Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Lisca lamenta que o Náutico não tenha aproveitado as chances diante do Central

Não teve jeito. O técnico do Náutico, Lisca, teve que lamentar o empate em 1×1 com o Central, na noite desta quinta-feira, no Luiz Lacerda, em Caruaru, pelo Pernambucano. O comandante alvirrubro ficou desapontado principalmente com as chances desperdiçadas pela sua equipe durante a partida. Segundo o treinador, o Timbu poderia ter matado o jogo quando teve a oportunidade.

“Poderíamos ter ampliado. Tivemos as chances de matar a partida e não fizemos. Aí o adversário começa a levar perigo e na última bola chega. Mérito deles também”, disse.

Apesar disso, Lisca argumentou que o empate fora de casa foi bom porque a equipe conseguiu pontuar longe do Recife. “Conseguimos um ponto na competição. Pontuar fora de casa não é ruim. A competição está no começo”.

Agora o técnico foca a próxima partida da equipe, o clássico contra o Santa Cruz, no Arruda. “O time deles é muito entrosado e a gente vai observar para ficar prontos”.

 

 

Blog do Torcedor

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Alambrado do Lacerdão entorta, mas ninguém fica ferido

Tinha tudo para ser um momento de alegria. No entanto, quase virou uma tragédia. No momento em que Danilo Lins igualou a partida para o Central, no duelo contra o Náutico, no Luiz Lacerda, em Caruaru, a torcida da casa, empolgada com o empate, subiu no alambrado do estádio, que quase cedeu. Por sorte, nenhum torcedor ficou ferido na confusão. Somente a estrutura ficou entortada conforme pode-se ver na imagem acima.

Como se isso não bastasse, mais confusão após o apito final do árbitro. A polícia entrou em confronto com os torcedores centralinos. Mais uma vez, nenhum registro de ferido.

 

 

Blog do Torcedor

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Santa Cruz: Vica lamenta derrota e reclama da falta de pontaria do ataque

Santa Cruz não foi bem no duelo contra o Porto e foi derrotado por 1×0, em jogo válido pelo hexagonal do título do Campeonato Pernambucano, nesta quarta-feira (12), no estádio Luiz Lacerda.

Mesmo criando algumas jogadas de gol, o camisa um do Porto não fez nenhuma grande defesa. A forte marcação dos donos da casa, aliada a falta de inspiração do tricolor do Arruda, ajudaram o Porto a bater o tricolor. Ao final do jogo, o técnico Vica, visivelmente chateado com o desempenho em campo, fez uma análise  da equipe.

Para ele, o time pagou um preço alto pelos gols que perdeu no Lacerdão. “Tivemos várias chances para marcar e perdemos. O Tiago não fez uma defesa no segundo tempo e num descuido o Porto soube aproveitar a chance que teve para marcar o gol. Pagamos caro pela derrota, mas agora é passar a borracha nesse resultado e buscar a vitória no sábado”, disse.

Essa foi uma das piores apresentações da equipe coral na temporada. É certo que o time não vem encantando os torcedores dentro de campo, mas mesmo assim, os bons resultados estavam vindo. Com uma decisão a ser jogada no próximo sábado, diante do Guarany de Sobral-CE, o time parece ter entrado desconcentrado em campo, e já sonhando com a próxima partida.

Mas, para Vica, a forte marcação imposta pelos donos da casa, foi o principal problema diante do Porto. “Encontramos uma forte marcação de um time bem postado em campo, e sair dessa marcação foi o grande problema. Tivemos boas jogadas pelos lados, mas a defesa deles ganhou a maioria das jogadas. Méritos para o Porto que conquistou a viótia merecidamente”, afirmou.

Neste confronto, o comandante coral não pôde contar com três titulares importantes- Luciano Sorriso, Oziel e Léo Gamalho, ambos vetados pelo departamento médico.

Os que preencheram as vagas não comprometeram o time em campo, e foram até elogiados pelo treinador. Mas, é claro que Vica queria contar com todos os titulares no jogo.

