Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Homem morre após levar choque elétrico em ventilador dentro de casa: ‘quem achou foi a minha mãe’, diz irmã da vítima

Eduardo Oliveira Ferreira, de 40 anos, morreu nesta sexta (3), em Ouro Preto, em Olinda, no Grande Recife.

Por g1 PE

Ventilador foi encontrado ligado no quarto do homem que morreu de choque elétrico em Olinda — Foto: Reprodução/WhatsApp

Ventilador foi encontrado ligado no quarto do homem que morreu de choque elétrico em Olinda — Foto: Reprodução/WhatsApp

Um homem de 40 anos morreu, nesta sexta (3), após levar um choque elétrico em um ventilador, em Olinda, no Grande Recife. Segundo a família, Eduardo Oliveira Ferreira foi encontrado dentro do quarto da casa onde morava. “Quem achou foi a minha mãe”, afirmou a irmã da vítima, Lisandra Ferreira.

A Polícia Militar confirmou que foi acionada para a ocorrência e isolou a área. No boletim de ocorrência, o caso foi registrado como “morte a esclarecer”.

Lisandra contou que a morte de Eduardo deve ter ocorrido no início da manhã desta sexta. A família mora em casas diferentes, mas no mesmo terreno, em Ouro Preto.

“Minha mãe perguntou onde ele estava e foi até a casa de Eduardo. Ele estava com os pés molhados e o ventilador estava ligado”, afirmou.

A irmã da vítima disse, ainda, que Eduardo costumava consertar equipamentos elétricos. “Ele deve ter tentado ajeitar o ventilado hoje de manhã”, comentou.

Lisandra disse também que o irmão não chegou a pedir socorro nem gritar. “O pessoal da polícia afirmou que ele ficou com a língua enrolada. Foi o choque. Estava com a mão roxa já quando acharam”, acrescentou.

Lisandra informou que o enterro de Eduardo deve ser realizado no sábado (4), em Olinda. Ele não era casado nem deixou filhos.

Peritos do Instituto de Criminalística foram acionados para ocorrência. O corpo de Eduardo seguiu para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, na área central do Recife.

Questionada pelo g1, a assessoria de comunicação da Polícia Civil disse que não havia encontrado o registro do caso até a última atualização desta reportagem.

Outro caso

Em maio deste ano, uma mulher morreu de choque elétrico ao usar o celular ligado na tomada, em Lagoa do Carro, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

A cabeleireira Márcia Soares Silva, de 26 anos, chegou a ser socorrida, mas faleceu quando estava a caminho do hospital.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Caminhão carregado de milho tomba e cai em ribanceira na BR-104, em Panelas

Motorista foi socorrido ao hospital de Panelas com ferimentos leves.

Por g1 Caruaru

Caminhão tombado na BR-104 — Foto: WhatsApp/Reprodução

Caminhão tombado na BR-104 — Foto: WhatsApp/Reprodução

Um caminhão carregado de milho tombou e caiu em um barranco na BR-104, em Panelas, no Agreste de Pernambuco, na sexta-feira (3).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), com o derramamento da carga de milho sobre a pista, um automóvel, que vinha em seguida, perdeu o controle, rodopiou várias vezes sobre a pista.

Ainda segundo a PRF, o condutor do automóvel não sofreu ferimentos. Já o motorista do caminhão foi socorrido ao hospital de Panelas com ferimentos leves.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Polícia investiga desaparecimento de frentista de Escada: ‘a gente está desesperado’, diz irmão

Segundo família, último contato com Jean Jackson foi mensagem em que ele avisou que não dormiria em casa. Desde então, ele faltou o trabalho e parentes não tiveram mais notícias.

Por g1 PE

Jean Jackson Cruz da Mata, de 37 anos — Foto: Reprodução/WhatsApp

Jean Jackson Cruz da Mata, de 37 anos — Foto: Reprodução/WhatsApp

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o desaparecimento de um homem de 37 anos, morador de Escada, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Segundo a família, o frentista Jean Jackson Cruz da Mata entrou em contato pela última vez na quarta-feira (1º), quando avisou que iria dormir fora de casa, mas que retornaria na quinta-feira (2).

