Vândalos depredam estação do metrô e tumulto assusta passageiros, no Recife

Por G1 PE e TV Globo

Um tumulto foi registrado dentro de um trem do Metrô do Recife, na noite do sábado (9). Durante a confusão, a grade da Estação Mangueira, na Zona Oeste, foi danificada e parte da estrutura foi arrancada. A parte que restou ficou incompleta e cavaletes amarelos foram postos para isolar a área neste domingo (10).

A Polícia Militar informou que, após o jogo entre Náutico e Santa Cruzno estádio dos Aflitos, houve arrastão e tumulto na Estação Mangueira. Equipes do 12º Batalhão que faziam rondas perceberam a confusão na plataforma, pediram apoio e entraram no local.

A confusão ocorreu às 20h07 e, de acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o tumulto começou dentro do trem. A equipe de segurança da empresa foi chamada e retirou o grupo suspeito.

No entanto, minutos depois, diversas pessoas começaram a quebrar cancelas e cavaletes, e a Polícia Militar foi acionada para conter o vandalismo, segundo a CBTU. Várias pessoas que danificaram o patrimônio público fugiram e um grupo suspeito foi revistado pela PM e, em seguida, liberado.

Passageiros que moram próximo da estação relataram que ouviram sons que pareciam de tiros no local. Imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo mostram o ato de vandalismo.

Numa das imagens, é possível ver homens atirando objetos para dentro do vagão, que está parado na plataforma. O que parece ser a grade da estação é lançada.

Um segurança chega para tentar controlar a briga. Outra imagem mostra a atuação da Polícia Militar. Três PMs chegaram em motos. Também é possível ver como a grade ficou logo após a confusão.

A Polícia Militar apontou ainda que algumas pessoas foram abordadas na plataforma, mas como não haviam vítimas, nem acusação contra elas, foram liberadas. Imagens do circuito interno de segurança, inclusive com identificação facial, seguem para a Secretaria de Defesa Social (SDS) e Polícia Federal, já que houve dano ao patrimônio público, segundo a CBTU.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Criança de 5 anos é atacada por pit bull e fica ferida na cabeça, no Grande Recife

Por Danilo César, TV Globo

Uma criança de 5 anos foi atacada por um cachorro na noite do domingo (10), no bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. De acordo com a mãe do menino, Alessandra Pereira, Vinícius Rafael da Silva brincava na rua por volta das 21h quando o pit bull de uma vizinha saiu de casa e atacou a criança.

O menino teve ferimentos na bochecha, na orelha, na nuca e no ombro. Inicialmente levado à Unidade de Pronto Atendimento de Barra de Jangada, a criança foi transferida durante a madrugada desta segunda (11) para o Hospital da Restauração, no Recife.

Vinícius Rafael da Silva brincava na rua quando o pitbull de uma vizinha saiu de casa e atacou a criança, no Grande Recife; menino está no Hospital da Restauração — Foto: Reprodução/WhatsApp

Vinícius Rafael da Silva brincava na rua quando o pitbull de uma vizinha saiu de casa e atacou a criança, no Grande Recife; menino está no Hospital da Restauração — Foto: Reprodução/WhatsApp

“Ele já conhecia o cachorro, já tinha contato com ele desde pequeno. Não sei o que aconteceu ontem. Ele tinha dito que ia brincar na casa da vizinha e, quando ouvi os gritos e cheguei lá, meu marido estava com ele no colo e meu filho estava ensanguentado”, conta Alessandra.

No HR, a criança foi medicada e está em observação. Por se queixar de dores no ombro, o menino recebeu a visita de um médico ortopedista, mas tem quadro clínico considerado estável.

