Recife distribui cestas básicas e material pedagógico para alunos com aulas suspensas devido ao coronavírus

Mais de 90 mil estudantes são contemplados na ação, segundo a prefeitura. Medidas foram adotadas por causa da pandemia da Covid-19.

Por Bianka Carvalho, TV Globo

Cestas básicas para o período de 15 dias e materiais pedagógicos passam a ser entregues para alunos da rede de ensino municipal do Recife nesta sexta-feira (27), quando também acontece a segunda entrega dos kits alimentação e de limpeza. As medidas foram adotadas devido à suspensão de aulas por causa da pandemia do novo coronavírus .

Segundo a prefeitura, o material pedagógico inclui livros, CDs e DVDs educativos. Ao todo, são entregues mais de 90 mil kits alimentação, que somam mais de mil toneladas em alimentos.

“As encomendas passam a ter cesta básica para apoiar a alimentação da família durante 15 dias. O kit pedagógico serve para que os alunos não percam o ritmo dos estudos”, explicou o secretário de Educação do Recife, Bernardo D’Almeida.

Aulas suspensas

As atividades nas escolas municipais foram suspensas devido a um decreto da prefeitura do Recife que entrou em vigor na quarta-feira (18). Também nessa data, teve início a distribuição da merenda para os alunos da rede pública da cidade.

Casos no estado

Na quinta (26), subiu para três o número de mortes de pacientes com a Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus, em Pernambuco. A morte de um homem de 85 anos, na quarta (25), foi a primeira morte de uma pessoa com a infecção no estado. Pernambuco teve 48 confirmações para o novo coronavírus.

As outras duas mortes aconteceram na madrugada da quinta (26). As vítimas são um morador do Recife de 69 anos e um canadense de 79 anos, que chegou a Pernambuco em 12 de março, no navio Silver Shadow.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pernambuco tem 48 casos confirmados do novo coronavírus e seis curas clínicas da Covid-19

De acordo com o boletim divulgado nesta quinta-feira (26), foram confirmados mais dois novos casos. Documento também aponta que mais uma pessoa está recuperada.

Por G1 PE

Estado tem 3 mortes, 48 casos confirmados e 6 curas clínicas na pandemia do coronavírus

Estado tem 3 mortes, 48 casos confirmados e 6 curas clínicas na pandemia do coronavírus

Chegou a 48 o número de casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2), em Pernambuco. Nesta quinta-feira (26), dia em que subiu para três a quantidade de mortos devido à Covid-19, no estado, houve um aumento de duas confirmações, em relação ao boletim divulgado na quarta (25). Também foi notificada mais uma cura clínica. Agora, são seis pacientes recuperados .

“Desses dois casos, um está na UTI, tem 63 anos, e outro está em isolamento domiciliar. Ambos são moradores do Recife. Há dez pacientes internados. Do total de doentes em hospitais, sete estão em UTI. Temos seis pacientes recuperados, além dos três óbitos”, declarou o secretário estadual de saúde, André Longo.

Também nesta quinta-feira, a prefeitura do Recife e o governo do estado lançaram a plataforma Atende em Casa, que tem orientações sobre a Covid-19 e avaliação de sintomas. Caso seja necessário, ela viabiliza videochamada com enfermeiros e médicos, que dão orientações para quem tiver suspeita de ter contraído o novo coronavírus.

Segundo o secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia, nas primeiras horas de funcionamento, houve mais de mil acessos à plataforma. “Nossos profissionais de saúde atenderam mais de 500 pessoas, conversando face a face as pessoas, entendendo, e definindo a conduta. São poucas horas de atuação e já temos o Atende em Casa como uma ação bastante exitosa”, afirmou Jaílson.

Pernambuco tem 48 casos confirmados de coronavírus — Foto: Reprodução/Governo de Pernambuco

Pernambuco tem 48 casos confirmados de coronavírus — Foto: Reprodução/Governo de Pernambuco

O secretário André Longo disse que, na capital pernambucana, a plataforma começou a funcionar como um piloto, mas a previsão é expandir, nos próximos dias, para outras cidades do estado.