Ainda assim o treinador preferiu não usar as ausências como justificativa para a derrota. “Os desfalques tinham peças de reposição que utilizamos no jogo. Não podemos chorar e nem arrumar justificativas pelas derrotas, eu também nem gosto disso. Quem entra em campo tem que buscar a vitória e infelizmente não conseguimos sair com ela”, concluiu.

 

 

Blog do Torcedor

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Santa Cruz e Porto fazem duelo de tricolores em Caruaru pelo hexagonal do título

E mais uma vez o Santa Cruz vai viajar até Caruaru para disputar uma partida oficial nesta temporada. Depois de mandar as três primeiras partidas da fase de grupos da Copa do Nordeste no Lacerdão, o time finalmente jogou em seus domínios no último domingo, no Arruda, contra o Central, de Caruaru. No Agreste, foram duas vitórias (Vitória da Conquista e Bahia) e uma derrota, contra o CSA-AL.

Agora, o tricolor volta para a capital do forró, para encarar o Porto, pela segunda rodada do hexagonal do título do Campeonato Pernambucano, no Lacerdão, às 21h15.

Embalado pela vitória por 4×2 sobre  a patativa, a cobra coral chega com muita moral e um certo favoritismo para o duelo diante do Gavião do Agreste, principalmente depois de ver o seu ataque desencantar na temporada.

Após os seis jogos na primeira fase do nordestão, o setor ofensivo do técnico Vica não conseguiu balançar as redes uma vez sequer, o que estava incomodando a torcida e os próprios atacantes. A vontade era tão grande, que o time marcou logo quatro gols no jogo em que quebrou o tabu negativo.

Para o confronto em Caruaru, Vica terá três desfalques no time; Oziel, Luciano Sorriso e o atacante Léo Gamalho, todos poupados pelo departamento médico. Sem fazer mistério, ele revelou os substitutos para o jogo – Nininho na vaga de Oziel; Memo no lugar de Luciano Sorriso e o versátil Pingo na vaga de Léo Gamalho.

Para não relaxar dentro de campo, e não pensar que está jogando em casa, Vica pediu bastante atenção com a equipe do Porto. “É difícil você falar como se estivesse jogando em casa, é diferente jogar em outro estádio.

A equipe do Porto é jovem, de muita qualidade e vai querer buscar a vitória também. Espero que o time possa fazer um bom jogo e trazer a vitória, mas sempre com muito respeito ao time do Porto que tem muita força”, disse.

Uma das novidades na equipe é a volta do lateral-direito Nininho, que não disputava uma partida como titular desde o dia três de fevereiro do ano outubro do ano passado, quando entrou em campo na vitória do Santa Cruz sobre o Rio Branco-AC, por 2×0.

“Desde o jogo contra o Rio Branco-AC que eu não começava uma partida, mas agora vo aproveitar essa chance e tentar ajudar o Santa Cruz. Temos que ficar sempre em busca de uma nova oportunidade de entrar no time”, comentou Nininho.
Porto
Cerca de sete mil ingressos do todos com a nota foram trocados para o duelo entre os tricolores nesta quarta-feira. A expectativa é de casa cheia e de muita torcida pelo time caruaruense.

Depois da derrota para o Salgueiro na estreia do estadual, por 2×1, em Salgueiro, o time do técnico Elerilson Santos se arma com todas as forças em busca da primeira vitória no hexagonal do título.

“Sabemos que vai ser um jogo muito difícil, mas temos a convicção que somos capazes de vencer o jogo”, disse o treinador.

Ficha do jogo

Porto: Emanuel; Felipe Almeida, Geninho, Wallace e Jackson; Cosme, Caio, Taciano e Evandro; Kiros e Guego. Técnico: Elerilson Santos.

