Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Em nota, Hélio dos Anjos nega apoiar candidatos em eleição presidencial do Náutico

Treinador posta texto em rede social abordando o assunto sobre pleito do dia 5 de dezembro, que definirá novo presidente do clube: “Apoiamos a instituição”

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

O treinador Hélio dos Anjos usou uma de suas redes sociais para se posicionar a respeito da eleição presidencial do Náutico, marcada para o dia 5 de dezembro. Em nota assinada junto com filho Guilherme dos Anjos, seu assistente técnico, Hélio diz que não apoia nenhum dos candidatos em disputa.

“Hoje não apoiamos nenhum dos candidatos, mas incentivamos boas ideias, sempre com o objetivo de engrandecer o Clube Náutico Capibaribe. Tais ideais são bem-vindos de quem quer que seja. Bons projetos para o clube impactam em todos, inclusive no nosso trabalho dentro do futebol profissional.”

Segundo o atual comandante alvirrubro, o texto foi motivado após ter sido veiculado por pessoas e veículo de comunicações seu suposto apoio em favor de uma das chapas. Em coletiva na sexta passada, ele havia revelado conversas com dois dos três candidatos – Diógenes Braga, da situação, e Bruno Becker, de oposição. E não se posicionou a favor de nenhum deles.

Diógenes Braga é o atual vice-presidente do Náutico, o que torna o contato diário com ele natural para o técnico. O oposicionista Bruno Becker há pouco menos de um mês ocupava o cargo de vice-presidente jurídico do clube. Além deles, também está na disputa Plínio Albuquerque, também de oposição.

Confira a nota oficial na íntegra:

Nos últimos 20 dias, foi veiculado, por pessoas e veículos de comunicação, nosso suposto apoio em favor de uma das chapas que concorrem às eleições do Náutico, a serem realizadas no próximo dia 5. Inicialmente não sentimos necessidade de falar sobre o assunto, contudo, com acontecimentos recentes e sequenciais, consideramos pontuar alguns fatos.

Hoje não apoiamos nenhum dos candidatos, mas incentivamos boas ideias, sempre com o objetivo de engrandecer o Clube Náutico Capibaribe. Tais ideais são bem-vindos de quem quer que seja. Bons projetos para o clube impactam em todos, inclusive no nosso trabalho dentro do futebol profissional.

Esperamos que o vencedor da eleição, independentemente de quem seja, consiga por em prática estas boas ideias. Seremos verdadeiros quanto as dificuldades do clube e buscaremos, com o apoio de todos, a melhora contínua, para que possamos crescer. Esconder a verdade não soluciona nossos problemas, mas agir, sim.

Não estamos apoiando pessoas físicas, estamos apoiando a instituição Clube Náutico Capibaribe e a melhora dela com boas ideias e ações para o crescimento da mesma.

Esperamos conseguir contribuir pra um Náutico cada ano mais forte, assim como foi desde que aqui chegamos.

Hélio dos Anjos

Guilherme dos Anjos

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Sport amplia freguesia do Bahia, complica rival no Z-4 e ganha sobrevida na Série A

Rubro-negro tem sete vitórias nas últimas oito partidas diante do Tricolor, sustenta histórico diante do adversário e diminui a distância para deixar a zona de rebaixamento

Por Camila Alves — Recife

Globo Esporte

Após a vitória sobre o Bahia, nesta quinta-feira, o Sport subiu para 18º lugar e segue com chances (ainda que ínfimas) de evitar o rebaixamento. O resultado alimenta as esperanças do Rubro-negro, complica a situação do rival no Z-4 e ainda amplia uma freguesia histórica do Tricolor na Série A.

O Sport venceu sete dos últimos oito confrontos diante do Bahia no Brasileiro. As equipes se enfrentaram em 2017, 2018, 2020 e 2021. O clássico nordestino só não aconteceu na elite em 2019, no retrospecto recente, porque o Leão havia sido rebaixado para a Série B.

