Coronavírus: governo de Pernambuco determina fechamento de comércio, serviços e obras de construção civil

Medida começa a valer no domingo (22), mas tem exceções como supermercados, padarias, mercadinhos, farmácias, postos de gasolina e outras atividades essenciais.

Por G1 PE

Paulo Câmara anuncia fechamento do comércio a partir de domingo (22) — Foto: Reprodução

Paulo Câmara anuncia fechamento do comércio a partir de domingo (22) — Foto: Reprodução

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) determinou, nesta sexta-feira (20), o fechamento do comércio, dos serviços e das obras de construção civil em todo o estado. A medida começa a valer no domingo (22) e tem o objetivo de enfrentar a epidemia do novo coronavírus, que tem 28 casos confirmados no estado.

“A partir do próximo domingo [22], vamos determinar o fechamento do comércio, serviço e das obras de construção civil. Não estão incluídos supermercados, padarias, mercadinhos, farmácias, postos de gasolina, casas de ração animal, depósitos de água mineral e gás, além de obras de serviços essenciais, como o hospital, abastecimento de água, gás, energia e internet”, afirmou o governador, através de pronunciamento transmitido pela internet.

Câmara também explicou que a continuidade de obras públicas fica a cargo de cada governo responsável por elas.

“Todas as obras de construção civil contratadas pelo serviço público serão decididos pelos respectivos entes federativos. No caso, a União, o estado de Pernambuco e os municípios. Precisamos, neste momento, que o maior número possível de pessoas fique em casa, para que tenhamos o mínimo de contato social”, afirmou.

No âmbito da saúde, o governador informou que a ampliação da rede é um dos principais focos. “Estamos trabalhando também em uma série de ações para ampliação da rede de atendimento, como já anunciamos os mil novos leitos exclusivos para tratamento da Covid-19”, disse.

Na quinta-feira (19), o governo já havia determinado o fechamento de shoppings, bares, restaurantes e lanchonetes em todo o estado a partir do sábado (21), mas manteve a possibilidade do serviços de entrega de comida. Parques e praias só podem receber pessoas para práticas esportivas.

O diretor-executivo da Câmara dos Dirigentes Lojistas do Recife afirmou que a medida já era esperada e que, agora, os comerciantes aguardam medidas voltadas para auxiliar a categoria a passar por esse momento. “É uma atitude correta do governo porque estamos em um momento de calamidade. Estamos unidos para sanar esse problema”, afirmou Fred Leal.

Coronavírus em Pernambuco

O boletim divulgado na quinta-feira (19) pelo governo estadual apontou 508 notificações para a doença Covid-19, com 28 confirmações. Além disso, o estado anunciou medidas para melhorar o abastecimento e informou que vai deixar de cobrar a conta de água a mais de 120 mil pessoas

Para diminuir a circulação de pessoas, a Farmácia do Estado vai fornecer o máximo de medicamentos para que pacientes evitem idas sucessivas até o localAs orientações foram dadas, na manhã desta sexta-feira (20) pelo secretário estadual de Saúde, André Longo.

Segundo o estado, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) vai isentar de pagamento as pessoas enquadradas na categoria social. Essa tarifa é cobrada a quem tem renda de até um salário mínimo e consumo residencial de até 10 metros cúbicos por mês, em média. A medida atingirá mais de 120 mil pessoas.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pernambuco confirma 28 casos de coronavírus e deixa de cobrar conta de água a mais de 120 mil pessoas

Boletim e novas medidas foram anunciadas nesta quinta (19). São seis casos a mais que o boletim da quarta (19). Estado disse que vai ampliar oferta de carros-pipa.

Por Pedro Alves, G1 PE

Chegou a 28 o número de casos confirmados do novo coronavírus, em Pernambuco. De acordo com o boletim divulgado nesta quinta-feira (19), são seis casos a mais que na quarta-feira (18), com 508 notificações para a doença Covid-19. Além disso, o estado anunciou medidas para melhorar o abastecimento e informou que vai deixar de cobrar a conta de água a mais de 120 mil pessoas.

O novo boletim aponta que os novos casos foram registrados em quatro pacientes do Recife. Também estão na relação uma pessoa de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, e um morador do Rio de Janeiro, que teve passagem pela capital pernambucana.

Segundo o estado, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) vai isentar de pagamento as pessoas enquadradas na categoria social. Essa tarifa é cobrada a quem tem renda de até um salário mínimo e consumo residencial de até 10 metros cúbicos por mês, em média.

A medida, informou o governo, vale enquanto durar a crise causada pela Covid-19. O anúncio foi feito durante entrevista coletiva transmitida pela internet, pelo governo do estado.

Ainda de acordo com o governo, obras de curto prazo serão realizadas para ampliar a oferta de água no Grande Recife para 250 mil pessoas. Moradores da região têm se preocupado com o aumento de casos de coronavírus, devido ao racionamento. Eles questionam como é possível reforçar hábitos de higiene diante das torneiras vazias.

Para as comunidades que não têm abastecimento, o estado prometeu ampliar de 16 para 40 o número de carros-pipa enviados.

O Sistema Tapacurá, responsável pelo abastecimento de 25% do Grande Recife, terá um incremento de captação de água de 20%, passando de 2,5 mil litros por segundo para 3 mil. A ação é imediata e beneficia 150 mil pessoas.

De acordo com a secretária de Infraestrutura de Pernambuco, Fernandha Batista, também há uma expectativa de melhoria da distribuição de água por causa da previsão de chuvas para várias regiões.