Santa Cruz: Tiago Cardoso; Nininho, Renan Fonseca, Everton Sena e Tiago Costa; Sandro Manoel, Memo, Raul e Renatinho; Cassiano e Flávio Caça-Rato. Técnico: Vica

Ficha técnica
Local: Lacerdão
Horário: 21h15
Árbitro: Gleydson Ferreira Leite
Assistentes: Clovis Amaral da Silva  e Albino de Andrade Albert Junior

 

 

Blog do Torcedor

Foto: Guga Matos

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Náutico perto de anunciar o atacante Geovane

O Náutico está muito de confirmar mais uma contratação para a temporada 2014. Trata-se do atacante Geovane. O atleta tem 28 anos e estava no São Caetano. Ele chega com contrata de empréstimo junto ao clube paulista até o final do ano. O Azulão vai pagar parte dos salários do jogador.

“Ele deve chegar ao Recife ainda nesta semana. Outros clubes o procuraram além do Náutico, mas ele é pernambucano e isso pesou para a escolha”, disse o diretor de futebol do São Caetano, Genivaldo Leal.

Geovane é natural de Vitória de Santo Antão, mas nunca atuou no futebol local. Jogou pelo América-RN, Santa Cruz-RN, Mogi Mirim, Guarani, Grêmio Barueri e Daegu, da Coreia do Sul.

O atacante faz parte da lista de reforços que o Alvirrubro ainda busca para este início de ano. Além dele, o Náutico deve anunciar mais um zagueiro, que deve ser Luiz Alberto, e um lateral-esquerdo.

REPETECO – No treino desta terça-feira, no centro de treinamento Wilson Campos, o técnico Lisca repetiu a formação que utilizou no treinamento dessa segunda: Alessandro; Hélder Maurilio, William Alves, Flávio e Gerley. Elicarlos, João Ananias, Pedro Carmona e Yuri; Marinho e Hugo. Durante a movimentação trocou Ananias por Dê, Pedro Carmona por Marcos Vinícius e Hugo por Roberson.

 

Blog do Torcedor

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Sport vai para cima do Salgueiro na estreia do Pernambucano

Depois de muita discussão e reuniões, enfim, o Sport vai estrear no Pernambucano Coca-Cola 2014. Nesta quarta-feira, o Leão pisa no gramado da Ilha do Retiro, a partir das 20h, para encarar o Salgueiro. O time rubro-negro tem um tabu a quebrar. Desde março de 2010, o Sport não vence o Caracará em jogos na Ilha. De lá para cá, foram cinco duelos: duas vitórias para os sertanejos e três empates. Um motivo a mais para que a equipe ganhe motivação para estrear na competição com o pé direito.

O técnico interino Eduardo Baptista sabe da força do adversário. Por isso, conversou bastante com os jogadores para que o time não perca o foco na estreia. Afinal, o primeiro jogo seria contra o Náutico. “Trabalhar o lado psicológico, nos últimos dias, foi essencial. Há pouco estávamos pensando em jogar um clássico (contra o Náutico), que não foi realizado. Existe todo um glamour em cima disso. E, de repente, não houve o jogo. Conversei com os atletas para manterem o foco, independentemente de clube que iríamos enfrentar. Além disso, o Salgueiro é um dos maiores emergentes do Estado. Já podemos considerar esse jogo como um clássico”, considerou o treinador.

Nos dois jogos sob comando de Eduardo Baptista, o Sport não tomou. E contra o Salgueiro, o treinador interino vai reforçar ainda mais o sistema defensivo. Baptista sacou Rithely, que tem por costume aparecer no setor ofensivo, para escalar Rodrigo Mancha, um jogador que fica mais preso na marcação. Essa é a única mudança time em relação aos jogos anteriores. Na verdade, trata-se de uma estratégia. Como Rithely está fora do jogo contra o CSA, pela COpa do Nordeste, no final de semana, Baptista optou por escalar Mancha logo agora já para dar ritmo de jogo.

No ataque, pelo visto Érico Júnior vai se firmando como titular ao lado de Neto Baiano, deixando o experiente Felipe Azevedo no banco. Érico vinha sedo peça usada no segundo tempo pelo técnico Geninho, mas com Eduardo o jovem atleta é titular para dar velocidade ao setor ofensivo e vem dando conta do recado. O treinador espera que ele seja útil também diante da equipe do interior.