Ao longo deste período, foram quatro vitórias do Sport no Recife e três em Salvador. A única derrota aconteceu no segundo turno da Série A de 2018, na Arena Fonte Nova, quando o Bahia fez 2 a 0 (com gols de Gilberto e Tiago Pagnussat).

O detalhe é que a freguesia também se mantém ao considerar um recorte mais amplo, na Série A dos pontos corridos, por exemplo. O Sport conquistou oito vitórias em 12 clássicos disputados desde 2003 na elite nacional.

Nas outras quatro partidas, três vitórias do Bahia (em 2012, 2014 e 2018) e um empate, também na edição de 2012.

O gol de Sport 1 x 0 Bahia pela 33ª rodada do Brasileirão 2021

Com o resultado desta quinta, o Sport ultrapassou o Grêmio e está agora na 18ª posição, com 33 pontos. A equipe segue a seis do primeiro clube fora da zona de rebaixamento (Atlético-GO), mas terminou segurando o Bahia dentro do Z-4, em 17º lugar – o Tricolor agora está três pontos atrás do Dragão.

A vitória garante uma sobrevida ao Sport nesta reta final da Série A, mas a briga do clube pela permanência segue árdua. O Leão reduziu o risco de queda de 99% para 98,5% e ainda precisa vencer todas as quatro partidas restantes para chegar aos 45 pontos na tabela.

O Sport não atua neste fim de semana porque disputou a rodada de forma antecipada – duelo com do Bragantino. Assim, só volta a entrar em campo no próximo sábado, dia 27 de novembro, diante do São Paulo, no Morumbi.

Os últimos oito confrontos de Sport x Bahia

  • Sport 1 x 0 Bahia – Brasileirão 2021
  • Bahia 0 x 1 Sport – Brasileirão 2021
  • Sport 2 x 0 Bahia – Brasileirão 2020
  • Bahia 1 x 2 Sport – Brasileirão 2020
  • Bahia 2 x 0 Sport – Brasileirão 2018
  • Sport 2 x 0 Bahia – Brasileirão 2018
  • Sport 1 x 0 Bahia – Brasileirão 2017
  • Bahia 1 x 3 Sport – Brasileirão 2017

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Executivo Ari Barros deixa futuro no Náutico em aberto e revela sondagens de Grêmio e Cruzeiro

Segundo profissional, uma conversa mais direta sobre possível renovação com o Timbu só deverá acontecer depois da eleição do clube, marcada para o dia 5 de dezembro

Por João de Andrade Neto — Recife

Globo Esporte

Contratado no início de fevereiro, o executivo de futebol Ari Barros tem o seu futuro indefinido no Náutico. Com contrato com o clube pernambucano terminando no final do ano, o profissional revelou ao ge ainda não ter iniciado as negociações para uma renovação visando a próxima temporada. Ao mesmo tempo, revelou que já recebeu sondagens de outros clubes. Entre eles, Grêmio e Cruzeiro. Antes, também foi procurado pelo Paysandu, mas não aceitou a proposta.

Segundo Ari Barros, até o momento, houve apenas uma conversa prévia com o atual vice-presidente e também candidato à eleição executiva do Náutico, Diógenes Braga. Porém, algo mais concreto só deverá acontecer após o pleito, marcado para o dia 5 de dezembro.

“Meu contrato acaba no dia 30 de dezembro e o clube passa por uma eleição. Enquanto isso, continuo trabalhando esperançoso que seja feita a renovação e a gente possa planejar todo o trabalho para que o clube tenha um ano vitorioso em 2022”, iniciou o executivo.

– Conversei com o Diógenes e ele quer deixar essa decisão para a diretoria dele. Eu não tenho problemas com ninguém, seja da diretoria, comissão técnica, atletas ou staff. Tem essa possibilidade (de renovação), mas vamos aguardar as eleições acontecerem para que eles me procurarem. O Diógenes quer continuar comigo, mas disse que vai depender do posicionamento da sua diretoria de futebol – completou.

As últimas informações sobre a inscrição das chapas para a eleição do Náutico

Com relação aos outros candidatos, Ari Barros disse ter tomado conhecimento pela imprensa de que Bruno Becker também havia revelado desejo na sua permanência. Já Plinio Albuquerque, caso eleito, deve confirmar o ex-volante Marcelo Sangaletti como executivo de futebol.