“Ele funciona permitindo uma avaliação de risco e uma videochamada com médicos e enfermeiros. É indicado para quem tiver sintomas gripais, que podem ser causados por coronavírus, ou não”, disse.

Na quarta-feira (25), além do primeiro óbito por coronavírus confirmado no estado, Pernambuco tinha outras 14 mortes em investigação para a Covid-19. Todos os resultados saíram nesta quinta e foram negativos para o novo vírus.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Mortes por coronavírus

Subiu para três o número de pessoas mortas com Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus, em Pernambuco, nesta quinta-feira (26), segundo a Secretaria Estadual de Saúde. A morte de um homem de 85 anos, na quarta (25), foi considerada a primeira no estado de um paciente com a doença

As duas mortes mais recentes aconteceram na madrugada desta quinta (26). As vítimas são um morador do Recife, de 69 anos, e o canadense de 79 anos, que chegou a Pernambuco em 12 de março, no navio Silver Shadow. A embarcação partiu nesta quinta.

Segundo o infectologista do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, referência para o tratamento de casos de Covid-19 e local onde morreu a primeira vítima da doença, todos os pacientes que morreram faziam parte do grupo de risco para agravamento do coronavírus.

“Essas duas pessoas, assim como o caso de ontem, preenchem o critério de gravidade que nós já falamos há um tempo. Não são todas as pessoas que vão evoluir pra uma situação dessa, mas é preciso tomar muito cuidado”, declarou Demétrius Montenegro.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Adolescente de 15 anos com Síndrome Respiratória Aguda Grave morre em Petrolina, PE

Teste para Covid-19 foi realizado na adolescente e enviado para análise do Lacen-PE. A previsão é que o resultado seja divulgado nesta sexta-feira (27).

Por G1 Petrolina

 Hospital Universitário de Petrolina — Foto: Divulgação/Ascom Cremepe

Hospital Universitário de Petrolina — Foto: Divulgação/Ascom Cremepe

Uma adolescente de 15 anos morreu na noite de quinta-feira (26), no Hospital Universitário da Universidade Federal do Vale do São Francisco, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Ela apresentava quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e ocupava um dos leitos da unidade hospitalar destinado ao tratamento de pacientes com sintomas do Covid-19.

O teste para Covid-19 foi realizado na adolescente e enviado para análise do Laboratório Central de Pernambuco (Lacen-PE). A previsão é que o resultado seja divulgado nesta sexta-feira (27).

De acordo com a prefeitura de Petrolina, a paciente deu entrada no Hospital Universitário na quarta-feira (25), com baixa pressão e oxigenação. Ela apresentava, desde a infância, graves condições de saúde, com baixa imunidade.

Petrolina notificou dois casos confirmados de Covid-19, oito casos em investigação e 11 casos descartados. Já da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) são 19 casos notificados, 8 casos investigados, 4 confirmados para Influenza A e 7 casos descartados

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Mulher curada após ter o novo coronavírus defende isolamento: ‘única coisa a fazer é ficar em casa’

Advogada Renata Berenguer, de 30 anos, alertou que pessoas de todas as idades podem ter a doença. ‘O que precisa ser feito é o isolamento. É esse gesto de amor’, diz.

Por Luna Markman e Priscilla Aguiar, TV Globo e G1 PE

Roberta Berenguer contou nas redes sociais sobre o diagnóstico do novo coronavírus — Foto: Reprodução/rede social

Roberta Berenguer contou nas redes sociais sobre o diagnóstico do novo coronavírus — Foto: Reprodução/rede social

A cada dia, o boletim da Secretaria de Saúde de Pernambuco traz as confirmações de pessoas com o novo coronavírus (Sars-Cov-2). Na quarta (26), o estado teve a primeira morte confirmada e chegou a 46 pessoas com diagnóstico positivo para a Covid-19, doença causada pelo vírus. Cinco pacientes tiveram cura comprovada. Entre eles, está a advogada Renata Berenguer, de 30 anos.

