Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

Juba volta a ser decisivo no Sport, e Enderson defende renovação de contrato: “Tem muito a crescer”

Com dois gols e seis assistências em 2023, Luciano Juba está em fim de contrato, tem proposta de renovação do Rubro-negro e está na mira de outros clubes

Por Camila Alves — Recife

globo esporte

Luciano Juba está construindo mais uma temporada como fenômeno decisivo do Sport. Aos 23 anos, apareceu com mais duas participações em gols – durante a vitória por 4 a 1 sobre o Afogados – e acumula agora dois gols e seis assistências nos sete jogos que disputou em 2023. Dessa vez, contudo, há um problema: Juba está em fim de contrato.

– Acho que Juba tem tudo para fazer um grande ano aqui – defende o técnico Enderson Moreira, ao ser questionado sobre o cenário.

Juba tem vínculo na Ilha do Retiro até agosto, e por isso estaria liberado para assinar pré-contrato com outros clubes a partir de março. O Sport fez uma proposta de renovação ao prata da casa, mas também há outras equipes interessadas em contar com o atleta.

A possibilidade do recurso do pré-contrato ameaça uma saída sem retorno financeiro ao Sport, mas ao mesmo tempo há uma vontade do próprio atleta de fornecer ao clube em caso de uma eventual saída. O Portimonense, de Portugal, por exemplo, sondou o atleta e a negociação não andou por conta dos valores baixos. A expectativa é de que fevereiro seja um mês intenso nas negociações.

Questionado sobre a situação de Juba, o técnico Enderson Moreira reconheceu os impactos negativos do cenário para o Rubro-negro e explicou os motivos pelos quais acredita que a permanência seria benéfica ao atleta.

“Acho talvez que uma saída dele na metade da temporada pode não ser o ideal para ninguém. Para nós seria péssimo, mas para ele talvez também não fosse muito interessante.”

– Lógico que nesse momento tem muita gente que quer prometer mundos e fundos, muitas vezes o atleta sai num momento sem ser tão valorizado, principalmente por quem vai adquirir. Nossa expectativa é que ele possa renovar, que ele possa continuar, dar sequência. Acho que é um atleta que tem muito a crescer dentro daquilo que eu vejo – avalia.

Enderson Moreira defende permanência e renovação de contrato com Luciano Juba no Sport

Juba fez sua melhor temporada pelo Sport no ano passado, quando deixou nove assistências e 10 gols – sendo artilheiro do time, mesmo após a chegada do centroavante experiente Vagner Love. Na época, atuou principalmente como atacante pelas pontas, mas sofreu uma queda de rendimento na reta final da temporada.

Em 2023 – desde a chegada do técnico Enderson Moreira -, Juba tem revezado entre atuações como atacante e lateral-esquerdo (sua posição de origem). Mudança que na avaliação do treinador tem sido fundamental para sua melhora.

– Acho que o fato de ele jogar de lateral-esquerdo em muitas situações fez com que ele evoluísse muito no quesito de competitividade, marcação, sofrer um pouco para marcar um extremo rápido. Ele aumentou o nível de competitividade, de marcação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Com chegadas de Paulo Miranda e Jael, Náutico passa a apostar em “espinha dorsal” experiente

Timbu tem pelo menos um jogador acima dos 30 anos em cada um dos setores do time

Por João de Andrade Neto — Recife

globo esporte

Com as chegadas do zagueiro Paulo Miranda e do atacante Jael, ambos de 34 anos, o perfil do time do Náutico deve passar por uma mudança, com a saída de atletas mais jovens e a presença de pelo menos um jogador experiente em todos os setores da equipe.

Enquanto Paulo Miranda deve fazer sua estreia como titular no próximo sábado, contra o CRB, nos Aflitos, pela segunda rodada da Copa do Nordeste, Jael ainda precisará passar mais alguns dias se recondicionando fisicamente. Isso porque o “Cruel” não atua profissionalmente desde dezembro de 2021.

