metropolitana do Recife é alvo de reclamação desde antes da pandemia. Com a necessidade de distanciamento social devido ao novo coronavírus, a recomendação é que os ônibus saiam dos terminais com todos os passageiros sentados, mas não é o que tem acontecido.

Na quinta-feira (18), o promotor Humberto Graça disse que o Ministério Público de Pernambuco entende que o problema não será resolvido, visto que a lotação dos coletivos é um problema estrutural.

No Terminal Integrado da Caxangá, chuva e fila enquanto ônibus não passam — Foto: Reprodução/TV Globo

No Terminal Integrado da Caxangá, chuva e fila enquanto ônibus não passam — Foto: Reprodução/TV Globo

Motoristas e cobradores de ônibus realizaram um protesto na Avenida Guararapes, na área central do Recife, na terça-feira (16). De acordo com integrantes do ato, a manifestação buscava pedir a realização de testes de Covid-19 e a saída de todos os ônibus das garagens.

Usando uma faixa com a mensagem “100% da frota”, os profissionais ocuparam o cruzamento da Avenida Guararapes com a Rua do Sol.

Na ocasião, o presidente da Urbana, Fernando Bandeira, disse que o problema se superlotação dos ônibus é concentrado no horário de pico, que deveria ser diluído para resolver a situação. Ele disse ainda que não há como colocar toda a frota na rua devido aos custos e prejuízos que as empresas estão enfrentando. Segundo Bandeira, a arrecadação caiu 30%.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.