A família de Vinícius também informou que vai denunciar o caso na Delegacia de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Mulher denuncia que ex-servidor de prefeitura invadiu casa em Porto de Galinhas e pediu indenização para sair do imóvel

Por G1 PE

Uma pernambucana que mora nos Estados Unidos denuncia que teve a casa invadida e reformada, na Praia de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no Litoral Sul. Segundo a designer de interiores Ainoã Edney, o homem que teria passado a morar no imóvel irregularmente pediu uma indenização de R$ 60 mil para desocupar a residência.

O caso é investigado pela Polícia Civil. Além disso, desde dezembro de 2018, está na Justiça um processo de reintegração de posse movido por Ainoã. Identificado como Lumar Alves de Oliveira, o acusado é ex-servidor da prefeitura de Ipojuca.

Ainda de acordo com Ainoã, a casa é mantida pela família há 15 anos e, desde então, ela costumava passar temporadas no local, em média, duas vezes por ano. A presença do homem foi descoberta em agosto de 2018, quando o irmão da designer foi até o local, após ela passar dois anos sem voltar ao Brasil.

“Por problemas pessoais, nos últimos dois anos não fui ao local, mas esse é o meu endereço no Brasil. Tenho a escritura e até um contrato com um engenheiro que começaria uma reforma no local em novembro de 2018. Quando meu irmão foi lá, o homem e sua esposa o atenderam, ofereceram cafezinho, como se a casa fosse deles”, afirma Ainoã.

Ainda segundo a designer, entre as modificações realizadas pelo homem estão a construção de um muro, a substituição de algumas paredes e a instalação de duas piscinas dentro do terreno da casa. Por causa disso, de acordo com Ainoã, o homem pediu R$ 60 mil para devolver a casa.

Também de acordo com Ainoã, o homem trabalha como motorista de buggy na praia e alega não ter dinheiro para sair da casa.

“Ele disse que falasse com os advogados dele para fazer um contrato de venda ou aluguel, mas eu quero a casa, porque uma familiar que faz hemodiálise e mora no interior está precisando. Como ele não tem dinheiro para sair e quer comprar a casa? Além disso, ele tem duas empregadas domésticas e um carro caro”, declara a designer.

Ainoã diz, ainda, que acredita que o homem, por trabalhar na praia, conhecia a movimentação da casa e, com a ausência dos donos, teria se apropriado do imóvel.

“Eu pago meu IPTU [Imposto Predial e Territorial Urbano], tenho todos os documentos e, ainda assim, o homem diz que é servidor da prefeitura para ameaçar e que a esposa dele é ex-promotora, que a Justiça está do lado dele”, afirma.

O caso é investigado pela Delegacia de Porto de Galinhas. De acordo com a Polícia Civil, diligências são realizadas e intimações devem ser expedidas na sexta-feira (8) para ouvir os envolvidos.

Respostas

G1 entrou em contato com Lumar, que informou que se pronunciaria por meio de advogados. Por meio de nota, o advogado Renan Araújo de Lucena afirma que “os assuntos relacionados ao referido caso já estão sendo tratados em ação judicial” e que, na Justiça, “serão feitos os esclarecimentos e prestadas as informações relacionadas ao evento”.

Também através de nota, a administração municipal informa que Lumar “não faz parte do quadro de servidores da Prefeitura do Ipojuca desde 31 de agosto de 2018” e que a “gestão condena qualquer atitude, de qualquer cidadão, que descumpra as leis e a ordem”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Criminosos invadem contas de WhatsApp para aplicar golpes em nome das vítimas

Por Mônica Silveira, TV Globo

A Polícia Civil investiga um golpe aplicado por meio do WhatsApp e que foi denunciado por, pelo menos, sete pessoas que tiveram a conta no aplicativo de mensagens invadida por bandidos. Eles fingem ser as vítimas para pedir dinheiro emprestado a conhecidos delas, convencendo-os a fazer depósitos bancários.

Os casos foram registrados na Delegacia de Crimes Cibernéticos, na Rua da Aurora, no Centro do Recife. Uma das vítimas é enfermeira e não quis se identificar. Ela fez um boletim de ocorrência, mas afirma que está com medo de enfrentar ainda mais problemas.