“O volume a ser disponibilizado, que está em andamento no Sertão, tem possibilidade de ocorrer em 20% a mais que a média. Temos 14 barragens que estão ou vertendo ou perto disso. Isso quer dizer que há aumento considerado no nível dos rios. Um exemplo é a barragem de Jucazinho, que passou cinco anos colapsada. Esse nível, nas últimas 36 horas, passou de 0,8 para 5%”, afirmou.

A presidente da Compesa, Manoela Marinho, disse, no entanto, que a melhoria no abastecimento não significa mudança no calendário de distribuição de água.

“Nos morros da Zona Norte do Recife, temos áreas mapeadas que estão desabastecidas por causa da pressão. Agora, elas voltarão a receber água, devido a uma antecipação do uso de Tapacurá. Temos tido bastante chuva em nossos mananciais e algumas cidades já estão saindo da situação de colapso ou rodízio”, disse.

Governo anunciou que há 28 confirmações para o novo coronavírus, em Pernambuco — Foto: Reprodução/YouTube

Governo anunciou que há 28 confirmações para o novo coronavírus, em Pernambuco — Foto: Reprodução/YouTube

Notificações

De acordo com o secretário estadual de Saúde, André Longo, há, ao todo, 508 notificações, com 166 descartes, 311 casos ainda em investigação e três casos prováveis, que são os de pacientes que tiveram contato com pessoas com diagnóstico confirmado e apresentaram sintomas semelhantes aos da Covid-19.

André Longo afirmou, ainda, que o governo está trabalhando para garantir o abastecimento de equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde envolvidos no enfrentamento à Covid-19.

“O governador determinou que fossem feitas requisições administrativas de materiais e insumos e licitações de forma emergencial. Não há, até o momento, relatos de desabastecimento nos hospitais de referência no tratamento da Covid-19”, afirmou.

Transporte

O isolamento social é uma das medidas mais indicadas para a contenção da pandemia do novo coronavírus. Por causa disso, o governo tem editado decretos para diminuir a circulação de pessoas pelo estado.

Segundo o procurador-geral do Estado, Ernani Médicis, apesar disso, não há, por enquanto, restrição à circulação do transporte coletivo.

“Os ônibus vêm funcionando normalmente, de acordo com as determinações baixadas, para higienização de coletivos e terminais, assim como o disciplinamento das filas e controle de acesso a esses veículos. Só com as medidas restritivas, tivemos, em uma semana, uma redução de 40% no número de passageiros do transporte coletivo do Grande Recife”, declarou o procurador.

Restrições

Mais cedo, o governador Paulo Câmara anunciou um decreto que determina o fechamento de shoppings, salões de beleza, restaurantes, lanchonetes e comércio de praia em todo o estado (veja vídeo acima).

A determinação começa a valer a partir do sábado (21) e possibilita, aos bares, lanchonetes e restaurantes, continuar funcionando apenas com serviços de entrega. Parques e praias só podem receber pessoas para práticas esportivas.

Desde a terça-feira (17), o governo anunciou a proibição de eventos com mais de 50 pessoas. No mesmo dia, o Executivo também determinou que todas as pessoas que chegarem ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes/Gilberto Freyre precisam ficar em quarentena por sete dias, sobretudo, os que tiveram como origem países com casos de coronavírus.

Nesta quinta, o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua Cavalcanti, disse que, quem descumprir o decreto, pode sofrer punições, que vão de multa até detenção, de um mês a um ano .

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Prevenção ao coronavírus: Pernambuco determina fechamento de shoppings, bares, restaurantes e lanchonetes

Medida anunciada nesta quinta-feira (18) começa a valer a partir do sábado (21) em todo o estado. Parques e praias só podem receber pessoas para práticas esportivas.

Por G1 PE

O governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (19), o fechamento de shoppings, salões de beleza, restaurantes, lanchonetes e comércio de praia em todo o estado . A determinação começa a valer a partir do sábado (21) e faz parte da série de medidas para evitar a propagação da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus. Pernambuco tem 28 casos confirmados da doença.

Com isso, bares, lanchonetes e restaurantes podem continuar funcionando apenas com serviços de entrega. Parques e praias só podem receber pessoas para práticas esportivas.

Pernambuco determinou fechamento de shoppings, bares e outros estabelecimentos por causa do coronavírus — Foto: Reprodução/YouTube

Pernambuco determinou fechamento de shoppings, bares e outros estabelecimentos por causa do coronavírus — Foto: Reprodução/YouTube

O anúncio do governador Paulo Câmara (PSB) ocorreu em uma transmissão na internet. Ele pediu que o maior número possível de pessoas fique em casa e limite suas saídas para comprar itens de primeira necessidade.

“A experiência têm mostrado que todos os locais do mundo que estão conseguindo reverter isso só conseguiram com a diminuição de frequência de pessoas nas ruas”, disse Paulo Câmara.

Coronavírus em Pernambuco

O governo de Pernambuco confirmou, na quarta-feira (18), 22 casos da Covid-19. Além disso, o estado anunciou que vai reativar dois hospitais particulares para receber os pacientes. Outra medida foi o cancelamento, a partir de sexta-feira (20), de cirurgias que já estavam marcadas .

Desde o dia 25 de fevereiro, Pernambuco soma 485 notificações do novo coronavírus. Entre elas, estão três casos prováveis, de pessoas que tiveram contato com pessoas infectadas, por exemplo, e 96 descartes.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Embaixador britânico anuncia para sexta saída de pessoas que estão em navio isolado no Recife

Vijay Rangarajan informou, nesta quinta (19), por uma rede social, que voo marcado para a sexta-feira (20) deve levar europeus de 15 nacionalidades.