“A última vez em que ele foi visto foi no Cabo de Santo Agostinho [no Grande Recife]. Até hoje [sábado], ele não apareceu. Procurei nas imediações [em que dizem ter visto Jean], mas nada. A gente está desesperado”, relatou o irmão do desaparecido, o motorista José Wilker Cruz da Mata.

Jean Jackson, segundo a família, estava morando com a mãe após se separar da esposa há menos de um mês e tem um filho de 5 anos. Ele trabalha em um posto no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, mas também não apareceu para trabalhar, relataram os parentes.

“Ele nunca sumiu, não é de faltar ao trabalho. É muito responsável com o trabalho. […] Já procuramos em hospital”, contou a esposa do irmão do frentista, a professora Lavínia Karla Leão.

A última mensagem do frentista para a família, explicou a professora, foi uma mensagem para a mãe, relatando que iria dormir na casa de uma amiga. “Porém, ele só chegou na casa dessa amiga às 5h e saiu de lá às 9h, porque essa amiga ia trabalhar às 11h. A gente já entrou em contato com ela várias vezes, polícia e tudo, e ela conta a mesma história”, disse.

Jean Jackson Cruz da Mata, de 37 anos — Foto: Reprodução/WhatsApp

Jean Jackson Cruz da Mata, de 37 anos — Foto: Reprodução/WhatsApp

O celular de Jean Jackson, afirmou Lavínia Karla, está desligado há dias. “Essa amiga falou que ele chegou lá dizendo que foi assaltado, que dormiu na rua e foi abordado por esses guardas de rua dizendo que ele foi assaltado. Mas a gente não sabe se isso é verdade. Essa amiga falou que ele estava preocupado com a família. […] Por que ele não pegou o telefone [e ligou]?”, questionou.

Ainda segundo a cunhada, a família está toda nervosa com a ausência de notícias. “Está todo mundo fragilizado. As informações desencontradas, a gente fica sem ter um caminho para seguir”, disse Lavínia Karla.

O boletim de ocorrência foi registrado na sexta-feira (3), na Delegacia de Escada, e os parentes têm feito mobilizações pelas redes sociais para tentar localizar o frentista.

Em nota, a Polícia Civil informou que “as investigações estão em andamento até a localização da vítima e esclarecimentos do fato”.

As pessoas que tiveram informações sobre o desaparecimento podem entrar em contato com o Disque-Denúncia no Recife, através do telefone (81) 3421-9595.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Manifestantes fazem ato contra Bolsonaro no Recife

Grupo ficou na Praça da República, no bairro de Santo Antônio, e pediu também fim do machismo e do racismo, além de justiça por Miguel, menino que morreu ao cair de prédio.

Por g1 PE

Manifestantes protestaram contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) no Recife, neste sábado (4). O grupo ficou concentrado na Praça da Republica, no bairro de Santo Antônio, região central da capital pernambucana .

O ato, chamado “Bolsonaro Nunca Mais”, foi convocado por mulheres de movimentos e coletivos feministas, centrais sindicais e partidos políticos e começou por volta das 14h. Protestos foram registrados também em São Paulo e Belo Horizonte.

Os manifestantes pediram o impeachment de Bolsonaro e protestaram contra a fome, a miséria e o machismo. Grupos de percussão participaram do ato, que teve também carro de som, tenda e bandeiras.

Nas faixas e cartazes, mensagens contra o machismo, racismo e a reforma administrativa. Os manifestantes também pediram justiça por Miguel, menino que caiu de uma altura de 30 metros depois de ser deixando sozinho no elevador de um edifício de luxo pela ex-patroa da mãe, em junho de 2020.

Ao todo, 14 movimentos sociais participaram da manifestação, que foi encerrada no começo da noite deste sábado.

