Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Após reformas e quase dois anos sem público, Ilha do Retiro voltará a receber torcida do Sport

Estádio passou por melhorias nos acessos, cadeiras e banheiros e será reaberto ao público no dia 26, em jogo contra o Sete de Setembro, pelo Campeonato Pernambucano

Por João de Andrade Neto — Recife

Globo Esporte

A estreia do Sport no Pernambucano, dia 26 de janeiro, contra o Sete de Setembro, será também o reencontro do torcedor rubro-negro com a própria casa. Isso porque, após quase dois anos, a Ilha do Retiro voltará a receber público em suas arquibancadas e cadeiras. O que só foi possível após uma reforma estrutural realizada pela diretoria do clube.

No ano passado, quando houve a autorização para a volta dos torcedores aos estádios – em meio à pandemia da Covid-19 -, o Sport optou por mandar jogos do Brasileiro na Arena de Pernambuco, uma vez que a Ilha do Retiro precisava de melhorias, principalmente nos acessos e banheiros.

Neste ano, com o novo aumento de casos da doença, o governo do estado liberou a presença máxima de três mil pessoas, em medida válida até o final de janeiro.

Em meio a este cenário, o Sport realizou oito partidas com a presença de público em São Lourenço da Mata. Já a última vez que o torcedor rubro-negro esteve presente na Ilha do Retiro para acompanhar uma partida foi no dia 7 de março de 2022, na vitória por 1 a 0 sobre o Santa Cruz, pela Copa do Nordeste.

– Estamos trabalhando para atender as últimas exigências da polícia e do corpo de bombeiros. Falta pouca coisa e acredito que a Ilha será reaberta para o público no dia 26 – explicou o vice-presidente de patrimônio do Sport, Fortunato Russo Neto.

Último jogo com público na Ilha foi no dia 7 de março, com vitória sobre o Santa Cruz pelo Nordestão — Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press

Entre as exigências que ainda restam a serem cumpridas está o isolamento das cadeiras centrais, que não possuem condições de uso. Segundo Fortunato Russo, será iniciado o processo de retirada de todas as 5.226 cadeiras para a colocação de novas no setor. Para isso, porém, o clube conta com o pagamento de anuidade dos pouco mais de 3.800 proprietários. As demais serão colocadas à venda.

Com isso, nessa reabertura, apenas as cadeiras das curvas de ampliação serão liberadas para uso dos torcedores.

– Vamos realizar a troca de todas essas cadeiras, algumas inclusive já foram retiradas. O pagamento de um ano de manutenção é o valor de uma cadeira nova. É por isso que estamos pedindo para que os proprietários paguem os atrasados e quitem a anuidade da manutenção. Dos 3.800 proprietários de cadeiras centrais, não temos mil em dia. As outras cadeiras o Sport vai iniciar a venda. A procura já tem sido grande porque há muito tempo não existia venda das cadeiras centrais da Ilha – completou.

Com relação aos banheiros, segundo Fortunato Russo, ao todo dez foram recuperados nas áreas da arquibancada central e nas duas arquibancadas laterais. Ainda restam 18 a serem melhorados nos setores da social, cadeiras e camarotes. O custo do serviço ao todo será de R$ 300 mil, valor que será dividido entre o Sport e um parceiro.

– Até a terceira ou quarta rodada do Campeonato Pernambucano tudo estará pronto – acredita Fortunato Russo.

As reformas que a Ilha do Retiro precisa para voltar a receber o torcedor do Sport

Refletores e gramado

Uma das principais preocupações do Sport na reforma da Ilha do Retiro ficou para 2023. De acordo com o vice de patrimônio rubro-negro, por conta das dificuldades financeiras imposta aos clubes por conta da pandemia da Covid-19, a exigência por parte da CBF para a colocação de refletores de LED na Ilha do Retiro ficou para a próxima temporada.

Atualmente a Ilha do Retiro tem uma potência de 700 lúmens (unidade de medida da luz), número que precisará ser elevado para três mil.

– Essa troca está orçada em R$ 4 milhões, mas não vamos precisar fazer agora. Ganhamos tempo e vamos estudar a possibilidade de um projeto para conseguir o financiamento para essa troca de refletores – pontuou.

