Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Alunos do Havaí criam purificador de ar para filtrar fumaça de lava vulcânica

Lava avança sobre casas de Pahoa, no Havaí (Foto: U.S. Geological Survey/AP)

Lava avança sobre casas de Pahoa, no Havaí (Foto: U.S. Geological Survey/AP)

Estudantes do Havaí se inspiraram na lava que sai do vulcão Kilauea e ameaça várias casas da Grande Ilha para criar um purificador de ar de fumaça vulcânica. O aparelho criado pelos alunos da Academia de Artes e Ciências de Pahoa puxa a fumaça do ar para um filtro que neutraliza a acidez com um composto semelhante ao bicarbonato de sódio.

As  peças do aparelho serão vendido por US$ 100, e um modelo completo vai custar US$ 150. A ideia é aproveitar o lucro para investir em novas pesquisas escolares nas áreas de ciência, tecnologia e matemática.

Estudantes apresentaram projetos à companhia de eletricidade do Havaí (Foto: Reprodução/Facebook/Hawaiian Electric Companies)

Estudantes apresentaram projetos à companhia de eletricidade do Havaí (Foto: Reprodução/Facebook/ Hawaiian Electric Companies)

Os estudantes desenvolvem ainda outros projetos relacionados com a lava, como um sistema proteção aos postes de energia que ficam no caminho ou uma ponte com sistema de refrigeração que permitiria aos motoristas cruzarem trechos cobertos pela lava. As ideias foram apresentadas também à Companhia Elétrica do Havaí.

“É muito bom desenvolver um projeto que vai ajudar a nossa comunidade”, diz o estudante Logan Treaster, de 17 anos. Um colega de classe dele precisou se afastar das aulas por causa da sensibilidade à fumaça vulcânica. “Sempre digo aos alunos: ou você trabalha o problema, ou o problema vai trabalhar para você”, diz o professor Eric Clause.

Fumaça provocada pela lava vulcânica é prejudicial à saúde (Foto: U.S. Geological Survey/AP)
Fumaça provocada pela lava vulcânica é prejudicial à saúde (Foto: U.S. Geological Survey/AP)

 

As erupções do Kilauea, um dos maiores vulcões do mundo, são contínuas desde 1983 e as autoridades vêm monitorando o avanço da lava desde o início de junho. Na semana passada, a lava atingiu a primeira casa em Pahoa, uma pequena cidade de aproximadamente mil habitantes e cujos moradores já estão, há vários dias, em alerta. O Havaí declarou estado de emergência pelo avanço da lava no dia 5 de setembro. O governo federal enviou 80 integrantes da Guarda Nacional e ajuda adicional para a ilha.

As autoridades de saúde alertam que as pessoas que moram perto de regiões atingidas pela lava dos perigos da fumaça proveniente da queima da vegetação. Quem tem problemas respiratórios não deve sair de casa.

Esta casa foi atingida pela lava e pegou fogo (Foto: County of Hawaii/AP)
Esta casa foi atingida pela lava e pegou fogo (Foto: County of Hawaii/AP)
Da Associated Press

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Após 65 anos juntos, casal inglês morre com minutos de diferença

 Depois de ficarem separados na guerra, Mavis e Harry não queriam mais ficar longe um do outro  (Foto: Caters News Agency)

Depois de ficarem separados na guerra, Mavis e Harry não queriam mais ficar longe um do outro (Foto: Caters News Agency)

Eles se conheceram ainda na adolescência, ficaram casados por 65 anos e, no início de novembro, morreram no mesmo dia, com apenas alguns minutos de diferença.

Harry Stevenson, de 88 anos, e Mavis Stevenson, de 89 anos, eram descritos por seus familiares como “um casal inseparável”.

Mavis foi a primeira a partir, na manhã de 3 de novembro, na casa de repouso St Werburgh’s House, onde o casal morava, na cidade de Derby, na Inglaterra.

Ela passou a viver no local depois que sua saúde piorou. Harry fez questão de também se mudar para o estabelecimento para que não ficassem separados.

“As enfermeiras disseram a ele da forma mais gentil possível que ela havia falecido”, afirmou o sobrinho do casal, Stephen Creswell, de 63 anos, à agência de notícias Cater News.

“Elas disseram que ele chorou um pouco, mas não foi nada dramático. Elas saíram do quarto e, quando voltaram, o encontraram morto, com uma lágrima ainda em seu olho.”