Manifestantes fizeram ato contra Bolsonaro no Centro do Recife, neste sábado (4) — Foto: Reprodução/TV Globo

Manifestantes fizeram ato contra Bolsonaro no Centro do Recife, neste sábado (4) — Foto: Reprodução/TV Globo

Menino Miguel foi lembrado em protesto no Centro do Recife, neste sábado (4) — Foto: Reprodução/TV Globo

Menino Miguel foi lembrado em protesto no Centro do Recife, neste sábado (4) — Foto: Reprodução/TV Globo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Pernambuco registra mais 534 casos e seis mortes por Covid-19

Ao todo, desde março de 2020, estado contabilizou 641.311 pessoas diagnosticadas com a doença e 20.269 óbitos de pacientes.

Por g1 PE

Pernambuco contabilizou, neste sábado (4), mais 534 casos de Covid-19 e seis mortes de pessoas com a doença. Com esse acréscimo, o estado passou a totalizar 641.311 infectados e 20.269 óbitos de pacientes em decorrência do novo coronavírus desde o começo da pandemia, em março de 2020.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) informou que, dos novos registros, 11 foram de pessoas com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 523 (98%) daqueles que tiveram quadros leves.

Considerado essa divisão, já foram confirmados 55.049 casos graves e 586.262 leves no estado.

Os seis óbitos que entraram para as estatísticas oficiais neste sábado ocorreram os dias 13 de dezembro de 2020, há quase um ano, e a sexta-feira (3), sendo três homens e três mulheres.

As novas mortes foram de pessoas residentes dos municípios de Granito (1), Nazaré da Mata (1), Recife (2), Igarassu (1), Moreilândia (1).

Os pacientes tinham idades entre 62 e 85 anos, com as faixas etárias divididas da seguinte forma: 60 a 69 (1), 70 a 79 (2) e 80 e mais (3).

Cinco deles tinham uma ou mais doenças preexistentes: hipertensão (2), doença cardiovascular (2), diabetes (2), doença renal (2), doença neurológica (2), histórico de tabagismo (1) e neoplasia (1).

Vacinação

Desde o início da vacinação, Pernambuco aplicou 13.762.927 doses de vacinas contra a Covid-19. Foram 7.169.247 primeiras doses. Ao todo, 5.838.284 pessoas completaram os esquemas vacinais, sendo 5.665.211 com duas doses e outros 173.073 com dose única. Houve 755.396 aplicação de doses de reforço.

Ocupação de leitos

Neste sábado, a ocupação de leitos de UTI na rede pública é de 54%. Na rede privada, é de 43%.

Testagem

Desde o início da pandemia, foram feitos 2.732.396 testes para detecção da Covid-19 em Pernambuco.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Casos de lesões que provocam coceira são notificados em Floresta, Serra Talhada e Triunfo

Informações foram repassadas pela gerente da 11ª Gerência Regional de Saúde.

Por g1 Caruaru

Coceira Pernambuco  — Foto: Reprodução/TV Globo

Coceira Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Globo

Quatro casos de lesões que provocam coceira foram notificados no Sertão de Pernambuco. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (3) pela gerente da 11ª Gerência Regional de Saúde, Karla Milene.

De acordo com a gerente, foi um caso em Floresta no dia 26 de novembro; dois casos em Serra Talhada no dia 24 do mesmo mês; e um caso em Triunfo, no dia 1º de dezembro.

A causa da doença ainda é desconhecida. O problema é caracterizado por lesões que provocam irritação e coceira na pele, que podem provocar ferimentos.

Casos no Agreste

A 5ª Gerência Regional de Saúde divulgou que quatro casos de irritação e coceira na pele foram notificados em Garanhuns e Caetés, no Agreste de Pernambuco. De acordo com Janaína Santos, gerente da 5ª Geres Regional de Saúde, esses casos ainda estão sendo investigados.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Festas de Natal e réveillon podem ser realizadas sem controle de esquema vacinal contra Covid para até 300 pessoas, diz governo

Nesta quinta (2), o secretário de Saúde, André Longo, descartou completamente a possibilidade da liberação do uso de máscaras em locais abertos.

