Voluntários instalam geladeira em calçada do Recife para oferecer alimentos a moradores de rua

Por Pedro Alves e Isabela Veríssimo, G1 PE

10/04/2019 06h01  Atualizado há 3 horas


Geladeira instalada no Centro do Recife oferece alimentos para moradores de rua — Foto: Isabela Veríssimo/G1

Geladeira instalada no Centro do Recife oferece alimentos para moradores de rua — Foto: Isabela Veríssimo/G1

Um grupo de voluntários instalou uma geladeira em uma calçada na Rua Siqueira Campos, no Centro do Recife, para oferecer alimentos a moradores de rua e incentivar a solidariedade em quem passa pelo local.

Abastecido por pessoas anônimas, que podem deixar os alimentos no eletrodoméstico, o refrigerador fica disponível para que pessoas em situação de vulnerabilidade peguem, gratuitamente, o que precisam para se alimentar.

A geladeira foi instalada ao lado do prédio da Procuradoria-Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE) no dia 1º de abril, por pessoas que preferem não se identificar. Ao todo, elas gastaram R$ 450 para comprar a geladeira usada e mantê-la abastecida nos primeiros dias da iniciativa.

Uma das voluntárias afirma que a ideia veio a partir de uma ação semelhante realizada em Goiânia (GO). No caso da geladeira no Centro do Recife, quem não tinha dinheiro contribuiu com o que podia: alimentos, tempo e boa vontade. A fonte de eletricidade vem de uma associação de servidores públicos.

“O investimento é baixo e quem precisa agradece muito. Começamos com duas pessoas e o grupo aumentou para umas 12. Algumas ajudaram na instalação, outras deram dinheiro. É um trabalho de formiguinha. Sabemos que isso não é a solução dos problemas de quem mora na rua, mas, quando alguém não está alimentado, fica difícil até pensar em mudar de vida”, diz uma voluntária.

Ela conta, ainda, que a ideia é que a iniciativa não tenha a mediação de ninguém. As únicas regras se referem à qualidade dos alimentos doados: é proibido doar comida fora do prazo de validade; bebidas alcoólicas; carne, peixe e ovos crus; além de garrafas e embalagens abertas.

“O apoio é para qualquer pessoa que não conseguiu a renda do dia para se alimentar. Alguém que vem do interior para o médico, por exemplo, ou um trabalhador que esteja precisando de alimento ou água. O custo mensal disso é R$ 50. Dividido por dez pessoas, dá R$ 5, todos podem fazer algo assim. É tanta coisa nos bombardeando no dia a dia que a gente esquece quem está do lado”, diz.

A geladeira na calçada chamou a atenção do vendedor Djalma Lira. Ao passar pelo local, ele não tinha nada para doar, mas aproveitou a iniciativa para espalhar o bem pelo caminho. Morador do bairro de Areias, na Zona Oeste do Recife, Djalma pegou algumas bananas do refrigerador para distribuir entre pessoas em situação de vulnerabilidade em outro ponto do Centro do Recife.

“Tem um pessoal perto do Camelódromo [no bairro de Santo Antônio] a quem eu sempre dou alguma coisa. No Centro do Recife, a gente vê demais gente sofrendo, sem ter o que comer. Vi a geladeira agora e vou me tornar doador”, afirma.

Aos 31 anos de idade, Fábio Ramos precisou sair da comunidade onde morava em outubro de 2018, após um mal entendido com um vizinho, no bairro do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife. A cama em que ele dorme fica em frente ao prédio da PGE-PE e ele diz ajudar nos cuidados com a geladeira.

“Isso aqui foi um presente de Deus porque, na madrugada, a gente nunca tem o que comer. Saíamos daqui para outros bairros para conseguir almoço, às vezes tínhamos que ficar estourando coco para ter o que comer. Quando me dão água, eu boto dentro da geladeira, porque já ajuda quem quer tomar um gole geladinho nesse calor”, afirma.