‘Amor eterno’
A condição de Mavis era frágil e sua morte, esperada. Já seu marido estava bem de saúde, apesar de requerer alguns cuidados.

O casal se conheceu ainda na adolescência. Começaram a namorar pouco antes de ele se alistar para lutar na Segunda Guerra Mundial, em 1943.

Harry participou do famoso desembarque na Normandia, no Dia D, e depois foi transferido para lutar contra os japoneses na Ásia.

Os dois se casaram pouco depois de Harry voltar para casa, onde ele trabalhou como marceneiro por 50 anos.

 Os dois jovens se casaram depois que Harry voltou da Segunda Guerra Mundial  (Foto: Caters News Agency)
Os dois jovens se casaram depois que Harry voltou da Segunda Guerra Mundial (Foto: Caters News Agency)

O sobrinho do casal acredita que a separação durante a guerra tornou o laço entre eles ainda mais forte e que isso fez com que eles se recussassem a ficar separados outra vez.

Há cinco anos, a saúde de Mavis se deteriorou. Ela não podia mais sair de casa nem fazer trabalhos pesados. Harry assumiu as tarefas de casa, como cozinhar, limpar e lavar as roupas do casal, que não teve filhos.

“Era adorável, porque foi uma completa inversão dos papéis que eles tiveram durante suas vidas. Era díficil para ele cuidar dela, mas Harry estava determinado a ficar na mesma casa que Mavis”, contou Creswell.

‘Final triste e feliz’
Quando a condição de Mavis piorou, ela teve de ser transferida para uma casa de repouso. A família precisou, então, buscar um local em que Harry também pudesse viver.

Foi nesta casa de repouso que eles passaram seus últimos meses juntos.

“Harry sempre pediu cobertores para ela e queria ter certeza de que ela estava sendo bem cuidada”, relembra a gerente da casa de repouso, Grace Matebele.

“Foi um final triste, mas também feliz.”

Mesmo triste, o sobrinho do casal afirma que não poderia imaginar um final mais adequado para a vida que eles passaram juntos.

“O amor deles nunca acabou, e sei que eles nunca gostariam de ficar separados. É muito triste, mas também maravilhoso, porque eles ficaram juntos até o fim e nenhum deles teve de ficar sozinho.”

 

 

Da BBC

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Polícia divulga imagem de suspeito de empurrar homem no metrô em NY

Suspeito de ter empurrado homem contra trem no metrô de Nova York é visto fumando um cigarro após o crime, em registro feito por câmeras de segurança (Foto: New York Police Department/AP)

Suspeito de ter empurrado homem contra trem no metrô de Nova York é visto fumando um cigarro após o crime, em registro feito por câmeras de segurança (Foto: New York Police Department/AP).

 

A polícia de Nova York, nos Estados Unidos, divulgou imagens de câmeras de segurança que mostram um homem suspeito de ter empurrado um desconhecido nos trilhos de uma estação de metrô da cidade, causando a morte da vítima.

Um homem de 61 anos estava ao lado de sua mulher em uma estação no Bronx na tarde de domingo (15) quando, sem aparente motivo, outro homem o empurrou contra os trilhos no momento em que um trem chegava ao local.

A mulher da vítima disse que seu marido não deu motivos para o ataque ou provocou o suspeito.

Segundo as autoridades, o suspeito fugiu do local, entrou em um ônibus e desceu após algumas paradas.

Imagens de câmeras de segurança mostram o homem andando calmamente para deixar a estação de metrô. Depois, ele é visto descendo de um ônibus, entrando em uma loja de conveniência e saindo para fumar um cigarro.

O suspeito é parcialmente careca e estava vestido com uma jaqueta de couro, calças escuras e tênis branco.

 

Da AP

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Colômbia suspende diálogo com as Farc após sequestro de general

17oooooo3tb95yb45ny4nn4

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, suspendeu neste domingo (16) as negociações de paz com as Farc, que começaram há dois anos em Cuba, depois dos sequestros de um general e de outras duas pessoas, crimes atribuídos pelo governo à guerrilha.

“Amanhã (segunda-feira) os negociadores de paz viajariam para uma nova rodada de negociações em Havana. Vou determinar aos negociadores que não viajem e que se suspenda esta negociação enquanto não não ficar esclarecido e estas pessoas sejam libertadas”, afirmou Santos.

A decisão de suspender os diálogos de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que completariam dois anos na próxima quarta-feira, foi anunciada após uma reunião do presidente com a cúpula militar.