A lista de atletas experientes começa com o goleiro Vágner, de 33 anos, que foi titular em todas as sete partidas da temporada. Ainda no setor defensivo, o Náutico conta com o lateral-direito e capitão Victor Ferraz, 35, e agora com Paulo Miranda, 34, na zaga.

No meio de campo, Souza, também de 34 anos, é titular absoluto e um dos artilheiros do time até agora, com três gols marcados. O setor ainda conta com Matheus Carvalho, 30, que no entanto ficará ausente de duas a três semanas devido a uma lesão muscular na coxa esquerda.

No ataque, Jael chega para dar mais rodagem ao setor que conta atualmente com Paul Villero, 24 anos, e o prata da casa Júlio, 21.

“Conheço Souza da época do Palmeiras, e Victor Ferraz e Jael, do Grêmio. São jogadores bastante experientes e que por onde passaram conquistaram títulos. Isso faz com que a nossa equipe tenha bastante líderes”, apontou Paulo Miranda.

– Lógico que 34 anos a experiência é diferente de quando você começa. Mas a vontade de vencer sempre foi minha característica. Tenho também como característica a liderança dentro de campo, mas dentro do grupo já há alguns líderes e isso facilita mais – completou o zagueiro.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Vice de competições, Carreras diz que STJD fez justiça sobre Sport x Vasco: “Que sirva de lição”

Augusto Carreras marca presença em julgamento do STJD e aprova conversão de pena dos mandos de campo do Sport para jogos com mulheres, crianças e PCs: “É um avanço”

Por Camila Alves — Recife

globo esporte

Augusto Carreras esteve presente no Rio de Janeiro, nesta terça-feira, para acompanhar o julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva sobre a confusão entre Sport x Vasco. Nomeado como vice-presidente de competições do clube, dirigente tem – entre suas atribuições – acompanhar os bastidores administrativos do Rubro-negro.

“A gente entende que saímos até com uma vitória”, afirma o dirigente.

O Sport conseguiu reaver o ponto perdido na primeira instância, reduziu a multa de R$ 180 mil para R$ 150 mil e também a pena de perdas de mando de campo. Eram inicialmente oito, mas agora são seis – sendo três com a presença de mulheres, crianças e PCDs apenas.

– O Tribunal fez justiça, devolveu os pontos. Vale o que foi feito dentro de campo, e conquistamos o empate, queríamos buscar a vitória e por isso ficamos insistindo para a partida começar – diz Carreras.

A mudança na perda de mandos de campo – com metade convertido em ação social – aconteceu após sugestão do advogado Osvaldo Sestário, responsável por representar o Sport, e inspirado no que aconteceu com Athletico e Coritiba no Paraná.

“É um avanço. Isso vai trazer uma parcela do público que a gente precisa resgatar inclusive. Aproveitar essa oportunidade para resgatar esse público.”

Cabral Neto analisa bom início do Sport em 2023

Carreras, por fim, pede a conscientização da torcida e diz que o episódio deve servir de lição às pessoas que frequentam estádios para acompanhar o clube.

– Que sirva de lição para o torcedor saber da sua responsabilidade dentro de campo. Ele é parte disso também. Quem termina sendo prejudicado são os demais torcedores. É o clube, a instituição, os atletas.

“Se fez um pouco de justiça em relação a tudo aquilo que a gente vinha sofrendo. Vamos olhar para frente.”

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Paulo Miranda pode fazer estreia já como titular do Náutico em jogo contra o CRB pelo Nordestão

Experiente zagueiro, de 34 anos, pode ser o escolhido para substituir Denílson, que com dores musculares dificilmente terá condições de atuar na partida do próximo sábado

Por Redação do ge — Recife

globo esporte

Após ter mantido a mesma dupla de zaga nos sete jogos do Náutico na temporada até aqui, o técnico Dado Cavalcanti possivelmente será obrigado a mexer no setor para a partida do próximo sábado, contra o CRB, nos Aflitos, pela segunda rodada da Copa do Nordeste.

Isso porque o zagueiro Denílson deixou a partida contra o Porto logo aos 11 minutos do primeiro tempo sentindo dores musculares e dificilmente estará recuperado para o confronto contra os alagoanos.

