Santa Cruz quer usar parcerias com Grêmio e Flamengo para atrair atletas

Por Daniel Gomes — Recife

Globo Esporte

Santa Cruz apresentou o executivo de futebol Nei Pandolfo no último sábado. Mas a corrida atrás de um treinador já começou. Além disso, o Tricolor também quer, o quanto antes, formar parcerias e trazer jogadores por empréstimo a custo baixo, com o clube de origem pagando parte dos salários. A intenção é descobrir talentos como nos últimos anos. E Nei tem em mente os primeiros lugares que ele vai atrás.

– Iniciamos contato com as pessoas que sempre me ajudam. Tenho amigos no Grêmio, no Flamengo e a gente vai buscar atletas disponíveis nesses clubes – disse Nei Pandolfo.

O dirigente deixou claro que a primeira busca é sim pelo treinador. Mas que os primeiros atletas já podem ser mapeados.

“Quero me antecipar e encontrar executivos já nessa semana. A gente vai buscar atletas que podem ficar disponíveis porque já temos competições acabando. Vamos buscar reforços e contatos para a captação de atletas. A primeira ação é o técnico.”

O presidente Constantino Júnior reforçou a boa relação que Nei Pandolfo tem em outros clubes até por ser sócio-fundador da Associação Brasileira dos Executivos de Futebol (Abex).

– Quando eu estava no futebol, sempre queria ir pessoalmente tratar com pessoas. Ligar é importante, mas é bom ir apertar a mão, conhecer e falar. Nei tem muitas portas abertas e vamos estreitar laços. Entender que não é questão de ser barriga de aluguel. Queremos jogadores com baixo custo. E queremos ganhar por estar partindo mais cedo em busca de contratações.

Constantino Júnior já afirmou que pretende estreitar laços com o Athletico Paranaense, que é o clube para onde o atacante Elias se transferiu ao fim da Série C. Ultimamente, o Santa Cruz está apostando em parcerias para reforçar o time. Em 2018 foi assim. Só que o clube da vez era o Palmeiras. Ao todo, foram três reforços trazidos: o lateral-direito Maílton, hoje no Operário-PR; o zagueiro Augusto, que está no Londrina-PR; e o volante Jhonny, que voltou para a base palmeirense.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Título e festa histórica: Náutico desembarca no Recife e pinta cidade de vermelho e branco

Por Sarah Porto — Recife

Globo Esporte

A chegada no Recife não poderia ter sido melhor. Nem o tardar das horas afastou a torcida do Náutico de receber os jogadores campeões brasileiros da Série C 2019, no final da noite desta segunda-feira. De crianças a idosos, para curtir a festa não teve idade certa. Munidos de faixas, bandeiras, batuques e o bom e velho poder da voz, os torcedores alvirrubros aguardavam ansiosamente a chegada do “time de guerreiros”.

Faltando mais de uma hora para a chegada do elenco, o aeroporto já começou a ser dominado por apenas por duas cores: vermelho e branco. Entre gritos de “é campeão”, o tradicional “N-A-U-T-I-C-O”, e a provocação aos adversários, os minutos passaram rápido às centenas de torcedores que esperavam o time. Como uma boa festa no Recife, não poderia deixar de ter uma orquestra que tocasse as músicas do time em ritmo de frevo. A espera, que inicialmente parecia longa, foi pouca para tanta alegria.

Faltando cerca de 15 minutos para a chegada da delegação, um convidado ilustre chegou à festa: o Timbu Invocado. Aparentemente só faltava ele, pouco tempo depois, a hora tão esperada hora chegou e os campeões aterrissaram no Recife.

O primeiro a aparecer foi o comandante, o técnico Gilmar Dal Pozzo. Logo depois os atletas começaram a surgir, causando euforia aos torcedores, que invadiram a área de desembarque do aeroporto. Os atletas começaram a ir ao encontro dos torcedores, que tiravam fotos, parabenizavam e confraternizavam com os torcedores.

“A felicidade é muito grande. Uma sensação indescritível. Estou muito feliz. Agora vou aproveitar com minha família – afirmou o goleiro Jefferson.”

Outro que caiu nos braços da galera foi o lateral-direito Hereda. Cria da base do Timbu, o jovem parecia extasiado com a presença de tantos alvirrubros para recebê-los.

– É uma sensação inexplicável. Passei por um ano muito difícil no ano passado. E agora vivendo isso. Estou feliz demais.