No entanto, apesar de garantir que a prioridade é a permanência no Náutico para 2022 – tanto que revelou já ter matriculado dois filhos para continuarem estudando em Recife -, Ari Barros também se mostrou aberto a ouvir propostas de outros clubes.

– Alguns meses atrás o Grêmio me sondou. E nesse mesmo período o Cruzeiro veio até a mim. E com isso, conhecendo o mercado, acredito que há a possibilidade, do Grêmio caindo e eu por já ter trabalhado no Sul (conseguiu o acesso à Série A no ano passado com o Juventude) que venha novamente. Empresários me ligam, outras pessoas ligadas ao futebol também me ligam, mas não tenho nada de concreto com ninguém – adiantou.

– Sei que daqui a pouco o mercado vai ferver, seja ele para executivo, jogador ou treinador. Devem vir mais situações, mas vou sempre respeitar o meu contrato. Não abro negociação com ninguém enquanto estiver cumprindo meu contrato. Mas vindo uma situação concreta pra mim de um clube grande vou falar para a diretoria (do Náutico) – concluiu o atual executivo timbu.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Executivo do Santa Cruz mostra confiança em acerto com Walter: “Sei do potencial”

Dirigente coral lembra trabalho com atacante no Goiás e afirma que acordo final depende apenas de alguns ajustes de ambas as partes

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

A possibilidade da contratação do atacante Walter tem agitado os bastidores do Santa Cruz nos últimos dias. Novo executivo de futebol do Tricolor e principal responsável pelas conversas, Marcelo Segurado confirmou e deu detalhes da aproximação do clube com o jogador. De acordo com ele, restam algumas definições para que o martelo seja batido para o anúncio.

– Tivemos e temos algumas conversas, mas só gosto de concretizar alguma coisa quando tudo estiver definido. São situações preliminares, estamos fazendo alguns alinhamentos. Se as coisas caminharem como estão indo, acho que deve dar certo. Estamos em questões de ajustes, tanto pelo lado dos interesses do Walter quanto do Santa Cruz, mas eles se convergem, como o próprio Walter falou. Existe sim uma conversa e vamos ver para dar uma posição o mais rápido possível.

Com chegada ao Recife prevista para a próxima quarta-feira, Walter está prestes a vestir a camisa de um clube pernambucano pela primeira vez em sua carreira. Ex-Internacional e Athletico, ele trabalhou com Marcelo Segurado no Goiás – onde viveu um dos melhores momentos da carreira ao ser eleito para a seleção da Série A de 2013.

– As coisas aconteceram de uma forma bem natural. Entrei em contato com o agente dele, fomos aproximando. Tenho uma relação boa com Walter desde a época do Goiás, nós nos acompanhamos. Vimos uma possibilidade agora, todas as partes estão se entendendo e se adequando para que tudo possa caminhar. Foi uma coisa natural, não houve nada em relação a oferecimento – detalhou Segurado.

Nesta temporada, Walter defendeu Vitória, São Caetano e Botafogo-SP. Apesar do momento de baixa do atacante, que desde 2016 não faz mais que cinco gols num ano, a confiança depositada pelo executivo coral é o grande trunfo para projetar um bom desempenho no Arruda.

– Já trabalhei com Walter, sei do potencial e acho que todos sabem. Ele já manifestou essa conversa e gostamos de trabalhar com a transparência, mas vamos oficializar através das mídias do clube, assim que avançarmos. Ele é um ídolo por onde vai, tem um carisma muito grande. Nas nossas conversas, lembrou que começou no Santa Cruz (na base). Seria com certeza um grande reforço para nós – reforçou o dirigente.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Por conta de lesão, negociação para renovação de Caio Dantas com o Náutico fica em suspenso

Atacante teve uma lesão no tornozelo esquerdo e pode passar até três meses em tratamento; cirurgia ainda não foi 100% descartada, segundo executivo de futebol timbu

Por João de Andrade Neto — Recife

Globo Esporte

Na última semana, um dos empresários do atacante Caio Dantas, Nilson Moura, mostrou otimismo quanto à possibilidade de renovação do jogador com o Náutico para 2022. No entanto, em contato com o ge, o executivo de futebol alvirrubro, Ari Barros, colocou uma possível negociação para a permanência do centroavante em suspenso. Tudo por conta da lesão no ligamento do tornozelo esquerdo que tirou o jogador do restante da temporada.

