Motorista bêbado e sem carteira entra na contramão de rodovia, fere três e é preso

Por G1 PE

Carro dirigido por motorista bêbado e sem carteira ficou danificado após acidente na BR-101, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Carro dirigido por motorista bêbado e sem carteira ficou danificado após acidente na BR-101, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Um motorista de 29 anos foi preso por dirigir bêbado e sem carteira de habilitação depois de provocar um acidente que deixou três feridos, na BR-101 Sul, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor entrou na contramão da rodovia e atingiu os ocupantes de duas motocicletas, no distrito de Pontezinha.

Ainda segundo a PRF, o teste do bafômetro constatou que o motorista estava dirigindo com um índice de 1,02 mg/l de álcool no sangue, o que configura crime de trânsito.

Levado para a delegacia da cidade, o condutor foi autuado por tentativa de homicídio, tendo como agravantes a falta de habilitação e a embriaguez, de acordo com a Polícia Civil.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou também, nesta segunda-feira (15), que Alexsandro José Roque da Silva será encaminhado para a audiência de custódia, no Fórum de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana.

O acidente, de acordo com a PRF, aconteceu no quilômetro 89 da BR-101 Sul, no domingo (14). Ficaram feridos um casal, que estava em uma moto, e uma mulher, que pilotava outro veículo.

Eles foram levados, inicialmente, para o hospital Dom Hélder, no Cabo. A passageira de uma das motos teve que ser transferida para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, na área central da capital.

Uma das motos atingidas por carro de motorista que estava bêbado e sem carteira ficou jogada no meio da BR-101, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Uma das motos atingidas por carro de motorista que estava bêbado e sem carteira ficou jogada no meio da BR-101, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Outros casos

No dia 8 de abril, um motorista de 31 anos foi detido por policiais militares, no bairro do Espinheiro, na Zona Norte do Recife, após causar um acidente na Rua Gomes Pacheco. Depois de ser localizado pela PM, o homem, que apresentava sinais de embriaguez, se recusou a fazer o teste do bafômetro.

De acordo com a Polícia Civil, uma mulher ficou levemente ferida após o acidente e foi encaminhada a um hospital particular. Mesmo com os ferimentos de outra pessoa envolvida no acidente, o homem fugiu do local, mas foi encontrado por policiais, após buscas.

No domingo (7), um motorista foi detido e autuado em flagrante por crime de trânsito depois de ingerir bebida alcoólica e provocar um acidente que deixou um ciclista ferido.

A batida, que envolveu um carro de passeio, uma bicicleta e um caminhonete, aconteceu na BR-408, em Paudalho, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Acidentes envolvendo caminhões e carros causam retenções em rodovias no Recife e na Zona da Mata

Por G1 PE

Acidente entre dois caminhões ocorreu na BR-101, em Escada, na Zona da Mata de Pernambuco — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Acidente entre dois caminhões ocorreu na BR-101, em Escada, na Zona da Mata de Pernambuco — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Dois acidentes foram registrados na manhã desta segunda-feira (15), nas BRs 232 e 101, no Recife e na Zona da Mata. As colisões não deixaram feridos, mas provocaram ainda mais retenções no tráfego das rodovias.

A primeira ocorrência, uma colisão entre dois caminhões, foi registrada por volta das 6h no km 132 da BR-101, em Escada, na Zona da Mata. O acidente ocorreu no sentido Recife da rodovia.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu quando um dos veículos estava saindo de um posto de gasolina para acessar a via, mas o veículo falhou e, em seguida, foi atingido por outro caminhão. Não houve feridos.

O trânsito, no entanto, estava lento no local da colisão. “Hoje com certeza vou chegar atrasado no trabalho”, afirma o eletricista Felipe Alexandre, que usava a rodovia para chegar ao Recife.

Colisão entre três carros na BR-232, no Recife, não deixou feridos — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Colisão entre três carros na BR-232, no Recife, não deixou feridos — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Já na BR-232, no Curado, na Zona Oeste da capital pernambucana, três carros se envolveram em uma colisão. Um dos motoristas trafegava sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o veículo tinha problemas de licenciamento.