Por G1 PE

Coronavírus: embaixador anuncia saída de voo com passageiros de navio atracado no Recife

Coronavírus: embaixador anuncia saída de voo com passageiros de navio atracado no Recife

O embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan, anunciou, nesta quinta-feira (19), que, na sexta-feira (20), embarcarão de volta para a Europa pessoas que estão a bordo do navio Silver Shadow, isolado no Porto do Recife. A embarcação foi retida no dia 12 de março, depois que um idoso foi socorrido com sintomas da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Ele e a mulher tiveram resultados positivos em exames.

O anúncio foi feito por meio de uma rede social. Segundo Rangarajan, o avião deverá sair do Aeroporto do Recife às 21h30, com pouso previsto no Aeroporto de Heathrow, em Londres, às 9h de sábado (21).

“O plano logístico e a lista final de passageiro estão prontos”, disse o embaixador, na rede social. O voo previsto é o LA9542. A quantidade de passageiros que vão embarcar na aeronave não foi informada.

Ainda segundo o diplomata, a empresa aérea Latam será responsável por operar o voo. Estarão a bordo da aeronave, além de passageiros britânicos, pessoas que moram na Alemanha, Áustria, Bielorrússia, Bulgária, Croácia, Espanha, França, Itália, Irlanda, Luxemburgo, Noruega, Polônia, Romênia, Rússia e Suíça. Os passageiros e tripulantes são, ao todo, de 18 nacionalidades.

Navio Silver Shadow foi retido no Recife por causa do coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo

Navio Silver Shadow foi retido no Recife por causa do coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo

Na Inglaterra, os passageiros deverão ser conduzidos aos seus destinos finais pela empresa operadora do cruzeiro. O cônsul britânico no Recife, Graham Tidey, disse na quarta-feira (18) que a questão logística era a mais complicada para a retirada dos europeus.

O governo de Pernambuco, por sua vez, informou que três aviões deverão ser utilizados na remoção dos 609 viajantes, entre tripulação e passageiros. Um deles com destino à Inglaterra, outro, à Austrália e um terceiro, aos Estados Unidos.

Ainda no Twitter, Vijay Rangarajan disse que estava muito feliz em receber a confirmação do voo. “Muito obrigado a todos os passageiros por sua paciência e resiliência. Vou enviar uma carta hoje à noite, com a ajuda do Capitão, com mais detalhes”, afirmou.

G1 tentou contato com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, que participou das negociações para a retirada das pessoas que estão no navio, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Passageiros e tripulantes de navio estão há uma semana isolados no Porto do Recife

Passageiros e tripulantes de navio estão há uma semana isolados no Porto do Recife

Silver Shadow

Desde o dia 12, o navio Silver Shadow foi retido no Recife, com 609 pessoas a bordo. Um idoso de 78 anos passou mal com sintomas do novo coronavírus. Ele e a esposa saíram do cruzeiro no mesmo dia. Ambos estão entre os casos 28 casos confirmados no estado (veja vídeo acima).

À espera de uma solução, as pessoas a bordo do navio Silver Shadow têm a temperatura medida todas as noites, segundo um turista que está no local.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que tem monitorado as pessoas a bordo. Um esquema especial está sendo montado para retirar as pessoas das outras nacionalidades, mas não há data para essa operação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Recife vai contratar 194 profissionais de saúde para enfrentar pandemia do novo coronavírus

Serão chamados temporariamente 15 médicos para atenção básica e 179 pessoas para atuar em novos leitos de UTI e de retaguarda. Inscrição vai até domingo (22).

Por G1 PE

A prefeitura do Recife anunciou, nesta quinta (19), a contratação temporária de 194 profissionais de saúde para trabalhar na rede pública durante a pandemia do novo coronavírus. Segundo a administração, são 15 médicos para a atenção básica e 179 pessoas para os novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de retaguarda, que serão abertos pelo estado.

As contratações fazem parte de um novo pacote de medidas anunciadas pela prefeitura. Ao todo, são 20 ações para o enfrentamento ao novo coronavírus. Com isso, o plano já conta com 112 determinações. Pernambuco contabilizou, segundo boletim desta quinta, 28 casos confirmados.

Segundo a prefeitura, os decretos autorizam a realização de duas seleções simplificadas para contratação temporária dos profissionais de saúde.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até domingo (22), de forma exclusivamente eletrônica. Os editais completos com todas informações serão disponibilizados no portal e em uma edição extraordinária do Diário Oficial do município.

As seleções serão realizadas em etapa única, por meio de avaliação curricular, com comprovação de títulos e experiência profissional. Entre as vagas para os 179 profissionais de saúde para as UTIs e leitos de retaguarda, há 14 para médicos intensivistas, infectologistas e pneumologistas, 50 enfermeiros intensivistas,100 técnicos de enfermagem e 15 fisioterapeutas respiratórios.

O processo seletivo reserva 10% das vagas para pessoas com deficiência, desde que sejam compatíveis com as funções pretendidas.

Os salários podem chegar a R$ 12.061,64, para médicos da atenção básica, com carga horária de 40 horas, além das gratificações e adicional por desempenho.

O contrato temporário será de um ano, podendo ser renovado por mais um, assim como também pode ser rescindido, a qualquer momento, de acordo com as necessidades da Prefeitura do Recife.

Os interessados em participar da seleção devem preencher o formulário de inscrição e o caderno de apresentação de documentos disponíveis no edital e enviá-los por e-mail. O resultado final das seleções será divulgado no dia 26 de março, e a expectativa é que os profissionais comecem a trabalhar em abril.