Assim como os voluntários que instalaram a geladeira, Fábio deseja que a ideia seja aplicada em outros locais, já que uma única geladeira não dá conta da quantidade de pessoas que precisam de iniciativas como essa.

“Tem muita gente que mora aqui, ao redor da geladeira. Mesmo assim, vem gente de outros lugares para pegar comida. E o que se pode fazer, se é para todo mundo? Se está cheio de comida hoje, amanhã começa o dia vazio, mas já é uma força muito grande para quem mora na rua”, conta.

Há 32 anos morando nas ruas, Elizabete Santana, de 41 anos de idade, vive em uma situação de vulnerabilidade social desde criança e diz conhecer bem as dificuldades enfrentadas por quem mora nas ruas do Centro do Recife. (

“A gente tem que pedir muito para conseguir alguma comida. O domingo é o pior dia, porque tudo está fechado. Já morei em muitos lugares aqui do Centro e já vi muita coisa, principalmente sendo mulher. É muito comum ter briga de faca por comida por aqui. Isso não devia acontecer”, afirma.

A geladeira fica disponível aos doadores e aos beneficiados diariamente, 24 horas por dia, sem supervisão. Por causa disso, há relatos de pessoas que abusaram da iniciativa. Entretanto, segundo os voluntários, a vontade de ajudar os outros segue forte.

“Sabemos que há riscos, mas, se alguém levou, é porque está precisando mais que um morador de rua. Também sabemos que, no início, talvez haja abusos, porque as pessoas se sentem atraídas, mas, com a continuidade da ação, isso deve diminuir. Também não estamos preocupados com isso. Queremos mudar a energia do Recife, deixar a energia do solidário”, declara uma voluntária.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

‘Estelionatário galã’ que usava cartões clonados para aplicar golpes em cinco estados é preso em flagrante no Recife, diz polícia

Por G1 PE

Semijoias e roupas foram apreendidas no Recife com o homem conhecido como 'estelionatário galã' — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Semijoias e roupas foram apreendidas no Recife com o homem conhecido como ‘estelionatário galã’ — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um homem de 30 anos foi preso em flagrante por aplicar golpes utilizando cartões clonados no Recife. Segundo a Polícia Civil, Diego Machado Costa ficou conhecido como “estelionatário galã” após seduzir uma de suas vítimas. Há registros de crimes praticados por ele em outros quatro estados: BahiaEspírito SantoGoiás Minas Gerais.

Ainda de acordo com a polícia, ele foi preso com mais de R$ 30 mil em produtos obtidos por meio das fraudes que praticava, como roupas e semijoias. A prisão foi realizada pela Delegacia de Apipucos, na Zona Norte do Recife, mas o homem foi encontrado em um hotel no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul da cidade.

Diego foi preso na quarta-feira (3), mas o caso foi divulgado nesta terça-feira (9). No dia anterior à prisão, o “estelionatário galã” havia aplicado um golpe em um hotel em Goiás, com um cartão clonado, segundo a polícia. Ele tentou fugir dos policiais, mas foi capturado. A participação de duas mulheres no esquema criminoso, sendo uma pernambucana e uma goiana, é investigada.

De acordo com o delegado Ramon Teixeira, titular da Delegacia de Apipucos, a polícia acredita que há vítimas não identificadas do golpe, inclusive em Pernambuco, já que Diego visitou o estado diversas vezes antes de ser preso.

Diego Machado Costa, preso no Recife, é conhecido como 'estelionatário galã' — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Diego Machado Costa, preso no Recife, é conhecido como ‘estelionatário galã’ — Foto: Polícia Civil/Divulgação

“O hotel onde ele se hospedou em Boa Viagem, para se precaver, fez uma abordagem de cobrança. Ele se assustou e foi à Caixa Econômica Federal para penhorar um cordão de ouro e conseguir o dinheiro. Ele pagou o hotel e a polícia já havia sido acionada em Pernambuco. Foi aí que a Delegacia de Apipucos fez a abordagem. Ele tentou correr, mas foi detido”, conta o delegado.