Do aeroporto, os jogadores seguiram aos Aflitos divididos em um trio elétrico e um carro do Corpo de Bombeiros. A torcida seguiu os comboios numa carreata que entrou madrugada a dentro. A festa seguiu para a sede do clube, celebrando o primeiro título nacional da história do Náutico.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Melhores momentos, festa dos jogadores e nos Aflitos: Náutico é campeão!

Por GloboEsporte.com — Recife

A tarde e a noite do último domingo foram de muita emoção para os torcedores do Náutico. Para quem estava no Recife – em todo Estado -, para os que saíram da capital pernambucana e se dirigiram para São Luís, capital do Maranhão. O empate em 2 a 2 rendeu o título da Série C aos alvirrubros, no estádio Castelão, na capital maranhense, e transformou tudo em uma grande festa. Lá e cá.

Em campo, o Náutico foi valente. Ficou duas vezes atrás do placar e chegou ao empate, com Álvaro e Matheus Gonçalves. Ainda no tapete verde do Castelão, o estádio, com histórico de títulos dos donos da casa, recebeu a alegria dos pernambucanos. Nos Aflitos, fosse nas arquibancadas ou na sede, a emoção tomou conta dos torcedores alvirrubros

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Sem jogar há dois meses, Malcom é cortado da seleção sub-23; Bruno Tabata entra na lista

Por Lucas Liausu — Recife

Globo Esporte

Como já era de se esperar, o técnico André Jardine terá uma baixa importante no grupo da seleção brasileira Sub-23 que fará dois amistosos no Recife nos próximos dias. O atacante Malcom, uma das estrelas da equipe, foi cortado por conta de uma lesão na coxa que já o vem tirando dos gramados pelo Zenit, da Rússia, desde o início de agosto. O atacante Bruno Tabata, do Portimorense, foi chamado para o seu lugar.

O Brasil joga no Recife na próxima quinta-feira e na segunda-feira da semana que vem. O primeiro duelo será contra a Venezuela, no Estádio dos Aflitos. O segundo diante do Japão, na Arena de Pernambuco.

O corte de Malcom já era esperado pelo longo tempo de inatividade do atacante. A última vez que entrou em campo foi no dia 4 de agosto, quando saiu do banco de reservas no intervalo para ajudar o Zenit a vencer o Dinamo Moscou por 2 a 0. A partir dali, o atacante não foi mais visto em campo.

Na semana passada, por conta do sumiço, Malcom enviou um comunicado à imprensa para explicar a sua situação e deu o tom da gravidade da lesão.

– Eu realmente tenho uma lesão delicada. Às vezes dói um ou dois dias, e aí de repente volta ao normal, não sinto dor e posso me mover normalmente. Mas quando dou um chute mais forte, a dor volta. Então, tenho que fazer vários exercícios na academia para fortalecer os músculos – afirmou Malcom, no comunicado.

Bruno Tabata na lista

Sem Malcom, quem ganha a chance de voltar ao time do técnico André Jardine é o atacante Bruno Tabata, do Portimorense, de Portugal. Ele já esteve com esse grupo disputando o Torneio de Toulon, na França, no mês de junho. Ele foi acionado em dois jogos e marcou um gol na campanha que teve o Brasil como campeão.

Bruno Tabata não tem o mesmo status de Malcom. O fato de não ter jogado profissionalmente no Brasil pesa para isso. Cria da base do Atlético-MG, se transferiu para o Portimorense em 2016 e está lá desde então. É titular do time e já esteve em 98 partidas, com oito gols marcados.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Hericles fica fora do início da Copa Pernambuco pelo Santa Cruz

Por Daniel Gomes — Recife

Globo Esporte

Uma ausência na escalação do Santa Cruz, na estreia da Copa Pernambuco, no último sábado, no empate de 2 a 2 contra o Ypiranga-PE, causou surpresa. O meia-atacante Hericles, um dos nomes mais conhecidos da equipe que disputa a competição – afinal está há dois anos no clube -, não entrou em campo. Mas a medida é calculada: o jogador não se sente 100%, depois da grave lesão sofrida no joelho esquerdo.

– Ele é acima da média, mas vem de uma lesão séria. Ele vem em um processo de recuperação e está há muito tempo sem jogar. Não se sente pronto. Ele treina comigo e depois faz algum complemento. Héricles precisa readquirir a forma física. Estou tendo um cuidado com ele, até pela parte física, para ele estar 100% – disse o treinador.

