Princípio de incêndio é registrado no Hospital Agamenon Magalhães, no Recife

Essa é a segunda ocorrência em menos de uma semana. Problema foi no quadro de alimentação de eletricidade na área externa do hospital, segundo a Secretaria de Saúde.

Por G1 PE

Princípio de incêndio é registrado no Hospital Agamenon Magalhães

Pela segunda vez na semana, um princípio de incêndio foi registrado no Hospital Agamenon Magalhães, em Casa Amarela, na Zona Norte do Recife. Além do caso ocorrido na terça (30), a nova ocorrência foi registrada na madrugada desta sexta (3), no quadro de alimentação de eletricidade na área externa do hospital, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Através de vídeos enviados ao WhatsApp da TV Globo, é possível ver profissionais de saúde paramentados do lado de fora da unidade de saúde, na Rua Desembargador Gois Cavalcante. Na gravação, os funcionários se queixam da estrutura do hospital.

Segundo os profissionais de saúde, a ocorrência foi registrada por volta das 20h30, no mesmo local em que houve um problema semelhante na terça. “Não tinham pacientes na área por causa do outro incêndio. A gente estava se organizando para trazer os pacientes novamente para lá quando aconteceu”, contou um enfermeiro que não quis se identificar.

Na terça-feira (30), incêndio atingiu UTI do Hospital Agamenon Magalhães, na Zona Norte do Recife — Foto: Reprodução/WhatsApp

Na terça-feira (30), incêndio atingiu UTI do Hospital Agamenon Magalhães, na Zona Norte do Recife — Foto: Reprodução/WhatsApp

“Um monte de gente saiu na hora. Teve gente que não teve condições de ficar, com medo de ter um novo incêndio. Como é que a gente vai salvar vidas colocando nossa própria vida em risco?”, questionou uma técnica em enfermagem que trabalha no hospital e também preferiu não se identificar.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas segundo a corporação, a atuação das equipes não foi necessária. Procurada pelo G1, a Companhia Energética de Pernambuco informou que não houve chamado para a unidade de saúde nem há registro de interrupção da rede elétrica.

De acordo com a SES, o gerador do serviço foi acionado e, após o incidente, a Superintendência de Manutenção foi acionada para normalizar a liberação de energia, sem necessidade do auxílio dos Bombeiros. “A força-tarefa logo restabeleceu a eletricidade nos setores do hospital, sem causar prejuízo ao funcionamento e à assistência dos pacientes internados”, disse a secretaria, em nota.

Na terça-feira (30), foi registrado um incêndio em uma das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento da Covid-19. As chamas eram vistas do lado de fora do local, mas foram rapidamente apagadas, segundo a SES.

Problemas

Além da ocorrência da noite da quinta (2), os profissionais também se queixam de outras situações. “Com essa pandemia, os trabalhos aumentaram significativamente, a gente praticamente não tem reforço, ficamos 24 horas de plantão sem condições dignas de repouso”, disse um enfermeiro.

Os colchões são todos rasgados. A comida chega tarde para a gente e a gente come porque não tem outra coisa para comer”, relatou o profissional de saúde. O G1 entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde, mas a secretaria não respondeu sobre as queixas dos profissionais até a última atualização desta reportagem.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

PE libera esportes individuais em espaços públicos e Recife desativa 210 leitos após redução de casos

Informações foram repassadas nesta quinta-feira (2), durante coletiva de imprensa transmitida pela internet.

Por Pedro Alves, G1 PE

Estado anuncia liberação de atividades esportivas individuais em espaços públicos

O governo de Pernambuco anunciou, nesta quinta-feira (2), que serão liberadas, a partir da segunda-feira (6), atividades esportivas individuais. De acordo com o secretário de Educação e Esportes de Pernambuco, Fred Amancio, elas só poderão ser praticadas em espaços públicos. Também foi divulgada a desativação de 210 leitos de enfermaria para Covid-19, no Recife, devido aos mais de 45 dias de queda nos números de casos (veja vídeo acima).