Após receber uma mensagem supostamente de uma colega de trabalho, perguntando se queria entrar em um grupo sobre roupas de grife. A enfermeira aceitou e recebeu, por SMS, um código que supostamente daria acesso ao grupo.

O alerta, em inglês, diz que o código não deveria ser compartilhado com ninguém. Ela tirou um print da tela e enviou para a pessoa que pensava ser a colega de trabalho. Dez minutos depois, veio o pedido de um empréstimo.

“Eu recebi o código do SMS, não prestei atenção ao que estava escrito, fiz o print da tela e encaminhei. Em seguida, ele [o golpista] começou uma conversa me pedindo para transferir uma quantia em dinheiro. Foi nesse momento que eu desconfiei e achei que não era aquela pessoa, porque ela não teria essa intimidade de me fazer esse pedido”, afirma a vítima.

Vítimas de golpe aplicado por meio do WhatsApp denunciaram crime no Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Vítimas de golpe aplicado por meio do WhatsApp denunciaram crime no Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Pouco tempo depois, ela já tinha perdido o controle sobre a própria conta do WhatsApp. O ladrão já tinha acessado os contatos dela, inclusive a cunhada, que também acabou compartilhando com ele o código que chegou pelo SMS.

“Fiquei sem o WhatsApp durante algumas horas, porque, quando tentei reinstalar, o aplicativo informava que eu já tinha ido lá recentemente e um novo código de verificação só podia ser fornecido depois de algumas horas. Eu só consegui recuperar minha conta no fim do dia”, declara.

Usando o nome da enfermeira e com a foto dela no perfil do WhatsApp, o ladrão pediu empréstimos a vários contatos dela. Todos, distraídamente, informaram a ele o código que chegou por SMS e também tiveram suas contas invadidas.

“Conheço, ao menos, dez pessoas. Não houve depósito em dinheiro, mas tiveram suas contas levadas e passaram a receber mensagens da mesma forma que eu”, diz a enfermeira.

Cuidado

De acordo com o delegado Eronides Meneses, da Delegacia de Crimes Cibernéticos, em caso de pedidos de empréstimo, as vítimas precisam ficar atentas antes de transferir dinheiro para contas de terceiros.

“A mensagem que o WhatsApp manda com o código já informa ‘não compartilhe esse código’. Então, códigos de SMS nunca devem ser compartilhados com ninguém. Seja de e-mail, redes sociais ou bancos. Chegou um código para você, ele é privativo seu. Não deve ser falado, copiado ou colado para ninguém, jamais”, explica.

Na delegacia, além do aplicativo de mensagens, também há casos de linhas telefônicas roubadas. A polícia investiga mais de 20 casos de pessoas que, repentinamente, viram suas linhas desabilitadas. Alguém usou documentos falsos para fazer isso, provavelmente em lojas de operadoras de celular, e habilitou as linhas em outros chips.

Com isso, o ladrão toma posse não somente da linha telefônica, mas das redes sociais e dos aplicativos de mensagens dela. Os golpistas, segundo o delegado, estariam usando essas informações para roubar dinheiro dos contatos das vítimas.

“Percebemos que a linha das pessoas parava de funcionar. As pessoas iam na operadora horas depois e conseguiam resgatar, mas seus contatos começavam a ligar dizendo ‘já fiz a transferência’. Aí a pessoa percebia que seu WhatsApp ou redes sociais haviam sido furtadas também. O criminoso entrava em contato com as pessoas pedindo pagamento de boletos, transferência para conta de terceiros e os contatos de pessoas acabavam caindo nesse golpe”, afirma.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Câmara de Olinda aprova extinção de 50% dos cargos comissionados no legislativo municipal

Por G1 PE

A Câmara Municipal de Olinda aprovou, nesta quinta-feira (7), a extinção de metade dos cargos comissionados no legislativo da cidade. O projeto de lei foi aprovado por unanimidade, pelos 17 vereadores, e fixa em 229 o número máximo de comissionados que atuam na casa.

