Coronavírus: 1.533 casos confirmados no Agreste, 482 na Mata Sul e 242 no Sertão, segundo a SES; veja como ficam os serviços durante a pandemia

No total, 108 municípios das regiões citadas têm casos da Covid-19.

Por G1 Caruaru

Chegou a58.476 o número de casos confirmados do novo coronavírusem todo o estado de Pernambuco. Destes, 1.533 casos foram confirmados no Agreste, 482 na Zona da Mata Sul e 242 no Sertão, nos municípios que fazem parte da área de cobertura do G1 Caruaru e Região. No total, 4.782 mortes foram confirmadas pelo novo coronavírus. Os recuperados totalizam 39.956 pessoas.

Em Caruaru, no Agreste, a prefeitura confirma 1.980 casos da doença, com 1.509 recuperados e 122 mortos. O número é diferente do divulgado pela SES porque, conforme informou a Secretaria Municipal de Saúde, os hospitais locais fazem os testes e encaminham os resultados para a prefeitura. Em seguida, a gestão municipal passa os dados para o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE), que valida os resultados. Devido à alta demanda do Lacen, essa validação demora a sair.Casos graves de coronavírus no interiorDados são referentes aos municípios da área de cobertura do G1 Caruaru e RegiãoCaruaru: 467Palmares: 151Catende : 58Belo Jardim: 44Cachoeirinha: 64Passira: 25Arcoverde: 58Garanhuns: 79Capoeiras: 8Frei Miguelinho: 11Sertânia: 10São Caetano: 22Bom Conselho: 19Serra Talhada: 35Gameleira: 25Quipapá: 6Santa Cruz do Capibaribe: 44São Bento do Una: 39Toritama: 41Gravatá: 89Lagoa dos Gatos: 8Bezerros: 71Triunfo: 8Surubim: 35Cupira: 22São José do Egito: 11Carnaíba: 8Vertentes: 7Alagoinha: 8Altinho: 9Bonito: 28Pesqueira: 27Poção: 4Jupi: 6Custódia: 15Jatobá: 1Pedra: 10Tuparetama: 5Jataúba: 9Tabira: 10Panelas: 16Jucati: 2Inajá: 2Xexéu: 21Camocim de São Félix: 18Tupanatinga: 7Agrestina: 34Jurema: 11Quixaba: 8Ibimirim: 14Itapetim: 1Correntes: 8Betânia: 5Água Preta: 167Jaqueira: 10Venturosa: 6Santa Maria do Cambucá: 7São José do Belmonte: 5Taquaritinga do Norte: 8Sairé: 2São João: 3Caetés: 12Cortês: 12São Joaquim do Monte: 24Lajedo: 17Carnaubeira da Penha: 1Iguaraci: 5Petrolândia: 5Águas Belas: 28Brejo da Madre de Deus: 22Joaquim Nabuco: 22Sanharó: 12Floresta: 7Maraial: 9Paranatama: 4Saloá: 6Canhotinho: 10Vertente do Lério: 4Barra de Guabiraba: 20Terezinha: 3Casinhas: 11Riacho das Almas: 6Itaíba: 4Afogados da Ingazeira: 10Tacaimbó: 7Palmerina: 2Cumaru: 6Buíque: 9Ibirajuba: 2Angelim: 1Brejão: 1Santa Terezinha: 2Tacaratu: 5São Benedito do Sul: 1Lagoa do Ouro: 3Verdejante: 1Calçado: 1Mirandiba: 1Brejinho: 2Ingazeira: 1Solidão: 1Calumbi: 1Flores: 3Itacuruba: 11/3Fonte: Secretaria Estadual de Saúde

De forma detalhada, por município, a SES divulga apenas os casos graves da Covid-19 no estado. Os números de infectados, recuperados e mortos em Pernambuco são divulgados de forma geral.

Coronavírus: governo determina fechamento de shoppings, salões, bares e restaurantes

Para evitar a disseminação do vírus no estado, o governador Paulo Câmara (PSB) decretou algumas medidas, como a suspensão de aulas em todas as instituições de ensino e o fechamento de shoppings, bares, restaurantes e lanchonetes.

O anúncio do governador ocorreu em uma transmissão na internet. Ele pediu que o maior número possível de pessoas fique em casa e limite suas saídas para comprar itens de primeira necessidade. “A experiência têm mostrado que todos os locais do mundo que estão conseguindo reverter isso só conseguiram com a diminuição de frequência de pessoas nas ruas”, disse Paulo Câmara.

Na sexta-feira (20), Paulo Câmara (PSB) determinou o fechamento do comércio, dos serviços e das obras de construção civil em todo o estado. A medida começou a valer no domingo (22) e tem o objetivo de enfrentar a epidemia do novo coronavírus.

O governo ainda determinou que estão proibidas reuniões com mais de 10 pessoas e transporte de passageiros via mototáxi como medidas conter o avanço do novo coronavírus no estado.