Renata afirmou que o caso dela é a prova de que a doença existe e pode acometer pessoas de todas as idades. Ela lembrou que a recomendação de isolamento social precisa ser seguida à risca.

“O que precisa ser feito é o isolamento. É esse gesto de amor”, disse a advogada.

“As pessoas vão sentir dor de cabeça e outros sintomas achando que não é nada. A única coisa a fazer é ficar em casa. Só nos resta isso. É uma oportunidade de refletir como ser diferente, como ser uma pessoa melhor”, defendeu.

Sintomas

Acostumada a uma rotina de viagens, a advogada acordou com dores na cabeça e no restante do corpo no começo de março, quando ainda não havia confirmações em Pernambuco da doença. Achou que era uma virose, comum no pós-carnaval. Tinha curtido a festa no Rio de Janeiro e no Recife.

Viajou para um congresso em Fortaleza e depois pra Fernando de Noronha, com um grupo de 18 pessoas. Foi quando começou a tossir e ter uma leve coriza. Assim como surgiam, os sintomas desapareciam ao longo do dia. Voltou da ilha para o Recife e já partiu para Blumenau, em Santa Catarina, numa viagem a trabalho. Tudo isso num intervalo de oito dias.

A ficha só começou a cair quando, na volta para a capital pernambucana, notou que todo mundo só falava do novo coronavírus em São Paulo, onde o avião fez escala. Muita gente estava usando máscaras na ocasião.

“Quando pego o avião São Paulo/Recife, tento dormir e sinto uma sensação estranha. Puxava o ar e não vinha. Já tinha algumas pessoas de máscara, mas não imaginava. Eu nem sonhava em coronavírus, mas senti algo estranho”, lembrou.

Mesmo com sintomas leves, assim que soube que tinha entrado em contato com uma pessoa que esteve na Europa, ela decidiu ir ao hospital, no dia 13 de março. Desta consulta, partiu para o isolamento domiciliar e aguardou o resultado do exame.

“Vim diretamente para minha casa e aqui estou até hoje, seguindo um protocolo de isolamento absoluto que em nenhum momento hesitei de cumprir”, afirmou.

Resultado positivo

A espera pela ligação da Secretaria de Saúde terminou três dias depois dos exames, quando recebeu a resposta que o resultado para o novo coronavírus tinha dado positivo e o governo queria o nome de todas as pessoas com quem ela teve contato, assim como os locais que tinha passado.

“Os primeiros dias foram uma das piores partes. Aquela ansiedade de você saber se tem ou não, conviver com a possibilidade de passar para as pessoas que você ama. Meu pai tem 70 anos e problemas pulmonares sérios. Meu sobrinho tem meses [de idade], meus colegas de trabalho e de todos que tive contato. Era um pavor”, contou.

Renata Berenguer contou nas redes sociais como contraiu Covid-19 e como se recuperou — Foto: Reprodução/rede social

Renata Berenguer contou nas redes sociais como contraiu Covid-19 e como se recuperou — Foto: Reprodução/rede social

O telefone não parou de tocar nos dias seguintes. A notícia se espalhou entre parentes, amigos e desconhecidos, o que a fez publicar uma nota numa rede social.

“Minha vida se transformou. Muita gente entendeu como um ato de coragem, mas também tinham as coisas ruins. Dizendo que eu treinei em uma academia sabendo que estava com o corona (sic), mensagens de ódio e várias outras fake news”, lembrou.

A advogada ficou sempre em isolamento social, sem precisar ser internada. Ainda assim, disse que a situação é pior que uma gripe comum. “Eu comecei a sentir os sintomas mais fortes e as limitações respiratórias, [estando] longe dos meus pais e de quem eu amo. Naquele tempo, eu me perguntava, ‘Deus por que comigo? O que fiz para merecer isso?’”, contou.