Por g1 pe

As festas de Natal e réveillon em Pernambuco, segundo o governo, podem ser realizadas para o público de, no máximo, 300 pessoas sem que seja necessária o controle do esquema vacinal completo. Caso a quantidade de pessoas ultrapasse esse limite, será necessário um esquema para comprovar que os participantes tomaram as duas doses da vacina contra a Covid-19 .

Os detalhes sobre os eventos de fim de ano foram dados pelo secretário de Saúde, André Longo, em entrevista coletiva, no palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, no Centro do Recife.

Longo afirmou que o cenário “é positivo” e houve “avanços”. Por isso, não haverá restrição de eventos públicos, mas o governo pede que as “pessoas usem máscaras”.

O gestor disse que “não é recomendável fazer eventos com mais de 300 pessoas que não seja controlado apenas para pessoas vacinadas”. Ele reforçou que também é preciso usar máscaras e manter o distanciamento.

“A gente espera que os municípios sigam essas recomendações. Pode ter uma missa, alguns eventos, desde que sigamos os protocolos. Então, é possível ter um evento natalino sim, com luzes, desde que não se promova aglomeração, que se mantenha o uso da máscara. É preciso que as pessoas ajudem com seu comportamento, que evite o comportamento de risco”, destacou.

Ainda segundo o secretário, é preciso que as pessoas entendam que a pandemia continua e que os cuidados como distanciamento e uso de máscara são necessários. Ele descartou completamente a possibilidade da liberação do uso de proteção em locais abertos.

André Longo ressaltou que é possível fazer um evento no Natal ou réveillon, desde que a prefeitura ou órgão que promover o evento se comprometa em garantir o máximo de segurança sanitária naquele espaço onde ele será realizado.

“A gente sabe que as pessoas estão querendo consumir entretenimento. Não achamos que seja um pecado, mas para quem tomou suas duas doses, eventualmente até a dose de reforço. O melhor amigo do vírus é o entretenimento desorganizado, a falta de cuidado. Especialmente quando estamos vivendo a introdução de uma nova variante, que traz incerteza”, disse.

Antes das recomendações do governo, municípios se adiantaram e descartaram a realização de eventos.

Recife anunciou, na terça-feira (30) que não terá shows na orla da cidade durante o réveillon 2022 devido à pandemia da Covid-19. A queima de fogos está mantida.

Nessa mesma data, a prefeitura de Petrolina, no Sertão do estado, também anunciou que, pelo segundo ano consecutivo, não vai realizar festas de réveillon e carnaval.

Seguiram a mesma determinação Petrolina, no Sertão, e Carpina, na Zona da Mata, que não terá Festa de Reis, em janeiro, nem carnaval.

Ribeirão e de Barreiros, também na Zona da Mata, anunciaram a não realização de eventos pela prefeitura no Ano Novo e também o cancelamento das festas de carnaval em 2022. Nesta quinta, a Ilha de Itamaracá, no Grande Recife, informou que cancelou as festividades.

Saúde

Na coletiva, o governo informou que a Central Estadual de Regulação de Leitos de Pernambuco registrou, entre os dias 21 e 27 de novembro, o “menor número de solicitações de leitos de UTI Covid-19 deste ano”.

De acordo com o secretário de Saúde, André Longo, foram, ao todo, 227 pedidos, o que representa uma redução de 13% na comparação com a SE anterior e de 12% no comparativo com os últimos 15 dias.

Apesar da redução nas solicitações, André Longo ressaltou que “o momento atual ainda requer cuidados”, sobretudo por causa da variante Ômicron. Longo alertou que 581.083 pessoas estão com a segunda dose de vacina em atraso.