Esse quantitativo inclui os 119 funcionários que trabalham nos gabinetes dos vereadores. Antes, cada parlamentar podia empregar 20 assessores em seu gabinete. Esse número passa a ser fixado em sete por vereador.

O projeto de autoria da Mesa Diretora da Câmara foi aprovado durante uma sessão comandada pelo presidente do legislativo municipal, Jorge Federal (PR). Após a aprovação, segue para redação final e sanção do prefeito Professor Lupércio (Solidariedade).

A redução começou a ser feita em 2017, atendendo a uma recomendação do Ministério Público de Pernambuco. Na época, havia 420 comissionados atuando na Câmara. De acordo com Jorge Federal, esse corte também atende a pedidos da população.

“A diminuição do número de comissionados é um reclame da sociedade. Eu me comprometi a pôr em pauta a diminuição e agora a casa alcançou aquilo que foi estipulado pelo Ministério Público”, afirma o presidente do legislativo municipal.

Comissionados no Recife

extinção de 256 cargos comissionados na prefeitura do Recife foi anunciada em 31 de janeiro. De acordo com a administração municipal, esse número corresponde a 10% do total de cargos comissionados. Esta é uma das medidas de um plano que visa economizar R$ 50 milhões dos cofres públicos da capital pernambucana.

Segundo a prefeitura, o corte de despesas tem como objetivo aumentar os investimentos em ações, projetos e intervenções na cidade, como a requalificação da Avenida Conde da Boa Vista, a construção do Hospital do Idoso, do Teatro do Parque e a finalização do Geraldão. Também está prevista a construção de novos Centros Comunitários da Paz (Compaz).

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Homens armados assaltam gráfica na Zona Sul do Recife

Por G1 PE

Criminosos assaltaram uma gráfica no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, na tarde da quarta-feira (6). De acordo com o diretor do estabelecimento, quatro homens armados renderam 36 funcionários e, entre pertences e computadores roubados, o prejuízo pode chegar a R$ 40 mil.

“Eles agiram com muita agressividade e ficaram na gráfica por 25 minutos. Estavam armados e ameaçaram os funcionários várias vezes. Todos ficaram muito assustados”, conta o diretor do estabelecimento, Stefano Vay.

A Polícia Militar (PM) foi acionada logo após o crime, segundo o funcionário. “Uma viatura esteve aqui e fez rondas, mas não encontrou ninguém. Vamos fazer o boletim de ocorrência, porque estávamos esperando um retorno dos policiais e não tivemos”, conta. Segundo ele, o boletim deve ser feito na tarde desta quinta (7).

Bandidos invadiram gráfica na Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, e praticaram assalto  — Foto: Reprodução/WhatsApp

Bandidos invadiram gráfica na Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, e praticaram assalto — Foto: Reprodução/WhatsApp

Por meio de nota, a PM explicou que o policiamento no bairro é feito por Guarnições Táticas, Patrulha do Bairro e motopatrulheiros, além do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) e de outras unidades especializadas. A corporação também informou que o 19º Batalhão mantém contato com moradores e comerciantes por meio de um grupo no WhatsApp.

A PM também informa que os delitos precisam ser registrados por meio do número 190 e nas delegacias da Polícia Civil para que sejam viabilizados ajustes na estratégia de segurança.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Tartaruga de espécie ameaçada de extinção é vista botando ovos em praia

Por G1 PE

Uma tartaruga-de-pente foi flagrada depositando ovos na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, na quarta-feira (6). Essa espécie é uma das que está ameaçada de extinção, segundo o projeto Tamar.

Esse e outros sete ninhos estão sendo monitorados na mesma praia, pela Secretaria de Meio Ambiente do município. As imagens foram feitas por equipes que realizavam as rondas.