Confira as medidas dos municípios:

  1. Afogados da Ingazeira
  2. São Caetano
  3. Caruaru
  4. Águas Belas
  5. Sanharó
  6. Ibirajuba
  7. Riacho das Almas
  8. Flores
  9. Sertânia
  10. Brejo da Madre de Deus
  11. Serra Talhada
  12. Venturosa
  13. Gravatá
  14. Santa Cruz do Capibaribe
  15. Agrestina
  16. Arcoverde
  17. Palmares
  18. Camocim de São Félix
  19. Garanhuns
  20. Itaíba
  21. São Joaquim do Monte

Estado de calamidade

Os municípios de Agrestina e Garanhuns, no Agreste, e Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, decretaram estado de calamidade por causa do coronavírus. Nos três município não há nenhum caso confirmado da Covid-19. A calamidade se deve ao cenário de isolamento preventivo da população, a interrupção de serviços e a crise na economia

Bancos, escolas e INSS

O Banco Central (BC) editou uma resolução permitindo que instituições financeiras alterem seu horário de atendimento enquanto durar a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A norma foi publicada no “Diário Oficial da União” (DOU) da segunda-feira (23) e já está valendo.

Pelo texto, as instituições financeiras não precisarão mais anunciar as mudanças no horário de atendimento com, no mínimo, trinta dias de antecedência. Além disso, as agências ficam dispensadas de cumprir o horário mínimo de expediente para o público de cinco horas diárias ininterruptas e do atendimento obrigatório no período de 12h às 15h.

Advogado orienta sobre o que fazer com agências do INSS fechadas

As agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) funcionam em sistema de plantão, com poucos funcionários, exclusivamente para orientar quem tem dificuldade para usar a central 135 ou o aplicativo “Meu INSS”. Tudo agora ser feito por meio digital, explicou o advogado previdenciário Almir Reis.

Em Pernambuco, uma decisão conjunta do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado (Sinepe-PE) e do Sindicato dos Professores do Estado (Sinpro-PE) antecipou as férias de julho dos profissionais de educação para abril. As aulas foram suspensas desde o dia 18 de março em todo o estado por causa da pandemia do novo coronavírus.

Celpe e Compesa

Energia elétrica não pode ser cortada durante a pandemia — Foto: Divulgação

Energia elétrica não pode ser cortada durante a pandemia — Foto: Divulgação

A Justiça proibiu, na segunda-feira (23), o corte de energia elétrica de consumidores residenciais durante o período de isolamento imposto pelas normas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Ainda segundo a decisão da 3ª Vara Cível do Recife, as pessoas que ficaram sem luz por causa de falta de pagamento devem ter o serviço restabelecido, em todo o estado.

A Justiça também determinou que a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) não suspenda nem interrompa o serviço de abastecimento de água a todas as unidades consumidoras de Pernambuco, independentemente do pagamento de contas. A determinação vale durante o isolamento social devido à Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Barreiras sanitárias e educativas

Um das novidades anunciadas em Caruaru foi em relação a mudanças nas barreiras sanitárias. Na sexta-feira (20), foi anunciado a implantação de barreiras fixas e móveis nos acessos ao município, nas rodovias federais, estaduais ou estradas vicinais, a partir desta segunda-feira (23).

Mas, de acordo com a prefeita, o Ministério Público de Pernambuco entendeu que a medida interferia no direito de ir e vir. Por isso, serão instaladas apenas barreiras móveis em pontos estratégicos. A secretária de Ordem Pública, Karla Vieira, disse que as barreiras serão itinerantes e que os locais serão modificados a cada dia.

Já a Prefeitura de Afogados da Ingazeira, no Sertão, montou barreiras educativas nas entradas da cidade para identificar e orientar motoristas que vêm de outras localidades. Além de orientar a respeito de aspectos relacionados à prevenção ao coronavírus, motoristas e passageiros foram perguntados sobre o objetivo da vinda ao município.

Caruaru divulga mudanças nas barreiras sanitárias e novas medidas para conter coronavírus

Linhas de ônibus

A diminuição do número de pessoas que utilizam o transporte público em Caruaru fez com que as empresas de ônibus reduzissem a frota, de acordo com a demanda de cada linha. Com a mudança, as linhas estão passando por ajustes nos horários, que podem mudar de acordo com o número de passageiros. Em Garanhuns, as linhas também foram reduzidas. Inicialmente, a mudança tem prazo indeterminado.

Pernambucanos na Europa

No dia 13 de março, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que a Europa se tornou o novo epicentro da pandemia de coronavírus, já que o número de casos confirmados por dia nos países do continente europeu é maior do que na China.

Alguns pernambucanos moram na Europa e três deles, que antes residiam em Caruaru, conversaram com o G1. Ao portal, eles relataram como está a rotina em Portugal e na Irlanda.

Nayara Oliveira, professora de inglês

Feiras, parques, centros de compras e lotéricas

As Prefeituras de Caruaru e Toritama, no Agreste de Pernambuco, em conjunto com o Governo Estadual, decidiram suspender, de imediato, a Feira da Sulanca e a Feira do Jeans. As feiras de Santa Cruz do Capibaribe, na mesma região, também foram suspensas por tempo indeterminado.

A atitude reforça a necessidade de conter o avanço do novo coronavírus na região, buscando garantir a saúde de toda a população. Os municípios reforçam que, até o momento, nenhum caso foi confirmado nas cidades, e que estão trabalhando para que seja reduzido ao máximo os problemas causados pelo Covid-19.