Já com relação ao gramado, Fortunato Russo garante que ele estará em perfeitas condições para o início da temporada. Inclusive, segundo o dirigente, o elenco deve realizar nesta semana um treinamento para conhecimento do novo piso.

– O gramado foi todo restaurado, bem tratado. O gramado está muito bom. A Ilha do Retiro vai estar apta para voltar jogos a partir do dia 26, contra o Sete de Setembro – assegurou Fortunato Russo.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Aval de Florentín e preço: vice de futebol do Sport explica motivos de aposta em jogadores estrangeiros

Dos quatro reforços já anunciados pelo Leão para 2022, dois são atletas de fora do País; além disso, clube tem outros dois estrangeiros encaminhados

Por Redação ge — Recife

Globo Esporte

Das quatro contratações já anunciadas pelo Sport, duas são de jogadores estrangeiros: o volante argentino Nicolás Watson e o atacante colombiano Ray Vanegas. Além disso, o lateral-esquerdo uruguaio Lucas Hernández e o volante paraguaio Blas Cáceres também devem ser oficializados nos próximos dias. Todo esse ímpeto rubro-negro no mercado sul-americano não foi por acaso e fez parte do planejamento traçado pela diretoria para 2022.

De acordo com o vice-presidente de futebol Augusto Carreiras, o conhecimento por parte da atual comissão técnica do clube somado às oportunidades do mercado sul-americano, com valores bem mais atrativos que os encontrados no Brasil, foram os principais responsáveis pela estratégia de investir em contratações oriundas dos países vizinhos.

– No Brasil, os clubes do Sul sempre exploraram mais esse mercado. Já os grandes de São Paulo nem precisam conhecer tão a fundo porque possuem condições financeiras de sempre contratarem os melhores. A nossa dificuldade era não conhecer esse mercado, mas agora temos uma comissão técnica completa que atende isso (além do treinador Gustavo Florentín, o Sport também possui o auxiliar técnico paraguaio Héctor Nuñez) – explicou Carreras.

– Além disso, é um mercado financeiramente bem mais atrativo que o nacional. Lógico que se aumenta o risco, pela questão de adaptação, mas por esse preço, o mercado sul-americano não tem comparação. O do Brasil está muito inflacionado e sem jogadores. Nesse momento, ainda temos a concorrência do Campeonato Paulista. O Paulinho Moccelin, por exemplo, preferiu disputar o Paulistão pelo São Bernardo – completou o vice de futebol do Sport.

Vanegas e Watson chegam confiantes em mudar histórico de gringos no Sport

No entanto, apesar dos elogios ao mercado sul-americano, Augusto Carreras destacou que o Sport não irá exceder o limite de cinco contratações de estrangeiros, número limite de atletas que podem ser inscritos em uma partida no Brasil, de acordo com o Regulamento Geral das Competições da CBF.

– O Sport não se pode dar ao luxo de ter no elenco um jogador que não pode nem ir para o banco – explicou.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Preparador físico do Santa Cruz projeta perda de peso, mas garante Walter na estreia da temporada

Gustavo Shiroma faz elogios a comportamento de atacante e assegura boa condição de jogo contra o Afogados-PE, no dia 24, pelo Pernambucano: “Ideia de ele atuar de 70% a 80% da partida”

Por Rafael Cabral — Recife

Globo Esporte

Desde que chegou ao Santa Cruz, o atacante Walter vem passando por um processo diferente dos demais jogadores. Sem atuar há quase três meses, quando se desligou no Botafogo-SP, o jogador tem feito um trabalho à parte com a preparação física tricolor, focado na perda de peso e na mobilidade.

As atividades têm dado resultado. Walter emagreceu, tem suportado as cargas de treino com mais facilidade e melhorou seu rendimento técnico nos treinos. Principal responsável pelo trabalho, o preparador físico Gustavo Shiroma garante o atacante em bom nível para a estreia no Campeonato Pernambucano, dia 24, contra o Afogados, no Arruda.

– Nós fizemos uma reunião com todo o departamento, para que todos estivessem envolvidos nesse processo. O cenário com Walter é muito positivo, ele vem se dedicando muito, está num processo evolutivo. Ele já perdeu peso, precisa de um pouco mais e a gente acredita que ele vai chegar numa boa condição no dia 24 – explicou o preparador.

