Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Jovem é preso nos EUA após jogar sanduíche de frango na mulher

Um homem de 21 anos foi preso em Des Moines, no estado de Iowa (EUA), acusado de tentar agredir sua mulher com um sanduíche de frango.

Marvin Tramaine Hill II foi preso por arremessar sanduíche contra a mulher (Foto: Polk County Jail)
Marvin Tramaine Hill II foi preso por arremessar sanduíche contra a mulher (Foto: Polk County Jail)

Segundo a polícia, Marvin Tramaine Hill II arremessou o sanduíche contra sua mulher após uma discussão.

Ele foi preso acusado de violência doméstica e levado para a cadeia do condado de Polk.

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Jovem é preso acusado de estuprar colega de escola nos EUA e filmar ato

Tristen Kole Killman-Hardin, de 18 anos, foi preso acusado de estuprar colega de escola de 16 anos nos EUA (Foto: Cleveland County Sheriff's Office/AP)

Tristen Kole Killman-Hardin, de 18 anos, foi preso acusado de estuprar colega de escola de 16 anos nos EUA (Foto: Cleveland County Sheriff’s Office/AP)

Um jovem de 18 anos foi acusado formalmente de estupro nesta terça-feira (2) em Oklahoma, nos Estados Unidos, em um caso que causou revolta e protestos em uma escola no condado de Cleveland devido ao modo como a administração local lidou com as vítimas.

Tristen Kole Killman-Hardin recebeu duas acusações de estupro em primeiro grau. Ele é ex-aluno da Norman High School, e foi acusado de atacar uma adolescente de 16 anos que estava intoxicada e incapaz de reagir.

As autoridades locais também investigam acusações contra o jovem feita por pelo menos outras duas garotas.

Segundo a polícia, a jovem de 16 anos foi estuprada no dia 19 de setembro, após Tristen oferecer uma carona a ela. A garota estava em uma festa com colegas, e havia ingerido bebida alcoólica.

No dia seguinte a vítima recebeu um vídeo, aparentemente registrado no carro do acusado, que mostra a agressão. O vídeo foi enviado para o telefone da vítima e também circulou entre outros alunos da escola.

Tristen admitiu à polícia ter feito sexo com a garota, mesmo sabendo que ela estava embriagada.

O caso gerou protestos na escola – estudantes afirmaram que amigos do acusado estavam fazendo bullying com a vítima.

A escola informou que suspendeu Tristen após tomar conhecimento sobre o vídeo, ainda em setembro, pelo resto do ano.

O jovem foi levado para a cadeia do condado de Cleveland. Sua fiança foi estabelecida em US$ 250 mil.

 

Da AP

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Coreia do Norte proíbe que cidadãos do país se chamem Kim Jong-un

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, visita uma estação de pesca do exército coreano em foto sem data liberada nesta quarta-feira (19) pela Agência de Notícias da Coréia do Norte (KCNA) em Pyongyang  (Foto: KCNA/Reuters)

líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, visita estação de pesca do exército coreano em foto sem data liberada nesta quarta-feira (19) pela Agência de Notícias da Coréia do Norte (KCNA) em Pyongyang (Foto: KCNA/Reuters)

A Coreia do Norte proibiu, há três anos, que qualquer pessoa se chame Kim Jong-un, um nome relativamente comum no país, para destacar a personalidade única do “líder supremo”, revelou nesta quarta-feira (3) a agência de notícias sul-coreana “Yonhap”.

O regime totalitário, caracterizado pelo extremo culto à personalidade dos líderes da dinastia Kim, exigiu que todos os cidadãos que se chamam “Kim Jong-un” mudem de nome “voluntariamente”, segundo um decreto oficial emitido há três anos e divulgado nesta quarta pela “Yonhap”.

Tal determinação data de 2011, antes da morte de Kim Jong-il, quando já estava determinado que o jovem Jong-un (nascido em 1983) seria o sucessor de seu pai, o ‘querido líder’, no comando da Coreia do Norte.

O governo também proibiu que os pais registrassem seus filhos recém-nascidos com o nome Jong-un, inclusive se o sobrenome não é Kim, segundo a agência sul-coreana.