Feira da Sulanca, em Caruaru, Agreste de Pernambuco  — Foto: Rafael Lima/Divulgação

Feira da Sulanca, em Caruaru, Agreste de Pernambuco — Foto: Rafael Lima/Divulgação

Os mercados também estão tomando precauções para combater o novo coronavírus, seguindo as recomendações do Grupo Integrado de Atendimento de Emergências Relacionadas a Desastres Naturais e Correlatos do município. No Centro de Abastecimento de Caruaru (Ceaca), onde cerca de 1.032 comerciantes circulam por dia, o cuidado foi redobrado. A partir da quinta-feira (26), a Ceaca vai funcionar em horário reduzido. Novas normas foram adotadas no local.

Os centros de compras de Caruaru, assim como o comércio, não vão funcionar como medida preventiva de combate ao coronavírus. A prefeitura determinou que as casas lotéricas funcionem em horário reduzido, das 8h às 15h.

Ceaca e mercados tomam medidas preventinas contra coronavírus durante funcionamento

As feiras de bairro de Caruaru vão acontecer normalmente esta semana. A recomendação da Secretaria de Serviços Públicos é que o comprador seja rápido e objetivo nas compras e evite permanecer no local por muito tempo para não criar aglomeração de pessoas.

A Secretaria também informou que os parques ecológicos do município estão fechados por tempo indeterminado. Todos os funcionários com mais de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco, foram liberados para que fiquem em casa, como prevê o Decreto Municipal.

A Feira de Gado será suspensa por tempo indeterminado, respeitando o Decreto Estadual que proíbe eventos de qualquer natureza com público superior a 50 pessoas.

Suspensão de missas

Diocese de Caruaru adotou novas medidas, baseadas nos decretos feitos pelo Governo do Estado e Prefeitura, como prevenção ao avanço do coronavírus na região.

O bispo Dom José Ruy anunciou o novo decreto em comunhão também com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e as demais dioceses do Brasil na quarta-feira (18). (Veja medidas)

Agências do trabalho

Todas as Agências do Trabalho de Pernambucosuspendem atendimento por tempo indeterminado. Para evitar aglomeração de pessoas, a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação orienta que os trabalhadores busquem o atendimento pela internet.

Paixão de Cristo adiada

Paixão de Cristo de Nova Jerusalém 2020 foi adiada para o segundo semestre. O espetáculo é realizado em Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, e estava previsto para acontecer entre os dias 4 a 11 de abril.

A informação foi confirmada no sábado (14) pelo secretário de Turismo do Estado, Rodrigo Novaes, durante coletiva com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, no Recife. Segundo a Sociedade Teatral de Fazenda Nova, o evento será realizado de 2 a 7 de setembro.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Aparecimento de gafanhotos chama atenção de moradores de Paulista, no Grande Recife

De acordo com o pesquisador Marco Aurélio, do Departamento de Biologia da UFRPE, os gafanhotos são da espécie Tropidacris collaris, comum na região, e não têm qualquer relação com a nuvem de insetos que está na Argentina.

Por G1 PE

Gafanhotos que apareceram em Paulista, de acordo com pesquisador, são da espécie Tropidacris collaris — Foto: Reprodução/WhatsApp

Gafanhotos que apareceram em Paulista, de acordo com pesquisador, são da espécie Tropidacris collaris — Foto: Reprodução/WhatsApp

Dezenas de gafanhotos apareceram em casas de Paulista, no Grande Recife, e chamaram atenção de moradores. Os bichos, de acordo com os moradores, começaram a aparecer na manhã da quinta-feira (25) em casas da Rua Vista Alegre, no centro da cidade.

A cerimonialista e lutadora de jiu-jitsu Denize Cássia, de 33 anos, mora em uma das casa da rua há cinco anos. Ela contou que nunca viu isso acontecer.

“Por volta de 11h40 a gente começou a perceber pelas paredes das casas, em canteiros e em algumas plantas. Eu moro aqui há cinco anos e nunca vi isso. Minha vizinha mora há 50 anos e também nunca percebeu nada. Ficou todo mundo assustado”, disse.

A preocupação dos moradores é que os gafanhotos tenham a ver com a nuvem formada pelos insetos que apareceu na Argentina. O pesquisador Marco Aurélio, do Departamento de Biologia da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), especialista em entomologia e combate a pragas, descartou essa possibilidade.

Moradores de Paulista, no Grande Recife, ficaram assustados com o aparecimento de gafanhotos  — Foto: Reprodução/WhatsApp

Moradores de Paulista, no Grande Recife, ficaram assustados com o aparecimento de gafanhotos — Foto: Reprodução/WhatsApp

Ele explicou que os gafanhotos que apareceram em Paulista e em outras cidades de Pernambuco como Carpina, na Zona da Mata Norte, são da espécie Tropidacris collaris. O adulto é conhecido como gafanhoto gigante ou tucura. “Ele passa por vários estágios, na forma imatura, até chegar à fase adulta, quando ganha a coloração verde”, destacou.

De acordo com o pesquisador, a espécie é comum na região e não tem qualquer relação com a nuvem de gafanhotos da Argentina, que são da espécie Schistocerca cancellata.