De acordo com o planejamento da comissão técnica, a ideia é ter Walter em campo por cerca de 70% a 80% do jogo de estreia. Após esta partida, o atacante continuará com o processo de melhoria da condição física.

– Ele está seguindo muito bem todas as recomendações. Até pelo fato de estarmos concentrados, é mais fácil de controlar a alimentação e o sono. Mas ele está muito motivado. Antes e depois do treino sempre faz um complemento, no campo, na academia e isso é muito favorável para nós. tuar de 70% a 80% da partida.”

O protocolo estabelecido entre comissão técnica e Walter, no entanto, vai além do campo. O jogador tem sido monitorado nas questões de alimentação e descanso e tem respondido bem.

– Ele está seguindo muito bem todas as recomendações. Até pelo fato de estarmos concentrado, é mais fácil de controlar a alimentação e o sono. Mas ele está muito motivado. Antes e depois do treino sempre faz um complemento, no campo, na academia e isso é muito favorável para nós.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Santa Cruz informa que três atletas testaram positivo para Covid-19

Exames foram realizados na terça-feira e atletas serão submetidos à contraprova; clube informa que só irá revelar identidade dos atletas após a confirmação

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

Três jogadores do Santa Cruz testaram positivo para Covid-19, informou o clube através da assessoria de imprensa na manhã desta quarta-feira – os exames foram realizados na terça. Imediatamente isolados do convívio com os demais integrantes do elenco, os atletas serão submetidos à contraprova. Somente após a confirmação os nomes serão revelados.

Ainda de acordo com o clube, os três jogadores não manifestaram qualquer sintoma. O elenco iniciou as atividades da semana na segunda-feira, com treino realizado pela manhã, no CT Ninho das Cobras. Na terça, a sessão de treino foi à tarde. Nesta quarta, a previsão era de trabalho nos dois turnos.

A alta nos casos de Covid-19 e Influenza preocupa e repercute no futebol. O cenário aumentou as solicitações de leitos para pacientes com síndrome respiratória aguda grave nos últimos dias, o que levou o Governo de Pernambuco a adotar novas restrições no início da semana. Uma delas foi reduzir a capacidade máxima permitida de torcedores nos estádios.

De acordo com a nova determinação, a capacidade máxima permitida será 3 mil torcedores no Arruda, Ilha do Retiro, Aflitos e Arena de Pernambuco; e de 50% da capacidade nos estádios com capacidade abaixo de 6 mil lugares.

O cenário também repercute na rotina dos clubes. O receio de ter atletas infectados, por exemplo, levou o Náutico a iniciar, nesta quarta-feira, regime de concentração que vai durar até a estreia do Campeonato Pernambucano, dia 22, contra o Íbis. Uma forma de dar maior intensidade aos trabalhos, mas também de aumentar a prevenção com relação ao aumento de casos de Covid-19 e Influenza.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Em negociação por joia da base, Náutico só receberá jogadores do Atlético-MG na Série B

Pelo empréstimo do atacante Rodrigo Leal, ficou acertado que o Timbu receberá quatro atletas com salários pagos integralmente pelo Galo, sendo dois em 2023 e dois neste ano, na Série B

Por João de Andrade Neto — Recife

Globo Esporte

Destaque do Náutico na Copa São Paulo de Juniores, o atacante Rodrigo Leal, de 17 anos, foi emprestado ao Atlético-MG e se apresentará ao Galo assim que acabar a competição. Na negociação, além da possibilidade de venda de 60% dos direitos do prata da casa por R$ 700 mil, também ficou acertado que o Timbu irá receber quatro jogadores do atual campeão brasileiro, que pagará integralmente os salários. Os dois primeiros, no entanto, só devem chegar para a disputa da Série B, em abril.

Responsável pela inclusão da cessão de atletas do Atlético-MG na negociação, o executivo de futebol alvirrubro, Ari Barros, explicou que esses jogadores serão colocados à disposição sem limite de salário. Ou seja, com a possibilidade, inclusive, do Náutico conseguir ter no elenco por empréstimo para a Série B atletas que inicialmente não teria condições de arcar.