“A nova cepa nos traz uma grande preocupação e um alto nível de incertezas. Com a Ômicron, os cuidados, como o uso correto das máscaras e a lavagem frequente das mãos tornam-se ainda mais fundamentais. São atitudes que precisam estar incorporadas ao nosso cotidiano”, reforçou.

Em relação aos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), foram registradas 406 notificações na semana epidemiológica 47, o que representa 20 casos a mais que o registrado na semana 46 e 24 ocorrências a mais que o total da semana epidemiológica 45.

“Passaporte da vacina”

Durante a entrevista, os secretários estaduais lembrou que a cobrança da imunização completa para permitir a entrada de pessoas em órgão públicos começa na segunda (6).

“É mais uma forma de estimular as pessoas a completarem o esquema vacinal. Nós vamos começar pelo setor público testando o que é possível e o que não é. Quem for procurar o posto de atendimento da Compesa ou do Detran-PE, por exemplo, terá que apresentar comprovação”, explicou Alexandre Rebelo.

Covid-19 em Pernambuco

Mais 283 casos de Covid-19 e três mortes de pacientes com a doença foram confirmados nesta quinta-feira (2), em Pernambuco. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), com os novos registros, o estado passou a totalizar 640.441 infecções e 20.256 óbitos. Os números começaram a ser contabilizados em março de 2020.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Avó e netos que moram em casebre sob pontilhão ganham comida e brinquedos: ‘Deus está sempre na frente’, diz catadora

Doações para a família de Maria das Graças, de 63 anos, foram entregues nesta quinta (2), um dia depois de a mulher contar o drama de quem divide o mesmo prato com as crianças.

Por Wagner Sarmento, TV Globo

Onda de solidariedade começa a mudar vida de avó e cinco netos em Olinda

A solidariedade chegou ao casebre da catadora de material reciclável que cria cinco netos, em Peixinhos, em Olinda. Nesta quinta (2), um dia após Maria das Graças, de 63 anos, contar a história da família, que vive sob um pontilhão e divide o mesmo prato, foram feitas doações. Eram cestas básicas e brinquedos. “Deus está sempre na frente”, declarou.

A história de Maria e dos cinco netos foi mostrada pelo NE2, na quarta (1º). A mulher passou a cuidar das crianças, deixadas pelos pais no barraco, na comunidade do Condor.

Para sustentar todo mundo, Maria das Graças depende da venda de material reciclável. O barraco fica perto de muito lixo.

Nesta quinta, Maria contou que recebeu roupas e comida. “Tem feijão, macarrão salsicha e frutas”, disse.

Maria das Graças recebeu doações de alimentos, neta quinta (2), em Olinda — Foto: Reprodução/TV Globo

Maria das Graças recebeu doações de alimentos, neta quinta (2), em Olinda — Foto: Reprodução/TV Globo

Diante das doações, ela afirmou que já sabe o que vai fazer com “tanta coisa”. “É para mim e para os outros também. O importante é ter paz e prosperidade”, afirmou.

Para quem fez as doações também foi um dia importante. O vendedor Zilmar Valentim levou cestas básicas para ajudar Maria das Graças.

“Eu e meus amigos ficamos comovidos e nos reunimos para doar cestas básicas. A gente vê uma situação dessas de pessoas passando fome e fica triste. Quem puder, deve ajudar”, declarou.

A garota Letícia Carolina também foi até o casebre da família de Maria das Graças. O brinquedo foi parar na mão de uma das crianças criadas pela catadora.

Gleyciane, a neta mais velha, ganhou uma boneca, nesta quinta (2) — Foto: Reprodução/TV Globo

Gleyciane, a neta mais velha, ganhou uma boneca, nesta quinta (2) — Foto: Reprodução/TV Globo

Surpresa, Gleyciane dos Santos, de 11 anos, não desgrudou do presente. A menina mais velha da família, disse que “estava feliz” e fez planos. “Espero que melhore mais ainda”.