Ainda segundo Ramon Teixeira, a prisão em flagrante de Diego ocorreu por causa do golpe aplicado em um hotel em Goiás e pela apreensão do material oriundo dos crimes, mas a polícia ainda não sabe a quantidade de crimes praticados pelo “estelionatário galã”.

“Nos últimos anos, ele teve um vasto histórico de vítimas em diversos estados, quer pela clonagem de cartões ou golpes de qualquer natureza. Ele já havia sido preso anteriormente em Minas Gerais e na Bahia. Também temos matérias jornalísticas de sua prisão no Espírito Santo e no estado de Goiás”, afirma o delegado.

A proprietária do estabelecimento de onde foi retirada a mercadoria apreendida veio ao Recife para depor à Polícia Civil. Segundo a corporação, o material foi recuperado quase que por completo.

Diego foi autuado em flagrante pelo crime de furto mediante fraude e encaminhado à audiência de custódia. Na sessão, segundo a polícia, foi decretada a conversão do flagrante em prisão preventiva. A reportagem tenta descobrir o contato da defesa do “estelionatário galã”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Funcionário de comerciante morta em assalto é preso suspeito de atrair vítima para local do crime

Por G1 PE

Mahatina Carvalho levou um tiro no tórax e morreu, após um assalto em Olinda — Foto: Reprodução/WhatsApp

Mahatina Carvalho levou um tiro no tórax e morreu, após um assalto em Olinda — Foto: Reprodução/WhatsApp

A Polícia Civil prendeu um funcionário do bar da comerciante Mahatina Gracio de Carvalho, de 28 anos, morta com um tiro em um assalto, no sábado (6), em Rio Doce, emOlinda. Segundo a corporação, José Caio da Silva, de 23 anos, repassou informações para os comparsas sobre a rotina da vítima, que levava para casa o dinheiro arrecadado, e atraiu a mulher para o local do crime.

O crime ocorreu quando Mahatina, proprietária do Caldinho da Codorna, no Carmo, em Olinda, voltava para casa. Ela saiu do bar e deixou dois funcionários em casa, entre eles José Caio. Os bandidos pararam o caro dela e um deles disparou um tiro, que atingiu o tórax da vítima.

Com a captura de Caio, na noite de terça-feira (9), subiu para quatro o número de suspeitos presos por envolvimento no latrocínio.

Logo depois do crime, Salatiel Brandão dos Santos Júnior, de 21 anos, Eudes Carneiro do Vale Filho, de 29 anos, e João Carlos dos Santos Barbosa Santana da Silva, de 19 anos, foram presos em uma blitz da Lei Seca, em Olinda. No sábado, a polícia informou que Salatiel confessou ter atirado na comerciante. (

Por meio de nota, divulgada nesta quarta-feira (10), a polícia informou que José Caio foi encontrado em Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Ele foi alvo de um mandado de prisão temporária.

A polícia informou, ainda, que o funcionário do bar é suspeito de praticar outro assalto, dias antes do assassinato de Mahatina. A corporação disse que ele estaria com um dos integrantes do grupo envolvido na morte da comerciante.

Carro da comerciante morta em assalto, em Olinda, bateu em poste de iluminação pública — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Carro da comerciante morta em assalto, em Olinda, bateu em poste de iluminação pública — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Latrocínio

O crime aconteceu na Avenida Tiradentes, na Quarta Etapa de Rio Doce, por volta das 2h. Mahatina trafegava em um Classic, com os vidros fechados, quando ocorreu a abordagem. Ela se assustou e foi atingida por um tiro. O carro bateu em um poste de energia elétrica.

Ainda no sábado, a delegada Vilaneida Aguiar, que esteve no local do latrocínio, afirmou que suspeitava de um crime premeditado. Ela também disse que investigaria a possibilidade de mais pessoas terem participado do assalto.