“São espécies diferentes. Esse que está aparecendo aqui tem uma fase gregária, a fase jovem, quando ficam juntos, mas na fase adulta ficam isolados. Eles também não migram. Os da Argentina são gregários na fase adulta, ficam juntos e quando atingem plantações voam bastante, fazem migração e se alimentando de várias culturas”, detalhou.

Invasão em Carpina

Gafanhotos invadem condomínio em Carpina

Na sexta-feira (26), gafanhotos “invadiram” um condomínio localizado em Carpina, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Os bichos, de acordo com moradores, tomaram conta do jardim e comeram as plantas (veja vídeo acima).

Vídeos enviados para o WhatsApp da TV Globo mostram os gafanhotos no Condomínio Vale dos Tamarindos. O conjunto fica na BR-408, perto do shopping da cidade.

Dona de uma das residências, a empresária Isabel Cristina Fragoso contou que voltou para casa para almoçar e se deparou com os bichos.

“Moro há mais de oito anos aqui. E nunca vi isso. Pesei que eram folhas”, declarou. Isabel disse, ainda, que os animais invadiram o jardim e comeram plantas.

Nuvem de gafanhotos na Argentina

Nuvem de gafanhotos causa preocupação; veja essa e outras notícias da semana

Nuvem de gafanhotos causa preocupação; veja essa e outras notícias da semana

Na sexta-feira (26),após dias sem saber a localização exata da nuvem de gafanhotos, o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimentar da Argentina (Senasa) informou que “achou” onde a praga se encontra no país. De acordo com o boletim do órgão, os insetos estão a 90 km a oeste da cidade de Curuzú Cuatiá.

Na quinta-feira (25), segundo o Grupo Técnico de Gafanhotos do Comitê de Sanidade Vegetal (Cosave), uma reunião para analisar a situação foi realizada com participação de Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai.

O Ministério da Agricultura brasileiro afirmou que o monitoramento feito pelo governo indica que “até o momento, estão mantidas as previsões sobre a rota da nuvem de gafanhotos, que não entrou em território brasileiro”.

“De acordo com os dados meteorológicos para a Região Sul do Brasil, previstos para os próximos dias, é pouco provável – até o presente momento – que a nuvem avance em território nacional. Caso isso ocorra, será feito um monitoramento interno para o acompanhamento da evolução do evento.”

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

‘UTI não diminui o crescimento da pandemia’, diz pesquisadora da Fiocruz ao defender ampliação de exames de Covid-19

Segundo Ana Brito, com baixa testagem não é possível monitorar o crescimento da pandemia, o que pode resultar ‘em vários episódios de aceleração sem controle’.

Por Pedro Lins, TV Globo

Pesquisadora da Fiocruz aponta necessidade de testagem dos casos leves de Covid-19

Pernambuco registrou, até o domingo (28), mais de 58,1 mil casos de Covid-19 e de 4,7 mil mortes desde que começaram a ser contabilizados, em março. Segundo Ana Brito, pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), sem a ampliação de testagem para casos sintomáticos e restruturação das unidades básicas de saúde, será difícil monitorar o crescimento da pandemia. “UTI não diminui o crescimento da pandemia, ela trata os casos graves”, declarou.

“Neste momento, as autoridades tinham que estar preocupadas com um plano para controlar o crescimento da pandemia. Este plano passa, necessariamente, para reestruturação, pela integração das unidades básicas de saúde nos territórios, no enfrentamento, na condução, no isolamento dos casos mais vulneráveis”, defendeu Ana Brito.

De acordo com a pesquisadora, o estado não faz testagem em massa. O que se faz atualmente são as testagens dos casos graves que demandam assistência hospitalar.

“Leitos de UTI são muito importantes para tratar os casos graves, mas não é uma estratégia para diminuir o número de casos. O crescimento da pandemia vai depender de outras ações. Entre elas, o isolamento social, mas, sobretudo, uma articulação muito organizada com a atenção básica de saúde para identificação dos sintomáticos leves e o isolamento dos comunicantes, das pessoas que têm contado direto com essas pessoas, tanto no ambiente de trabalho, quanto no ambiente doméstico”, afirmou

Segundo Ana, os casos sintomáticos leves estão nas comunidades. “Sem testes, não temos como monitorar o crescimento dessa pandemia. Obviamente que essas medidas parciais de isolamento, com flexibilização antes da aceleração dos casos, vão resultar em vários episódios de aceleração da pandemia sem controle”, disse.

Quanto à essa possibilidade, em entrevista ao Bom Dia PE, no dia 22 deste mês, o prefeito do Recife disse que “em qualquer risco de colapso no sistema de saúde” está atento para “mexer novamente” nas restrições da cidade, como ocorreu em Belo Horizonte, capital mineira.

Fiocruz firma acordo para produção de vacinas de Oxford

No domingo (28), a GloboNews divulgou que a Fiocruz é uma das fundações que fizeram parceira com a Universidade de Oxford, na Inglaterra, para produzir uma vacina contra a Covid-19 (veja vídeo acima). Segundo a pesquisadora, haverá “muita dificuldade de ter uma formulação de vacina ainda neste ano”.