Segundo a PRF, a ocorrência não deixou feridos. Por volta das 8h20, os veículos já haviam sido retirados da rodovia. Ainda assim, o acidente intensificou a retenção de carros na via.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Chuva em Fernando de Noronha faz água invadir residências e lama atingir ruas de vários bairros

Por Ana Clara Marinho, G1 PE

A chuva que atingiu Fernando de Noronha na noite do sábado (13) causou transtornos para a população. Além de a lama atingir ruas de vários bairros da ilha, cinco dos 15 apartamentos existentes na Vila da Vacaria foram invadidos pela água misturada com esgoto.

Por meio de nota, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) afirma que a chuva na ilha provocou uma sobrecarga na rede de esgotamento sanitário da região (veja a íntegra da resposta no fim da matéria).

Moradores relatam que ficaram assustados. “Eu estava dormindo, com o colchão no chão, nem senti. Acordei com meu marido me chamando. Corremos para tirar a água suja”, afirma a pedagoga Maria da Conceição Nascimento.

“O esgoto invadiu a minha casa e dos meus vizinhos. O esgoto estava entupido e a água não tinha por onde escoar. Eu fui dormir às 4h. É a primeira vez que isso acontece”, conta o radialista Ramos Pereira.

De acordo com o servidor público Itamar Albuquerque, o trabalho de limpeza foi complicado. “O esgoto estava dando retorno e, depois da chuva, a situação piorou, só saía restos de fezes. Passamos a noite lavando a casa e rezando para não chover mais”, diz.

A Administração da Ilha enviou uma equipe da empresa de limpeza urbana para desobstruir a área. “Nós mobilizamos seis homens e fizemos um trabalho emergencial de desobstrução da região. Criamos valas para a água escoar”, afirma o gerente da empresa, Edgar Júnior.

A lama atingiu as ruas dos bairros da Quixaba, Coreia, Vilas dos Remédios, Cachorro, Três Paus e Estrada Velha do Sueste. O Blog Viver Noronha entrou em contato com a Administração da Ilha para saber o que será feito para resolver o problema e aguarda resposta.

Resposta da Compesa

A Compesa comentou o ocorrido por meio de nota. Confira, a seguir, a íntegra da resposta da companhia:

A Compesa informa que as fortes chuvas em Fernando de Noronha provocaram alagamentos na área da Vila da Vacaria e que, por isso, muita água acabou entrando na rede coletora de esgotos, carreando muita areia, pedras e lixo, promovendo uma sobrecarga na rede de esgotamento sanitário e, consequentemente, gerando um retorno pelos ramais de algumas casas.

Logo cedo, na manhã deste domingo (14), quando a Compesa tomou conhecimento do ocorrido, enviou uma equipe para o local, que realizou a desobstrução da rede e a situação foi normalizada. Quanto à Praia do Cachorro, a Companhia esclarece que a Estação Elevatória não foi prejudicada com as chuvas e que está operando normalmente.

O gerente da Compesa informa que, assim como na Vacaria, o volume das chuvas provocou uma sobrecarga na rede de esgotamento sanitário de toda a Ilha e que é provável que tenha ocorrido obstruções e posteriormente extravasamentos em algum poço de visita localizado nas ruas da Vila dos Remédios, que fica nas proximidades da Praia do Cachorro.

Ainda nesta manhã deste domingo (14), equipes da Compesa realizaram uma vistoria em toda a ilha e não foi identificada nenhuma anormalidade quanto ao funcionamento da rede coletora de esgoto.”

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Condutor de caminhonete embriagado e sem carteira de habilitação causa acidente na PE-90; três ficam feridos

Por G1 PE

Carro atingido na colisão na PE-90, no município de Gameleira, no Agreste, ficou destruído — Foto: Cortesia/WhatsApp

Carro atingido na colisão na PE-90, no município de Gameleira, no Agreste, ficou destruído — Foto: Cortesia/WhatsApp

Uma colisão lateral entre dois veículos que trafegavam na PE-90, em Gameleira, no Agreste do estado, deixou três feridos na noite da quinta-feira (11).