Cada tartaruga da espécie põe, em média, de 120 a 200 ovos por vez. Roubar ou danificar os ninhos é crime ambiental, pois atrapalha o processo de reprodução das tartarugas. Por lei, os responsáveis podem ser multados em R$ 5 mil por ovo, segundo a Prefeitura de Jaboatão.

A tartaruga-de-pente quase foi extinta pela pesca predatória por causa da carapaça, então muito utilizada para a fabricação de pentes, aros de óculos, talheres e outros artefatos. A temporada reprodutiva das tartarugas marinhas começou em setembro e vai até o mês de março, segundo o Tamar.

Tartaruga-de-pente foi flagrada colocando ovos na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, na quarta-feira (6) — Foto: Adriano Artoni/Secretaria de Meio Ambiente de Jaboatão

Tartaruga-de-pente foi flagrada colocando ovos na praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, na quarta-feira (6) — Foto: Adriano Artoni/Secretaria de Meio Ambiente de Jaboatão

Preservação

Dos ninhos acompanhados pela Prefeitura de Jaboatão, nasceram mais de 3 mil tartarugas em 2018. Somente em abril, foram mais de 130 ovos que eclodiram nas areias da praia de Piedade no começo e outros 120 no fim do mês.

As áreas de nascimento, em Piedade, costumam ser isoladas para evitar que banhistas interfiram no trajeto das tartaruguinhas.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Policial Militar morre durante treinamento na Ilha do Fogo

Por G1 Petrolina

Um policial e aluno do Curso Intensivo de Operações de Sobrevivência em Área de Caatinga (CIOSAC) do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI), morreu na tarde desta quarta-feira (6). Ele participava de uma etapa do treinamento na Ilha do Fogo, entre as cidades de Petrolina, no Sertão de Pernambuco e Juazeiro, na Bahia.

De acordo com a coordenação do curso, Luciano Souza Menezes passou por um teste de avaliação preliminar para participação da atividade. Mas na reta final do percurso, o soldado sentiu cansaço e sofreu um mau súbito.

Em nota, a Polícia Militar de Pernambuco informou que Luciano foi socorrido, mas não resistiu. O documento informou ainda que o Comando da Corporação determinou abertura de sindicância para que se apure as circunstâncias em que tudo aconteceu.

Confira a nota completa da Polícia Militar de Pernambuco

A Polícia Militar de Pernambuco lamenta informar a morte do policial Luciano Souza Menezes, aluno do Curso Intensivo de Operações de Sobrevivência em Área de Caatinga (CIOSAC), do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI), durante uma etapa do treinamento, que exige transposição de curso d’água, realizada na Ilha do Fogo, no limite entre Petrolina e Juazeiro/BA.

Segundo a coordenação do curso, o aluno, como todos os demais, passou por um teste realizado na véspera do exercício, onde foi avaliado que tinha condições de participar da atividade. No entanto, quase ao término do percurso, o soldado sentiu cansaço e pediu uma boia, de pronto entregue por uma equipe dos Bombeiros que acompanhava a movimentação. Em um dado momento, ele desfaleceu, sendo retirado de imediato da água.

Um enfermeiro e os bombeiros fizeram todos os procedimentos previstos para este tipo de mal súbito, enquanto aguardava uma UTI Móvel, acionada pelos instrutores. Com a chegada dos médicos, foi usado um desfibrilador, mas o recurso não foi o bastante para reanimá-lo, sendo declarado o óbito poucos minutos depois.

A PMPE lembra que o aluno era do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e realizava o curso em caráter de especialização. Apesar do infortúnio, a Corporação destaca que nenhuma medida preventiva deixou de ser tomada. Além da equipe técnica composta por quatro instrutores do BEPI que acompanhava a travessia, o policial recebia o acompanhamento de um enfermeiro socorrista do SAMU e oito bombeiros, sendo um oficial e sete praças, distribuídos em três embarcações e uma motonáutica (Jet Ski).