Assim, existe a possibilidade do treinador alvirrubro promover a estreia, já como titular, do experiente Paulo Miranda, de 34 anos, ex-São Paulo e Grêmio, entre outros.

O jogador foi anunciado no último dia 18 e desde então vem se recondicionando fisicamente, também já iniciando os treinos com bola na última semana. Sua última partida oficial foi no dia 5 de novembro do ano passado, pelo Juventude, no Campeonato Brasileiro.

“A dupla de zaga vinha sendo sempre a mesma, mas talvez eu seja forçado a mudar. Sobre o Paulo Miranda já está dentro do nosso planejamento a vinda dele para o jogo de sábado. Vou pesar a possibilidade dele já iniciar a partida. Vamos ver essa condição nos próximos três dias de treinamento”, adiantou Dado Cavalcanti.

Outra opção para a zaga é Odivan, que substituiu Denílson no confronto contra o Porto.

De toda forma, o treinador alvirrubro espera contra o CRB uma partida onde o sistema defensivo do Náutico como um todo será muito mais exigido do que foi na última partida pelo Estadual.

Náutico tropeça no ferrolho do Porto-PE no Pernambucano

– Eu não tenho dúvida que o jogo contra o CRB será muito diferente do que foi contra o Porto e que vai nos exigir muito mais defensivamente, não apenas no aspecto de contra-ataque, mas da condição de estarmos mais bem postados lá atrás. Vai ser necessário o envolvimento de todo o sistema inteiro e não só dos zagueiros – analisou.

Mudança também no ataque

Outra possível mudança deve ocorrer no setor ofensivo, uma vez que o meia Matheus Carvalho sentiu dores musculares ainda no aquecimento antes do jogo contra o Porto e acabou de fora da partida. Caso ainda não reúna condições de atuar, os meias Régis Tosatti, que iniciou a partida, e Gabriel Santiago são as principais opções no setor.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Luciano Juba, do Sport, recebe sondagem do Portimonense, mas negociação não avança

“Não era bom nem para o jogador, nem para o Sport e nem para nós”, conta Luiz Freitas, empresário do lateral. E acrescenta procura de clubes brasileiros pelo prata da casa do Leão

Por Camila Alves e Camila Sousa — Recife

globo esporte

Ainda sem chegar a um acordo pela renovação de seu contrato na Ilha do Retiro, Luciano Juba recebeu uma sondagem do Portimonense, de Portugal, mas, a princípio, vai continuar no Sport. É que, embora a investida tenha acontecido, a negociação entre os clubes não avançou, de acordo com apuração do ge – o empresário do jogador, Luiz Freitas, também confirmou a informação.

A janela de transferências da Europa, inclusive, encerra nesta terça-feira.

“Através de mim e dos meus sócios, não chegou nenhuma proposta oficial. O que chegou foi uma sondagem, em condições que não seriam boas nem para o Sport, para o atleta e nem para a gente. Acho pouco provável que tenha chegado uma proposta ao Sport, se bem que é uma condição que às vezes acontece, dos clubes tratarem entre si – explica o agente. E acrescenta:

“Existem outros clubes interessados no jogador, alguns aqui do Brasil”.

Procurado pela reportagem, o Sport não respondeu sobre o assunto até o momento.

Luciano Juba marca golaço de falta pelo Sport contra o Salgueiro

Líder de assistências no rubro-negro, o lateral-esquerdo – que também atua como atacante -, possui vínculo com o Leão até agosto deste ano. Pode, portanto, firmar pré-contrato com qualquer outra equipe a partir do próximo mês.

Este, diga-se, era um cenário esperado pelo Sport. Internamente, já se tratou do desejo em concluir uma negociação por Juba, só que as investidas de mercado não agradaram, e o clube “fica no pé” por uma renovação. Não pretende se desfazer de um ativo da casa.