A empresa em que ela trabalha disponibilizou um médico infectologista 24 horas para acompanhá-la. Renata, que pratica esportes desde pequena e treinava todos os dias, sentiu o baque de ter que ficar em casa. O medo era um sentimento constante: medo de uma doença desconhecida, de mostrar fragilidade aos pais, da reação dos amigos, de que a saúde piorasse.

Assim, alternou dias bons e ruins, permeados de notícias de mortes em outros países. Tudo isso se misturava na cabeça da advogada, como uma bomba prestes a explodir. Não tinha remédio que aliviasse as tensões.

Advogada Renata Berenguer, de 30 anos, é uma das pacientes com cura comprovada da Covid-19 — Foto: Arquivo pessoal

Advogada Renata Berenguer, de 30 anos, é uma das pacientes com cura comprovada da Covid-19 — Foto: Arquivo pessoal

No sábado (21), a Secretaria Estadual de Saúde anunciou duas curas clínicas: a dela e a de uma adolescente de 16 anos, diagnosticada com a doença após retornar de uma viagem aos Estados Unidos. Além de Renata e da adolescente, outras três mulheres estão entre as curadas.

“Estou muito feliz de ter me recuperado. Hoje, eu olho para trás e digo: ainda bem que foi comigo, que tenho consciência de que tinha que fazer a minha parte. Tive a oportunidade de melhorar como pessoa e profissional e de perceber como a fé e o amor podem alcançar a vida de uma pessoa”, comentou.

Coronavírus em Pernambuco

Pernambuco registrou, na quarta-feira (25), a primeira morte de paciente diagnosticado com o novo coronavírus (Sars-Cov-2). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a vítima foi um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no Centro do Recife.

Ele tinha apresentado os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 18 de março e foi internado no dia 20. Com esse caso, subiu para 48 o número de óbitos no país

O governo estadual tem adotado medidas para evitar aglomerações e a propagação do novo coronavírus no estado. No decreto da segunda-feira (23), foram proibidos reuniões com mais de 10 pessoas e o transporte por mototáxi. Desde o domingo (22), o comércio formal foi fechado, seguindo outra determinação.

Outro decreto definiu diretrizes para filas em terminais de ônibus e orientou que os coletivos devem seguir, preferencialmente, apenas com passageiros sentados.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Francês é assassinado com tiro durante tentativa de assalto no Sítio Histórico de Olinda

O homem, que seria um turista, estava com uma mulher quando ocorreu a abordagem. Segundo a PM e a Secretaria de Segurança da cidade, casal praticou o crime.

Por G1 PE

Rua Coronel Joaquim Cavalcanti fica em Olinda  — Foto: Reprodução Google Street View

Rua Coronel Joaquim Cavalcanti fica em Olinda — Foto: Reprodução Google Street View

Um francês foi assassinado com um tiro no peito, na tarde desta quarta-feira (25), no Sítio Histórico de Olinda, no Grande Recife.Segundo a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Urbana da cidade, Stephanie Chartantier, de 64 anos, sofreu uma tentativa de assalto, praticada por um casal.

O crime ocorreu por volta das 17h, no bairro do Amparo. O comandante da Companhia Independente do Turista (Ciatur), major Rogério Santos, informou ao G1 que a vítima, que seria turista, estava com uma mulher, que não teve o nome divulgado, quando houve a abordagem.

Segundo o oficial da PM, a vítima estava sendo seguida. O major observou que o francês sacou dinheiro em um banco, no Recife, pegou um veículo de aplicativo e seguiu para Olinda, com a mulher, que nada sofreu. “O casal estava em veículo branco e seguiu o francês e a mulher, até a Rua Coronel Joaquim Cavalcanti”, comentou.

O secretário de Segurança Urbana de Olinda, coronel Pereira Neto, disse que o tiro foi disparado por uma mulher, segundo informações de testemunhas. “O francês foi levado para o Hospital Tricentenário, mas não resistiu”, disse.