De acordo com o secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia, as medidas são focadas na expansão da estrutura de combate à Covid-19.

É importante lembrar que os candidatos devem ter até 59 anos de idade, para que, pessoas acima dessa idade, estejam menos expostas. Os candidatos devem apresentar declaração de que não se encontram no grupo de risco da Covid-19, já que a contratação é justamente para ajudar no combate à epidemia”, afirmou o secretário.

Convocação

Além disso, a administração municipal informou que todos os servidores serão convocados para trabalhar nas ações do Plano Municipal de Contingenciamento Covid-19, doença causada pelo vírus.

Por meio de nota, a prefeitura disse também que determinou o retorno de todos os profissionais das áreas de saúde, assistência social, defesa civil, limpeza urbana e guarda municipal que estavam cedidos a outros órgãos. Só não foram chamados aqueles que já estão atuando nos Planos Nacional ou Estadual de Contingência.

Caberá aos gestores de cada área a decisão de indicar quem poderá atuar de casa. Instituições públicas e privadas ficam recomendadas a fazer o mesmo, segundo a prefeitura.

A gestão informou que será publicado um decreto para suspender todas as atividades do setor da construção civil, pública ou privada, que não estejam relacionadas às ações de combate ao novo coronavírus.

Foram suspensas as atividades da Ciclofaixa de Turismo e Lazer e determinada a redução do horário de funcionamento dos mercados públicos. Haverá a prorrogação por 90 dias da taxa de permissão para os lojistas instalados nesses estabelecimentos.

Abrigos

A Prefeitura do Recife disse que vai abrir 20 vagas de isolamento domiciliar no abrigo emergencial para a população em situação de rua, nos casos de encaminhados pelo sistema de saúde.

Previdência

Serão suspensos os atendimentos presenciais na Autarquia de Previdência da Prefeitura do Recife (Reciprev), nas Salas do Empreendedor e das Agências de Emprego do Recife. Os trabalhadores poderão buscar os serviços por meio da internet.

Donativos

O município informou que vai lançar uma campanha de arrecadação de donativos para entidades filantrópicas que trabalham com crianças, idosos, pessoas com deficiência e outras ações de assistência social, por meio da plataforma Transforma Recife.

Outra medida é o lançamento da rede de solidariedade para os trabalhadores do Plano de Contingência, com a convocação dos voluntários para apoio dos profissionais.

Cultura

Para movimentar a economia criativa e gerar conteúdo para veiculação durante as medidas restritivas, a administração vai convocar os vencedores do primeiro edital de conteúdo remunerado Rádio Frei Caneca FM.

Ao todo serão 44 programas para a grade da rádio pública do Recife. Em apoio aos profissionais da cultura, será simplificada a prestação de contas para o pagamento dos artistas que se apresentaram no carnaval este ano.

Veja as 20 novas medidas

  • Publicação de decreto autorizando contratação emergencial de 194 profissionais de saúde, sendo 179 para as UTI´s e leitos de retaguarda para atenção aos pacientes com a COVID-19.
  • Prorrogação por 90 dias da cobrança da taxa de permissão dos lojistas dos mercados públicos municipais.
  • Redução do horário de funcionamento dos mercados públicos municipais, que passarão a fechar às 15h
  • Publicação de decreto convocando todos os colaboradores da Prefeitura do Recife para enfrentamento à COVID-19.
  • Suspensão de cessão de servidores da Prefeitura do recife das áreas de saúde, assistência social, defesa civil e Guarda Municipal com exceção daqueles que estejam trabalhando nos planos nacional ou estadual de contingência ao COVID-19.
  • Publicação de portaria solicitando que cada secretaria ou órgão informe quais servidores poderão trabalhar de suas casas (Teletrabalho) e recomendação às instituições públicas e privadas para que façam o mesmo.
  • Suspensão das atividades da Ciclofaixa de Turismo e Lazer.
  • Suspensão de todos os procedimentos do Hospital Veterinário do Recife, com exceção do setor de emergência.
  • Lançamento de hotsite informativo e com material educativo para rede sociais sobre a COVID-19 (novocoronavirus.recife.pe.gov.br).
  • Convocação dos vencedores do primeiro Edital de Conteúdo Remunerado da Frei Caneca FM para assinar contratos, como forma de movimentar a economia criativa e produzir conteúdo para veiculação durante as medidas restritivas.
  • Simplificação das exigências referentes a prestação de contas de apresentações realizadas no carnaval 2020 para com isso agilizar pagamento de cachês dos artistas.
  • Suspensão o atendimento presencial na Autarquia de Previdência da Prefeitura do Recife.
  • Oferta de 20 vagas para isolamento domiciliar, no abrigo emergencial, para a população em situação de rua, nos casos que sejam encaminhados pelo serviço de saúde.
  • Publicação de decreto suspendendo as atividades do setor de construção civil, com exceção das obras e serviços públicos e das obras do setor privado necessárias ao plano de contingência para a COVID-19 federal, estadual e municipal.
  • Adiamento para o período entre 1° de maio e 31 de julho de 2020 do recadastramento anual dos taxistas do Recife.
  • Lançamento de campanha pelo Transforma Recife de arrecadação de donativos para as entidades filantrópicas que trabalham com crianças, idosos, pessoas com deficiência e outras ações de assistência social.
  • Deflagração das atividades da rede de solidariedade para os profissionais envolvidos na emergência em saúde através do chamamento de voluntários para prestar apoio individual e esses profissionais.
  • Convocação de líderes religiosos na rede de solidariedade para a produção de vídeos com mensagens de fé, esperança e autoestima para os profissionais envolvidos na emergência.
  • Suspensão do atendimento nas agências de emprego. Os trabalhadores poderão buscar os serviços através da internet.
  • Suspensão do atendimento das salas do empreendedor do município como medida para evitar a proliferação do coronavirus. O atendimento passará a ser remoto.
Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Mais medidas

Nesta quinta, o governo anunciou medidas para melhorar o abastecimento e informou que vai deixar de obrar a conta de água a mais de 120 mil pessoas.