A Polícia Militar apreendeu um revólver calibre 38. Também foram localizadas seis balas, sendo uma deflagrada

Balas de revólver foram apreendidas com homens suspeitos de matar comerciante, em Olinda — Foto: Polícia Civil, Divulgação

Balas de revólver foram apreendidas com homens suspeitos de matar comerciante, em Olinda — Foto: Polícia Civil, Divulgação

Blitz

Depois do crime, os três primeiros suspeitos foram detidos em uma blitz na Rua do Farol, também em Olinda. Segundo a Polícia Militar, eles tentaram escapar de uma outra ação policial, na Rua do Sol, e acabaram sendo parados pela Operação Lei Seca.

No veículo dois suspeitos, a polícia encontrou duas bolsas femininas. Em uma delas, havia a carteira de motorista de Mahatina e várias notas do bar Caldinho da Codorna. Na outra, foram encontrados um celular e dinheiro.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Grande Recife tem 1.103 mortes por arma de fogo em um ano, aponta plataforma Fogo Cruzado

Por G1 PE

Segundo o Fogo Cruzado, a média diária no Grande Recife é de 4,1 tiros — Foto: Reprodução/TV Globo

Segundo o Fogo Cruzado, a média diária no Grande Recife é de 4,1 tiros — Foto: Reprodução/TV Globo

Em um ano, foram registrados 1.103 mortos por arma de fogo no Grande Recife, de acordo com a plataforma Fogo Cruzado, que mapeia dados de violência armada desde 1º de abril de 2018.

Ao todo, foram contabilizadas 1,5 mil ocorrências de disparos de arma de fogo, que também deixaram 547 feridos. A média é de 4,1 tiros por dia em todo o período na Região Metropolitana. A Secretaria de Defesa Social (SDS) afirmou que desconhece os dados e a metodologia de coleta (veja íntegra da resposta no fim da matéria).

Os dados do Fogo Cruzado são coletados através de informações fornecidas pela sociedade civil. Somente no Recife, foram registradas 369 mortes e 242 pessoas feridas por armas de fogo. Do total de tiros contabilizados, 118 não resultaram em vítimas, o que equivale a 7,8% dos casos.

Gerenciado pelo Núcleo de Pesquisas em Políticas de Segurança (Neps) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o Fogo Cruzado contabiliza os dados através de informações coletadas via usuários de um aplicativo da plataforma, por meio da imprensa e de canais de autoridades policiais. A informação é analisada por uma equipe de gestão de dados antes de ser divulgada.

Dados detalhados

Em um ano, houve 120 registros de disparos realizados dentro de casa na Região Metropolitana do Recife, que deixaram 115 mortos, sendo 104 homens e 11 mulheres; além de 29 feridos, sendo 18 homens e 11 mulheres.

No período citado, houve 12 casos envolvendo motoristas de aplicativo, resultando em quatro mortos. Outras quatro pessoas foram baleadas, sendo uma delas, adolescente. Em bares, houve 21 tiroteios, que resultaram em 15 mortos e 12 feridos. Em presídios, ocorreram sete disparos, que resultaram em quatro mortos e oito feridos.

Aplicativo Fogo Cruzado mapeia áreas de tiroteio e disparos de arma de fogo no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Aplicativo Fogo Cruzado mapeia áreas de tiroteio e disparos de arma de fogo no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Entre o total de mortos, 1.048 eram homens, o que equivale a 95% dos casos. Foi registrada a morte de 11 agentes de segurança. Dos 547 feridos, 89% eram homens, com 488 ocorrências, e 17 agentes de segurança foram feridos no período. Foram contabilizados, também, 68 adolescentes mortos e 37 feridos, além de seis crianças feridas.

Em um ano, houve 71 casos em que mais de uma pessoa foi assassinada, totalizando 155 mortos, sendo 136 homens e 19 mulheres. Foram 60 duplos homicídios, nove triplos homicídios e dois quádruplos homicídios. Com 143 casos, novembro foi o mês com mais disparos, seguido por julho, com 139 ocorrências, e por maio, com 135.

Números por localidade

No Grande Recife, os cinco municípios em que mais se registrou tiroteios, além do Recife, que teve 576 casos, foram Olinda, com 126; Cabo de Santo Agostinho, que teve 108 registros; Igarassu, com 96 casos; e Paulista, com 80 disparos.