Ainda de acordo com Pereira Neto, a abordagem aconteceu quando o turista e a mulher desceram do veículo de transporte por aplicativo. “Eles anunciaram o assalto e nós não temos a certeza ainda se o francês reagiu ou não entendeu o que estava acontecendo”, acrescentou.

O casal que participou do crime conseguiu fugir sem levar nenhum objeto do francês ou da mulher que estava com ele. “Só foi levada a chave do carro do rapaz que trabalha no transporte por aplicativo”, informou o major Rogério Santos.

Equipes da polícia fizeram buscas na área, mas até a última atualização desta reportagem, ninguém tinha sido preso.

Estatísticas

Em fevereiro de 2020, foram contabilizados 294 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), em Pernambuco. isso significa um aumento de 6,5% em relação ao segundo mês do ano passado.

Pelo segundo mês consecutivo, Pernambuco registrou aumento no número de homicídios, em comparação com o mesmo período de 2019.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Hemope disponibiliza agendamento para facilitar doação de sangue em meio à pandemia do novo coronavírus

Segundo diretora-presidente do hemocentro, média diária de doadores caiu e isso afeta o estoque de diferentes tipos sanguíneos. Doadores podem agendar por telefone.

Por Bianka Carvalho, TV Globo

O número de doações de sangue diminuiu em meio à pandemia do novo coronavírus, segundo a diretora-presidente da Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope), Gessyane Paulino. Para não prejudicar a quarentena e não afetar as doações no Recife, o hemocentro passou a fazer o agendamento dos doadores por telefone.

De acordo com a diretora-presidente, a média diária era de aproximadamente 350 doadores. “Principalmente na última semana, tem diminuído a média de doação. Nesses últimos dias, tem chegado a cerca de 230 pessoas [por dia]”, afirmou.

Os doadores do Grande Recife podem entrar em contato com a central de agendamento no telefone 0800-081-1535, que tem datas disponíveis a partir de segunda-feira (30) para a unidade na capital pernambucana.

Nos hospitais, pacientes seguem precisando de doações de sangue. “Para toda cirurgia que é feita, é preciso ter uma reserva de sangue. Para situações de urgência e emergência também, para casos de acidente de moto, por exemplo. É preciso ter uma reserva de sangue nos hospitais para atender àquele cidadão que está precisando”, lembrou.

Uma equipe de acolhimento foi colocada do lado de fora da unidade do Hemope no Recife para fazer a triagem inicial dos candidatos à doação.

“Estamos dentro das condições de higiene propostas contra o [novo] coronavírus. Tomamos os cuidados de distanciamento recomendados pelo Ministério de Saúde e não coletamos o sangue dos candidatos que estiverem gripados”, disse a diretora-presidente.

Ainda segundo Gessyane, o Hemope recomenda que doadores que tenham voltado há pouco tempo do exterior ou tenham mais de 60 anos, não façam a doação.

“São dois grupos de risco. Deixamos para os doares que estão na faixa entre 18 e 60 anos. Geralmente, na rotina, é até 69, mas por causa da Covid-19, o recomendado é até 60”, afirmou.

Coronavírus em Pernambuco

Pernambuco registrou, na quarta-feira (25), a primeira morte de paciente diagnosticado com o novo coronavírus (Sars-Cov-2). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a vítima é um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no Centro do Recife. Ele tinha apresentado os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 18 de março e foi internado no dia 20. Com esse caso, sobe para 48 o número de óbitos no país 

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Tribunal Regional do Trabalho revoga decisão e mantém operação normal no Metrô do Recife

Desembargadora Gisane Barbosa de Araújo determinou continuidade dos serviços de transporte metroviário. Modelo catraca livre também foi anulado.

Por G1 PE

Estação Recife do metrô fica no Centro da cidade — Foto: Reprodução/TV Globo

Estação Recife do metrô fica no Centro da cidade — Foto: Reprodução/TV Globo

O Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE) decidiu revogar, nesta quarta (25), a decisão de restringir o acesso ao Metrô do Recife a trabalhadores de serviços considerados essenciais, divulgada na terça (24). Com a nova determinação, o sistema deve operar normalmente e os gestores precisam distribuir material de proteção individual para os empregados, como álcool em gel, máscaras e luvas, para evitar a propagação do novo coronavírus.