Há décadas, os norte-coreanos também não podem se chamar “Kim Jong-il” e “Kim Il-Sung”, este último fundador do país e avô do atual líder.

O sobrenome Kim é o mais comum entre os coreanos, com mais de 20%, tanto em cidadãos do Norte como do Sul.

Além disso, o nome Jong-un é relativamente frequente, tanto para homens como para mulheres, nas duas Coreias e foi especialmente popular entre os nascidos em meados da década de 1980.

Com isso, estima-se que vários norte-coreanos tiveram que mudar de nome depois que o decreto entrou em vigor há três anos.

Curiosamente, na Coreia do Sul, o nome Jong-un é mais frequente em mulheres do que em homens.

 

Da EFE

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Tabaré Vázquez nomeia gabinete 48 horas após ser eleito no Uruguai

Tabaré Vázquez é eleito presidente do Uruguai (Foto: AFP Photo/Pablo Porciuncula )

Tabaré Vázquez é eleito presidente do Uruguai (Foto: AFP Photo/Pablo Porciuncula )

O presidente eleito do Uruguai, Tabaré Vázquez, designou nesta terça-feira (2) seu gabinete ministerial, que tem Danilo Astori – o artífice da política econômica que levou o país ao crescimento na última década – na pasta da Economia.

Vázquez, que liderará o terceiro governo de esquerda consecutivo no Uruguai, anunciou que Astori será o encarregado de Economia e Finanças.

Astori é considerado o principal promotor das medidas econômicas que levaram o Uruguai a ter em 2014 seu 12º ano de expansão econômica consecutiva, com crescimento de 4,4% em 2013.

A rápida definição do gabinete, 48 horas após a eleição, foi possível devido à “experiência prévia e um profundo conhecimento de todos os que vão constituir o próximo gabinete e que estão ocupando os cargos atualmente”, assinalou Vázquez ao lado dos ministros e subsecretários designados.

O ministério das Relações Exteriores será encabeçado por Rodolfo Nin Novoa, homem de confiança de Vázquez, que ocupou a vice-presidência no primeiro mandato do socialista (2005-2010).

No ministério do Interior, calcanhar de Aquiles do governo de José Mujica devido à crescente revolta da população com a insegurança, Vázquez manterá o ministro Eduardo Bonomi.

Na Pecuária, permanecerá o ministro Tabaré Aguerre, um independente dentro da Frente Ampla (coalizão de esquerda) e que teve uma gestão muito elogiada na área que puxou o crescimento do país.

Liliam Kechichián e o ex-guerrilheiro Eleuterio Fernández Huidobro seguirão à frente de Turismo e Defesa, respectivamente.

Com a rápida designação, Vázquez evita uma possível negociação por cargos com o setor da Frente Ampla ligado ao presidente Mujica, o Movimento de Participação Popular, mais a esquerda.

Vázquez, um médico oncologista de 74 anos e ferrenho antitabagista, recebeu 1.226.105 votos, contra 939.074 para Luis Lacalle Pou, de 2,32 milhões de votos emitidos, obtendo 56,6% dos votos válidos.

 

Da France Presse

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

ONG leva urso polar à COP 20 para alertar sobre emissão de metano

Urso polar desmaiado chamou a atenção dos participantes na COP 20 (Foto: Eduardo Carvalho/G1)

Urso polar desmaiado com mensagem sobre o gás metano chamou a atenção dos participantes na COP 20 (Foto: Eduardo Carvalho/G1)

Um urso polar “desmaiado” chamou a atenção de quem passava por um dos prédios onde ocorre a Conferência do Clima das Nações Unidas, a COP 20. A ação ocorrida nesta terça-feira (2), segundo dia da cúpula da ONU, foi feita pela organização não governamental United Planet para alertar sobre as emissões de metano no planeta.

Depois do dióxido de carbono (CO2), o metano é o gás que mais acentua o efeito estufa e, consequentemente, influencia na elevação da temperatura do planeta. Segundo cientistas, esses poluentes na atmosfera provocam alterações no clima, como secas, degelo, inundações e etc.