Ao lado de Gleyciane, a estudante Letícia comentou a atitude e deu um abraço na “nova amiga”. “Eu tinha essa boneca que não usava mais. E resolvi doar para ela. Acho que ela vai gostar”, comentou.

Representantes do Conselho Tutelar de Olinda e do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) também foram até o casebre de Maria das Graças.

Após a visita, os três netos mais novos foram encaminhados para a casa dos pais. A entidade prometeu, ainda, monitorar a situação das outras crianças.

Alimentos e roupas foram entregues para a família vive sob pontilhão, em Olinda — Foto: Reprodução/TV Globo

Alimentos e roupas foram entregues para a família vive sob pontilhão, em Olinda — Foto: Reprodução/TV Globo

“Os pais estão vivos estão e com saúde e podem criar seus filhos. A gente viu o ambiente. Os meninos precisam ser tratados e higienizados”, disse a conselheira Cláudia Ribeiro.

Márcio Barreto, educador do Cras de Olinda, disse que Maria das Graças vai ser assistida pelo município.

“Vamos preparar relatório e dona Maria das Graças será encaminhada ao centro de assistência social para fazer o cadastramento para receber auxílio”, disse.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Surto de lesões na pele que provocam coceira: São José do Egito registra caso e número de cidades com notificações chega a 18

Notificações que começaram no Recife, atualmente, são investigadas em cidades de todas as regiões de Pernambuco.

Por g1 PE

Moradores do Recife foram os primeiros a reclamar de coceira e lesões na pele

O município de São José do Egito, no Sertão, registrou, nesta quinta (2), o primeiro caso de lesões de pele com coceira e vermelhidão. Com isso, sobe para 18 o número de cidades com notificações da doença, que ainda não tem diagnóstico.

Casos que começaram a ser notificados no Recife, são investigados em cidades da Região Metropolitana, Zona da Mata, Agreste e Sertão.

Na quarta (1º), quatro cidades notificaram casos suspeitos de coceira e vermelhidão: Escada Carpina, na Zona da Mata, Limoeiro, no Agreste, e Petrolina, no Sertão.

Recife é a cidade com mais casos, somando 207, segundo a prefeitura (veja lista completa de municípios com notificações mais abaixo).

Ainda não se sabe ao certo qual a causa das lesões, que têm sido investigadas pelos órgãos de saúde do estado e dos municípios.

Na segunda-feira (29), médicos afirmaram que não havia fatores suficientes que correlacionassem as erupções cutâneas com o uso de ivermectina. A hipótese foi considerada por pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

Marcella Almeida disse que passou noites sem dormir por conta da doença — Foto: Arquivo pessoal

Marcella Almeida disse que passou noites sem dormir por conta da doença — Foto: Arquivo pessoal

Em entrevista coletiva realizada nesta quinta (2) no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo, o secretário estadual de Saúde, André Longo, afirmou que os primeiros exames a respeito do surto foram inconclusivos.

“Infelizmente as informações iniciais são de que biópsia não foi conclusiva. Foi feita uma raspagem para achar o agente etiológico [causador da doença]. Nesse momento a gente ainda não tem uma manifestação conclusiva. Temos hoje o envolvimento expressivo de especialistas e esperamos, em breve, dar o diagnóstico”, disse.

Desde o dia 19 de novembro, o Núcleo de Vigilância e Resposta às Emergências em Saúde Pública da Secretaria Estadual de Saúde publicou uma nota técnica que orienta os serviços e profissionais de saúde a notificarem, em até 24 horas, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) sobre os casos de pessoas com lesões na pele e coceira.

Por nota, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) informou que “relatos de casos de natureza similar (erupção cutânea e coceira) de outros municípios estão sendo constantemente verificados junto às secretarias municipais”.

De acordo com a SES-PE, até esta quinta (2), tinham sido notificados 367 casos “sintomáticos que apresentaram erupção cutânea e coceira”. O número, no entanto, é menor do que o divulgado individualmente pelos municípios (veja tabela abaixo).