O encontro foi convocado em caráter de urgência após a divulgação da notícia do sequestro, no domingo, do general Rubén Alzate, comandante da Força Tarefa ‘Titán’ do exército, em uma área afasta do departamento del Chocó.

Ao lado do general foram sequestrados o cabo Jorge Rodríguez Contreras e a advogada Gloria Urrego, coordenadora de Projetos Especiais da força tarefa, durante uma viagem de caráter civil para supervisionar um projeto energético.

Segundo o ministro da Defesa, Juan Carlos Pinzón, às 15h30 o general Alzate solicitou um bote, depois seguiu para “Las Mercedes”, em uma zona rural de Quibdó, e quando desembarcou foi surpreendido por homens armados com fuzis.

O soldado que manejava o bote conseguiu escapar e retornou a Quibdó, onde comunicou o sequestro aos comandantes.

“Não conhecemos as razões pessoais ou de inteligência porque não seguiram os protocolos de segurança para a proteção do general”, disse Pinzón, que supervisiona as investigações.

“É um sequestro totalmente inaceitável. Já temos informações que nos dão a certeza de que foram as Farc”, destacou Santos, que fez perguntas sobre as circunstâncias do crime.

“Por quê o general Alzate estava como um civil? Por quê disse a sua escolta que não o acompanhasse? Por quê não levou em consideração a advertência para que não seguissem rio abaixo tão longes?”, questionou o presidente.

Santos responsabilizou as Farc pela vida e segurança dos três reféns e exigiu a libertação.

Desde o início de 2012, o grupo rebelde se comprometeu a não sequestrar mais civis, mas se reserva o direito de capturar policiais ou militares, considerados prisioneiros de guerra.

O governo de Santos e as Farc iniciaram há dois anos em Cuba um diálogo de paz para tentar acabar com um conflito armado de mais de 50 anos, mas sem decretar um cessar-fogo na Colômbia.

Esta é a quarta tentativa de alcançar a paz com as Farc, a principal guerrilha do país e a mais antiga da América Latina, criada em 1964 e que conta oficialmente com 8.000 combatentes, essencialmente mobilizados nas zonas rurais.

O atual processo com as Farc já alcançou consensos parciais em três dos seis temas na agenda: reforma rural, participação política da guerrilha e solução ao problema das drogas ilícitas.

Mas ainda faltam os temas mais complexos, como a indenização das vítimas e o abandono das armas. Também deve ser definido um mecanismo de implementação, verificação e para referendar decisões.

 

Da France Presse

Foto: reprodução

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Japão entra em recessão após economia recuar 0,4% no trimestre

A economia japonesa, a terceira maior do mundo, entrou em recessão após um segundo trimestre seguido de retração, demonstraram dados oficiais divulgados nesta segunda-feira (17), o que representa um golpe nos esforços de Tóquio de superar anos de lento crescimento.

O PIB do país encolheu 0,4% no período de julho a setembro. Em comparação com o mesmo período do ano anterior, o recuo foi de 1,6%, uma cifra pior do que se previa.

O anúncio também é uma má notícia para o premiê Shinzo Abe, que deve anunciar eleições antecipadas na terça-feira (18).

O segundo trimestre consecutivo de contração, diante da previsão de crescimento de 2,1% em pesquisa da ägência Reuters, reforça os sinais de que a terceira maior economia do mundo tem mostrando recuperação lenta do consumo depois do primeiro aumento de impostos em abril.

O aumento de impostos de abril a 8%, ante 5%, levou a uma contração econômica de 7,3% no segundo trimestre, em dados revisados, a maior queda desde a crise financeira global.

Uma autoridade próxima ao premiê disse à Reuters que Abe adiaria o segundo aumento e convocaria eleição geral, num esforço para seguir no poder.

Em comparação com o segundo trimestre, a economia japonesa teve contração de 0,4% ente julho e setembro, após uma queda revisada de 1,9% entre abril e junho. Economistas esperavam crescimento de 0,5%.

No final de outubro, a China anunciou que seu PIB desacelerou no terceiro trimestre, ficando em 7,3% na comparação anual.

Com o mercado imobiliário cada vez mais pesando sobre a indústria e o investimento, a leitura foi a mais fraca para a segunda maior economia do mundo desde o início de 2009, quando a taxa de crescimento caiu para 6,6%. Na comparação trimestral, o crescimento desacelerou para 1,9%.