“Ainda há uma ansiedade mundial por essa possibilidade de vacina, mas a população tem que ter cautela, tem que ter um pouco de paciência. Por enquanto, a vacina não é uma realidade, ela está sendo testada. Existem mais de 140 vacinas candidatas e 13 delas estão sendo testadas em seres humanos, uma é da Universidade de Oxford, com colaboração de algumas fundações do Brasil, entre elas a Fiocruz”, explicou a pesquisadora.

Reabertura

Após uma quarentena mais rígida de duas semanas no Recife e outras quatro cidades, Pernambuco iniciou o processo de flexibilização das atividades econômicas no início de junho. Apenas evoluem para as próximas fases as regiões do estado que apresentam redução no número de casos.

Atualmente, parques e praias da Região Metropolitana do Recife estão abrindo de acordo com regras impostas pelas prefeituras. Shoppings e o comércio em geral retomaram o funcionamento, cumprindo restrições e protocolos de segurança e higiene. A construção civil também foi liberada. Templos e igrejas também podem reabrir, com restrições do número de fiéis.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Corpo de Bombeiros alerta para riscos de acidentes com álcool; veja cuidados para o uso em casa e no carro

Uso de álcool em gel aumentou durante a pandemia da Covid-19. ‘Qualquer produto que oferece risco a pets e crianças, é importante que fique fora do alcance’, diz tenente.

Por Danielle Fonseca, TV Globo

Corpo de Bombeiros alerta para riscos de acidentes com álcool

Manter frascos de álcool em gel por perto se tornou algo comum para tenta manter a higienização necessária na pandemia do novo coronavírus. No entanto, é preciso ter cuidado para evitar acidentes que podem acontecer caso o uso do álcool seja feito da forma errada, como alertou, no Bom Dia Pernambuco desta sexta-feira (26), o Corpo de Bombeiros .

Segundo o tenente Werben Monteiro, chefe da Divisão de Ações Preventivas, foi realizado um teste que aqueceu o álcool em gel a 200ºC. Na ocasião, o recipiente foi derretido, mas não entrou em combustão. Ainda assim, é preciso lembrar que o álcool é um produto inflamável.

“[É um risco] ter um produto a mais no veículo que pode queimar. Um risco a mais que você oferece. Se quer usar o álcool, transporte na bolsa, um recipiente de 100 ml, porque a finalidade é passar após tocar em algo que acha que há risco de contágio”, disse sobre deixar o álcool dentro do carro.

Ainda de acordo com o tenente, no momento de fazer a higienização do veículo é importante dobrar a atenção. “É interessante esperar a secagem do produto por você não saber a fonte externa que está próxima”, afirmou.

Dentro de casa, os cuidados devem ser os mesmos. “Qualquer produto que oferece risco a pets e crianças, é importante que fique fora do alcance. Entre cozinha e banheiro, é melhor que o álcool fique no banheiro em uma determinada altura”, contou o tenente.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Polícia Civil de PE faz operação para desarticular organização envolvida em fraude de concurso público

A operação ‘Test Failed 2’ envolve as cidades de Petrolina, Parnamirim, Ouricuri, no Sertão de Pernambuco e Juazeiro, no norte da Bahia.

Por G1 Petrolina

Operação'Test Failed 2'  foi deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco nesta sexta-feira (26) — Foto: Divulgação/ Polícia Civil de Pernambuco

Operação’Test Failed 2′ foi deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco nesta sexta-feira (26) — Foto: Divulgação/ Polícia Civil de Pernambuco

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou na manhã desta sexta-feira (26) a operação ‘Test Failed 2’ nas cidades de Petrolina, Parnamirim, Ouricuri, no Sertão de Pernambuco e em Juazeiro, no norte da Bahia. Durante a operação, estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão domiciliar, expedidos pelo juiz da Segunda Vara Criminal da Comarca de Petrolina.

A investigação começou em 2019, com o objetivo de prender integrantes de uma organização criminosa voltada para a prática dos crimes de fraude de certame público, uso de documento falso, falsificação de documento público e participação em organização criminosa.

Operação empregou 50 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães.   — Foto: Divulgação/ Polícia Civil de Pernambuco

Operação empregou 50 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. — Foto: Divulgação/ Polícia Civil de Pernambuco

Na execução da operação, foram empregados 50 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães. Esta é a 20ª operação de repressão qualificada deste ano, vinculada à Diretoria Integrada do interior 2, sob a presidência dos delegados Gregório Ribeiro e Daniel Moreira. As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

‘Operação Quarentena’ conta com 368 policiais e bombeiros por dia em Caruaru e Bezerros

Policiamento está reforçado nas zonas comerciais, feiras, vias de acesso e áreas rurais para garantir o cumprimento de medidas sanitárias decretadas pelo governador.

Por G1 Caruaru

As forças de segurança pública de Pernambuco iniciam nesta sexta-feira (26) a Operação Quarentena em Caruaru Bezerros, no Agreste de Pernambuco, com o lançamento diário de 274 policiais militares, 64 policiais civis e 30 bombeiros militares para fiscalizar a restrição das atividades econômicas nas duas cidades. O policiamento está reforçado nas zonas comerciais, feiras, vias de acesso e áreas rurais para garantir o cumprimento de medidas sanitárias decretadas pelo governador Paulo Câmara. O objetivo é reduzir o ritmo de contágio pela Covid-19 nos municípios, onde ocorreram 71% dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Agreste na semana passada.