A informação foi divulgada durante coletiva de imprensa transmitida pela internet, da qual participaram, também, os secretários de Saúde do estado e do Recife, respectivamente André Longo e Jailson Correia.

“Essas atividades serão liberadas para serem realizadas em espaços públicos como praças, parques, praias, orlas fluviais e marítimas. Nesses esportes não estão incluídas as lutas. Isso também não inclui a realização de esportes individuais em espaços privados, como academias e clubes sociais. Com essa liberação, estamos disponibilizando um protocolo geral, construído em parceria com a Secretaria de Saúde, para cada modalidade esportiva”, afirmou Fred Amancio.

Retomada de esportes individuais foi anunciada em coletiva de imprensa — Foto: Reprodução/Governo de Pernambuco

Retomada de esportes individuais foi anunciada em coletiva de imprensa — Foto: Reprodução/Governo de Pernambuco

Também nesta quinta-feira, o Recife autorizou que profissionais de educação física orientem alunos, individualmente, durante exercícios em praias e parques da capital. Os espaços estão liberados para corrida, caminhada e ciclismo desde o dia 20 de junho. O banho de mar segue proibido na capital pernambucana.

“Hoje, demos um passo em relação a atividades esportivas. Ontem, a prefeitura anunciou o retorno de algumas atividades com profissionais de educação física. Estamos avaliando os números para, em breve, anunciar o retorno das atividades esportivas em espaços fechados. Isso vai depender dos números. Estamos sempre buscando trabalhar com cautela e com segurança, acreditando firmemente em protocolos e no conjunto de pessoas envolvidas nas atividades retomadas, para terem os cuidados necessários para essas atividades”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Entre os espaços que estarão aptos para o retorno dessas atividades está o Parque e Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, que fica à disposição dos atletas individuais a partir da segunda.

Deverão ser seguidas medidas do protocolo geral de esportes, com os eixos de distanciamento social, higiene e monitoramento:

  • Distanciamento social: mantido de acordo com a especificidade de cada modalidade esportiva, sendo sugerido nos protocolos de cada federação.
  • Higiene: permitindo apenas a entrada nos espaços esportivos utilizando máscaras (retirando somente quando estiver em atividade ou treinamento), lembrando de trocá-la sempre que estiver úmida, além de garantir que os participantes façam higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool a 70% sempre que possível, e também a desinfecção dos materiais e equipamentos esportivos de uso compartilhado após cada manuseio.
  • Monitoramento: com aferimento de temperatura antes do acesso aos espaços/equipamentos esportivos e a orientação para que mantenham em atividade ou treinamento remoto os atletas, paratletas, profissionais e praticantes em geral enquadrados no grupo de risco. Vale destacar que as federações de cada modalidade esportiva elaboraram um protocolo de acordo com suas atividades, apresentando-os à pasta.

Recife tem redução nos casos da Covid-19

Leitos desativados

O Recife tem registrado diminuição no número de novos casos de pacientes com o novo coronavírus. A cidade encerrou o mês de junho com 5.182 novos casos de Covid-19 registrados ao longo do mês. O número representa 21% dos 24.408 pacientes diagnosticados com a doença no estado no período (veja vídeo acima).

Por causa disso, segundo o secretário municipal de Saúde, estão sendo desativados 210 leitos de enfermaria em unidades provisórias de isolamento, localizadas nas policlínicas e unidade externa do Hospital da Mulher do Recife, na Zona Oeste.

“Essa desativação se justifica pela mudança de perfil dos pacientes internados. Temos visto que a taxa de ocupação das enfermarias é bastante inferior que as de Terapia Intensiva. Quando as pessoas precisam ser internadas, acabam sendo em UTIs. Mesmo assim, estamos abrindo 24 novos leitos de UTI na nossa rede, nesse momento em que entendemos ser importante continuar fazendo investimentos”, declarou Jailson Correia.