Neste início de ano, Luciano Juba, em cinco partidas disputadas, teve cinco participações decisivas em gols pelo Rubro-negro, retomando os bons números do ano passado, quando terminou a temporada como artilheiro do time.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Dado exalta sistema defensivo do Porto após empate com o Náutico: “Melhor do campeonato”

Pela primeira vez na temporada, ataque alvirrubro não conseguiu balançar as redes; equipe de Caruaru sofreu apenas um gol em seis jogos pelo Campeonato Pernambucano

Por Redação do ge — Recife

globo esporte

O técnico do Náutico Dado Cavalcanti até reconheceu problemas no seu time, mas preferiu exaltar a postura defensiva do Porto para justificar o empate sem gols, na noite da última segunda-feira, nos Aflitos.

A equipe de Caruaru tem a defesa menos vazada do Campeonato Pernambucano e chegou ao sexto jogo com apenas um gol sofrido na competição.

Por outro lado, essa foi a primeira vez na temporada que o ataque do Náutico passa em branco, uma vez que havia balançado as redes nas seis partidas anteriores, incluindo a vitória na estreia da Copa do Nordeste sobre o Atlético-BA.

– Eu já esperava essa dificuldade e foi algo abordado na semana de trabalho. Comentei que nós iriamos enfrentar, de fato, a melhor defesa do campeonato. Não em números, mas de aspecto coletivo – destacou Dado.

“Não estou citando a qualidade técnica dos atletas, não vou fazer comparações com relação a isso. Mas o sistema defensivo coletivamente do Porto, pra mim, é o melhor do campeonato”, completou o treinador alvirrubro.

Dado Cavalcanti, no entanto, também apontou falhas na sua equipe. Entre elas a intranquilidade na definição das jogadas a medida que o 0 a 0 ia se mantendo no placar. Esse também foi o primeiro tropeço do Náutico, nos Aflitos, em 2023.

– A minha perspectiva era que a gente pudesse levar três vantagens, que seriam as tabelas laterais, que não aconteceram. A segunda condição seriam nas bolas longas nas costas da linha defensiva. E na utilização de uma situação mais rápida, que talvez deixamos um pouco a desejar – listou Dado.

– A dificuldade de enfrentar uma equipe muito compacta e que por vezes saia no contra-ataque foi minando a nossa confiança. E perdemos um pouco de poderio ofensivo na falta de tranquilidade de colocar a bola pra dentro. Talvez se a gente tivesse feito um gol no primeiro tempo ou no início do segundo o jogo seria diferente. Mas não é demérito nenhum pra mim fazer elogios ao nosso adversário. A forma como o Porto se defende é muito interessante – reforçou Dado.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Meia do Náutico perde gol incrível em partida do Campeonato Pernambucano

Régis Tosatti, que faz a sua estreia pelo Timbu, errou o chute na pequena área e sem goleiro

Por Redação do ge — Recife

globo esporte

Náutico e Porto vão fazendo um jogo de poucas oportunidades nos Aflitos, pela sétima rodada do Campeonato Pernambucano. Porém, o 0 a 0 já poderia ter deixado o placar se não fosse um gol perdido de forma absurda pelo meia Régis Tosatti, que está fazendo a sua estreia pelo Timbu.

Aos oito minutos do segundo tempo, após uma bola cruzada rasteira pelo atacante colombiano Paul Villero, a bola passou por todo mundo até chegar para Régis Tossati, que na pequena área, e sem goleiro, errou a finalização.

O jogador acabou substituído aos 23 minutos e foi muito vaiado pela torcida presente aos Aflitos.

Régis Tosatti perde gol incrível pelo Náutico contra o Porto

O lance, por sinal, também lembrou outro gol perdido de forma incrível no Campeonato Pernambucano. Dessa vez no jogo entre Sport e Petrolina, pelo meia Matheus Vargas.

O jogador rubro-negro sozinho, na pequena área, e sem goleiro conseguiu chutar com uma perna e tirar com a outro.

Matheus Vargas perde gol incrível em jogo entre Sport e Petrolina

Régis Tosatti é uma das 15 contratações feitas pelo Náutico até agora para a temporada 2023. A último foi o atacante Jael, ex-Grêmio, Flamengo e Ceará, que ainda não foi anunciado oficialmente, mas já está no Recife.