Segundo o estado, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) vai isentar de pagamento as pessoas enquadradas na categoria social. Essa tarifa é cobrada a quem tem renda de até um salário mínimo e consumo residencial de até 10 metros cúbicos por mês, em média.

A medida, informou o governo, vale enquanto durar a crise causada pela Covid-19, doença causada pelo novo vírus.

Ainda de acordo com o governo, obras de curto prazo serão realizadas para ampliar a oferta de água no Grande Recife para 250 mil pessoas.

Moradores da região têm se preocupado com o aumento de casos de coronavírus, devido ao racionamento. Eles questionam como é possível reforçar hábitos de higiene diante das torneiras vazias.

Ainda nesta quinta, a prefeitura de Olinda suspendeu todas as atividades turísticas. Também proibiu eventos públicos estão limitados a 50 pessoas, como já havia sido decretado pelo governo do estado.

Mais cedo, o governador Paulo Câmara anunciou um decreto que determina o fechamento de shoppings, salões de beleza, restaurantes, lanchonetes e comércio de praia em todo o estado .

A determinação começa a valer a partir do sábado (21) e possibilita, aos bares, lanchonetes e restaurantes, continuar funcionando apenas com serviços de entrega. Parques e praias só podem receber pessoas para práticas esportivas.

Desde a terça-feira (17), o governo anunciou a proibição de eventos com mais de 50 pessoas. No mesmo dia, o Executivo também determinou que todas as pessoas que chegarem ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes/Gilberto Freyre precisam ficar em quarentena por sete dias, sobretudo, os que tiveram como origem países com casos de coronavírus.

Nesta quinta, o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua Cavalcanti, disse que quem descumprir os decretos de restrição pode sofrer punições, que vão de multa até detenção, de um mês a um ano.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Quem descumprir ordem de quarentena pode até ser detido, alerta SDS

Segundo secretário Antônio de Pádua, todas as pessoas que chegarem de países que registrarem casos da doença devem ficar em casa por sete dias.

Por Rômulo Alcoforado, G1 PE

Todas as pessoas que chegarem ao Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes/Gilberto Freyre precisam ficar em quarentena por sete dias, sobretudo, os que tiveram como origem países com casos de coronavírus. Segundo o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua Cavalcanti, quem descumprir o decreto, assinado do na terça (17), pode sofrer punições, que vão de multa até detenção, de um mês a um ano.

As penas estão previstas no artigo 268 do Código Penal: infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Antônio de Pádua, secretário de defesa social de Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Globo

Antônio de Pádua, secretário de defesa social de Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Globo

Antônio de Pádua explicou como tem sido feita, por parte da secretaria, a fiscalização do cumprimento da determinação de quarentena.

Com a relação de passageiros, estamos, eventualmente, fazendo visitas, com a Polícia Militar, aos endereços deles. A ideia é identificar se estão cumprindo a quarentena. Em caso de descumprimento, nós temos a possibilidade legal de autuar criminalmente essas pessoas”, afirmou.

Ainda de acordo com Antonio de Pádua, há outros meios para fiscalizar a quarentena e a proibição de realização de eventos, sejam eles particulares ou públicos. Essas atividades não podem reunir mais de 50 pessoas, de acordo com decreto do governo de Pernambuco publicado na quarta-feira (18).

“Estruturamos o Centro Integrado de Comando e Controle, reunindo Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, gerência de Polícia Científica, algumas autoridades federais, como a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], para dar cumprimento a essas medidas”, declarou.

Na terça (17), o procurador-geral de Justiça de Pernambuco, Francisco Dirceu de Barros, havia afirmado que os prefeitos dos municípios pernambucanos que descumprirem a determinação de suspender eventos, como a vaquejada, poderão responder criminalmente.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Quem descumprir a determinação e promover eventos com mais de 50 pessoas pode também ser autuado, com base no artigo 269 do Código Penal. A Secretaria de Defesa Social (SDS) receberá denúncias, que podem ser feitas por meio do número 190.

“Estamos com equipes das polícias para fazer eventuais autuações que forem necessárias a pessoas que descumprem essa norma. Mas a gente pede que as pessoas fiquem em casa naturalmente e não façam eventos com mais de 50 pessoas”, afirmou o secretário.

Coronavírus em Pernambuco

Em coletiva na quarta (18), o governo de Pernambuco confirmou 22 casos de coronavírus. Diante desse número, o estado anunciou que vai reativar dois hospitais particulares para receber os pacientes. Outra medida foi o cancelamento de cirurgias que já estavam marcadas, a partir de sexta-feira (20).

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Pernambuco (Cremepe), também na quarta (18), recomendou a suspensão de cirurgias eletivas e visitas hospitalares. Segundo a entidade, fica suspenso o expediente dos profissionais com mais de 70 anos, a partir da segunda-feira (23).