“Os atletas que estarão à disposição terão os salários pagos pelo Atlético-MG. Não há limite. Depois que fizemos a negociação (de Rodrigo Leal), os jogadores que teríamos interesse já haviam sido relocados. Vamos monitorar esses atletas. O jogador que tiver disponibilidade e nós tivermos interesse a gente vai tentar”, explicou Ari Barros.

Ainda segundo o executivo, no entanto, isso não significa que o Náutico terá preferência por essas contratações. Até porque a liberação por parte do Atlético-MG é apenas uma parte da negociação.

– Agora, se o atleta que a gente quiser, também for de interesse do Palmeiras, do Atlético-GO ou do Juventude, por exemplo, talvez ele vá querer dar preferência por jogar uma Série A. Não basta o Náutico e o Atlético-MG se acertarem, o jogador também precisa querer. Cabe a gente tentar chegar antes de todo mundo – pontuou.

– Esses jogadores só vão chegar após a disputa do Campeonato Mineiro. Serão dois neste ano e mais dois que virão em 2023 – completou Ari Barros.

“Proteção ao Náutico”

Além de ter direito a contar com quatro jogadores do Atlético-MG, com salários pagos, a negociação de Rodrigo Leal também poderá render dinheiro em caixa ao Náutico, uma vez que o Galo tem opção de adquirir 60% dos direitos econômicos do jogador por R$ 700 mil, caso exerça a preferência até este ano, ou por R$ 800 mil, caso a compra aconteça em 2023.

Em ambos os casos, o Náutico permanecerá com 40% do atleta. Porém, o clube mineiro ainda poderá adquirir mais 10% dos direitos da jovem promessa por 300 mil até 2023 e ficar 70% (com o Náutico permanecendo com os outros 30%).

Com orçamento limitado, Hélio dos Anjos aposta na manutenção da base do Náutico

O detalhe é que, por pouco, o Timbu não correu o risco de perder o jovem atacante de graça.

– O atleta tinha contrato até meados de 2022, ou seja, poderia assinar um pré-contrato com qualquer outro clube a partir de fevereiro e o próprio Atlético-MG já havia sondado o jogador. Então o Náutico prorrogou o contrato dele até 2024 e ele foi emprestado ao Atlético-MG, agora com opção de compra. Esse negócio foi na verdade uma proteção ao Náutico em relação ao risco da perda do atleta sem nenhum direito – explicou o vice de futebol Roberto Selva.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Jefferson revela conselho de Tiago Cardoso antes de acerto com o Santa Cruz

Novo goleiro tricolor mandou mensagem para o o ídolo coral antes de fechar contrato com o clube; amigos trabalharam juntos no Náutico, em 2017

Por Redação ge — Recife

Globo Esporte

Revelado pelo Náutico, Jefferson chega ao Santa Cruz como uma das principais contratações do clube para 2022. Mas antes de aceitar o convite, fez questão de pegar informações com outro goleiro que também passou pelos dois clubes e é considerado por muitos como o maior da história coral.

Hoje aposentado, Tiago Cardoso fez as “honras da casa” para Jefferson no Tricolor. Pelo Santa, o ex-jogador, hoje com 37 anos, conquistou cinco estaduais, uma Copa do Nordeste, uma Série C, além de três acessos, tirando o time da Série D e colocando na A. Caminho que Jefferson quer começar a trilhar a partir deste ano.

“Conversei com Tiago Cardoso. A gente tinha trabalhado juntos em 2017 (no Náutico). Mandei mensagem para ele dizendo: ‘Varão! Estou indo pro seu Tricolor’. Ele ficou muito feliz, desejou boa sorte e disse uma coisa que todos estão falando, que se a torcida do Santa Cruz abraçar ele vai pra frente porque a força dela é muito grande”, revelou Jefferson.

– A gente trabalha pra colher os frutos. E colher os frutos é ser campeão, é conquistar o acesso e colocar o Santa Cruz, que é um gigante, que é gigante, na Série C, B e, se Deus quiser, na A. Buscar passo a passo, trabalhando com pé no chão e muita humildade porque só com trabalho a gente conquista as coisas, os objetivos – reforçou o goleiro.

Apesar de recém chegado, Jefferson também garantiu estar devidamente ambientado no novo clube. Com direito a receber o carinho da torcida que há até pouco tempo era rival.