Estão mobilizados policiais do 4º Batalhão da PMPE, 1º Batalhão Integrado Especializado (1º Biesp), Regimento de Polícia Montada (RPMon), Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI) e Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv). O Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) integra o esforço concentrado com equipes da Operação Choque de Ordem, com foco no comércio. Todas essas forças realizarão a fiscalização do cumprimento das medidas e também apoiarão órgãos parceiros, como os de controle urbano da Prefeitura de Caruaru e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). As Polícias Civil e Científica incrementaram equipes para os casos de descumprimento que tenham de ser investigados.

Durante dez dias, até 5 de julho, o comércio ficará fechado em Caruaru e Bezerros, a fim de diminuir a circulação de pessoas. Poderão funcionar apenas as atividades industrial, de construção civil (com metade da capacidade) e de restaurantes, lanchonetes, bares e similares (desde que sirvam apenas como ponto de coleta e/ou entrega). A população pode colaborar denunciando casos de descumprimento, por meio do telefone 190, do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciods).

As restrições foram definidas porque, nos últimos dias, o número de casos de infecções por SRAG deu um salto no Agreste. Somente na semana passada, os diagnósticos passaram de 267 para 358. Em Caruaru, a subida foi de 97 para 152 casos. Já em Bezerros, de 27 para 37. Além do efetivo que normalmente realiza o policiamento nas cidades, postos de trabalho extra foram planejados para esse período.

“Atuaremos de forma ostensiva nas áreas que tradicionalmente atraem aglomerações nos dois municípios. Não será permitido o funcionamento de lojas com serviços que não são considerados essenciais. Entre as áreas com esse perfil que terão a presença da PMPE intensificada estão Boa Vista, Cohab, Rendeiras, Cedro, São Francisco, Salgado, São João da Escócia, Santa Rosa e Vassoural. Em Bezerros, além do Centro, aumentaremos o policiamento em localidades como Gameleira, Cruzeiro, Santo Antônio, Cohab e Loteamento Bairro Novo. Contamos com a colaboração dos moradores e de todos que circulam nessas áreas para que, nesses dez dias, fiquem em casa e só saiam caso precisem de algum serviço essencial. Nosso objetivo é de orientar e fiscalizar as medidas, mas em caso de descumprimento às determinações contidas nos decretos voltados para o combate à pandemia do novo coronavírus, as forças policiai podem autuar por descumprimento do artigo 268, do Código Penal Brasileiro”, reforça o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

A SDS tem atuado em parceria com diversos órgãos estaduais e municipais. Especificamente em Caruaru, a Feira da Sulanca receberá atenção especial da operação, para evitar que haja montagem e abertura de bancas. A realização de qualquer comércio no Parque das Feiras está suspensa, pois não se enquadra nos serviços essenciais definidos por decreto estadual. As pessoas só poderão sair de casa se precisarem se abastecer de alimentos em supermercados ou mercados, além de farmácias, padarias, postos de gasolina e atendimento em unidades de saúde. Nessas ocasiões, o uso de máscara é obrigatório.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Três homens são detidos por suspeita de arremessar cerveja, comprimidos e maconha sobre muro de presídio

De acordo com PM, latas de cerveja, comprimidos de Rivotril e maconha foram jogados sobre muro do Complexo do Curado, na Zona Oeste do Recife.

Por G1 PE

Drogas e bebidas alcóolicas foram apreendidas — Foto: Secretaria de Justiça/Divulgação

Drogas e bebidas alcóolicas foram apreendidas — Foto: Secretaria de Justiça/Divulgação

Três homens foram detidos pela Polícia Militar por suspeita de arremessar bebida alcoólica, drogas e celular sobre o muro do Completo Penitenciário do Curado, na Zona Oeste do Recife. Segundo nota da PM, a equipe do Batalhão de Guardas apreendeu latas de cerveja, um telefone, comprimidos de Rivotril, usado como entorpecente, e maconha.

De acordo com a Polícia Civil, a ocorrência foi registrada na Delegacia da Várzea, na mesma região da cidade. A corporação não informou se as três pessoas ficaram presas.

A PM disse, ainda, que as capturas ocorreram na terça-feira (23), mas a ocorrência foi divulgada nesta quinta (25). Entre o material recolhido estavam cerca de 80 latas de cerveja, 35 comprimidos de Rivotril e porções de maconha.

A Polícia Militar disse, na nota, que que a segurança, no entorno do complexo prisional é realizada pelo 12° Batalhão, por meio de Guarnições Táticas exclusivas na área.

Também por meio de nota, a Polícia Civil informou que o caso “segue em investigação pelo Delegacia de Jardim São Paulo”, na Zona Oeste.

A Secretaria-Executiva de Ressocialização (Seres) informou, por nota, que “conta com o apoio da Guarda Externa, formada por policiais militares, para conter os “arremessos de ilícitos” no Complexo do Curado.