Segundo a Polícia Civil, o condutor de uma caminhonete embriagado e sem carteira de habilitação bateu em um carro que vinha no sentido contrário da rodovia.

Identificado como José Nilton Pedro da Silva, de 31 anos, o condutor da caminhonete foi autuado em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante pela Polícia Civil. A Delegacia de Limoeiro investiga o caso.

A passageira que estava na caminhonete ficou presa às ferragens. Matilde Leocárdio da Silva foi levada por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Regional de Limoeiro, no Agreste.

Imagens enviadas para o WhatsApp da TV Globo mostram que o carro atingido na colisão ficou totalmente destruído. Nele, estava o motorista Alec Cid Ribeiro dos Santos.

Feridos

Segundo a PM, os três feridos no acidente foram levados para o Hospital Regional de Limoeiro. Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Saúde informou que apenas Matilde deu entrada na unidade de saúde e encontra-se estável, em observação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Aumenta para 150 número de pessoas que denunciaram investidor de moedas virtuais à polícia

Por Clarissa Góes, TV Globo

Aumentou para 150 o número de pessoas que procuraram a Polícia Civil para denunciar que foram vítimas do investidor financeiro Tiago Gouveia de Vasconcelos. Em fevereiro, 108 pessoas prestaram queixa contra ele, que é acusado pelos clientes de desaparecer com o dinheiro que recebeu para aplicar no mercado financeiro de moedas virtuais.

Uma delas é um empresário que prefere não se identificar. Ele conta que assinou contrato com firma reconhecida em cartório, em julho de 2018, com a TVG, microempresa de Tiago. O homem conta que acompanhava as aplicações por meio de planilhas e chegou a fazer resgates de lucro.

Toda a movimentação, de R$ 45 mil na compra de criptomoedas, foi declarada no Imposto de Renda. Em fevereiro, ele registrou um boletim de ocorrência no Departamento de Repressão aos Crimes contra o Patrimônio (Depatri), no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife.

“Já fiz minha ouvida na delegacia, mas o delegado não participou, e sim uma escrivã. Até então, não tenho nenhuma resposta do Depatri com relação ao Tiago. Ele não foi preso e não sofreu nenhuma consequência por seus atos, ainda. Eu entrei com um processo criminal na Justiça, pedindo o bloqueio dos bens dele e das pessoas que teoricamente estão envolvidas no processo, seja familiares ou não”, afirma.

Um engenheiro que também prefere não ser identificado afirma que teve um prejuízo de R$ 263 mil. Ele disse que conheceu o serviço de corretagem por meio do pai de Tiago, o médico ortopedista Stemberg Vasconcelos, de quem ele é paciente. Como já conhecia a família, o homem conta que nem chegou a assinar contrato.

“Devido a ter uma aproximação forte com Stemberg e por confiar plenamente numa pessoa que se mostrava muito idônea, naquele momento, eu acabei recebendo o contrato e nunca devolvi assinado. Mas lá estava bem claro que ele tinha participação de 5% sobre o lucro efetivo do negócio e que ele ia tratar, unica e exclusivamente, com a moeda virtual. Mas não existia uma carteira no nosso nome. A carteira era no nome da empresa dele, a TVG”, declara o engenheiro.

Ele registrou queixa no dia 21 de fevereiro e também foi ouvido por uma escrivã. O homem reclama por não ter recebido notícias da polícia.

“O problema maior é que a gente está tentando ter acesso, através do nosso advogado, que já é constituído legalmente para nos defender, e ele não está tendo acesso a absolutamente nada sobre o depoimento do Tiago. Inclusive as medidas que vão ser tomadas ou que já foram tomadas para tentar reaver nosso dinheiro”, diz.