Mesmo com a desativação desses leitos, segundo Jailson Coreia, há 500 leitos de retaguarda, para que, se houver uma segunda onda de casos de coronavírus, a rede de saúde esteja preparada.

“Os leitos desativados tiveram os equipamentos realocados para unidades como o Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa e a UPA Especialidades do Ibura, e alas reformadas da cidade. Se necessário, esses leitos poderão ser reativados rapidamente”, explicou.

Pernambuco chega a 61.119 casos e 4.968 mortes por Covid-19

Covid-19 em Pernambuco

Foram confirmados, nesta quinta-feira (2), 1.414 novos casos da Covid-19 em Pernambuco, além de 74 óbitos. Com isso, o estado totaliza 61.119 casos confirmados e 4.968 mortes de pacientes com o novo coronavírus

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Com queda de doações na pandemia, estoque de sangue do Hemope fica em situação crítica

Somando os meses de abril e maio, foram coletadas 4.500 bolsas ao todo. Média mensal era de 8 mil. Tipos sanguíneos A-, A+, B+, O- e O+ têm estoque muito baixo, segundo hemocentro.

Por G1 PE

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope) teve uma redução no número de doações na pandemia do novo coronavírus. Por isso, segundo o próprio hemocentro, o estoque de bolsas de sangue atualmente é crítico nos tipos sanguíneos A-, A+, B+, O- e O+. Os outros, de acordo com o Hemope, tem estoques em “estado de alerta”.

A coleta de sangue caiu para a metade durante a pandemia, segundo o Hemope. Durante os meses de abril e maio foram coletadas cerca de 4.500 bolsas. Normalmente, coleta mensal arrecadava 8 mil bolsas de sangue.

A suspensão das cirurgias eletivas nos hospitais, aquelas que não são de urgência, diminuiu parte da demanda, mas o sangue ainda era necessário. No entanto, com a autorização para retorno das mesmas, aumenta novamente a demanda por bolsas de sangue.

Com isso, o Hemope está pedindo que, quem pode doar sangue, compareça à unidade. A fim de evitar aglomerações, o doador precisa agendar um horário. No Recife o agendamento é através do 0800-081-1535. Para ligações interestaduais, o número é o (81) 3182-4630. Na sede de Caruaru, o agendamento é feito através do número (81) 3719-9569.

Como doar

Hemope toma cuidados para continuar recebendo doações de sangue

Para doar sangue, a pessoa deve ter entre 16 anos e 69 anos e 11 meses (59 anos e 11 meses para a primeira doação). Os menores de 18 anos precisam da presença do responsável legal (pai ou mãe), bem como levar xerox da identidade.

É necessário ter mais de 50 kg, estar alimentado e em boas condições de saúde, além de apresentar um documento original, com foto. São exemplos: identidade, carteira de habilitação ou carteira de trabalho. Crachás não são aceitos.

Também é necessário respeitar os intervalos entre as doações de sangue, que são de três meses para homens e quatro meses para mulheres.

Covid-19 em Pernambuco

Pernambuco chega a 61.119 casos e 4.968 mortes por Covid-19

Foram confirmados, na quinta-feira (2), 1.414 novos casos da Covid-19 em Pernambuco, além de 74 óbitos . Com isso, o estado totaliza 61.119 casos confirmados e 4.968 mortes de pacientes com o novo coronavírus.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), os óbitos registrados nesta quinta-feira (2) ocorreram desde o dia 19 de abril. Das 74 mortes, 47 ocorreram entre essa data e o dia 28 de junho. Outras 27 foram registradas nos últimos três dias.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Mil litros de álcool adulterado são apreendidos e mulher é presa em flagrante em mercadinho no Recife

Segundo Polícia Civil, produto tinha teor diferente do informado no rótulo e havia material estranho nas embalagens. Responsável pelo estabelecimento foi autuada.