 

 

Da France Presse

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Incêndio em indústria alimentícia mata ao menos 18 na China

Pelo menos 18 pessoas morreram e 13 ficaram feridas por causa de um incêndio registrado em uma fábrica de empacotamento de cenouras na província de Shandong, nordeste da China, segundo informaram nesta segunda-feira (17) as autoridades locais.

A companhia de produção de alimentos fica na cidade de Shouguang, popularmente conhecida por seus produtos agrícolas.

Os gerentes da companhia foram detidos pela Polícia, que abriu uma investigação para determinar a causa do incêndio, informou a agência estatal ‘Xinhua’.

 

Da EFE

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Brasileiro é condenado na Inglaterra a 13 anos de prisão por estupro

O brasileiro Cristian Antônio Pereira foi condenado, na Inglaterra, a 13 anos e meio de prisão pelos crimes de estupro e assédio sexual. O julgamento aconteceu na última quinta-feira (13) em Oxford, a uma hora de Londres.

Há três semanas, o Fantástico mostrou quem é Cristian Pereira, um hacker que usava o nome falso Fred Maya. Ele invadia perfis de mulheres em redes sociais e chantageava as donas: só devolveria o perfil para quem fizesse sexo real ou virtual com ele.

Por Skype, Cristian ameaçava as vítimas: “Ou vai acontecer pela internet ou vai acontecer pessoalmente, você que escolhe.”

Cristian já tem uma condenação em Londrina, no Paraná, também por estupro. E com a mesma pena: 13 anos e meio. Mas estava foragido da Justiça brasileira.

Esta jovem conseguiu escapar de um ataque de Cristian Pereira logo depois de o ter conhecido, em Oxford.
De volta ao Brasil, ela se diz aliviada com a nova condenação:

“Foi alívio porque ele sempre ameaçava voltar a me procurar. Mas eu ainda fiquei um pouco insegura porque ele dizia que não agia sozinho.”

O pedido de extradição já tinha sido iniciado.

“Todas as documentações necessárias para se possibilitar a extradição já foram encaminhadas pelo juiz da vara de execuções penais de Londrina,” diz a promotora de Justiça Marcia Rodrigues dos Santos.

Mas agora, depois do julgamento na Inglaterra, o estuprador terá que cumprir as duas penas.

“Soma-se a pena dele no Brasil e a pena na Inglaterra. Cumpre a pena lá e depois é encaminhado pra cá para pagar pelos crimes que cometeu no solo pátrio,” explica o delegado Renato Lima.

Tempo total na cadeia: 27 anos. E Cristian Pereira ainda vai responder no Brasil pelos crimes cometidos na internet.
 

Do Fantástico

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Terremoto de magnitude 6.7 atinge ilha da Nova Zelândia

Um terremoto de magnitude 6.7 atingiu a Nova Zelândia às 19h30 deste domingo (10h30 da manhã de segunda, no horário local). O epicentro foi a cerca de 178 quilômetros de Gisborne, na costa leste da ilha, a uma profundidade de 35 quilômetros, de acordo com o Instituto Geológico dos Estados Unidos.

Em menor intensidade, o tremor foi sentido também em Napier. Por volta das 11h30, um abalo de magnitude 5.1 foi registrado em Hanmer Springs, mas especialistas afirmaram se tratar de um reflexo do terremoto principal.

O Ministério da Defesa Civil diz que não há ameaça de tsunami na região.

De acordo com o GeoNet, serviço neozelandês de vigilância de sismos, o epicentro aconteceu no mar, a uma distância segura da costa, e por isso o terremoto não deve deixar feridos ou provocar grandes danos materiais.

 

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Europa adotará medidas urgentes contra novo surto de gripe aviária

Transmissão do vírus H7N9 pode não ser apenas pelas aves (Foto: Reuters/William Hong)

Transmissão do vírus H7N9 pode não ser apenas pelas aves (Foto: Reuters/William Hong)

A Comissão Europeia disse neste domingo (16) que vai adotar, provavelmente na segunda-feira (17), medidas urgentes de prevenção para conter um surto de uma variação altamente contagiosa de gripe aviária na Holanda.

“A Comissão deve adotar nesta segunda uma decisão com providências urgentes em relação a este surto”, disse o porta-voz do grupo, Ricardo Cardoso.

A medida vai descrever as regiões estabelecidas pelas autoridades holandesas ao redor de uma fazenda contaminada, onde ficará proibida a venda de carne de aves, ovos, e outros produtos originários destes animais nos países membros da União Europeia e em outros países.