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Procon e OAB realizam fiscalização para combater preços abusivos de máscaras e álcool em gel em Caruaru

Na terça-feira (17), o Procon e a Comissão de Defesa do Consumidor da OAB fiscalizaram estabelecimentos que comercializam álcool em gel e máscaras no município.

Por G1 Caruaru

Procon e OAB realizaram fiscalizações em farmácias e estabelecimentos que vendem álcool em gel e máscaras cirúrgicas, em Caruaru — Foto: Divulgação

Procon e OAB realizaram fiscalizações em farmácias e estabelecimentos que vendem álcool em gel e máscaras cirúrgicas, em Caruaru — Foto: Divulgação

Na terça-feira (17), foi realizada uma ação do Procon junto com a Ordem de Advogados do Brasil (OAB), pela Comissão de Defesa do Consumidor, com o objetivo de fiscalizar preços abusivos em máscaras cirúrgicas e álcool em gel em Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

A fiscalização foi feita em diversos bairros de Caruaru, em locais que haviam recebido notificação por cobrar preços abusivos nos produtos. A alta procura pelo álcool em gel, um dos produtos mais procurados e indicados para a prevenção do coronavírus, tem deixado os órgãos atentos para o superfaturamento dos preços.

O consumidor que se deparar com um valor abusivo, pode tirar uma foto ou guardar a nota fiscal como prova para fazer a denúncia ao Procon. O número para contato é (81) 3727-0289.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Governo de Pernambuco afirma que não há risco de desabastecimento em supermercados

Após reunião com representantes de associação, Pedro Eurico pediu, nesta quarta (18), tranquilidade à população, que tem ido a lojas para fazer compras.

Por G1 PE

Diante da pandemia do novo coronavírus, o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, garantiu, nesta quarta-feira (18), que não há, neste momento, risco de desabastecimento em supermercados e mercadinhos do estado. A afirmação foi feita após reunião com representantes da Associação Pernambucana de Supermercados (Apes), na sede da secretaria, no Centro do Recife.

Participaram do encontro lojistas, convidados pela Apes, e integrantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco. O boletim divulgado na terça (17) informou que tinham sido confirmados no estado 19 casos de Covid-19, doença provocada pelo vírus.

De acordo com Pedro Eurico, responsável pela secretaria de gerencia o Procon de Pernambuco, não há necessidade de as pessoas correrem para as lojas para abastecer suas casas.

“Quero deixar claro que, neste momento, não há nenhum risco de desabastecimento. A gente quer pedir à população que tenha calma. É uma situação que vamos enfrentar por, no mínimo, três ou quatro meses. A gente tem que ter tranquilidade para garantir a saúde dos mais idosos, das crianças e de toda a população”, afirmou.

A superintendente da Apes, Silvana Buarque, explicou que a situação atual de abastecimento não corre risco. Segundo ela, a cadeia produtiva está apta para atender a população, mesmo em tempos de crise. Por causa disso, ela pediu tranquilidade às pessoas.

“Estamos com toda a cadeia de suprimento garantindo isso: indústria, transporte, atacado, distribuidor e o ponto de venda, que é o supermercado “, disse.

Silvana Buarque também falou sobre gôndolas vazias em supermercados e sobre a falta temporária de alguns itens em determinados estabelecimentos.

“O que tem acontecido, nos últimos dias, é uma corrida exagerada e as pessoas se abastecendo de maneira descontrolada. A reposição [dos produtos] não aconteceu na mesma velocidade. Então, momentaneamente, foi detectada a falta de alguns itens. Mas não existe risco de desabastecimento”, afirmou. Buarque afirmou, ainda, que não haverá, a princípio, a necessidade de restringir as compras.

Segundo Pedro Eurico, uma ação desse tipo poderia gerar efeito contrário ao pretendido. Mas o governo continuará acompanhando o comportamento dos consumidores.

“Essa é uma ideia que a gente levantou, mas muitas vezes isso pode até trabalhar de forma contrária, porque a pessoa leva cinco outras pessoas e termina criando uma situação de intranquilidade. O que é que nós vamos fazer? Vamos acompanhar permanentemente o comportamento do publico consumidor e administrar a situação”, disse.

Negociação

Outro ponto que ficou decidido na reunião é que, a partir de agora, há uma mesa de negociação permanente do governo com a associação dos supermercados.

“Vamos conversar com a cadeia produtiva da rede de atacadão, atacarejo, mercado, supermercados e mercadinhos, até da periferia, com a participação Asssociação pernambucana de supermercados, para a gente acompanhar tudo isso”, explicou Pedro Eurico.

Para evitar problemas futuros, o governo, ainda de acordo com Pedro Eurico, acompanhará a situação do abastecimento de produtos. Em caso de falta, a administração estadual poderá intervir, segundo o secretário.

“Estabelecemos que, em caso de risco de falta de produtos, os lojistas devem informar ao governo. Muitas vezes, isso tem correlação com outro estado, onde há uma indústria que pode priorizar o abastecimento de um local que está com problema. Aí, a secretaria de justiça vai atuar, com a secretaria de desenvolvimento econômico, no sentido de buscar suprir essas dificuldades”.

Idosos

Por meio de nota, a rede Pão de Açúcar informou que, a partir desta quarta-feira (18), haverá um horário de atendimento exclusivo para clientes com mais de 60 anos. Esse público contará com serviços das 6h às 7h, durante todos os dias da semana. A medida é válida para as lojas do formato de supermercados da rede em todo o País.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Aumento de preços

O Procon de Pernambuco também garantiu estar atento ao aumento de preços dos produtos mais procurados pelas pessoas para ajudar a conter o avanço do novo coronavírus.