De acordo com Lisa Martin, ativista dos Estados Unidos e uma das integrantes da ONG, o protesto pede que mais estudos sejam feitos sobre o gás nocivo. “Ainda não há muitas políticas voltadas para o metano. Não há muita informação sobre seu impacto e influência no clima”, disse ela ao G1.

O que se sabe até agora é que oo element é emitido pelo gado, por lixões, mineração de carvão e pela produção e distribuição de gás natural. Cientistas alertam ainda que um volume muito grande estaria sob o manto de gelo da Antártica e poderá ser liberado para a atmosfera à medida que as temperaturas globais crescentes derreterem o gelo, alimentando ainda o aquecimento.

Negociadores conversam em espaço montado em Lima para receber a COP 20 (Foto: Eduardo Carvalho/G1)

Negociadores conversam em espaço montado em Lima para receber a COP 20 (Foto: Eduardo Carvalho/G1)

COP 20 entra no terceiro dia
Diplomatas e cientistas reunidos em Lima até o dia 12 de dezembro têm a missão de chegar ao “rascunho zero” de um acordo multilateral que obriga as nações a cortar emissões de gases-estufa a partir de 2020 e frear a elevação da temperatura global.

Nesta terça, teve início a discussão sobre a Plataforma de Durban, trilho responsável por delinear o acordo que vai substituir o Protocolo de Kyoto. Ele precisa ser aprovado e assinado até o final de 2015, durante a COP 21, em Paris, e seu conteúdo passará a vigorar no fim desta década.

De acordo com negociadores ouvidos pelo G1, ainda não há um texto pronto, mas sim uma copilação das várias propostas apresentadas pelos países, que estão sendo reunidas e debatidas pelos copresidentes nomeados pela Convenção Quadro da ONU sobre Mudanças Climáticas, a UNFCCC. Eles auxiliam o presidente da COP, o ministro do Meio Ambiente do Peru, Manuel Pulgar Vidal. Ao longo do ano, quatro reuniões extras já discutiram o tema.

Diferenciação concêntrica
O governo brasileiro apresentou na COP 20 a posição de que os países desenvolvidos devem permanecer com as maiores responsabilidades nos cortes de emissões em relação às nações em desenvolvimento – mantendo o princípio das Responsabilidades Comuns, porém diferenciadas. No entanto, pede que nações vulneráveis, como os Estados-ilha, não sejam forçados a empreender ações, já que eles têm poucos recursos e sua mitigação não teria impactos significativos.

O mecanismo é chamado de diferenciação concêntrica. Segundo o representante do Itamaraty no Peru, Raphael Azeredo, diretor do Departamento de Meio Ambiente e Temas Especiais do Ministério das Relações Exteriores, a proposta foi bem recebida e tenta evitar que os países não percam tempo discutindo o princípio da negociação.

Além disso, a diplomacia brasileira conseguiu submeter à UNFCCC a proposta de precificação de ações antecipadas, conhecida como “moeda do clima”. Seu objetivo é obter créditos por tudo que foi feito antes de 2020 para reduzir as emissões de gases. Na prática, se a ação for reconhecida, o Brasil poderia adiar a implementação de medidas dentro do novo acordo que entraria em vigor por já ter agido no enfrentamento da mudança climática.

Uma das plenárias realizadas na COP 20 nesta terça-feira, em Lima, no Peru (Foto: Eduardo Carvalho/G1)

Uma das plenárias realizadas na COP 20 nesta terça-feira, em Lima, no Peru (Foto: Eduardo Carvalho/G1)

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Acidente entre ônibus escolares mata 3 pessoas no Tennessee, nos EUA

Ônibus onde as três vítimas morreram após acidente nos Estados Unidos nesta terça-feira (2) (Foto: Michael Patrick/Knoxville News Sentinel/AP Photo)

Ônibus onde as três vítimas morreram após acidente nos Estados Unidos nesta terça-feira (2) (Foto: Michael Patrick/Knoxville News Sentinel/AP Photo)

Três pessoas, dentre elas duas meninas, morreram em um acidente entre dois ônibus escolares em uma estrada de Knoxville, no Tennessee, nos Estados Unidos. Outras 23 crianças ficaram feridas e foram levadas para hospitais após a batida nesta terça-feira (2).