Hericles treina com a equipe, mas está limitado a fazer algumas partes do trabalho. Existe um planejamento para ele ser aproveitado aos poucos, segundo o treinador Paulo Massaro. O jogador só deve aparecer a partir do terceiro jogo do Santa Cruz, na competição, que será na quarta rodada, contra o Pesqueira, fora de casa, porque o time folga na terceira.

– Faz parte do processo. Depois do segundo jogo, ele já vai poder entrar durante as partidas e termina o campeonato jogando. Não dá para atropelar os processos. Ele está tranquilo e já disse que não está 100%. Quando o jogador está assim, não adianta trabalhar com pressa. Se ele fizer um jogo só na Copa Pernambuco, já vou ter cumprido minha missão com ele.

Paulo Massaro explicou quais são as condições de jogo de Hericles no momento.

– Hoje, ele só aguentaria jogar dez ou 15 minutos. Nem Hericles está se sentindo seguro, tivemos uma conversa sobre isso. O campeonato agora não é revelá-lo. É preparar ele para 2020. Então, estamos controlando peso e massa corporal, para deixá-lo bem.

Ele só entrou em campo uma vez, neste ano, em um amistoso contra o Treze-PB, em janeiro. Neste jogo, teve uma lesão séria nos ligamentos do joelho esquerdo. Ficou parado durante toda a temporada. Agora, garante estar 100% pronto e liberado.

Hericles jogou pouco pelo Santa Cruz, apesar de estar no clube desde 2018. As lesões atrapalharam e ele atuou só 15 vezes (sendo um amistoso) e marcou quatro gols.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Chateado com placar, jogador do Sport confunde nome do time duas vezes em entrevista

Por GloboEsporte.com — Recife

No jogo desta quinta-feira à noite, pela Série B, na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Sport luta para tentar alcançar a segunda posição na tabela, enquanto o Vitória briga contra o rebaixamento. E o Leão baiano saiu na frente no primeiro tempo por 1 a 0, gol de Anselmo Ramon. Chateado com o resultado, o meia Leandrinho, do Sport se confundiu todo na entrevista ao Sportv, no intervalo.

Ao falar sobre o que o time precisava fazer, chamou o adversário, Vitória, de Sport. Não só uma, como duas vezes:

“Precisa de um pouco mais de movimentação ali na frente. O Sport está fechado, tem uma linha de cinco ali no meio com um jogador flutuando ali nas linhas marcando. Se a gente não movimentar a gente não vai conseguir furar a defesa do Sport.”

+ Durante hino nacional, jogador do Sport faz “chifrinho” em companheiro, que se irrita

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Presidente do Santa Cruz desaprova esticada da Série C 2020 e ainda tenta mudanças

Por Daniel Gomes — Recife

Globo Esporte

A esticada no calendário da Série C de 2020 não agradou ao Santa Cruz. O presidente do clube, Constantino Júnior, lidera uma comissão que pleiteia à CBF uma competição maior. Até aí, parece que tudo está resolvido, que o pedido foi atendido. Mas existe uma diferença que o fez avaliar a mudança como negativa: o formato, que continua o mesmo. Constantino garante que ainda vai à entidade pedir modificações no modelo de disputa.

– Foi ruim, né? Porque a CBF colocou a Série C até novembro, mas não mudou o formato. Eles só espaçaram as partidas. Vão ter vezes que a gente vai ficar sem jogar por 15 dias. A gente tem praticamente as mesmas fontes de renda, mas tendo de fazer contratos mais longos com atletas. Com manutenção do estádio também, esse tipo de coisa. Ou seja, o clube vai gastar mais com a mesma quantidade de jogos.

Segundo Constantino Júnior, a ideia de levar uma comissão de vários clubes para a CBF a fim de mudar o formato da competição não morreu. O fato da entidade ter já divulgado o calendário de 2020 não desanima o mandatário coral.

– A gente ainda vai na CBF pedir isso. Já conversamos com alguns clubes que se mostraram animados com a possibilidade de fazermos frente lá na CBF e mostrar que uma mudança no formato é mais negócio. A gente sabe que fazer uma Série C com 38 rodadas é inviável, mas talvez possamos fazer um octogonal com os oito clubes que avançam para o mata-mata. Não sei, é só uma hipótese. Mas é uma maneira de termos mais jogos, gerar mais renda e movimentar mais os clubes.