Carcará

O Salgueiro está mesmo embalado no Estadual. O time sertanejo foi campeão do primeiro turno e, no último domingo, fez a festa ao levantar a taça e ao vencer o Porto, em casa. Agora, a missão é surpreender o Sport. O técnico Cícero Monteiro não mexe com a equipe e vai manter jogadores experientes como Marcos Tamandaré (ex-Sport), Vitor Caicó e Pio.

Ficha técnica

Sport
Magrão; Patric, Ferron, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Ewerton Páscoa e Ailton; Ananias, Érico Júnior e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista (Interior).

Salgueiro
Mondragón; Tamandaré, Ranieri, Ricardo Braz e Pio; Daniel, Moreilândia, Victor Caicó, Anderson Paraíba; Alexson e Júlio Estevão. Técnico: Cícero Monteiro.

Local: Ilha do Retiro. Horário: 20h. Árbitro: Emerson Sobral. Assistentes: Elan Vieira de Souza. Ricardo Chianca.

 

 

 

Blog do Torcedor

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Sport contrata o lateral-esquerdo Danilo

O Sport contratou um novo jogador para a temporada 2014. Trata-se do lateral-esquerdo Danilo, ex-América-MG. O atleta de 22 anos chega ao Recife nesta terça-feira. O contrato dele é de empréstimo até o fim deste ano.

“Foi um investimento que fizemos para trazer o Danilo. O Sport pagou para ter o atleta. O Atlético-MG também entrou na briga, mas conseguimos contratar o jogador”, disse o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Gustavo Dubeux.

Com a chegada de Danilo, o Leão conta agora com quatro laterais para a esquerda. Além do novo reforço, há Renê, Marcelo Cordeiro e Igor. Com isso aumentam as especulações de saída de algum jogador. O que tem a liberação mais cogitada é Cordeiro. Dubeux, contudo, afirma que tudo será analisado pela direção.

LIBERADOS – O volante Rodrigo Mancha recuperou-se de uma gastroenterite e está liberado para o interino Eduardo Baptista. Já o meia Robert Flores e o lateral-esquerdo Igor Fernandes estão na transição para a parte física.

 

 

Blog do Torcedor

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Santa Cruz terá mudanças para encarar o Porto

O técnico Vica não definiu o time do Santa Cruz para o duelo contra o Porto, em Caruaru, no estádio Luiz Lacerda, pela segunda rodada do Pernambucano Coca-Cola, na próxima quarta-feira. Mas há um sinal: como o Tricolor terá, no sábado, o duelo contra o Guarany de Sobral, pelas quartas de final do Nordestão, no Arruda, é possível que ele poupe alguns jogadores considerados titulares para o duelo diante do Porto.

Se optar pela mescla do time diante do Porto, acho que Vica estará dando um passo certo. Dos clubes da capital, o Santa Cruz tem uma equipe mais ajustada. O grupo é mais compacto. Quem entra, consegue manter um ritmo. E isso propicia a oportunidade do comandante fazer algumas avaliações táticas do time, alguns encaixes e dá oportunidade para que todos atuem no Santa Cruz.

Léo Gamalho é um dos que vai ser poupado do time. Contra o Central, ele fez dois gols, mas saiu no segundo tempo, sentindo a coxa esquerda. Flávio Caça-Rato e Pingo lutam por essa vaga. No meio, Natan e Carlos Alberto continuam de fora. Luciano Sorriso, com dores no tornozelo, pode ser poupado. O lateral-esquerdo Tiago Costa também pode sair do time para a entrada de Panda.

É claro que as mudanças não são ideais para quem está iniciando a temporada. Mas há uma necessidade. A ideia de poupar é um cuidado que ele está tendo para manter o ritmo do seu grupo para a temporada inteira. E o grupo do Santa Cruz está coeso, passando uma confiança para o técnico Vica fazer as mudanças que sinta necessidade.