Na Região Metropolitana, os bairros com mais registro de tiros foi Cohab, na Zona Sul do Recife, com 45 casos; Ibura, na mesma região da capital, com 38; Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, com 31 casos; Centro de Igarassu e Pina, na Zona Sul do Recife, com 27 ocorrências cada; Cruz de Rebouças, em Igarassu, com 20 casos; Barro e Várzea, ambos na Zona Oeste da capital, também com 20 ocorrências cada.

Os bairros com o maior número de mortos foram Cohab, com 30 ocorrências; Ibura, com 28; Piedade, com 26; Centro de Igarassu, com 21; e o Pina, com 17 casos.

Resposta do governo

Por meio de nota, a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco afirma que não comenta essas estatísticas, pois desconhece os dados e a metodologia de coleta. No texto, a pasta declara que os dados do governo são consolidados pelo cruzamento de informações policiais e divulgados mensalmente.

Com base nos números oficiais, “março de 2019 foi o 16º mês seguido de redução dos homicídios, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, consolidando a queda desse tipo de crime, que vem sendo registrada, no estado, desde o ano de 2017”, afirma a SDS na nota.

Também no texto, a pasta declara que, em 2018, “com os investimentos na área de segurança pública reforçados, Pernambuco foi o estado do país que registrou a maior queda no número de homicídios. Em termos percentuais, essa redução chegou a 23% em relação a 2017, o que, em números absolutos, representa 1.257 vidas salvas em todo o estado”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Operação contra fraude em licitação e corrupção afasta secretário de Camaragibe, no Grande Recife

Por G1 PE

O secretário de Infraestrutura de Camaragibe, Silvano Queiroz, foi afastado cautelarmente nesta terça-feira (26), durante a Operação Harpalo, que investiga a prática dos crimes de fraude em licitação, corrupção, peculato e lavagem de dinheiro. Um dos locais em que os policiais cumpriram mandados é a Prefeitura de Camaragibe, no Grande Recife.

“Tudo gira em torno do prefeito [Demóstenes Meira, PTB] e da gestão dele. Apreendemos carros de luxo e diversos documentos. A investigação ganhou maior capilaridade hoje, com essas buscas”, diz o delegado Jean Rockfeller.

Em nota, a Prefeitura de Camaragibe afirmou que “todos os processos de licitação têm sido realizados de forma transparente e legal”. Além disso, a gestão apontou que vai aguardar as investigações para que “as medidas legais e necessárias sejam tomadas, a fim de que tudo seja esclarecido”.

Além de Camaragibe, foram cumpridos mandados em São Lourenço da MataRecifeJaboatão dos GuararapesGravatá e Natal. O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) também emitiu medida protetiva para duas testemunhas. Segundo Rockfeller, o prefeito e o secretário não podem se aproximar das testemunhas.

Foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão domiciliar, duas suspensões de atividades empresariais, além das medidas protetivas e do afastamento cautelar pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).

“Essas empresas [que tiveram suspensão de atividade] são de construção civil. A investigação apurou que esse pessoal tinha residência e contato em outros locais. Conseguimos mandados para locais de interesse da população”, aponta o delegado. O nome das empresas não foi divulgado.

Por volta das 7h, policiais civis faziam uma varredura no edifício sede da prefeitura de Camaragibe. Funcionários que começariam o expediente às 7h30 ficaram do lado de fora do prédio, mas entraram por volta das 8h, com a saída de policiais do prédio.

Documentos apreendidos na Prefeitura de Camaragibe, durante operação desencadeada nesta terça-feira (26) — Foto: Mônica Silveira/TV Globo

Documentos apreendidos na Prefeitura de Camaragibe, durante operação desencadeada nesta terça-feira (26) — Foto: Mônica Silveira/TV Globo

As investigações começaram em dezembro de 2018, em relação a crimes que já aconteciam, aponta o delegado. Os materiais apreendidos foram encaminhadas para a sede do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco), no bairro de Tejipió, no Recife.