Calendário 2020 da Série C

De acordo com o documento divulgado nesta quinta-feira pela CBF, a Série C iniciará no dia 3 de maio e vai até o dia 8 de novembro. Neste ano, por exemplo, a competição começou no dia 27 de abril e termina no próximo domingo, dia 6 de outubro, como segundo jogo da final entre Náutico e Sampaio Corrêa.

O aumento na duração só acontecerá graças às datas Fifa – os times param em algumas delas, mas não durante a disputa da Copa América. Assim, a fase de grupos da Série C em 2020 termina no dia 20 de setembro. Neste ano, acabou no dia 25 de agosto.

Desta forma, o modelo de disputa segue o mesmo. Vinte clubes são divididos em dois grupos de dez, de acordo com proximidade regional. As equipes se enfrentam dentro da chave em jogos de ida e volta e depois passam os quatro melhores de cada para as quartas de final. Os quatro times que passarem pela primeira fase do mata-mata chegam às semis e, consequentemente, garantem acesso à Série B.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

No Náutico, Diego Silva retorna, mas Camutanga ainda preocupa

Por Rômulo Alcoforado — Recife

Globo Esporte

O treino do Náutico nesta quinta-feira teve uma notícia positiva e outra não tão boa assim. Dos dois zagueiros titulares, apenas Diego Silva apareceu para o aquecimento – única parte da movimentação aberta à imprensa. Camutanga não subiu para o campo, aumentando as dúvidas em relação à participação no jogo do próximo domingo, contra o Sampaio Corrêa, na volta da final da Série C.

Os dois jogadores ainda não haviam treinado na semana. Ambos, segundo o clube, com desgaste muscular.

Como Diego já apareceu em campo nesta quinta, o disco maior é de Camutanga não jogar. Ele saiu durante o segundo tempo do último jogo, com dores musculares.

Se Camutanga não jogar, Fernando Lombardi e Rafael Ribeiro disputam a posição na defesa.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Bruno Peres é regularizado pelo Sport, mas não vai estrear contra o Vitória

Por GloboEsporte.com — Recife

Do ponto de vista burocrático, o lateral-direito Bruno Peres está à disposição do técnico Guto Ferreira para ser escalado no Sport nas próximas rodadas da Série B. Ele teve o seu nome publicado no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol nesta quarta-feira e está regularizado para entrar em campo. No entanto, ainda não será na quinta, contra o Vitória, que o lateral fará a sua estreia pelo Leão.

O departamento físico do Sport ainda tem tratado a situação do jogador com cuidado. De acordo com o preparador físico do clube, Valdir Júnior, em entrevista ao GloboEsporte.com, a tendência é que ele não seja utilizado nem no jogo contra o CRB, que acontece na próxima segunda-feira.

Depois do CRB, o Sport tem dois jogos em casa e é aí que Bruno Peres deve pelo menos compor o banco de reservas pela primeira vez. O Leão recebe o São Bento, no dia 11 de outubro, e o Cuiabá, no dia 14.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Santa Cruz planeja começar reforma do gramado em até 15 dias

Por Daniel Gomes — Recife

Globo Esporte

O Santa Cruz vai mandar os jogos da Copa Pernambuco – que começa no dia 5 de outubro – no centro de treinamento Ninho das Cobras. A escolha é por causa da reforma que será feita no gramado do estádio do Arruda. Segundo Victor Pessoa de Melo, membro da comissão patrimonial e do núcleo de gestão do clube, o trabalho deve começar em até 15 dias.

No fim do mês de setembro, o Santa Cruz recebeu um show internacional e vai usar parte do aluguel (R$ 300 mil) para custear a reforma do gramado. A obra deve girar em torno de R$ 160 mil. As duas faixas laterais do campo serão totalmente trocadas – a central já recebeu aparatos ao longo do ano de 2019.

A camada de argila que fica debaixo do gramado será trocada. No ponto de vista dos que estão capitaneando a reforma da grama, este material tem que ser tirado com urgência, já que dificulta o processo de drenagem. Segundo Victor Pessoa de Melo, o novo piso deve ser semelhante ao da Arena de Pernambuco.

O Santa Cruz ainda está ajustando os pedidos de compra dos insumos (adubos para a nutrição da grama, componentes para controle de pragas) e autorização da execução dos serviços. Ou seja, ajustando a logística e o planejamento da obra. Por isso o clube trabalha com a previsão de uma quinzena para iniciar a troca.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.