O TRT-PE tinha acatado, de forma parcial, uma ação civil do Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindimetro), que solicitou que todo o sistema fosse paralisado. A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) recorreu.

A desembargadora Gisane Barbosa de Araújo determinou a continuidade dos serviços de transporte metroviário prestados pela CBTU.

Segundo ela, o sistema deve atender “tanto os trabalhadores que estão exercendo atividades relacionadas aos serviços essenciais, quanto os cidadãos que necessitem recorrer a esses serviços, desde que os deslocamentos sejam “indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade”.

Anteriormente, também tinha sido adotado um modelo de “catraca livre”. Dessa maneira, os passageiros não pagariam passagem para, assim, não ter que manter contato com os funcionários do metrô.

Com a nova decisão do TRT, esse modelo também foi anulado. Sendo assim, o pagamento da passagem do metrô segue ocorrendo, tanto por meio do Vale Eletrônico Metropolitano (VEM) quanto em espécie, nas estações que assim aceitam.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Boletim

Pernambuco registrou, nesta quarta (25), a primeira morte de paciente diagnosticado com o novo coronavírus (Sars-Cov-2). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a vítima é um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no Centro do Recife. Ele tinha apresentado os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 18 de março e foi internado no dia 20.

Também nesta quarta-feira, a SES registrou mais quatro confirmações para o novo vírus, contabilizando 46. De acordo com a pasta, o paciente que morreu tinha histórico de diabetes, hipertensão, além de cardiopatia isquêmica.

Os casos são de seis municípios, além de um paciente de outro estado e três, de outros países. Do total de casos confirmados, dez estão internados em hospitais, sendo sete na rede privada e um na rede pública. Trinta pacientes cumprem isolamento domiciliar e cinco pacientes tiveram cura clínica comprovada.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pernambuco registra primeira morte de paciente com coronavírus e chega a 46 o número de casos confirmados

Homem de 85 anos morreu nesta quarta (25). Também houve, desde a terça (23), quatro novos casos da doença causada pelo novo vírus.

Por G1 PE

Pernambuco registrou, nesta quarta-feira (25), a primeira morte de paciente diagnosticado com o novo coronavírus (Sars-Cov-2). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a vítima é um idoso de 85 anos, que estava internado no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no Centro do Recife. Ele tinha apresentado os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 18 de março e foi internado no dia 20. Com esse caso, sobe para 48 o número de óbitos no país.

Também nesta quarta-feira, a SES registrou mais quatro confirmações para o novo vírus, contabilizando 46. De acordo com a pasta, o paciente que morreu tinha histórico de diabetes, hipertensão, além de cardiopatia isquêmica.

Inicialmente, o homem foi atendido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na quinta-feira (19), com febre, tosse seca, dispneia (dificuldade de respirar) e dor toráxica. Na unidade, ele foi entubado e, em seguida, transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Huoc.

No Huoc, o homem foi medicado com antibiótico e antiviral indicado para tratar influenza em pessoas com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), como diz o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde (MS).

O idoso, segundo o governo, apresentou melhora no quadro respiratório e infeccioso, mas, como tinha outras doenças, houve uma piora no funcionamento dos rins e precisou, na terça-feira (24), passar por hemodiálise. Esse procedimento, a partir dos 80 anos de idade, é considerado de risco.

Na manhã desta quarta, durante a sessão, o homem teve uma parada cardiorrespiratória e, apesar das tentativas de reanimação pela equipe médica, ele morreu.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Boletim

O total de 46 casos está distribuído em seis municípios de Pernambuco. Há, também, um paciente de outro estado e outros três de outros países, todos com passagem por Pernambuco. A morte ocorreu um dia depois de a SES anunciar que não houve novas confirmações, na terça-feira.