Talvez o “Cruel” como é chamado o centroavante não perdesse o gol desperdiçado pelo novo companheiro de clube.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Santa Cruz foca em nomes mais rodados e contrata atacante Maranhão, ex-Fluminense e Goiás

Atacante desembarca nesta terça-feira pela manhã na capital pernambucana e assina contrato até o final da Série D

Por Camila Sousa — Recife

globo esporte

Santa Cruz tem novo reforço para o setor ofensivo, calo do time neste início de ano: o atacante Maranhão, que defendeu a Chapecoense no último ano. Ele tem previsão para desembarcar no Recife nesta terça-feira pela manhã, e vai se juntar ao grupo de não relacionados para treinar no CT Ninho das Cobras.

A informação do acerto, divulgada em primeira mão pelo podcast Cast Coral, foi confirmada pelo ge. Clube e jogador ainda finalizam os últimos detalhes, mas o contrato de Maranhão será válido até o final do ano, após o término da Série D.

Além da Chape, o atacante de 32 anos vestiu as camisas de Operário, Goiás, Fluminense, Ponte Preta, Bahia e Athletico Parananese.

Jogador que atua pelos lados, Maranhão marcou pela última vez em 2020, quando defendia o Mirassol. No Goiás, teve a temporada mais artilheira da carreira, ao marcar quatro gols e distribuir cinco assistências pelo Verdão.

Maranhão comemora gol e promete esquentar briga por vaga no Goiás

A contratação de um jogador mais rodado é um mais negócio concluído pela diretoria do Santa Cruz, que recentemente trouxe o meia Felipe Gedoz (29) e o centroavante Pipico (37). Mais um ponta e um goleiro serão contratados.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Ranielle vê sequência dura e admite torcida do Santa Cruz de “saco cheio” após novas vaias

Técnico tricolor comentou reação das arquibancadas em empate por 1 a 1 contra o Maguary, no Arruda; reclamações têm sido constantes dos torcedores corais

Por Redação do ge — Recife

globo esporte

Mais uma vez na temporada o Santa Cruz saiu vaiado de um jogo no Arruda – desta vez no empate em 1 a 1 com o Maguary, pelo Pernambucano. O técnico Ranielle Ribeiro viu “razão” na torcida pelo comportamento e comentou que o time está sentindo a dura sequência de jogos neste início de temporada.

“Primeiro que o torcedor tem total razão de estar chateado. Total razão devido principalmente à condição do primeiro tempo. Foi muito abaixo. Não gosto de bengala, nem estou aqui pra arrumar desculpa ou achar culpado”, iniciou Ranielle.

– Credito à sequencia que estamos tendo. Tivemos sequência muito dura de quatro jogos em dez dias. Agora vai acontecer a mesma coisa. Essa sequencia é pesada. Mas pode se falar que foram oito semanas de preparação. A gente tenta chegar ao ideal, mas não conseguimos retratar um ambiente desse, se jogo em cima de jogo – acrescentou o técnico.

Ranielle disse que alguns jogadores sentiram a parte física e que o resultado, no fim das contas, acabou sendo bom para o clube – o Santa empatou no último lance após tomar um gol nos acréscimos.

– Alguns atleta sentiram fisicamente essa sequência e creditou nisso aí, infelizmente. Tivemos um segundo tempo melhor e com mais oportunidades, mas torcedor está de saco cheio disso. Não adianta ter essa volúpia e não converter. E ainda tomar um gol. O resultado, diante das circunstâncias… Tiramos um prejuízo maior.

O Tricolor entra em campo agora na próxima quarta-feira, contra o Petrolina, fora de casa. O elenco já viaja nesta segunda-feira.

– Agora é recuperar pra uma viagem que já é amanhã, pra Petrolina. Temos 8 pontos de prejuizo em casa pra recuperar, e são muitos pontos perdidos para quem quer brigar 0 finalizou Ranielle.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Análise: Sport faz melhor início dos últimos 14 anos, mas não dá para esperar que esteja pronto

Invencibilidade do Sport só está atrás da sequência de 2009, mostrando soluções encontradas e também falhas a serem corrigidas; veja análise do comentarista Cabral Neto

Por Camila Alves e Cabral Neto — Recife

globo esporte

Labandeira balançou as redes na Ilha do Retiro para selar a vitória do Sport sobre o Retrô, no último sábado, e manter a invencibilidade do clube na temporada. São cinco vitórias e apenas um empate, que fazem de 2023 o melhor início do Rubro-negro nos últimos 14 anos de futebol. Cenário promissor, mas ainda prematuro – e com falhas a consertar.