Ainda de acordo com a Seres, algumas providências foram tomadas no complexo. Entre elas, está a colocação de alambrados, aumentando a altura do muro em seis metros.

Outro caso

Em setembro de 2016, dois homens foram presos suspeitos de tentar arremessar pacotes com drogas para o Presídio Frei Damião de Bozzano, no Complexo do Curado. De acordo com a Polícia Militar, um terceiro homem estava com a dupla jogando os pacotes por sobre o muro, mas conseguiu fugir.

Os policiais avistaram o trio tentando arremessar os pacotes e, ao tentar abordá-los, os três fugiram, deixando uma mochila para trás.

Dois deles foram presos e encaminhados para a Central de Plantões da Polícia Civil, onde foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Foram apreendidos maconha, celulares e uma quantidade não informada de um remédio controlado.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Análise confirma que óleo que reapareceu em praias de AL e PE são fragmentos do que atingiu o país em 2019

Novos fragmentos surgiram neste mês de junho, um ano depois do desastre ambiental que atingiu o Nordeste e o Sudeste. Vento e maré podem estar revolvendo sedimentos, fazendo com que cheguem novamente à costa.

Por G1 AL

Análise mostra que óleo encontrado nas praias é do mesmo material de 2019

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 3º Distrito Naval, informou nesta quinta-feira (25) que uma análise feita em amostras do óleo que voltou a aparecer em praias de Alagoas e Pernambuco neste mês de junho apontou que o material é o mesmo que provocou o desastre ambiental registrado na costa brasileira em 2019.

A análise foi feita pelo Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), que recebeu amostras coletadas por equipes de Inspeção Naval da Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE) e da Capitania dos Portos de Alagoas (CPAL).

“Os resíduos apresentaram perfis químicos compatíveis com o material que atingiu a costa brasileira, sobretudo no Nordeste, em 2019. E com base no exame realizado, a chegada desse material deve consistir na reincidência de segmentos oleosos que não tinham sido anteriormente identificados durante as ações de resposta”, diz um trecho da nota da Marinha.

Em Pernambuco, foram encontrados novos fragmentos do óleo em praias de Ipojuca e Tamandaré. Já em Alagoas, o óleo foi visto nas praias de Coruripe, Ipioca, Japaratinga e Maragogi.

Segundo a Marinha, o problema voltou a ser registrado, possivelmente, por fatores como alterações no regime de ventos e marés, que revolvem sedimentos e possibilitam o ressurgimento desses fragmentos. Ela pede que, caso alguém aviste óleo nas praias, ligue para o 185.

Novas manchas de óleo são encontradas no litoral norte de Alagoas

Fragmentos de óleo voltam a aparecer nas praias de Alagoas e Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Fragmentos de óleo voltam a aparecer nas praias de Alagoas e Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Gazeta

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Aulas presenciais ainda não tem data para voltar em PE; secretaria trabalha em plano para retomada

Carta do departamento de Estatística da UFPE traz questionamentos sobre riscos à saúde de alunos e professores. Estado afirma que aguarda aval das autoridades de saúde para reabrir.

Por G1 PE

Professores da UFPE alertam para risco de aulas presenciais e secretário explica plano

Professores do departamento de Estatística da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) elaboraram uma carta trazendo questionamentos sobre a segurança sanitária de escolas públicas e privadas e riscos de contaminação dos alunos e suas famílias. Segundo o secretário de Educação e Esportes de Pernambuco, Fred Amâncio, essa retomada só deve ocorrer por meio de um plano, com autorização das autoridades de saúde, o que ainda não tem data .

De acordo com a professora Maria Cristina Falcão Raposo, as dúvidas a respeito da volta às aulas incluem a conscientização de crianças sobre a necessidade de usar máscaras fora de casa. O questionamento sobre a retomada de encontros presenciais no estado vem em meio ao anúncio do governo de São Paulo, com plano de reabrir em setembro. Em Pernambuco, não há data ainda.

“Você acredita que as crianças vão conseguir passar quatro horas com as máscaras devidamente colocadas na face? Isso é uma dúvida, principalmente para as crianças menores. Até agora, as crianças se mostram assintomáticas. Por outro lado, como estão protegidas, a contaminação pode ser menor porque elas estão menos expostas”, disse.

A professora mencionou, ainda, a diferença entre a preparação de escolas públicas e privadas. “As escolas particulares estão se preparando há mais tempo. A gente sabe que é diferente da situação das escolas públicas, que atualmente estão sem nenhuma condição sanitária de receber seus alunos, segundo exigido”, disse.

Escola Estadual Sizenando Silveira, em Santo Amaro, na área central do Recife, fechou durante a pandemia  — Foto: Reprodução/TV Globo

Escola Estadual Sizenando Silveira, em Santo Amaro, na área central do Recife, fechou durante a pandemia — Foto: Reprodução/TV Globo

O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de Pernambuco, José Ricardo Diniz, afirma que as instituições privadas de ensino estão se preparando para retomar, mas sem definição de quando isso deve ocorrer.

“Vai ser um retorno gradativo. Vamos ter a convivência do remoto com o presencial. Aquelas famílias que conhecem a saúde dos seus filhos vão poder optar por mandar efetivamente para o presencial ou mantê-los no remoto. Todas as escolas vão oferecer as duas modalidades nesse período. A decisão é da família”, afirmou.