Já foram realizados outros 26 cursos CIOSAC, envolvendo cerca de 400 alunos, e em todos os integrantes foram submetidos a exames médicos e testes físicos, sem que jamais tenha sido registrada fatalidade semelhante. Mesmo assim, o Comando da Corporação determinou abertura de sindicância para que se apure as circunstâncias em que tudo aconteceu e orientou para que a família do policial receba total apoio nesse momento de dor.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Carteira de Estudante 2019 pode ser solicitada na internet

Por G1 PE

Os alunos de escolas públicas ou particulares podem solicitar a Carteira de Estudante 2019. Para obter o documento, que garante meia passagem nos ônibus da Região Metropolitana e meia-entrada em eventos culturais, o procedimento deve ser feito na internet.

Segundo o Grande Recife Consórcio de Transporte, o pedido pode ser feito até o fim do ano. No entanto, a Carteira de Estudante 2018 vale até o dia 31 de março de 2019. Sem esse documento, o estudante não consegue colocar créditos no Cartão VEM, o Vale Eletrônico Metropolitano.

A cada ano, o consórcio emite, em média, 400 mil carteiras de estudantes. O documento é destinado aos matriculados nos ensinos infantil, fundamental, médio, nível técnico profissionalizante ou para quem faz cursinho pré-vestibular.

Para solicitar a Carteira de Estudante, é preciso entrar no site do consórcio e acessar o sistema “Carteira Mais Prática”. O aluno ou o responsável precisa informar o nome completo e a data de nascimento, conferir os dados que aparecem na tela e, se desejar, alterar a foto.

Caso as informações estejam corretas, é necessário emitir o boleto para pagar a carteira, que custa R$ 12,95. O pagamento deve ser efetuado na Caixa Econômica Federal. O procedimento pode ser feito em agências lotéricas, internet, autoatendimento e correspondente Caixa Aqui.

Caso algum dado precise ser modificado, o aluno deve entrar em contato com a instituição de ensino antes de gerar o boleto. A carteirinha é confeccionada em até 30 dias corridos após a compensação do pagamento.

O Grande Recife Consórcio de Transporte alerta que o estudante não recebe em casa nem deve ir até até o órgão buscar a carteira. Ele precisa pedir para a escola providenciar a retirada do documento no consórcio.

Desde 2017, as pessoas transexuais podem usar o nome social na Carteira de Estudante. O requerimento pode ser feito junto à instituição de ensino e ao Grande Recife, no setor de Carteira Estudantil, no Parque de Exposições do Cordeiro, na Zona Oeste do Recife.

Em caso de dúvidas, sugestões ou reclamações os estudantes podem entrar em contato com o Grande Recife, ligando para a Divisão de Concessão de Abatimento e Gratuidade, no número (81) 3182-5800; por meio da Central de Atendimento ao Cliente, no número 0800 081 0158 (a ligação é gratuita) ou no WhatsApp exclusivo para reclamações: (81) 99488-3999.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Em 12 horas, choveu o esperado para 15 dias no Recife

Por G1 PE

Em 12 horas, choveu no Recife o equivalente ao esperado para 15 dias. Segundo o balanço divulgado pela prefeitura, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) registrou 74,4 milímetros, entre as 21h de terça-feira (5) e às 9h desta quarta (6). A média histórica de fevereiro é de 144 milímetros.

O balanço divulgado pela administração municipal, nesta quarta (6), aponta que 11 árvores caíram na cidade. Até o fim da manhã, as equipes da Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) tinham resolvido o problema em seis casos e os outros estavam em andamento.

Árvore caiu e atingiu carro na Rua Odorico Mendes, no Recife, nesta quarta-feira (6) — Foto: Reprodução/WhatsApp

Árvore caiu e atingiu carro na Rua Odorico Mendes, no Recife, nesta quarta-feira (6) — Foto: Reprodução/WhatsApp

Houve queda de árvores na Rua Samuel Campelo, nos Aflitos, e nas Ruas Capistrano e Odorico Mendes, em Campo Grande, na Zona Norte. No acidente da Odorico Mendes, um carro foi atingido.