Segundo Ari Barros, a prioridade nesse momento é a recuperação do camisa 99. O executivo informou que uma cirurgia ainda não está totalmente descartada. Caso isso aconteça, pode dificultar a renovação.

“Estamos tratando como vai ficar a situação dele porque é um atleta que está encerrando o contrato, mas tem ainda, no mínimo, de dois meses e meio a três meses de recuperação. E neste momento não temos como falar nada a não ser cuidar da lesão do atleta”, pontuou Ari Barros.

– A preocupação agora é ele ficar bom porque há uma possibilidade, ainda que pequena, dele ter que fazer uma cirurgia. Então nosso departamento médico vai alinhar com o departamento médico do Água Santa, que é o clube que ele pertence, para resolver isso. Mas é um jogador que interessa – completou.

Com dois gols em dois jogos, Caio Dantas revive fama de artilheiro no Náutico

Mais cedo, o outro empresário de Caio Dantas, Deividson Andrews, afirmou ao ge que ainda não havia tido um contato oficial com a diretoria do Náutico para tratar da renovação de contrato. E garantiu que já recebeu propostas de outros clubes pelo atacante. Inclusive de fora do País.

– Caio Dantas é um jogador que se valorizou. Até agora o Náutico não me procurou e há times de Série A, Série B e do futebol paulista que fizeram sondagens. Além de uma proposta de um clube de Dubai (nos Emirados Árabes), mas estamos aguardando. Temos uma boa relação com o Náutico

Contratado no final de julho para ser o substituto de Kieza, que perdeu o restante da temporada após romper o ligamento do tendão do tornozelo esquerdo, Caio Dantas disputou 10 partidas pelo Náutico na Série B e marcou cinco gols.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Clube do Irã prepara proposta para compra de Jean Carlos, do Náutico, destaque da Série B

Segundo empresário Deividson Andrews, proposta do Esteghlal, do Irã, seria o “contrato da vida” do meia, de 29 anos, que foi o craque da Série B em junho e julho

Por João de Andrade Neto e Rafael Cabral — Recife

Globo Esporte

Destaque do Náutico nas últimas três temporadas e um dos principais jogadores da atual edição da Série B, sendo eleito o craque da competição nos meses de junho e julho, o meia Jean Carlos segue na mira do Esteghlal, do Irã.

Após ter a primeira proposta de empréstimo por um ano, no valor de R$ 1,4 milhão, rejeitada pela diretoria do Náutico, o clube asiático deve apresentar nos próximos dias uma nova investida para adquirir os direitos do jogador. Agora em definitivo. A informação foi confirmada ao ge pelo empresário do atleta, Deividson Andrews.

Em setembro, Jean Carlos renovou com o Timbu até o dezembro de 2024, com uma multa rescisória de três milhões de Euros (cerca de R$ 19 milhões na cotação atual). Porém, segundo o procurador, a nova proposta a ser apresentada pelo Esteghlal seria “o contrato da vida” do meia.

– A primeira não agradou, mas uma nova proposta deverá ser feita em dezembro. Agora para compra em definitivo porque vai abrir a janela de transferência. Seria um valor muito top para o Jean, o contrato da vida dele – destacou Deividson Andrews, que dessa forma não garantiu a permanência do camisa 10 no Náutico por mais uma temporada.

– Não é impossível ele sair, desde que a proposta seja boa para o clube também. Jean tem muita vontade de jogar fora do Brasil, mas ele ama o Náutico. Hoje o Náutico vive um processo de escolha do novo presidente com a eleição, mas têm propostas chegando – alertou.