Do total de casos confirmados, dez estão internados em hospitais, sendo sete na rede privada e um na rede pública. Trinta pacientes cumprem isolamento domiciliar e cinco pacientes tiveram cura clínica comprovada.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Governo abre inscrições para seleção com 670 vagas na área de saúde e salários de até R$ 7,5 mil

Profissionais selecionados vão atuar no complexo hospitalar da Universidade de Pernambuco no combate ao coronavírus. Inscrições podem ser feitas na internet até sábado (28).

Por G1 PE

O governo de Pernambuco abriu, nesta quarta-feira (25), inscrições para selecionar 670 profissionais de saúde para atuar no complexo hospitalar da Universidade de Pernambuco (UPE), com salários de até R$ 7.514,74. A ação integra as medidas para conter o avanço do novo coronavírus no estado. Outra seleção, com a mesma finalidade, oferece 2.077 vagas.

As inscrições podem ser feitas na internet até sábado (28). Entre as vagas ofertadas no processo seletivo que teve o edital divulgado nesta quarta (25), há oportunidades para enfermeiros, nutricionistas, farmacêuticos, biomédicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos e técnicos em enfermagem.

Das 670 vagas, 42 são destinadas a pessoas com deficiência. Devido à finalidade das contratações, não foi permitida a participação de candidatos com mais de 60 anos ou que se enquadrem em outro grupo de risco da Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus.

Para se inscrever, é preciso anexar cópia do RG, CPF, comprovante de residência emitido no nome do candidato, certificado de quitação eleitoral, registro no Conselho Regional da profissão, para candidatos de nível superior, documentação que comprove a escolaridade do cargo desejado e certificado reservista, para candidatos do sexo masculino.

A seleção é realizada por meio de etapa única, de caráter classificatório e eliminatório, que consiste na avaliação curricular. Os critérios de avaliação estão disponíveis no edital do processo seletivo, publicado no Diário Oficial do Estado desta quarta (25).

A divulgação do resultado preliminar está prevista para o dia 1º de abril. O período de recursos vai até as 23h59 do dia 2 de abril. O resultado final da avaliação curricular está previsto para ser divulgado em 4 de abril, no site da UPE.

Outra seleção

Na terça (24), foi divulgado outro edital de um processo seletivo da Secretaria Estadual de Saúde (SES) para 2.077 profissionais de saúde. Há vagas para profissionais dos níveis médio e superior, com salários de até R$ 7,5 mil. As inscrições podem ser feitas na internet até sexta (27).

As seleções foram anunciadas pelo governo estadual como parte das ações para conter o avanço do novo coronavírus em Pernambuco. Entre elas, estão a proibição de eventos com mais de dez pessoas, suspensão de atividades em shoppings, bares, restaurantes, lanchonetesinstituições de ensinocomércio de rua e de serviços de mototáxi.

Além disso, há recomendação para que passageiros do transporte público evitem filas e façam viagens sentados nos coletivos.

Coronavírus em Pernambuco

Até o início da noite da terça (24), o estado registrou 42 casos de coronavírus. O número é o mesmo da segunda (23). Houve, ainda, registro de cinco pessoas que apresentaram quadro clínico de cura da Covid-19.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Terminais integrados de ônibus têm reforço de fiscalização para evitar aglomeração em meio à pandemia de coronavírus

TI Joana Bezerra, que teve registro de passageiro entrando pela janela, tem mais PMs a partir desta quarta (25). Decreto determinou tamanho de filas como prevenção.

Por G1 PE

Aviso com orientação de embarque para prevenir contra o novo coronavírus foi colado em ônibus do Recife, nesta quarta (25) — Foto: Reprodução/TV Globo

Aviso com orientação de embarque para prevenir contra o novo coronavírus foi colado em ônibus do Recife, nesta quarta (25) — Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Militar ampliou, a partir desta quarta-feira (25), a atuação em terminais integrados (TIs) do Grande Recife e passou a auxiliar no controle das filas para os ônibus, apoiando o trabalho dos orientadores. Na terça (24), o governo estadual proibiu aglomeração nesses locais e definiu regras paras as filas como forma de prevenção ao novo coronavírus.