A fiscalização também será rígida, de acordo com o secretário, sobre estabelecimentos que estejam vendendo produtos de forma ilegal ou artigos com preços abusivos.

“[A fiscalização] Vai continuar da mesma maneira. Recebemos informes de que tem gente vendendo álcool desinfetante como se fosse álcool higienizante. Então nós vamos para cima. Encontramos pessoas que estão querendo superfaturar preços. Quero dizer a todos: se nós encontrarmos em algum estabelecimento preço superfaturado ou produto adulterado, nós vamos fechar esses estabelecimentos”, disse Pedro Eurico.

Recife

Na terça-feira (17), o Procon do Recife informou ter notificado aumento abusivo de preços de produtos usados para tentar evitar contágio durante a pandemia do novo coronavírus. Segundo o órgão, entre 19 de fevereiro e 6 de março, as máscaras cirúrgicas tiveram reajuste de até 316%, e o álcool em gel, de até 194%.

Segundo a presidente do Procon do Recife, Ana Paula Jardim, 23 estabelecimentos foram fiscalizados nos últimos dias pelo órgão por causa de denúncias feitas por consumidores.

Dados

Segundo o governo de Pernambuco, um dos 19 casos confirmados foi o primeiro ocorrido por meio de transmissão comunitária, quando não se sabe de onde partiu o contágio.

Por causa dos números, o governo estadual suspendeu aulas em instituições públicas e privadas, além de fechar cinemas, museus e equipamentos culturais.

Além disso, há um navio isolado no Porto do Recife, desde a quinta (12), com cerca de 600 pessoas a bordo. Um idoso de 78 anos passou mal com sintomas do novo coronavírus. Ele e a esposa saíram do cruzeiro no mesmo dia. Ambos estão entre os casos confirmados no estado.

À espera de uma solução, as pessoas a bordo do navio Silver Shadow têm a temperatura medida todas as noites, segundo um turista que está no local.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que tem monitorado as pessoas a bordo. Um esquema especial está sendo montado para retirar as mais de 600 pessoas do navio Silver Shadow, mas não há data para a operação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pernambuco confirma 22 casos do novo coronavírus, suspende cirurgias marcadas e reativa dois hospitais

Boletim e novas medidas foram anunciadas, nesta quarta (18). Com ações, governo espera abir 400 novos leitos em UTI e 600 vagas de retaguarda, em todo o estado.

Por Pedro Alves, G1 PE

O governo de Pernambuco confirmou, nesta quarta-feira (18), 22 casos de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. São três a mais do que no boletim divulgado na terça (17). Além disso, o estado anunciou que vai reativar dois hospitais particulares para receber os pacientes. Outra medida é o cancelamento de cirurgias que já estavam marcadas, a partir de sexta-feira (20) .

As informações foram divulgadas durante coletiva de imprensa realizada no Palácio do Campo das Princesas, no Centro do Recife.

De acordo com o governador Paulo Câmara (PSB), a requisição para usar hospitais particulares possibilitará a abertura de 400 novos leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 600 vagas de leitos de retaguarda, em todo o estado.

“Vamos fazer requisições administrativas do Hospital Nossa Senhora das Graças, em Boa Viagem (Zona Sul do Recife), e o antigo hospital Unicordis, no Torreão (na Zona Norte da capital). Eles estão desativados e o estado vai fazer requisição exclusivamente para pacientes com sintomas ou que estejam com a Covid-19. O aumento dos leitos também vai ocorrer em Caruaru, Serra Talhada, Araripina e Petrolina”, declarou Câmara.

Ainda segundo o governo, uma central de teleatendimento será montada para orientar, remotamente, os pacientes que estiverem com sintomas da doença.

“São 150 posições para orientar a população com a triagem de casos, dependendo do caso e da orientação do profissional, sobre o repouso em casa ou, se necessário, a procura por uma unidade de saúde. Nossa intenção é liberar o maior número possível de leitos para os pacientes infectados com o coronavírus”, disse o governador.

Sobre o cancelamento das cirurgias, o governador disse que a meta é garantir espaço para os pacientes com a doença. “Vamos liberar o maior número possível de leitos para tratamento de pacientes infectados com coronavírus”, afirmou.

Boletim

De acordo com o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, houve, desde o dia 25 de fevereiro, 485 notificações. Há três casos prováveis, de pessoas que tiveram contato com pessoas infectadas, por exemplo, e 96 descartes.

“A maioria de notificações é de pessoas de faixa etária entre 20 e 59 anos, mas temos também 26 pacientes entre 60 e 69 anos, 11, entre 70 e 79 anos, e três casos com mais de 80 anos. Os três novos casos confirmados são de pessoas que moram no Recife e não têm histórico de viagem. São casos que configuram, assim, transmissão local”, afirmou o secretário.

Casos de transmissão local são os de pessoas que, mesmo não tendo viajado para locais com confirmação da doença, tiveram contato com quem viajou. É quando ainda há possibilidade de descobrir quem foi o transmissor. Transmissão comunitária, por sua vez, é quando não há certeza sobre de onde veio a contaminação.

O secretário de Saúde justificou que é preciso priorizar o atendimento, diante da quantidade de casos notificados.

“O Laboratório Central tem que se dedicar a fazer testagem da Influenza-A, para saber se os pacientes que requereram atenção hospitalar devem utilizar ou não a medicação adequada para a influenza. O diagnóstico da Covid-19 não muda em nada o tratamento, mas em casos da H1N1, precisamos saber se a pessoa continua com a medicação, por isso a testagem para ela é até mais importante”, afirmou André Longo.