De acordo com o departamento de polícia, os dois veículos viajavam em direções opostas quando um deles se perdeu em uma curva e atingiu a lateral do outro. O ônibus atingido – onde estavam os três mortos – capotou após a batida. As autoridades pontuaram, porém, que as investigações ainda estão em estágio inicial.

Algumas crianças foram atendidas por veículos do serviço de emergência e outras foram levadas pelos próprios pais, segundo informou a polícia à rede de televisão CNN. Ao menos 20 crianças já teriam sido atendidas e liberadas. O outro ônibus teve a frente destruída e o motorista foi hospitalizado com ferimentos leves.

Os ônibus prestam serviço em escolas de ensino fundamental. Os alunos das duas unidades de ensino terão aulas normalmente nesta quarta-feira (3) e terão apoio de conselheiros.

Parentes das vítimas oram no local do acidente  (Foto: Paul Efird/Knoxville News Sentinel/AP Photo )
Parentes das vítimas oram no local do acidente (Foto: Paul Efird/Knoxville News Sentinel/AP Photo )
Ônibus que teria atingido o outro após perder o controle na estrada, segundo informações iniciais das autoridades (Foto: Michael Patrick/Knoxville News Sentinel/AP Photo)
Ônibus que teria atingido o outro após perder o controle na estrada, segundo informações iniciais das autoridades (Foto: Michael Patrick/Knoxville News Sentinel/AP Photo)
Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Japão lança ao espaço seu ‘caçador de asteroides’

O H-2A decolou do sul do país e levará ao espaço a sonda Hayabusa-2 (Foto: Jiji Press  / Via AFP Photo)

O H-2A decolou do sul do país e levará ao espaço a sonda Hayabusa-2 (Foto: Jiji Press / Via AFP Photo)

O Japão lançou com sucesso, nesta quarta-feira (3), um foguete “caçador de asteroides”. O H-2A decolou do sul do país e levará ao espaço a sonda Hayabusa-2, que em 2018 se encontrará com um asteroide, informou a Agência japonesa de Exploração  Espacial (JAXA).

O lançamento ocorreu às 13h22 (1h22 no Brasil) a partir da base de Tanegashima.

Após uma hora e 47 minutos de voo sem incidentes, a sonda Hayabusa-2 se separou do foguete no local previsto, segundo a agência.

A Hayabusa-2 iniciou o voo em direção ao ‘1999 JU3’, um asteroide primitivo quase esférico de menos de um quilômetro de diâmetro, que deve alcançar em meados de 2018.

O objetivo da missão é recolher poeira do subsolo deste corpo celeste rochoso, que contém carbono e água, para tentar compreender quais matérias orgânicas e aquosas se encontravam originalmente presentes no Sistema Solar. O retorno à Terra está previsto para 2020, caso a missão aconteça da maneira planejada.

“Esta missão para recolher matéria primitiva tem o potencial para revolucionar nossa compreensão das condições da formação dos planetas”, afirmou a equipe que coordena o projeto na JAXA.

“Também pode revelar informações importantes para proteger o planeta”, completou a agência.

A Hayabusa-2 é quase similar ao antecessor, Hayabusa, lançado em 2003 em direção a outro asteroide, mas tem uma tecnologia mais avançada a partir das lições deixadas pelos muitos problemas sofridos durante a primeira missão, que chegou perto do fracasso.

Hayabusa conseguiu chegar ao asteroide Itokawa depois de uma verdadeira epopeia de sete anos

O asteroide 1999 JU3 tem a mesma órbita que o Itokawa, mas é mais largo e contém substâncias orgânicas de natureza diferente.

“Ao chegar perto do asteroide 1999 JU3, a sonda observará toda a superfície com a ajuda de instrumentos de teledetecção”, explicou a JAXA.