– É promissor esse começo? Sim. Mas tem muita coisa pela frente e a gente precisa continuar evoluindo – atesta o próprio técnico Enderson Moreira, após alcançar a liderança do Pernambucano.

Cabral Neto analisa vitória do Sport sobre Retrô no Pernambucano

A última vez em que o Sport desempenhou campanha melhor que a atual – considerando o recorte de seis jogos – aconteceu em 2009. Naquele ano, o Rubro-negro acumulou seis vitórias seguidas no início da temporada – derrotando Vitória-PE, Salgueiro, Serrano-PE, Sete de Setembro, Porto-PE e Ypiranga-pe no Pernambucano.

O Sport havia sido recém-campeão da Copa do Brasil de 2008 e – muito além das seis vitórias – permaneceu invicto por muito mais tempo: foram por 22 partidas. Conquista que se fez em cima de jogos do Pernambucano e também da Libertadores – com vitórias sobre Colo-Colo e LDU. A quebra da invencibilidade saiu na derrota para o Palmeiras, por 2 a 0, na Libertadores.

  • 2023: cinco vitórias e um empate
  • 2022: quatro vitórias e duas derrotas
  • 2021: uma vitória, um empate e quatro derrotas
  • 2020: duas vitórias e quatro empates
  • 2019: quatro vitórias e duas derrotas
  • 2018: três vitórias, dois empates e uma derrota
  • 2017: quatro vitórias e dois empates
  • 2016: quatro vitórias e duas derrotas
  • 2015: quatro vitórias, um empate e uma derrota
  • 2014: duas vitórias, dois empates e duas derrotas
  • 2013: três vitórias e três empates
  • 2012: três vitórias, dois empates e uma derrota
  • 2011: duas vitórias, dois empates e duas derrotas
  • 2010: quatro vitórias e dois empates
  • 2009: seis vitórias

Dessa vez, o Sport abriu a sequência com o empate diante do Maguary e desde então empilhou vitórias – sendo a última no sábado, por 1 a 0, diante do Retrô -, conquistando a liderança provisória do Pernambucano.

Depois de seis compromissos na temporada, observa-se que o Sport sobrou diante de adversários mais frágeis – apesar do empate na estreia contra o Maguary – e apresentou dificuldades quando enfrentou rivais minimamente mais duros. Apesar disso, jogou o suficiente para ser possível dizer: mereceu vencer. É o que observa o comentarista da Globo, Cabral Neto.

“O Sport passou o jogo inteiro dentro do campo de ataque do Retrô, só que com imensa dificuldade para ganhar chances reais. Pelo menos estava se impondo, dominando a posse. O goleiro praticamente não trabalhou, o que vai demonstrando força, competitividade.”

O gol de Sport 1 X 0 Retrô pela 6ª rodada do Campeonato Pernambucano

Foram 21 finalizações do Sport na partida, sendo sete delas no alvo e apenas uma no fundo das redes, repetindo um padrão de dificuldade que tem sido presente nos últimos duelos – a exceção da goleada sobre o Belo Jardim. Ainda é cedo para cobranças por uma equipe pronta, mas há sinais importantes do que Enderson Moreira tem a corrigir.

– O Sport tem suas dificuldades, deficiências, mas tem encontrado algumas soluções. Essa falta de maior qualidade na construção de jogadas, pode ser melhor elaborado e mais treinado para que o time evolua, mas não dá para nesse instante esperar que o Sport esteja pronto – observa Cabral Neto.

“Seria uma cobrança exagerada, sem muita base racional em relação ao que é o futebol. Mas mesmo assim é evidente que Enderson tem que estar atento a isso para melhorar.”

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.