Por G1 PE

Mil garrafas de álcool, com um litro cada, foram apreendidas por causa de adulterações, durante operação em mercadinho no Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Mil garrafas de álcool, com um litro cada, foram apreendidas por causa de adulterações, durante operação em mercadinho no Recife — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Mil litros de álcool adulterado foram apreendidos, nesta quinta (2), em um mercadinho no Recife. O produto, segundo a Polícia Civil, apresentava dois problemas: o teor era diferente do informado no rótulo e havia substâncias estranhas nas embalagens. Na ação, os agentes da Delegacia de Proteção ao Consumidor prenderam em flagrante a responsável pelo estabelecimento.

O álcool é um dos produtos mais utilizados na pandemia do novo coronavírus. Na Operação Cleanning, a polícia descobriu que os rótulos das garrafas vendidas no mercadinho anunciavam produto a 70%, o ideal para fazer a limpeza de objetos e superfícies. A perícia feita pelo Instituto de Criminalística (IC) demonstrou, no entanto, que o teor era de, no máximo, 58,2%

“Além disso, havia corpos estranhos nas embalagens e a perícia não conseguiu identificar. Mas sabemos que o álcool é impróprio para o consumo. Agora, temos que saber a origem da adulteração”, afirmou a delegada Thais Galba.

As mil embalagens de álcool irregular, com um litro cada, foram encontradas em um estabelecimento localizado no bairro da Mustardinha, na Zona Oeste da capital pernambucana. De acordo com a delegada Thais Galba, a ação ocorreu a partir de denúncias anônimas.

Galba disse que fez a apreensão das garrafas e a prisão da responsável. Agora, vai enviar a documentação para o Procon de Pernambuco e para Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Apevisa), que vão tomar as medidas administrativas e de segurança em saúde.

Prisão

Na operação, uma mulher, de 37 anos, que não teve o nome divulgado pela polícia, foi autuada em flagrante pelo crime as relações de consumo. A delegada disse que ela se apresentou como gerente do mercadinho, que também não foi identificado pela corporação.

“A pena pode chegar a cinco anos de prisão. Ela será encaminhada para a audiência de custódia”, afirmou a policial.

Álcool em gel era vendido fora do padrão ideal para combater o novo coronavírus, segundo o Procon — Foto: Procon de Pernambuco/Divulgação

Álcool em gel era vendido fora do padrão ideal para combater o novo coronavírus, segundo o Procon — Foto: Procon de Pernambuco/Divulgação

Outros casos

Em 26 de maio deste ano, uma fábrica de álcool em gel foi fechada em Afogados, na Zona Oeste do Recife. De acordo com o Procon Pernambuco, a Valença Química vendida produto sem eficácia para combater o novo coronavírus e com teor diferente do informado na embalagem. Mais de 1.400 unidades foram aprendidas pelos fiscais.

No dia 21 de março, uma fábrica clandestina de álcool em gel foi interditada durante uma ação policial, em Abreu e Lima, no Grande Recife. Na ação, seis pessoas foram detidas pela Polícia Militar, que apreendeu mais de mil litros do produto irregular..

Fábrica clandestina de álcool em gel é interditada no Grande Recife

Dois dias depois, um homem de 40 anos foi preso pela Polícia Civil, vendendo álcool em gel falsificado. De acordo com a corporação, com o preso, que não teve o nome divulgado, foi apreendida uma carga com 3.012 unidades do material.

A prisão ocorreu no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, mas o homem foi levado para a Delegacia de Boa Viagem, na Zona Sul da capital pernambucana. Cada unidade apreendida tem 500 ml da substância.

Fábrica clandestina localizada em Paulista foi fiscalizada em março — Foto: Reprodução/WhatsApp

Fábrica clandestina localizada em Paulista foi fiscalizada em março — Foto: Reprodução/WhatsApp

Em 31 de março, uma fábrica clandestina de álcool em gel localizada em Paulista foi interditada. Nove pessoas foram levadas pela Polícia Militar para a delegacia desse município do Grande Recife. Uma delas foi presa em flagrante, segundo a Polícia Civil.