 

 

Blog do Torcedor

Foto: Rodrigo Lobo/JC Imagem

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Náutico só entra em campo para enfrentar o Central na Arena Pernambuco

Não adianta pedir, implorar nem propor alguma solução que faça com que o Náutico viaje com destino à cidade de Caruaru para enfrentar o Central pelo Campeonato Pernambucano. O gerente de  futebol do Náutico, Lúcio Surubim, afirmou que o clube só entra em campo pelo Pernambucano Coca-Cola se for na Arena Pernambuco, cumprindo a tabela original divulgada em outubro  de 2013, e sem alterações de mando de campo.

“A partida de quinta-feira está programada pela federação, por enquanto não vamos viajar para Caruaru, porque queremos que seja respeitada a tabela original, sem mudança de mando de campo. Se não for a nossa, não vamos”, declarou Surubim.  Outro impasse envolvendo o alvirrubro é o clássico contra o Sport na primeira rodada, que foi cancelado após o imbróglio envolvendo os dois clubes e a federação. “Porque inverter o mando? Se o Sport não pode jogar em casa então o porquê que o Náutico tem que jogar em casa? O Sport tem uma receita maior que a do Náutico, eles sim poderiam perder renda de jogo, nós não”, ressaltou.

Nesta terça-feira, uma nova reunião entre o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, e os presidentes dos três grandes da capital  Náutico (Glauber Vasconcelos), Sport (Martorelli) e Santa Cruz (Antonio Luiz Neto) irá definir a nova data do clássico entre Náutico x SPort, que foi adiado nesta  primeira rodada. Nesta mesma será decidido o local da partida entre Náutico x Central, antes marcada para a Arena PE, e agora para Caruaru. Como já havia dito Surubim,  o Timbu só entra em campo se for com o mando de campo a seu favor.

Por enquanto, o time alvirrubro segue treinando no CT da Guabiraba, zona norte do Recife, se preparando para saber quando vai jogar pelo estadual.Esse tempo sem entrar  em campo, por um lado está sendo proveitoso para o alvirrubro, já que o time enfrentou uma maratona de jogos no início da temporada, pela Copa do Nordeste. Estamos  treinando sem objetivo nenhum por enquanto. O Lisca está trabalhando para recuperar os jogadores machucados. Esse periodo  longo pode até ser chamado de pré-temporada pelos jogos em tempo curto que estávamos tendo pra jogar”,disse Surubim.

 

 

Blog do Torcedor

 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Flávio Caça-Rato vai comprar um novo despertado

Flávio Caça-Rato é definitivamente uma “figuraça”. Daquelas que arranca gargalhada nas entrevistas de uma maneira muito natural. No último sábado, o jogador não treinou e ficou de fora da partida contra o Central, no Arruda. Na segunda-feira, tratou de justificar a ausência. E foi bem sincero ao apresentar o motivo da falta: dormiu demais.

Esse seria um motivo para qualquer um ser duramente criticado. Mas, com Caça-Rato, a história é diferente. Seu jeito simples de falar cativa a todos. “Eu dormi demais e perdi a hora. Dei um pulo da cama e sai todo errado para o treino. Por isso, comprei um despertador maior para não acontecer mais”, afirmou Caça-Rato, provocando risos na coletiva.

Talvez Caça-Rato tenha perdido a hora porque não imaginava que estava liberado para jogar. O atacante estava suspenso por conta da sua expulsão na partida contra o Sport, na final do Estadual do ano passado. Mas a diretoria conseguiu reverter a pena para doação de cestas básicas. “Eu não sabia que minha pena tinha sido revertida. O treinador Vica falou que eu estava fora do jogo, mas acabei errando por ter me atrasado para o treino. Peço desculpas ao torcedor e ao treinador.” E completou: “Nem no tempo em que joguei na Cabense, quando ia de ônibus, faltava aos treinos. Infelizmente, estava muito cansado e dormi além da conta.”

 

 

Blog do Torcedor

Foto: JC Imagem

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

contato@encartenoticias.com
jencartnoticias@gmail.com