O advogado Gesner Lins, que representa 12 clientes de Tiago, afirma que eles foram vítimas de um esquema fraudulento e reclama da dificuldade de acesso ao inquérito policial.

“O inquérito se encontra em sigilo. Eu já tentei ter acesso ao processo e a justificativa da autoridade policial é que estariam em trâmite algumas medidas cautelares investigativas e, por essa razão, estava atribuindo sigilo ao inquérito policial”, declara o advogado.

Respostas

A Polícia Civil afirma que as investigações seguem sendo feitas e que vai se pronunciar quando elas forem concluídas. O delegado Rômulo Aires é o responsável pelo inquérito. O prejuízo calculado é de mais de R$ 20 milhões.

O advogado Carlos Sá, que defende Tiago Gouveia de Vasconcelos e Stemberg Vasconcelos, declara que, desde o início das investigações, os dois estão colaborando com a polícia e que eles prestaram depoimento. O advogado disse, ainda, que o pai de Tiago não tem qualquer envolvimento ou participação nos trabalhos do filho.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Criança cai de moto após colisão com carro, é atropelada por caminhão e morre na Zona da Mata

Por G1 PE

Menina morreu após ser atropelada em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco — Foto: Reprodução/WhatsApp

Menina morreu após ser atropelada em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco — Foto: Reprodução/WhatsApp

Uma criança morreu após ser atropelada por um caminhão em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco, na tarde desta quinta-feira (11). Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a menina tinha aproximadamente 10 anos e a mãe dela, de 40 anos, também ficou ferida.

Testemunhas do acidente contaram ao Samu que a criança e a mãe estavam em uma motocicleta, quando foram atingidas por um carro na Avenida Henrique de Holanda, no Centro da cidade. Com a colisão, a menina foi arremessada na pista e atropelada por um caminhão, morrendo no local.

A mãe teve uma fratura exposta e estava consciente, mas foi levada pelo Samu ao Hospital Otávio de Freitas, no bairro de Tejipió, na Zona Oeste do Recife. Como o nome da mulher não foi divulgado, a unidade não pode informar o estado de saúde da paciente.

A Polícia Militar informou que, de acordo com informações iniciais, o carro que colidiu com a moto vinha na contramão. A Polícia Civil foi acionada para a ocorrência.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Secretário de Bom Jardim é atingido por tiros em investida criminosa no Agreste de PE

Por TV Globo e G1 PE

O secretário de Educação de Bom Jardim, no Agreste pernambucano, sofreu uma tentativa de assalto na noite da quarta-feira (10) e levou dois tiros, segundo a Delegacia de Bom Jardim. João Francisco da Silva Neto, de 32 anos, está internado no Hospital João Murilo, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata.

Dirigindo pela PE-88, o secretário estava voltando para casa em Orobó, também no Agreste, quando foi abordado por dois homens encapuzados em uma motocicleta, de acordo com polícia. Ambos estavam armados e mandaram João Francisco parar o carro.

Segundo a investigação, o secretário puxou o veículo para o acostamento na tentativa de fugir por uma estrada de terra, mas foi alcançado e levou dois tiros no braço direito.

Os acusados fugiram sem conseguir levar nada e João Francisco conseguiu dirigir até o Hospital Municipal de Bom Jardim, apontou o registro municipal. Após os primeiros socorros, o secretário foi encaminhado à outra unidade, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata.

De acordo com o Hospital João Murilo, o secretário deu entrada às 22h50, passou sutura no braço direito e recebeu alta na manhã desta quita-feira (11). O delegado José Raimundo Barbosa fica responsável pelas investigações.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Alunos da UFRPE denunciam terem sido assediados sexualmente por médico em consultas no Campus Recife

Por G1 PE

A Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) apura denúncias de estudantes que relatam terem sido assediados sexualmente por um médico da instituição de ensino no Campus Recife, no bairro de Dois Irmãos, na Zona Norte da capital. Alunos contaram que os assédios eram praticados durante procedimentos médicos exigidos para as aulas de educação física.