Além da PM, a fiscalização contou com a participação de equipes do Procon Paulista, do Corpo de Bombeiros, da Secretaria Municipal de Urbanização e da Vigilância Sanitária da cidade.

Ainda em março, o Procon-PE notificou uma loja de informática, localizada em Boa Viagem. No estabelecimento, foram encontrados 19 galões, de 5,1 litro cada de álcool em gel, que eram utilizados para encher, de forma artesanal (com um saco plástico), garrafas menores de 500 ml e 350 ml.

Covid-19 em Pernambuco

Foram confirmados, nesta quinta-feira (2), 1.414 novos casos da Covid-19 em Pernambuco, além de 74 óbitos. Com isso, o estado totaliza 61.119 casos confirmados e 4.968 mortes de pacientes com o novo coronavírus.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Casos de coronavírus sobem em 37 Estados dos EUA; Flórida reporta 10 mil novos casos

Na Califórnia, testes positivos subiram 37% e as hospitalizações 56% mas últimas duas semanas. País soma quase um quarto do total de mortes registradas no mundo, além de mais de 2,7 milhões de casos.

Por Reuters

Quase quarenta Estados dos Estados Unidos registraram altas nos números de casos da Covid-19, segundo uma análise da Reuters nesta quinta-feira (2), o último sinal de que a pandemia do coronavírus, que parecia estar no final, está recrudescendo.

A Flórida, entre os Estados mais atingidos pelo surto em junho, reportou mais de 10 mil novas infecções nesta quinta-feira, o maior pico até agora. A Califórnia, outro epicentro da nova explosão de casos, viu os testes positivos subirem 37% e as hospitalizações 56% mas últimas duas semanas.

As novas infecções subiram em 37 dos 50 Estados nos últimos 14 dias comparados com as duas semanas anteriores em junho, de acordo com uma análise da Reuters.

Os EUA já reportaram mais de 2,7 milhões de casos e 128 mil mortes relacionadas ao coronavírus, quase um quarto do total registrado no mundo.

A onda de novos casos tem feito governadores voltarem atrás nos planos de reabertura, após meses de lockdowns rígidos, fechando praias e cancelando shows de fogos de artifício tradicionais no fim de semana do Dia de Independência do país.

“Ainda não saímos desta crise. Estamos ainda na primeira onda da crise. Ela requer um nível de responsabilidade pessoal”, disse o governador da Califórnia, Gavin Newson.

No Texas, que apresenta aceleração de casos, o governador Greg Abbott ordenou o uso obrigatório de máscaras faciais em público nos condados com mais de 20 casos do coronavírus.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Cruzes são fincadas em praia do Recife para lembrar mais de 60 mil mortos por Covid-19 no Brasil

Cerca de 180 cruzes foram colocadas na areia da praia de Boa Viagem, nesta quinta-feira (2). Grupo também defende isolamento social e instituições democráticas.

Por G1 PE

Cruzes são fincadas em praia para lembrar os mais de 60 mil mortos por Covid-19 no país

Um grupo de ativistas fincou cruzes na praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, na manhã desta quinta-feira (2). O ato ocorreu para lembrar que o país ultrapassou a marca de 60 mil mortes de pacientes com Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus .

Formado por representantes de sindicatos, de organizações não-governamentais e profissionais de saúde, o grupo levou 180 cruzes para o trecho em frente à Padaria Boa Viagem. Uma bandeira do Brasil com a palavra “democracia” também foi levada para o ato, junto com um cartaz.

De acordo com participantes do ato, a manifestação também busca defender o isolamento social para conter a disseminação do vírus. O grupo também afirma defender a manutenção do Estado Democrático de Direito.

Outro protesto

Em junho, cruzes também foram colocadas como forma de protesto nas areias da praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Na ocasião, cerca de 40 voluntários cavaram 100 covas rasas. Invasores tentaram destruir as cruzes. O pai de um jovem que morreu de Covid-19 recolocou as cruzes no local.