Impactos

Nesta quarta, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Pernambuco (Cremepe) anunciou uma série de medidas para contenção do avanço do Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus (veja vídeo acima).

Entre elas, está a recomendação para a suspensão de cirurgias eletivas e visitas hospitalares. Segundo a entidade, fica suspenso o expediente dos profissionais com mais de 70 anos, a partir da segunda-feira (23)

Também nesta quarta, a Fundação Altino Ventura informou que ficam suspensas as atividades nas unidades localizadas no Recife (nos bairros da Boa Vista e da Iputinga); de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana; de Serra Talhada e Salgueiro, no Sertão de Pernambuco.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Em todas elas, a pausa no atendimento começa a partir das 16h da sexta-feira (20), com exceção da unidade em Salgueiro, onde a suspensão começa no mesmo horário do dia anterior, a quinta-feira (19).

A medida é válida “inicialmente por 20 dias, podendo esse prazo ser estendido após futuras avaliações”, afirmou a FAV em nota. Ainda no texto, a fundação informou que “o serviço de urgência oftalmológica 24 horas, bem como as cirurgias de urgência, continuam funcionando normalmente”.

O Hospital de Olhos de Pernambuco (Hope) também suspendeu temporariamente os atendimentos eletivos, incluindo consultas, exames e cirurgias em todas as unidades, localizadas em shoppings e no bairro da Ilha do Leite, na área central do Recife. A medida é válida a partir de sexta-feira (20).

Igrejas ficarão fechadas por causa do novo coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo

Igrejas ficarão fechadas por causa do novo coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo

Igreja

A Arquidiocese de Olinda e Recife divulgou determinações de enfrentamento ao novo coronavírus endereçadas a religiosos e fiéis. De acordo com a Igreja, estão canceladas todas as cerimônias com a participação de público, a partir desta quarta (18). Além disso os católicos terão missas celebradas pela internet e devem transferir casamentos e batizados para “um tempo oportuno”.

Detran

O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) anunciou medidas para enfrentar a pandemia do novo coronavírus. Alguns serviços tiveram redução de até 50% no atendimento, como a captura de imagem para a carteira de motorista e emissão do documento do veículo. O órgão também prorrogou, por 15 dias, a data de vencimento de multas locais.

Trabalho

As três maiores Agências do Trabalho de Pernambuco passaram a atender ao público em horário reduzido, nesta quarta-feira (18), segundo a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação (Seteq). As unidades da Rua da Aurora, no Recife, e as de Caruaru, no Agreste, e de Petrolina, no Sertão, abrem das 9h às 12h por tempo indeterminado. As outras seguem os horários habituais.

Por causa dos números, o governo estadual suspendeu aulas em instituições públicas e privadas, além de fechar cinemas, museus e equipamentos culturais.

Supermercados

Diante da pandemia do novo coronavírus, o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, garantiu, nesta quarta-feira (18), que não há, neste momento, risco de desabastecimento em supermercados e mercadinhos do estado.

A afirmação foi feita após reunião com representantes da Associação Pernambucana de Supermercados (Apes), na sede da secretaria, no Centro do Recife.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Grande Recife registra panelaços durante pronunciamento de Jair Bolsonaro

Atos foram registrados, na noite desta quarta-feira (18), no Centro e zonas Sul e Norte da capital, em Olinda e Jaboatão dos Guararapes.

Por G1 PE

Moradores do Grande Recife fizeram panelaços, na noite desta quarta-feira (18), em protestos ocorridos durante e depois do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), sobre ações para conter a pandemia do novo coronavírus. Na capital pernambucana, as manifestações ocorreram em bairros de todas as zonas da cidade

Atos semelhantes foram registrados em outras capitais, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Fortaleza e Distrito Federal. É o segundo dia seguido que há panelaço contra o presidente. Em Boa Viagem, puderam ser ouvidos, além do panelaço, o hino nacional e gritos de “fora Bolsonaro”.

Projeção com a frase "Fora Bolsonaro" foi feita em parede de prédio, no Recife, durante panelaço, nesta quarta (18) — Foto: Reprodução/WhatsApp

Projeção com a frase “Fora Bolsonaro” foi feita em parede de prédio, no Recife, durante panelaço, nesta quarta (18) — Foto: Reprodução/WhatsApp

Os moradores também piscaram as luzes dos apartamentos, para chamar a atenção para o ato contrário ao presidente. Nas Zonas Sul e Norte foram feitas projeções em paredes de prédios com frases como “Ele não” e “Fora Bolsonaro”.

Entre os bairros que registraram atos estão Boa Viagem, Graças, Casa Amarela, Casa Forte, Santo Amaro, Aflitos, Espinheiro, Parnamirim, Torre, Derby, Boa Vista, Pina, Madalena, Rosarinho, San Martin e Arruda. Também foram registrados atos em Casa Caiada, em Olinda, e Candeias, em Jaboatão dos Guararapes.

Os atos ocorreram depois de Bolsonaro falar, mais de uma vez, que há “histeria” em relação ao vírus causador da Covid-19 e criticar ações realizadas pelos governadores para conter a pandemia. Ele disse que as ações sobre isolamento, que são reconhecidas como ferramentas eficazes para evitar o contágio, prejudicam a economia.

Nesta quarta-feira, Bolsonaro e ministros também fizeram um pronunciamento à tarde, usando máscaras, dizendo que o governo “está ganhando de goleada”, pedindo elogios sobre a ação dele e do governo.

Em alguns locais, houve manifestações favoráveis ao presidente. Moradores gritaram “mito, mito”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.