 

Da Reuters

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Destroços do voo MH17 começam a ser recuperados na Ucrânia

Equipes coletam partes do avião da Malaysia Airlines, voo MH17, neste domingo (16), na Ucrânia (Foto: MENAHEM KAHANA / AFP)

Equipes coletam partes do avião da Malaysia Airlines, voo MH17, neste domingo (16), na Ucrânia (Foto: MENAHEM KAHANA / AFP)

 

A recuperação dos destroços do Boeing da Malaysia Airlines, abatido em julho sobre o leste da Ucrânia, começou neste domingo (16), quatro meses após a tragédia que provocou 298 mortes.

Funcionários da autoproclamada república de Donetsk começaram o trabalho cortando os grandes pedaços com a ajuda de uma serra de metal perto da aldeia de Grabove, em uma área controlada pelos separatistas pró-russos, de acordo com um jornalista da AFP. As primeiras partes foram levantadas por um guindaste e colocadas no reboque de um caminhão.

“Esperamos terminar a operação em 10 dias”, declarou uma autoridade separatista na presença de jornalistas. “Começamos com as peças maiores e vamos continuar com as menores”.

O voo MH17, que fazia o trajeto Amesterdã-Kuala Lumpur, foi atingido possivelmente por um míssil em 17 de julho quando sobrevoava uma área sob controle separatista no leste daUcrânia.

Os detritos devem ser transferidos para a Holanda – país com o maior número de vítimas, 193 – para serem examinados pelo Bureau de Investigação e Segurança (OVV), encarregado de investigar as causas da tragédia.

A Ucrânia e o Ocidente afirmam que o avião foi abatido por um míssil terra-ar fornecido pela Rússia aos separatistas pró-russos. Moscou nega e acusa as tropas ucranianas.

Depois da tragédia, americanos e europeus reforçaram suas sanções contra a Rússia.

Em um primeiro relatório de 9 de setembro, o OVV considerou que o Boeing 777 havia sido perfurado em pleno voo por “projéteis de alta energia”, sem confirmar a teoria do míssil. Um relatório final está previsto para o verão de 2015.

Restos humanos
A recuperação dos destroços foi muito adiada em parte devido a insegurança em uma região onde os combates entre as forças de segurança ucranianas e os separatistas são frequentes, apesar de uma trégua assinada por ambos os lados em 5 de setembro.

Os combates, normalmente ouvidos a cerca de quinze quilômetros do local da queda, no entanto, pararam na manhã deste domingo, informou a AFP.

Especialistas holandeses supervisionam trabalhos dos separatistas pró-russos em Donetsk, na Ucrânia, neste domingo (16) (Foto: MENAHEM KAHANA / AFP)

Especialistas holandeses supervisionam trabalhos dos separatistas pró-russos em Donetsk, na Ucrânia, neste domingo (16) (Foto: MENAHEM KAHANA / AFP)

As operações de evacuação foram realizadas em meio a um forte nevoeiro e muito frio por quinze funcionários do ministério das Situações de Emergência das autoridades separatistas sob a supervisão de especialistas holandeses, com coletes à prova de balas e jaquetas amarelas fluorescentes, e observadores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), em casacos azuis e capacetes brancos.

O chão estava coberto de destroços. Pedaços de fuselagem, um assento, uma peça de motor eram especialmente visíveis na zona guardada por separatistas armados.

“Nós não sabemos ainda se todos os restos da carcaça serão levados à Holanda”, declarou Wim van der Weegen, um porta-voz do OVV, à AFP, em Haia.

“Temos de levar em conta que a área de busca é muito grande. Temos uma lista que identifica as peças mais importantes para a investigação e são essas que têm a prioridade”, acrescentou ele, sem querer estender sua natureza.

Muitos restos humanos e objetos pessoais das vítimas foram recolhidos anteriormente. Até agora, os restos mortais de 289 vítimas foram identificadas e o ministro das Relações Exteriores holandês, Bert Koenders, alertou que os restos de outras nove pessoas podem nunca ser encontrados.

“Se os restos humanos forem encontrados durante as operações, serão, naturalmente, recuperados”, garantiu Weegen.

Equipes coletam partes do avião da Malaysia Airlines, voo MH17, neste domingo (16), na Ucrânia (Foto: MENAHEM KAHANA / AFP)
Queda do avião deixou 298 mortos (Foto: MENAHEM KAHANA / AFP)
Da France Presse

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.