O profissional é vinculado ao Departamento de Qualidade de Vida. Em nota, a UFRPE afirma que a Ouvidoria da instituição recebeu denúncias de “desconforto de alguns estudantes durante procedimentos médicos”.

Há denúncias de casos que aconteceram, pelo menos, desde 2018, quando foi aberto pela UFRPE um Processo Administrativo Disciplinar para apurá-las. Com isso, a análise do caso fica delegada a uma comissão externa. O processo corre em sigilo e está em fase final de análise, segundo a instituição.

Em uma postagem feita em um grupo da instituição em uma rede social na terça-feira (9), dezenas de vítimas relataram terem sido assediadas pelo médico. Uma delas foi o estudante de Biologia Johnny Barbosa, de 24 anos, que afirma ter passado por uma consulta no fim de março deste ano. Segundo ele, são antigos os relatos de abusos.

“Temos relatos de pessoas que há 20 anos passaram por isso. Fui à consulta para conseguir um encaminhamento para um exame de diabetes e colesterol. Ele foi muito invasivo, perguntou sobre minhas preferências sexuais, tamanho de órgão genital, coisas que não tinham nada a ver com a consulta. Só parou quando decidi sair da sala”, afirma.

De acordo com a UFRPE, a partir do relatório a ser apresentado pela comissão responsável, a universidade “tomará todas as medidas cabíveis para responsabilizar eventuais práticas de delitos, garantindo-se o amplo direito à defesa das partes envolvidas”.

“Todo mundo reclama dele. Quando alguém diz que vai ter que fazer exame, outra pessoa já avisa para tomar cuidado. Algumas pessoas disseram que ele tenta forçar uma ereção. A mim, ele não tocou, mas tenho amigos que foram tocados de forma abusiva por ele”, diz o jovem.

Outro estudante, que preferiu não se identificar, afirma que foi atendido pelo médico em 2012 e, desde antes, conhecia relatos desse tipo sobre o profissional. Antes de cursar a disciplina de educação física, o aluno precisou de um parecer médico.

Entre as atividades oferecidas na faculdade, ele escolheu fazer natação e, para isso, precisava de um laudo que incluía um exame de sífilis e um teste dermatológico. Com o resultado negativo para infecções sexualmente transmissíveis e após ter recusado se submeter a uma avaliação mais íntima, segundo o estudante, o professor chegou a ameaçá-lo caso não permitisse o assédio.

“Tinha deixado a disciplina para o fim do curso e já havia passado em um mestrado, precisava concluir. Mesmo com o exame, ele fez perguntas íntimas sobre minha vida sexual e me pediu para tirar a roupa. Ele me ameaçou, dizendo que, se eu não fizesse o que ele pedia, não me liberaria para a natação, que ele sabia que eu era obrigado a fazer”, afirma.

As ameaças, segundo o estudante, seguiram durante toda a consulta, principalmente quando o médico pediu para examinar seus órgãos genitais.

“Continuei recusando, inclusive porque ele não colocou luvas, e ele disse que eu teria que passar novamente pelo procedimento, se não aceitasse dessa vez. Por fim, pediu para eu me ‘autoexaminar’, de forma mal-intencionada, enquanto ele olhava bem de perto, dizendo que não era o único pênis que ele ia ver. Viu que eu estava muito assustado e constrangido, acabou a consulta e me entregou o parecer”, conta.

Ainda na nota, a UFRPE informou também que disponibiliza a Ouvidoria Geral da instituição para o registro de reclamações ou denúncias referentes a essa situação. O telefone é (81) 3320-6015.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

TCE-PE aponta nepotismo na contratação de sobrinha de prefeito de Itapissuma para gabinete

Por G1 PE

Prefeito de Itapissuma contratou sobrinha para seu gabinete — Foto: Reprodução/Google Street View

Prefeito de Itapissuma contratou sobrinha para seu gabinete — Foto: Reprodução/Google Street View

Uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) apontou nepotismo na contratação de uma servidora em cargo comissionado na prefeitura de Itapissuma, no Grande Recife. Segundo o órgão, o prefeito José Bezerra Tenório Filho (PSD), conhecido como “Zé de Irmã Teca”, contratou a sobrinha Tammyres dos Santos Silva para seu gabinete.