– Estou me adaptando bem. Fui muito bem recebido aqui pelos jogadores, pela comissão, pelos funcionários. Até costumo brincar que parece que eu já estava aqui há um tempão. Estava aqui do lado (no Náutico), e eles já conhecem o meu trabalho. A adaptação está sendo muito boa – disse.

– Ninguém é reconhecido em vão. Quero agradecer também ao torcedor do Santa Cruz que está me recebendo muito bem nas minhas redes sociais, na rua, onde passo. Fico muito feliz e espero retribuir esse carinho todo dentro de campo – concluiu.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

No Náutico, Ewandro e João Paulo falam sobre semelhanças com Erick e Wagner Leonardo

Jogadores são novos candidatos a substitutos de dupla que fez sucesso em 2021

Por Rafael Cabral — Recife

Desde que o atacante Erick e o zagueiro Wagner Leonardo deixaram o Náutico no ano passado, o clube iniciou uma busca para achar os substitutos dos dois. Vários atletas foram testados na posição, mas nenhum conseguiu se firmar. Para a temporada 2022, surgem mais dois candidatos: os contratados Ewandro e João Paulo.

Na entrevista de apresentação, ambos falaram sobre as semelhanças com a dupla que foi destaque na última temporada.

– É uma característica parecida, os dois são canhotos, vão para cima, finalizam bem, mas cada um tem seu jogo. Se for parecido, eu tenho que mostrar dentro de campo – alegou o atacante Ewandro.

O jogador teve um início de carreira promissor, atuando por São Paulo, Athletico e sendo negociado com a Udinese-ITA, mas depois não conseguiu ter sequência por Fluminense, Sport, Vitória e CRB. Por conta disso, o jogador considera que o Náutico é mais uma chance de retomar a carreira.

– Espero que este ano seja o meu melhor. Vou estar mais focado, vou buscar fazer o meu melhor para fazer um grande ano. Vou dar meu máximo nos treinos para fazer um bom campeonato.

Já João Paulo tem menos experiência na carreira. Foi revelado pela Ponte Preta, mas teve seus direitos econômicos comprados pelo Fortaleza. No entanto, não conseguiu ter sequência na equipe principal, atuando em apenas oito oportunidades.

No Náutico, o zagueiro chega para preencher a lacuna de um zagueiro canhoto deixada por Wagner Leonardo, que teve seu retorno solicitado pelo Santos no meio da temporada de 2021.

– Wagner fez um excelente trabalho. Deixou um legado importante para a gente seguir, mas eu tenho que procurar meu caminho – declarou.

Na atual temporada, João Paulo terá Wellington, Rafael Ribeiro e Carlão de concorrentes por uma vaga na equipe titular, já que Camutanga tem presença garantida na equipe. Durante as movimentações, o zagueiro tem conversado com frequência com Hélio e Guilherme dos Anjos.

– Eles vêm me falando sobre as questões da equipe, para que eu continue sendo esse zagueiro bastante agressivo, que marque em cima. Acho que a cada dia a gente vai evoluindo mais e ficando mais pronto para o início da temporada.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Aprovado nos exames, zagueiro Fábio Alemão é oficializado como reforço do Sport

Atleta defendeu o Operário-PR em 2021 e já está integrado ao elenco rubro-negro no CT

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

O Sport oficializou na manhã desta terça-feira a contratação do zagueiro Fábio Alemão. O atleta estava no Recife desde a semana passada, realizando exames para assinar contrato – mesma situação de outros três reforços, que devem ser anunciados em breve. Alemão, que defendeu o Operário-PR na temporada passada, já está concentrado com o elenco rubro-negro no CT.

Os três atletas que estão na iminência de ter os seus nomes anunciados pelo Sport são o volante Blas Cáceres, o meia Denner e o atacante Jáderson. Os dois últimos são do Athletico-PR. Cáceres, último a chegar ao Recife e iniciar o processo de exames, é do Libertad-PAR.

Aos 48 min do 2º tempo – gol de cabeça de Fábio Alemão do Operário-PR contra o Brusque

Fábio Alemão, 25 anos, estava livre no mercado desde o fim do ano passado, quando encerrou o contrato com o Internacional e o empréstimo ao Operário-PR. Ele se formou na base do Colorado. Tem passagens Paysandu, Bahia e Pelotas ao longo da carreira.