Ao todo, 90 policiais foram escalados para a operação desta terça, além de dois auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O G1 entrou em contato com a Prefeitura de Camaragibe e aguarda resposta. A defesa de Silvano Queiroz ainda não foi localizada.

Polêmicas na prefeitura

No dia 17 de fevereiro, o prefeito de Camaragibe, Demóstenes Meira, divulgou mensagens de voz pelas redes sociais e WhatsApp, convocando os servidores comissionados para participar o desfile do bloco Canário Elétrico, no Centro de Camaragibe. Na mensagem, ele pede a presença dos servidores no show da noiva dele, a cantora e secretária de assistência social Taty Dantas.

O desfile do bloco foi organizado pelo secretário de Educação Denivaldo Freire. A contratação de Taty Dantas, segundo o secretário, ocorreu a partir de um pedido do prefeito Demóstenes Meira.

Nas mensagens, Meira afirmou que filmaria o evento para saber quantos comissionados compareceriam, de fato, para prestigiar Taty Dantas. Pouco antes do desfile do bloco, o prefeito confirmou que fez a convocação dos servidores e justificou que “era preciso apoiar a noiva”.

Prefeito Demóstenes Meira e a noiva Taty Dantas durante desfile de bloco, em Camaragibe, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Prefeito Demóstenes Meira e a noiva Taty Dantas durante desfile de bloco, em Camaragibe, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

A atitude de Meira provocou a reação da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE). O presidente da entidade, Bruno Baptista, conversou com a TV Globo no dia do desfile do bloco e afirmou que o conteúdo das gravações era muito grave.

O áudio também motivou Ministério Púbico de Pernambuco a abrir procedimentos para investigar o prefeito de Camaragibe. Os vereadores do município abriram um processo de impeachment contra Meira.

Em 19 de fevereiro, o MPPE informou que ingressou com uma ação civil pública contra o prefeito No mesmo dia, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) impediu a prefeitura de repassar verbas públicas a atrações do carnaval em 2019.

A ação civil pública também traz como réus a cantora Taty Dantas e o secretário municipal de Educação, Denivaldo Freire Bastos.








Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

MPPE tem mais de 90 processos contra consórcio e empresas de ônibus no Grande Recife

Por Antônio Coelho, TV Globo

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) tem 98 processos em andamento contra sete empresas de ônibus e o Grande Recife Consórcio de Transporte. Segundo a instituição, a Promotoria de Transporte da Região Metropolitana apura quatro denúncias, 49 investigações preliminares e 45 inquéritos civis.

Os motivos dois processos coincidem com os temas levantados pela série de reportagens TI Sufoco, que registrou o desafio diário de passageiros que circulam por nove dos terminais integrados da Região Metropolitana do Recife. A equipe embarcou em mais de 20 ônibus para mostrar as dificuldades que os passageiros enfrentam.

De acordo com o MPPE, os processos são relativos a descumprimento de horáriolongo intervalo de esperasuperlotação, descumprimento do itinerário dos ônibus, falta de acessibilidade, estado de conservação e limpeza dos ônibus, calor, mau comportamento dos profissionais, problemas nos terminais integrados e outras questões sobre tarifas.

TI Sufoco mostrou os desafios de quem precisa andar de ônibus diariamente no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

TI Sufoco mostrou os desafios de quem precisa andar de ônibus diariamente no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

O promotor de transporte da Região Metropolitana do Recife, Humberto Graça explica que as empresas não ficam impunes às denúncias dos passageiros. “Sempre que uma queima de parada é identificada ou a operação da plataforma elevatória não é feita para o cadeirante, por exemplo, se comprovado, a empresa é comunicada e punida por meio de multas”, afirma.

As empresas transportam, todo os dias, quase 2 milhões de pernambucanos. Todos os problemas citados são de responsabilidade da empresa. “A gente precisa resolver os problemas micros para evitar que as situações persistam a acontecer. Se as falhas forem recorrentes, as empresas podem perder a concessão pública”, frisa o promotor.