Na terça-feira (9), o TCE-PE julgou irregular a contratação de Tammyres, que também é filha da secretária de Saúde do município, Dilma Maria dos Santos Silva; e neta da secretária de Ação e Serviço Social de Itapissuma, Tereza Maria dos Santos Tenório.

Em nota, a prefeitura de Itapissuma informou que Dilma e Tereza foram exoneradas de suas funções há seis meses e um ano, respectivamente (veja íntegra da resposta da administração municipal no fim da matéria).

Tammyres esteve no quadro de funcionários da prefeitura entre janeiro de 2017 e outubro de 2018. Segundo o TCE-PE, a nomeação dela configura nepotismo e viola diretamente a Constituição Federal. A auditoria se baseou no entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre nomeações para cargos em comissão de secretários municipais.

Além de julgar irregular a nomeação da servidora, o TCE-PE aplicou multa de R$ 8.215,50 ao prefeito e determinou à prefeitura de Itapissuma que observe os princípios da administração pública. O voto foi aprovado por unanimidade pela Primeira Câmara do Tribunal. Em nota, a prefeitura informou que vai recorrer da decisão para “esclarecer os fatos não aludidos no processo”.

Resposta

Por meio de nota, a prefeitura de Itapissuma afirmou que “Tammyres dos Santos não faz parte mais do gabinete do prefeito, ocupando atualmente um cargo comissionado na administração pública, de caráter político, portanto, permitido pela Constituição”.

Sobre as exonerações de Dilma Maria e Tereza Maria, a prefeitura disse que a primeira “passou em concurso federal e não poderia acumular os cargos, portanto, pediu exoneração da Secretaria de Saúde” e que a segunda “afastou-se do cargo por motivos de saúde”.

Outros casos

A denúncia, encaminhada ao TCE-PE em 2017, apontava supostas irregularidades em nove nomeações para cargos comissionados feitas pela gestão do prefeito. Relator do processo, o conselheiro Valdecir Pascoal afirmou, em seu voto, não haver indícios suficientes para julgar precedentes as denúncias sobre os outros oito comissionados.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Exposição de Artes do Imip chega à 20ª edição e reúne obras de 120 artistas na Zona Norte do Recife

Por G1 PE

Obras de artistas como Tereza Costa Rêgo compõem a mostra — Foto: Reprodução/Tereza Costa Rêgo

Obras de artistas como Tereza Costa Rêgo compõem a mostra — Foto: Reprodução/Tereza Costa Rêgo

Completando 20 anos neste mês de abril, a Exposição de Artes do Instituto de Medicina Integral Fernando Figueira (Imip) homenageia, a partir desta quinta (11), o centenário do médico que dá nome à instituição. A abertura, apenas para convidados, acontece a partir das 19h, no Museu do Estado, nas Graças, na Zona Norte do Recife. A visitação ao público é gratuita e abre a partir da sexta (12).

Desenhos, pinturas, gravuras, esculturas e fotografias de 120 artistas integram a mostra, com curadoria de Pedro Frederico. Francisco Brennand, Tereza Costa Rêgo, Reynaldo Fonseca e José Claudio estão entre os nomes com obras expostas na mostra.

Os preços variam de R$ 400 a R$ 22 mil e metade da renda obtida com a venda dos produtos será destinada ao Imip, nos Coelhos, no Centro do Recife. A mostra fica em cartaz até 12 de maio.

Serviço

20ª Exposição de artes do Imip

Abertura: quinta (11), às 19h, para convidados

Visitação: de sexta (12) até 12 de maio

Museu do Estado de Pernambuco – Avenida Rui Barbosa, 960, Graças – Recife

Entrada gratuita

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.