Coronavírus em Pernambuco

Na quarta-feira (1º), foram confirmados, em Pernambuco, 847 novos casos da Covid-19 e 65 óbitos. Com esse acréscimo, o estado totaliza 59.705 casos confirmados e 4.894 mortes de pacientes com a doença provocada pelo novo coronavírus, números que começaram a ser registrados em março, no início da pandemia.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

‘Não estamos livres de uma segunda onda’, diz secretário de Saúde do Recife sobre novos casos da Covid-19

Apesar da diminuição do número de casos, Jailson Correia acredita que pode ocorrer um novo aumento e que tamanho depende das atitudes da população agora.

Por Bianka Carvalho, TV Globo

Secretário de Saúde do Recife não descarta 2ª onda de casos de Covid-19

Mesmo com a redução do número de casos de Covid-19 no Recife ao longo de 45 dias, o secretário municipal de Saúde, Jailson Correia, afirmou que os moradores da capital pernambucana devem continuar seguindo o protocolo de higienização. “Não estamos livres de uma segunda onda, até diria que ela é provável que aconteça. Mas o tamanho depende da nossa atitude de agora”, afirmou .

Segundo Correia, o primeiro pico da doença foi registrado na primeira quinzena de maio. “Todos os indicadores apontam isso. O número de novos óbitos registrados pelo dia, o número de novos casos. Até os sepultamentos por causas respiratórias”, disse.

Durante o isolamento mais rígido, na segunda metade de maio, os índices foram decrescendo, segundo Correia. Após o início da reabertura gradual das atividades econômicas, o secretário disse que a cautela dos últimos meses ainda é necessária.

“Sabemos que ainda tem uma parte da população ainda suscetível, que não foi exposta ao vírus. É por isso que todo cuidado nessa fase é fundamental”, disse, recomendando o uso de máscaras e do álcool em gel e da lavagem de mãos.

Para contabilizar o número de moradores do Recife que tiveram contato com o novo coronavírus, a prefeitura planeja realizar um inquérito epidemiológico. “A previsão é de que se inicie no mês de julho”, disse o secretário.

Diminuição de novos casos

A capital pernambucana encerrou junho com 5.182 novos casos de Covid-19 registrados ao longo do mês. O número representa 21% dos 24.408 pacientes diagnosticados com a doença no estado no período

Em abril, Recife representava 54% dos novos pacientes de Pernambuco – eram 3.723 dos 6.789 registros. Em maio, quando aconteceu a quarentena mais rígida, a capital totalizou 11.694 casos, o que equivalia a 42% dos 27.574 novos pacientes contabilizados no estado.

Foi após a quarentena mais rígida que o governo estadual iniciou o processo de flexibilização das atividades. Atualmente, shoppings, comércio e construção civil estão funcionando, entre outras atividades. As aulas estão suspensas até, pelo menos, 31 de julho.

Coronavírus em Pernambuco

Na quarta-feira (1º), foram confirmados, em Pernambuco, 847 novos casos da Covid-19 e 65 óbitos. Com esse acréscimo, o estado totaliza 59.705 casos confirmados e 4.894 mortes de pacientes com a doença provocada pelo novo coronavírus, números que começaram a ser registrados em março, no início da pandemia.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Recife autoriza exercício individual com profissional de educação física em praias e parques

Atividade tem restrições. Espaços foram liberados para corrida, caminhada e ciclismo em 20 de junho. Banho de mar segue suspenso na capital.

Por G1 PE

A prefeitura do Recife autorizou que profissionais de educação física orientem alunos, individualmente, durante exercícios em praias e parques da capital, a partir desta quinta-feira (1º). Os espaços estão liberados para corrida, caminhada e ciclismo desde o dia 20 de junho. O banho de mar segue proibido na capital pernambucana.