Confira situação de casos em Pernambuco

MunicípiosNotificadosEm investigaçãoDescartados
Recife2132130
Jaboatão dos Guararapes16115110
Olinda57489
Paulista17170
Igarassu10100
Abreu e Lima000
Camaragibe1254184
Cabo de Santo Agostinho990
São Lourenço da Mata11101
Araçoiaba110
Itamaracá000
Ipojuca990
Moreno000
Itapissuma13130
Nazaré da Mata330
Vitória de Santo Antão330
Limoeiro220
Carpina110
Escada110
Petrolina110
São José do Egito110
Total638534104

Fonte: Prefeituras (Atualizado às 20h22 do dia 02/12/2021)

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

PF faz operação para resgatar crianças e prender suspeitos de pornografia infantil em 20 estados e no DF

Em uma fase anterior, homem apontado como um dos principais difusores de pornografia infantil do mundo foi preso. São oito mandados de prisão e 104 de busca e apreensão.

Por Camila Torres, g1 PE e TV Globo

A Polícia Federal (PF) desencadeou, nesta sexta-feira (3), a Operação Lobos 2 contra suspeitos de abuso sexual de crianças e de adolescentes e de produzir, divulgar e armazenar pornografia infantil. Além disso, a ação busca localizar e resgatar vítimas que possam estar em situação de extrema violência.

Ao todo, para esta sexta, foram emitidos oito mandados de prisão preventiva e 104 de busca e apreensão, distribuídos em 20 estados, incluindo Pernambuco (confira mais abaixo), e no Distrito Federal . As cidades em que são cumpridas as ordens judiciais e os nomes dos alvos não foram divulgados.

Em uma fase anterior da operação, não divulgada pelos investigadores na época, um homem apontado pela PF como um dos principais difusores de pornografia infantil do mundo foi preso, em 2019.

“Posso até considerar que ele era o alvo zero um do mundo no que ele fazia de hospedagens de pornografia infantil na deepweb. Era o principal criminoso do mundo nesse tipo. Tivemos a participação de várias policiais, o FBI, dois EUA, o NCI, da Inglaterra, todos os países mais desenvolvidos do mundo colaboraram nessa investigação”, declarou o delegado Renato Cintra, responsável pelas investigações.

O homem, que não teve a identidade revelada, era dono de cinco dos maiores fóruns do mundo sobre o tema, com páginas com sobre estupro de bebês, crianças ou com violência que eram acessadas por 1,8 milhão de pessoas, disse a polícia.

De acordo com a PF, todo o conteúdo ilícito era vinculado na darkweb, uma parte da deepweb, como é chamada área da internet que não pode ser acessada através de buscadores comuns.

Investigação

Policial federal durante Operação LOBOS II na manhã desta sexta-feira (3) — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Policial federal durante Operação LOBOS II na manhã desta sexta-feira (3) — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal em Pernambuco, em conjunto com polícias de outros países, investigava desde 2016 uma rede de abuso e produção de pornografia infantil. “Um dos administradores do fórum estava aqui em Pernambuco e foi preso em 2017”, disse o delegado.

Foi assim que o delegado chegou ao homem que seria um dos principais difusores desse tipo de material ilícito no mundo.

Após a prisão, a PF descobriu um grande esquema comandado por ele que envolvia a divisão de tarefas de pessoas como arregimentadores, administradores, moderadores, provedores de suporte de hospedagem, produtores de material, disseminadores de imagens, entre outros.

Ao todo, foram mais de cinco anos de investigação. Os crimes investigados na Operação Lobos II são a venda, produção, disseminação e armazenamento de pornografia infantil e estupro de vulnerável, sem prejuízo de outros que possam surgir com a continuidade das investigações.

Confira em que locais são cumpridos mandados

  • Alagoas
  • Amazonas
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Minas Gerais
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Pará
  • Paraíba
  • Piauí
  • Pernambuco
  • Paraná
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • São Paulo
  • Tocantins

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.