Na última temporada, o zagueiro disputou 45 partidas pela equipe paranaense – marcou três gols. Na Ilha do Retiro, chega para o setor que atualmente conta com Rafael Thyere, Sabino, Renzo e Chico.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Com elenco reduzido, Hélio dos Anjos aposta na qualidade: “21 jogadores de nível muito elevado”

Treinador admite limitação financeira do clube e faz elogios a reforços contratados

Por Rafael Cabral — Recife

Globo Esporte

Para a temporada de 2022, o Náutico realizou uma reformulação no seu elenco. Mais de 20 atletas deixaram o clube e apenas oito foram contratados. Ou seja, o grupo terá uma redução de quantidade. No entanto, para o técnico Hélio dos Anjos a qualidade será maior, contando, segundo ele, com “21 jogadores de nível muito elevado”.

Na reapresentação, o Náutico divulgou uma lista com 25 nomes de atletas. Somam-se a essa relação os meias Jean Carlos e Eduardo Teixeira, que chegaram no decorrer da semana, e os últimos reforços contratados: Richard Franco, Jorge Ortega e Leandro Carvalho – este último ainda sem oficialização do clube.

Com orçamento limitado, Hélio dos Anjos aposta na manutenção da base do Náutico

– Vamos ter um grupo forte. Estamos em um período de adaptação à realidade financeira do clube. Estamos vendo a direção fazer muito esforço para termos um grupo competitivo. Eu acredito que vamos ter 21 jogadores de um nível muito elevado, e aí a gente vai complementar com a base – declarou o treinador.

Hélio dos Anjos acredita que a manutenção da base de jogadores importantes do ano passado – como Camutanga, Rhaldney, Jean Carlos e Kieza – vai facilitar o processo de adaptação dos novos jogadores do clube.

– Essa manutenção da base é o que nos enche de confiança e esperança. Os atletas que ficaram vão ajudar os que chegam e tudo fica mais fácil. Nós estamos montando um grupo de um perfil muito bom, aguerrido, que quer ganhar – avaliou.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Do Sul ao Norte: Dudu Mandai quer ajudar Santa Cruz com experiências nos extremos do País

Novo lateral esquerdo tricolor atuou apenas em clubes do Sul e do Norte do Brasil e acredita ter adquirido o melhor do estilo de jogo das duas regiões para ajudar o Tricolor em 2022

Por Redação ge — Recife

Globo Esporte

O Santa Cruz será o primeiro clube do Nordeste no currículo do lateral-esquerdo Dudu Mandai, de 28 anos. Antes, o jogador havia defendido times apenas nos dois extremos do País, seja na região Sul, pelos gaúchos São Paulo, Passo Fundo, União Frederiquense e São José, ou na região Norte, onde trabalhou por Rio Branco-AC, Remo e Manaus.

E tendo no currículo escolas de futebol tão diferentes, o jogador acredita ter adquirido uma versatilidade que poderá ser útil ao tricolor pernambucano ao longo da temporada.

– Essa versatilidade de já ter jogado em estilos diferentes, tanto no sul como no norte, com certeza ajuda muito. Nessa união a gente se torna muito mais forte. O futebol do Sul é um pouco mais raçudo, com um pouco mais de garra. Já do meio para cima do País a gente vê um futebol de mais técnica. Saber jogar das duas formas, tanto com força na competição que é a fase de mata-mata quanto com um jogo mais técnico na fase de grupos é importante – pontuou.

Por sinal, foram nas duas últimas temporadas, atuando por Remo e Manaus, que Dudu Mandai conseguiu os principais momentos da carreira. Em 2020, com o Leão paraense, fez parte do elenco que conseguiu o acesso à Série B (atuou em nove partidas). Já no ano passado, pelo Manaus, chegou ao quadrangular semifinal da Série C, mas não conseguiu uma nova classificação. Objetivo que pretende conseguir esse ano com o Santa Cruz.

– Tive quatro jogos nos últimos dois anos contra o Santa Cruz, infelizmente sem torcida (por conta da pandemia da Covid-19). Agora espero que a torcida se una a gente. A força da torcida vai nos ajudar muito nessa temporada, independente da competição e com certeza os detalhes fazem diferença – concluiu Mandai.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.