A liberação faz parte do plano de convivência com a pandemia de Covid-19 da capital pernambucana e, assim como outras atividades, tem regras próprias. Cada profissional deve atender apenas um aluno por vez e não estão os usos de equipamentos acessórios às práticas, como colchonetes, cordas e outros, sejam de uso individual ou coletivo.

O governo municipal reforçou que é preciso manter uma distância de segurança e usar as máscaras durante a execução dos exercícios.

As praias e parques da capital pernambucana foram liberados após o governo estadual repassar para as prefeitura da Região Metropolitana do Recife a responsabilidade por definir regras de acesso a esses espaços. Os locais foram fechados no dia 4 de abril para evitar a proliferação do vírus.

Pandemia

Recife tem redução nos casos da Covid-19

O Recife tem registrado diminuição no número de novos casos de pacientes com o novo coronavírus. A cidade encerrou o mês de junho com 5.182 novos casos de Covid-19 registrados ao longo do mês. O número representa 21% dos 24.408 pacientes diagnosticados com a doença no estado no período.

Em abril, Recife representava 54% dos novos pacientes de Pernambuco – eram 3.723 dos 6.789 registros. Em maio, quando aconteceu a quarentena mais rígida, a capital totalizou 11.694 casos, o que equivalia a 42% dos 27.574 novos pacientes contabilizados no estado.

Foi após a quarentena mais rígida que o governo estadual iniciou o processo de flexibilização das atividades. Atualmente, shoppings, comércio e construção civil estão funcionando, entre outras atividades. As aulas estão suspensas até, pelo menos, 31 de julho.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Duas pessoas que chegaram a Noronha estão com Covid-19; número de casos sobe para 72

Os novos infectados com o coronavírus são moradores da ilha e estão em isolamento. Informação foi confirmada, nesta quarta (1º), pela administração.

Por Ana Clara Marinho, G1 PE

Dois passageiros que desembarcam em Fernando de Noronha, no sábado (27), testaram positivo para a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A informação foi divulgada pela Administração da Ilha, nesta quarta-feira (1º). Com o resultado dos exames, subiu para 72 o número de infectados no arquipélago.

Os pacientes são moradores da ilha, que fizeram exames no Recife. Esses testes, realizados no continente, deram resultado negativo. Por isso, os passageiros foram autorizados a viajar para Noronha. Nos retestes feitos na ilha, na segunda-feira (29), os casos ficaram confirmados.

Ao todo, 64 passageiros chegaram a Fernando de Noronha no voo do sábado. Eram 40 moradores e 24 profissionais de serviços essenciais. Segundo o governo, os dois infectados estão assintomáticos, estavam em isolamento desde que desembarcaram na ilha e vão permanecer em quarentena.

Outros dois moradores ainda aguardam resultado dos exames. Os demais passageiros do voo tiveram resultado negativo no reteste e foram liberados do isolamento. Além dos dois moradores confirmados nesta quarta com Covid-19, ainda há um paciente em recuperação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Com mais 847 confirmações e 65 mortes, PE chega a 59.705 casos e 4.894 óbitos pela Covid-19

Dados foram divulgados nesta quarta-feira (1º) pela Secretaria Estadual de Saúde. Das novas confirmações, 705 são casos leves e 142 são de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Por G1 PE

Pernambuco confirmou, nesta quarta-feira (1º), 847 novos casos da Covid-19, além de 65 óbitos. Com esse acréscimo, o estado totaliza 59.705 casos confirmados e 4.894 mortes de pacientes com a doença provocada pelo novo coronavírus, números que começaram a ser registrados em março, no início da pandemia.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 705 dos 847 casos confirmados nesta quarta-feira (1º) são leves. Outros 142 foram classificados como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag).

Do total de casos confirmados desde o dia 12 de março, 19.638 são considerados graves e outros 40.067 são leves. Com relação aos 65 óbitos, eles ocorreram desde o dia 13 de abril.

Outros detalhes epidemiológicos devem ser repassados ainda nesta quarta-feira (1º) pela SES.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.