Jean Carlos completa 100 jogos com a camisa do Náutico no duelo com o Vasco

Além do Esteghlal, o empresário também revelou ter em mãos uma proposta de um clube da Turquia, além de sondagens de times do Brasil (não revelou os nomes).

Aos 29 anos, Jean Carlos vive o seu melhor momento na carreira. Na atual temporada, o jogador disputou 44 jogos pelo Náutico, marcou 13 gols (11 deles na Série B) e soma 12 assistências (nove delas no Campeonato Brasileiro). É um dos artilheiros do time no ano, ao lado do atacante Vinícius.

Diretoria tranquila

Procurado pelo ge, a diretoria do Náutico manteve a tranquilidade com relação ao futuro do meia. O vice-presidente Diógenes Braga repetiu que o jogador só será negociado em definitivo e “caso a proposta seja irrecusável para o clube”.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Com contrato para 2022, Breno Calixto desabafa sobre atraso salarial e pode deixar o Santa Cruz

Zagueiro é um dos jogadores que ainda não receberam todos os valores referentes ao mês de agosto; com possibilidade de deixar o Arruda, outros clubes demonstram interesse no atleta

Por Alexandre Ricardo — Recife

Globo Esporte

Apesar de integrar a lista dos atletas que têm contrato para a próxima temporada, o zagueiro Breno Calixto não tem permanência assegurada no Santa Cruz. Lidando com atrasos salariais desde agosto, o jogador afirma ter sido procurado por outros clubes e não é presença garantida na reapresentação do elenco coral – marcada para o dia 29 deste mês.

Em contato com a reportagem do ge, Breno mostrou insatisfação principalmente pelo fato de que somente uma parte dos atletas recebeu todos os valores do mês de agosto. Além disso, os atrasos também atingem os meses de setembro e outubro, que venceu neste dia 15 de novembro.

– Estou bem chateado com o clube. O último pagamento foi a carteira de agosto, que corresponde a 60% do salário, e agora recentemente pagaram a alguns jogadores o restante dos valores de agosto. E estou no meio desses que não receberam a outra parte. Infelizmente, ainda estamos convivendo com atrasos de salários no futebol. Estou na expectativa que cumpram com o combinado, porque temos contas e filhos que dependem de nós – desabafou.

A informação de que nem todos os jogadores tiveram a totalidade dos seus vencimentos de agosto paga foi confirmada à reportagem pelo CEO do clube, Abdias Venceslau. Em busca de receita, a diretoria coral vem tentando antecipar valores previstos ainda para este ano junto aos patrocinadores, na tentativa de honrar os compromissos do departamento de futebol.

Ex-Náutico, Breno Calixto foi contratado durante a reta final do Campeonato Pernambucano e disputou 15 jogos com a camisa coral, marcando um gol. Durante a Série C, o ABC mostrou interesse no defensor, que acabou renovando com o Tricolor para a temporada 2022. Porém, dado o desgaste, cresce a possibilidade dele deixar o Arruda.

Além do ABC, que continua interessado em contar com o zagueiro, equipes do exterior fizeram consultas junto ao seu empresário para sondagens. Ainda jogador do Santa, ele não negou o desapontamento após um ano de insucessos.

Gol do Santa Cruz! Aos 35 do 2ºt, Breno Calixto sobe alto e marca de cabeça contra o Volta Redonda

– A temporada fala por si, foi um desastre. Infelizmente, vim para o clube nessa fase, tive meus acertos e erros como todos jogadores, mas é o futebol. Nunca me vi fora do Santa, não é à toa que renovei com o clube mesmo sabendo da grande possibilidade de ser rebaixado. Até me chamaram de louco por ter renovado, mas vestir essa camisa para mim é uma honra em qualquer circunstância – garantiu Breno.