Depois, Hayabusa-2 vai liberar o veículo robotizado Minerva2 e o módulo de pouso Mascot (o equivalente ao Philae na missão europeia Rosetta), projetado pelo Centro Nacional de Estudos Espaciais (CNES) da França e pelo Centro Aeroespacial Alemão (DLR), que devem recolher amostras da superfície.

Mascot, que tem expectativa de vida de 12 horas, vai utilizar quatro instrumentos que permitirão conhecer a composição mineralógica do solo, segundo a coordenadora do projeto, Muriel Deleuze, do CNES.

“O asteroide 1999 JU3 é chamado de primitivo porque não evoluiu desde sua formação há 4,5 bilhões de anos, quando se formou o Sistema Solar”, explica Francis Rocard, astrofísico do CNES.

Para recolher poeira do 1999 JU3, a sonda deve realizar uma operação espetacular: lançar uma espécie de pêndulo e esconder-se atrás do asteroide, enquanto esta espécie de canhão espacial projeta uma bola de metal para criar uma cratera de vários metros de diâmetro.

Após o “bombardeio”, Hayabusa-2 deve avançar por pouco tempo pelo asteroide para reunir as amostras e depois iniciar a viagem de volta à Terra.

A primeira missão Hayabusa teve muito apelo popular e o sucesso, após vários incidentes técnicos, se tornou um símbolo da perseverança japonesa, capaz de superar a adversidade.

A popularidade de Hayabusa foi determinante para que o governo aceitasse um orçamento de 31 bilhões de ienes (US$ 260 milhões) para esta segunda missão espacial.

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Suposto monstro marinho achado em praia russa volta a gerar debate

Apesar de ter sido descoberta há quase uma década, a carcaça de uma criatura encontrada por soldados em uma praia na ilha de Sakhalin, na Rússia, voltou a provocar debate na web. Alguns acreditam que seriam os restos de um monstro pré-histórico.

Muitos chegaram a pensar que se tratava de monstro marinho (Foto: Exclusivepix/Iberpress)
Muitos chegaram a pensar que se tratava de monstro marinho (Foto: Exclusivepix/Iberpress)

As teorias foram alimentadas ao longo dos anos pelo fato de o animal ter sido removido da praia pelas forças especiais russas. As imagens da carcaça surgiram pela primeira vez em 2006, mas, até hoje, continuam provocando discussão sobre sua identificação.

No entanto, segundo o jornal inglês “Daily Mail”, testes feitos por especialistas revelaram que o esqueleto pertencia a uma baleia-beluga.

 

Do G1, em São Paulo

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Protestos contra presidente terminam em vandalismo no México

Manifestantes queimam boneco do presidente do México, Enrique Peña Nieto, durante protesto em Tijuana nesta segunda-feira (1º)   (Foto: Jorge Duenes/Reuters)

Manifestantes queimam boneco do presidente do México, Enrique Peña Nieto, durante protesto em Tijuana nesta segunda-feira (1º) (Foto: Jorge Duenes/Reuters)

 

Um novo protesto no México contra o desaparecimento de 43 estudantes terminou com atos de vandalismo na segunda-feira (1º), dia em que o presidência de Enrique Peña Nieto completou dois anos de mandato, em meio à pior crise de seu governo.

Para marcar a data, dezenas de protestos foram convocados em todo o país para exigir que o governo encontre os jovens desaparecidos em setembro em Iguala (Guerrero, sul), um crime que o próprio Peña Nieto admitiu na segunda-feira que estabeleceu um “antes e depois” de sua presidência.

Na capital do país, ao fim de um protesto durante a noite dezenas de pessoas encapuzadas, armadas com pedaços de pau e bastões de beisebol, destruíram lojas e agências bancárias no famoso “Paseo de la Reforma”. Também usaram bombas incendiárias e criaram focos de incêndio nas ruas.

Centenas de policiais foram enviados ao local para evitar que os manifestantes avançassem até o Senado. Três homens, todos com menos de 20 anos, foram detidos.

Os estudantes desapareceram no dia 26 de setembro depois de um ataque de policiais de Iguala, que supostamente receberam ordens do prefeito. Depois, os agentes entregaram os 43 jovens para integrantes do cartel Guerreros Unidos que, segundo depoimentos de pessoas detidas, mataram e queimaram as vítimas.