Na mesma região, caíram árvores na Rua Francisco Paulo dos Santos, em Dois Unidos, na Rua José Carvalheira, na Tamarineira, e na Rua Doze de Outubro, nas Graças.

Na Zona Sul, árvores caíram na Rua do Campo, na Cohab, na Avenida Dom Hélder Câmara, no Ibura, e na Rua Maurício Wanderley, em Lagoa Encantada.

Na Rua José Rufino, no Recife, veículos têm dificuldade para passar por causa de alagamentos — Foto: Reprodução/TV Globo

Na Rua José Rufino, no Recife, veículos têm dificuldade para passar por causa de alagamentos — Foto: Reprodução/TV Globo

Houve um acidente com árvore na Rua da Baixa Verde, no Derby, na área central da cidade. Também foi registrada uma ocorrência no Cais José Estelita, que liga a Zona Sul ao Centro. Na Zona Oeste, uma árvore caiu na Rua Professora Ângela Pinto, na Torre.

A Defesa Civil emitiu o alerta de chuva feito pela Apac para 31 mil moradores de áreas de risco cadastrados. Foram registrados 77 chamados para vistorias e pedidos de colocação de proteção plástica.

Uma das ocorrências foi um deslizamento de barreira no Alto Santa Tereza, em Passarinho, na Zona Norte, sem registro de vítimas.

Uma equipe da Defesa Civil foi acionada, a família recebeu colchões e cesta básica e foi deslocada para casa de familiares, segundo a prefeitura.

A Defesa Civil do Recife informou que mantém um plantão permanente e pode ser acionada por meio do telefone 0800 081 3400. A ligação é gratuita e a Central de Atendimento funciona 24h.

Por causa dos alagamentos, foram mobilizadas mais de 260 pessoas para os trabalhos de drenagem, além de três caminhões equipados com jatos para a sucção da água.

Ainda segundo a prefeitura, as equipes trabalharam para limpar galerias e canaletas da rede de drenagem da Avenida Visconde de Jequitinhonha, em Boa Viagem, e Pernambuco, no Ibura, e Avenida Benigno Jordão de Vasconcelos em Lagoa Encantada, todas na Zona Sul.

Na Zona Oeste, houve ocorrências na Avenida Abdias de Carvalho e Rua Araguaia, em San Martin, e na Rua Padre Teófilo Teor, na Ilha do Retiro.

Nas demais regiões, as equipes atuaram na Rua Conselheiro Portela e Avenida João de Barros, Encruzilhada e Avenida Agamenon Magalhães, em Santo Amaro. 

No bairro da Bomba do Hemetério, na Zona Norte, o canal da comunidade transbordou por causa das chuvas e a correnteza nas ruas ganhou força, assustando os moradores. A Avenida Doutor José Rufino, na Zona Oeste, ficou alagada e os carros tiveram dificuldade para trafegar.

Na mesma região, a Rua Pará, no bairro de Cajueiro, e as vias do entorno amanheceram completamente alagadas. A água invadiu diversas casas.

A Autarquia de Trânsito e Transportes Urbanos do Recife (CTTU) notificou dois acidentes com vítimas, mas sem mortes. Ao todo, 65 semáforos apresentaram defeitos. A prefeitura informou que problemas em 21 sinais tinham sido resolvidos até o fim da manhã.

Fenômeno

As chuvas dessa madrugada foram causadas por um fenômeno meteorológico conhecido como Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que se caracteriza pela interação de ventos vindos do Nordeste e umidade.

Segundo a Apac, ele traz riscos de temporal com possibilidade de chuva a qualquer hora do dia. No Recife, a previsão é de chuvas com intensidades de forte a moderada.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com