A Operação TI Seguro, que já existia para controlar o comércio informal e reforçar a segurança nos terminais, chegou ao TI Joana Bezerra nesta quarta. O local teve registro de aglomerações, com flagrante de passageiro entrando pela janela de um coletivo na terça (24).

“Estamos atuando em conjunto para garantir a segurança pública. No Joana Bezerra, temos 13 facilitadores [do Grande Recife] que estão ordenando as filas com distância de um metro de uma pessoa para a outra. Caso algum passageiro não obedeça ou queira entrar pela janela, os policiais atuam”, apontou o tenente-coronal Luiz Cláudio Brito.

Caso o passageiro insista, explicou o policial, pode ser encaminhado para uma delegacia para as medidas cabíveis. O governo estadual determinou que não haja mais de 30 pessoas em filas nos terminais integrados para ônibus convencionais e de mais de 45 pessoas em filas para veículos articulados ou BRTs .

Além de apoiar o trabalho dos facilitadores na fila, os policiais militares atuam para evitar que os ônibus saiam lotados do terminal e representem risco sanitário. A orientação do governo estadual é que, preferencialmente, os coletivos saiam com todos os passageiros sentados.

Avisos foram colados nos ônibus com a orientação e a mensagem está sendo replicada nos terminais para conscientizar à população, explicou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Marcelo Bruto.

“Quando você pega uma linha que tem uma demanda grande de uma vez só, você vê uma angústia maior para pegar o ônibus. O que a gente está tentando é conscientizar às pessoas para que esperem. Tem ônibus no estoque e vai vir imediatamente”, apontou Bruto.

Passageiro entra pela janela do ônibus no TI Joana Bezerra, no Centro do Recife, na terça (24) — Foto: Reprodução/TV Globo

Passageiro entra pela janela do ônibus no TI Joana Bezerra, no Centro do Recife, na terça (24) — Foto: Reprodução/TV Globo

A operação acontece também nos terminais da Macaxeira, na Zona Norte da capital pernambucana, PE-15, em Olinda, e Pelópidas Silveira, em Paulista. Segundo Brito, dez policiais militares atuam em cada um deles por turno.

“Estamos contando com um reforço de mais de 30 policiais desde às 5h, início das atividades no terminais”, disse o secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua.

Os terminais integrados de ônibus na Região Metropolitana do Recife seguem em funcionamento, embora com reduções de horários, de frotas e reforço na limpeza dos veículos. Na terça-feira (24), uma equipe da TV Globo flagrou momentos de empurra-empurra (veja vídeo abaixo).

Fiscalização

A proibição de aglomerações não é restrita aos terminais de ônibus. A Secretaria de Defesa Social (SDS) de Pernambuco recebeu, no sábado (21) e no domingo (22), mais de 3.400 chamados para garantir o cumprimento das medidas restritivas impostas pelo governo.

Na segunda (23), foram mais 2.605 denúncias. No mesmo dia, um decreto estadual reduziu o limite das reuniões para, no máximo, dez pessoas.

Segundo o secretário, boa parte das denúncias teve relação com pedidos para dispersar reunião de pessoas, totalizando quase mil registros só para aglomeração de pessoas. Em casos semelhantes, o 190 deve ser acionado, de acordo com o secretário .

Coronavírus em Pernambuco

Pernambuco divulgou, na terça-feira (24), que mais duas pessoas tiveram cura clínica da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Com isso, subiu para cinco a quantidade de pacientes recuperados. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), desde a segunda-feira (23), não houve novos casos, mantendo as 42 confirmações.

Ao todo, segundo o secretário de Saúde, André Longo, foram feitos 108 testes para o novo coronavírus, mas, na terça, nenhum deles deu positivo (veja vídeo abaixo).

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.