Mas com a falta de provas materiais, os pais se aferram à esperança de que os estudantes estão vivos e exigem esforços do governo na busca.

Outros protestos foram registrados em todo o México, os mais intensos em Chilpancingo, capital de Guerrero, onde um grupo de manifestantes saqueou os escritórios da promotoria estadual e incendiou cinco veículos, incluindo duas viaturas policiais.

A imprensa mexicana divulgou pesquisas que mostram a queda da popularidade de Peña Nieto entre agosto e o fim de novembro: 46% a 39%, segundo o jornal Reforma, e de 46% a 41%, de acordo com o jornal El Universal.

Este é o menor índice de popularidade de um presidente mexicano desde os anos 90, durante o mandato de Ernesto Zedillo (1994-2000), quando o país enfrentava os efeitos de uma crise econômica conhecida como ‘Efeito Tequila’.

O crime de Iguala provocou uma indignação sem precedentes entre a opinião pública do país, cansada após anos de violência.

Na segunda-feira, Peña Nieto enviou ao Congresso um pacote de reformas constitucionais para a área de segurança, com o objetivo de enfrentar as ações do narcotráfico.

 

Da France Presse

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Indianas elogiadas por vídeo em que agridem molestadores em ônibus

Da AFP

Vídeo viralizou rapidamente na internet. Maioria dos comentários são de elogios à coragem das mulheres / Foto: Youtube/Reprodução

 

Vídeo viralizou rapidamente na internet. Maioria dos comentários são de elogios à coragem das mulheresFoto: Youtube/Reprodução

Duas irmãs indianas têm recebido vários elogios após a divulgação de um vídeo em que aparecem respondendo a três de seus supostos molestadores em um ônibus.As duas jovens, com 22 e 19 anos, Arti e Pooja Kumar, foram cercadas por homens em um ônibus lotado na sexta-feira quando voltavam para casa, na cidade de Rohtak, localizada no estado de Haryana, vizinho de Delhi. No vídeo, que viralizou rapidamente na internet, as duas batem em seus agressores com um cinto sob o olhar indiferente dos outros passageiros.

A polícia prendeu os supostos molestadores domingo à noite após a divulgação do vídeo, gravado por uma passageira grávida, nas redes sociais e nos canais de notícias. A maioria dos comentários são de elogios à coragem das mulheres, enquanto outros denunciam a passividade dos demais passageiros, entre os quais é possível ouvir risos.

“Tiramos o chapéu para #RohtakBravehearts. Eu desprezo estes homens que permaneceram sentados e que se contentaram em assistir o que estava acontecendo”, escreveu um internauta em inglês no Twitter. “Braveheart” (coração valente) foi o apelido dado à estudante de 23 anos que morreu depois de ter sido vítima de um estupro coletivo em um ônibus, em dezembro de 2012, em Delhi, um incidente que provocou uma onda de indignação na Índia e no exterior.

“Viva as meninas corajosas (..) Desperte o público! É vergonhoso que a única a intervir tenha sido uma mulher grávida”, escreveu por a atriz Freida Pinto, estrela do filme “Quem quer ser um milionário”.

Um porta-voz da polícia de Rohtak, Ved Singh Nain, prometeu uma investigação rápida sobre o incidente. As mulheres relataram que foram assediadas após recusarem os avanços dos homens. “Eles fizeram gestos, nos tocaram e insultaram”, declarou Pooja ao canal NDTV.

“Nós não aguentávamos mais e começamos a bater. Um dos homens tentava puxar minha irmã pela mão e um outro me segurava pelo pescoço. Foi quando minha irmã tirou o cinto e começou a bater”, acrescentou.

O chefe executivo do Estado de Haryana, M.L Khattar, prometeu uma recompensa de 31.000 rúpias (400 euros a cada uma das jovens mulheres. O vídeo do incidente pode ser visto em: https://www.youtube.com/watch?v=ZopUkgU7CSw.

 

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com