Diante da incerteza em relação às próximas semanas, Maria Cristina Falcão afirmou que é necessário aguardar mais tempo, depois da retomada das atividades econômicas, para decidir o que pode ser feito. Para ela, há uma chance de só ser possível voltar aos encontros presenciais em 2021.

“Na nossa ideia, seria esperar um pouco mais, atualizar os números e fazer uma nova previsão. É melhor adiar o recomeço para salvar mais vidas”, afirmou.

De acordo com o secretário de Educação e Esportes, Fred Amâncio, um plano de retomada das atividades escolares está em andamento, mas a data só deve ser anunciada após decisão das autoridades sanitárias. “São especialistas em saúde, com um olhar importante para as questões pedagógicas que estão envolvidas nesse processo”, afirmou.

No plano elaborado pelo governo, a prioridade deve ser dada a alunos em fase de conclusão dos ciclos da educação básica. “A nossa retomada deve ocorrer em etapas. Sem dúvida, a prioridade desse olhar é o terceiro ano e depois as etapas finais do ensino fundamental, como o nono ano”, disse o secretário.

Dificuldades

Em maio, o G1 mostrou que alunos da rede pública de todo o Brasil viviam a sensação de que 2020 será um ano perdido em suas trajetórias escolares, com indefinições sobre validade de aulas à distância e dificuldade de acesso aos meios virtuais.

Na rede municipal do Recife, José Miguel Canuto, de 12 anos, contou que estava sem aulas e estudando através de um único livro que recebeu. Na rede estadual, apesar das aulas pela TV e internet, estudantes relatavam preocupação e dificuldades.

Coronavírus em Pernambuco

Na quarta-feira (24), foram confirmados 1.191 novos casos e 86 óbitos pela Covid-19 em Pernambuco. Com isso, o estado passou a somar 54.022 casos e 4.225 mortes provocadas pelo novo coronavírus.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Com mais 1.191 pacientes e 86 óbitos por Covid-19, PE totaliza 54.022 casos e 4.425 mortes

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, óbitos divulgados nesta quarta-feira (24) foram registrados desde o dia 18 de abril.

Por G1 PE

Pernambuco chega a 54.022 casos e 4.425 óbitos pelo novo coronavírus

Pernambuco confirmou, nesta quarta-feira (24), 1.191 casos da Covid-19, além de 86 óbitos (veja vídeo acima). Com esse acréscimo, o estado passou a contabilizar 54.022 pessoas que receberam diagnóstico positivo para a doença provocada pelo novo coronavírus e 4.425 mortes.

Entre os casos confirmados nesta quarta-feira (24), 992 são considerados leves, enquanto 199 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Ao todo, o estado registrou, até essa data, 18.553 casos graves e 35.469 quadros leves.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), os 86 óbitos confirmados somente nesta quarta-feira (24) ocorreram desde 18 de abril. Desse total, 65 aconteceram entre essa data e 20 de junho, enquanto 21 óbitos foram registrados nos últimos três dias.

O boletim também registrou 36.710 pessoas curadas da Covid-19 no Estado. Desse total, 8.679 são de casos graves e 28.031 casos leves.

Os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 175 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros estados e países.

Mortes

Entre as 86 mortes confirmadas nesta quarta, 50 foram do sexo masculino e 36 do sexo feminino. Os novos óbitos confirmados são de pessoas residentes nos municípios do Recife (30), Caruaru (13), Jaboatão dos Guararapes (12), Paulista (5), Sirinhaém (3), Garanhuns (2), Itambé (2), Olinda (2), Timbaúba (2), Arcoverde (1), Abreu e Lima (1), Afogados da Ingazeira (1), Barreiros (1), Belo Jardim (1), Bezerros (1), Condado (1), Itapissuma (1), Itaquitinga (1), Paudalho (1), Pombos (1), Surubim (1), Tamandaré (1), Trindade (1) e Xexéu (1).

Os pacientes tinham idades entre 26 e 93 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (1), 30 a 39 (2), 40 a 49 (5), 50 a 59 (12), 60 a 69 (17), 70 a 79 (22), 80 ou mais (27).

Dos 86 pacientes que morreram, 65 apresentavam doenças pré-existentes (comorbidades), como hipertensão (29), diabetes (29), doença cardiovascular (27), doença renal (11), doença respiratória (10), câncer/histórico de câncer (9), doença pulmonar (6), imunossupressão (3), obesidade (3), doença neurológica (2), histórico de AVC (2), infecção do trato urinário (1), doença hepática (1), tromboembolismo (1) e doença de Alzheimer (1). De acordo com a SES, um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Oito dos que morreram não possuíam doenças pré-existentes e os demais estão em investigação pelos municípios.

Testagem

Desde março até esta quarta, o estado realizou 104.078 testes da Covid-19. Entre os profissionais de saúde, 14.993 casos foram confirmados, e 17.641, descartados.

As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada.

Leitos

A taxa global de ocupação de leitos estava, nesta quarta, em 58%. Havia pacientes com a Covid-19 em 81% das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e em 44% das enfermarias.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.