O Grande Recife Consórcio de Transportes informou que o Governo do Estado investe R$ 253,5 milhões no transporte público anualmente e que o dinheiro é empregado em gestão, fiscalização, terminais integrados, passe livre estudantil e ônibus novos, entre outros.








Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Polícia faz operação contra tráfico de drogas e homicídios em Pernambuco e na Paraíba

Por G1 PE

Operação Olhos de Fogo tem como alvo suspeitos de homicídio, tráfico de drogas e roubos — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Operação Olhos de Fogo tem como alvo suspeitos de homicídio, tráfico de drogas e roubos — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma operação conjunta das polícias de Pernambuco e da Paraíba foi desencadeada nesta terça-feira (26). A Operação Olhos de Fogo tem como alvo suspeitos de homicídio, tráfico de drogas e roubos. Para a ação, em Pernambuco, foram emitidos cinco mandados de prisão e 12 de busca e apreensão.

Em Pernambuco, os policiais atuam no município de Goiana, na Região Metropolitana do Recife. Na Paraíba, em ação simultânea, a polícia chega às cidades de Caaporã e Alhandra, na Região Metropolitana de João Pessoa.

As ações em Pernambuco estão sendo coordenadas pelo delegado seccional de Goiana Júlio Porto e pelo delegado José Rivelino. As investigações estão sob a responsabilidade dos delegados Altemar Mamede e Herbert Wiliams.

Os detalhes preliminares da ação devem ser divulgados ainda na manhã desta terça.








Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Passageira de moto morre após colisão com caminhão em rodovia federal no Grande Recife

Por G1 PE

Moto foi atingida por caminhão na BR-232, em Moreno, no Grande Recife — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Moto foi atingida por caminhão na BR-232, em Moreno, no Grande Recife — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Um acidente de trânsito envolvendo um caminhão e uma moto deixou uma mulher morta na tarde desta segunda-feira (25). O caso aconteceu no Km 22 da rodovia federal BR-232, no município de Moreno, na Região Metropolitana do Recife.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu por volta das 14h. O condutor da moto seguia pela faixa da direita da rodovia quando o pneu dianteiro murchou. Ele perdeu o controle do veículo e foi para o acostamento da BR-232.

Após a moto retornar para a pista, um caminhão que seguia na faixa da direita da rodovia colidiu o pneu traseiro esquerdo na motocicleta. A passageira da moto, que não teve a idade divulgada, caiu na pista e morreu no local. O condutor da moto teve ferimentos leves.

Caminhão colidiu com uma moto no Km 22 da BR-232, em Moreno — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Caminhão colidiu com uma moto no Km 22 da BR-232, em Moreno — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação








Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Trio é preso com arma de fogo e veículos roubados na BR-101

Por G1 PE

Arma, dinheiro e notebook foram recuperados com suspeitos de assalto, em ação da PRF no Recife — Foto: PRF/Divulgação

Arma, dinheiro e notebook foram recuperados com suspeitos de assalto, em ação da PRF no Recife — Foto: PRF/Divulgação

Três homens foram presos com um revólver, dinheiro e veículos roubados, nesta segunda-feira (25), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-101, em Jardim São Paulo, na Zona Oeste do Recife. Dois suspeitos estavam em um carro, que havia sido roubado no sábado (23), enquanto o terceiro estava em uma moto, levada de assalto nesta segunda.

Os policiais receberam informações de que uma moto e um carro estavam sendo utilizados para realizar assaltos e fizeram um bloqueio na rodovia, próximo ao Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa). Ao localizar os veículos, a polícia constatou que os dois eram roubados.

A PRF localizou, dentro do carro, um revólver calibre .38, seis munições intactas, um montante no valor de R$ 1.049 e um notebook. O dinheiro e o equipamento teriam sido roubados de um mercado de bairro.

Dois dos homens possuem passagem na polícia por roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, segundo a PRF. Os três homens foram encaminhados para a Central de Flagrantes da Capital, no bairro de Campo Grande, na Zona Norte do Recife. Os nomes deles são foram divulgados. As vítimas foram até o local para realizar o reconhecimento, de acordo com a PRF.








Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Após saírem do Edifício Holiday, moradores buscam reestruturar vida

Por Luna Markman, TV Globo

Após a desocupação total do Edifício Holiday, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, ocorrida no sábado (23), os ex-moradores buscam agora reestruturar a vida. Algumas pessoas precisaram recorrer ao abrigo cedido pela Prefeitura do Recife, no bairro de São José, no Centro, enquanto outras já conseguiram um novo local para morar.

Foram cinco dias para desocupar 476 apartamentos e pontos comerciais. João Batista Dourado morava de aluguel, sozinho, em um apartamento no 15º andar. No corre-corre da mudança, não conseguiu encontrar outra casa ou apartamento para alugar. A saída foi se instalar no abrigo, mesmo que temporariamente. Para ele, que era dono do imóvel, o pior não é perder a privacidade.

“Uma coisa muito ruim é a ociosidade, embora o tratamento de toda equipe seja nota 10. Tenho esperança de voltar para lá, principalmente depois da notícia de tantas doações”, afirma João Batista, que está desempregado.

Desempregado, João Batista Dourado foi para abrigo da Prefeitura do Recife após sair do Edifício Holiday — Foto: Reprodução/TV Globo

Desempregado, João Batista Dourado foi para abrigo da Prefeitura do Recife após sair do Edifício Holiday — Foto: Reprodução/TV Globo

Outros quatro moradores também estão no abrigo. No refeitório são oferecidas três refeições diárias e um lanche. O tempo de permanência varia de acordo com o caso. O cozinheiro Genival Alfredo da Silva é natural de Passira, no interior do estado, mas morava no Holiday há 30 anos.

Ele e a esposa passam alguns dias no abrigo. Os dois filhos mais novos estão morando com o irmão mais velho. “A minha vontade é que eu estivesse lá. Ficaria perto dos meninos e cozinhando para eles”, comenta.

Ex-moradora do Holiday conseguiu alugar casa em uma comunidade próxima, também na Zona Sul do Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Ex-moradora do Holiday conseguiu alugar casa em uma comunidade próxima, também na Zona Sul do Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Dos vários ex-moradores do Edifício Holiday, alguns conseguiram um espaço na comunidade Irmã Dorothy, no bairro de Boa Viagem. O local fica a três quilômetros da antiga moradia. A aposentada Maria de Lourdes Duran, de 67 anos, conseguiu alugar um duplex com quarto, cozinha, sala e banheiro por R$ 350.

Do Holiday, onde tinha apartamento próprio há 50 anos, trouxe tudo o que guardava. “Já estou me acostumando. Vou pintar tudinho de branco, tapar os buraquinhos da parede pra ficar na medida, todo bonito pra dar sorte”, diz, otimista.

Corredores ficaram vazios no Edifício Holiday, na Zona Sul do Recife — Foto: Wanessa Andrade/GloboNews

Corredores ficaram vazios no Edifício Holiday, na Zona Sul do Recife — Foto: Wanessa Andrade/GloboNews

Processo de desocupação

O Edifício Holiday, interditado judicialmente por oferecer riscos aos cerca de 3 mil moradores, fica no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, e representa um marco arquitetônico para a cidade. O edifício foi construído em 1956, tem 476 apartamentos em 17 andares e um histórico de décadas de problemas de infraestrutura.

Na sexta-feira (22), as codeputadas do mandato coletivo Juntas protocolaram, junto ao governo do estado, um pedido de tombamento do edifício.

A Secretaria de Defesa Social (SDS) informou, no sábado (23), que as últimas famílias saíram do prédio. Os moradores têm até a terça (26), às 17h, para retirar os móveis e objetos que ainda permanecem nos apartamentos.

A partir de quarta feira (27), os pertences encontrados nos apartamentos irão para um depósito da prefeitura, onde serão inventariados e ficarão à disposição dos proprietários.








Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.