Titular durante boa parte do Campeonato Brasileiro, o defensor foi um dos que falhou na disputa de pênaltis contra o Floresta, pela seletiva para a Copa do Nordeste de 2022. Com a eliminação, o Santa Cruz terá um calendário reduzido no próximo ano, apenas com as disputas do Campeonato Pernambucano e da Série D.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Walter sinaliza acerto com Santa e já fala em fazer gol no Sport: “Vocês vão ver a festa que eu vou fazer”

Em transmissão pelas redes sociais, atacante confirma negociação com o Tricolor e lista as razões que motivam defender o clube, rival do clube que torce desde criança – ou torcia

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

A intenção de Walter era explicar um vídeo de 2016, época em que chegou a ser anunciado como reforço do Sport, seu clube do coração, e falava em “brocar” o Santa Cruz, fazer gols no rival. Em negociação para reforçar o elenco coral na próxima temporada, ele foi além. Na transmissão realizada nas redes sociais, listou quatro razões para defender o Tricolor e prometeu comemorar caso marque contra o Leão.

Apesar de acompanhadas de ressalvas quanto ao desfecho positivo da negociação, as afirmações do atacante demonstram que a negociação com o Tricolor está avançada, muito perto de um final positivo. Nos bastidores, a contratação é dada como certa. Walter, inclusive, chegará no Recife no próximo dia 24, cinco dias antes da reapresentação do Santa Cruz – marcada para 29 de novembro.

Walter Santa Cruz — Foto: Reprodução

Walter Santa Cruz — Foto: Reprodução

– Vídeo, a gente faz, jogador faz vídeo, faz isso, faz aquilo, e depois joga contra o outro time. O mais importante é que eu nunca faltei com respeito a torcedor nenhum. Eu sempre respeitei os torcedores. Jamais faltei com respeito ao torcedor do Santa Cruz – declarou, admitindo que é – ou era – torcedor do Sport, mas prometendo “dar a vida” pelo Tricolor caso o acerto seja concretizado.

Não foi a sua única promessa, aliás.

“Sempre falei, sim, que era torcedor do Sport, porque eu era moleque, entendeu? Só que eu joguei no Santa Cruz. Quem me abriu as portas foi o Santa Cruz. Se um dia eu jogar contra o Sport, se eu for para o Santa Cruz, eu vou fazer gol, vou tentar dar o meu melhor. E vocês vão ver a festa que eu vou fazer.”

Razões para ser tricolor

Em seu “pronunciamento”, o atacante enumerou quatro motivos para defender o Santa Cruz.

– Santa Cruz grande. A torcida gigante e tem um diretor que eu conheço muito bem, que é o (Marcelo) Segurado. E quarta: tem a minha mãe. Eu vou jogar para a minha mãe me ver pessoalmente, e fazendo gol para ela. Porque minha mãe nunca me viu jogando pessoalmente, tipo assim, em Recife – listou.

Motivos que, segundo ele, são suficientes para que ele aceite uma proposta salarial abaixo de outras que recebeu – e do que recebeu no Botafogo-SP, seu último clube.

“Se eu acertar no Santa Cruz, eu vou perder a metade do salário que eu ganhava, vou (por um salário) bem abaixo que que eu ganhava. Vou por quê? Porque o Santa Cruz é grande, tem uma torcida que é louca, nunca neguei isso para ninguém.”

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Gustavo entra na mira de clubes da Europa e Brasil, mas Sport prioriza desfecho da Série A

Clube teve proposta do Metalist, da Ucrânia, mas quer receber mais em futura negociação; Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras fizeram sondagens pelo destaque do Sport no Brasileirão

Por Camila Alves — Recife

Globo Esporte

O meia Gustavo tem apenas 19 anos, mas se tornou destaque do Sport nesta Série A – ao turbinar os números da equipe. Não à toa, chamou as atenções no mercado. De volta ao time no duelo desta quinta contra o Bahia, o prata da casa entrou na mira de clubes da Europa e do Brasil e está sob perspectiva de receber novas propostas. O Rubro-negro, no entanto, adota uma postura cautelosa, para priorizar a busca pela permanência no Brasileirão.

– Agora não conversamos. Só depois do campeonato. A permanência é muito mais importante que vender jogador nesse momento – explica o presidente leonino, Yuri Romão.

Ao longo dos últimos meses, o Sport chegou a receber uma proposta do Metalist, da Ucrânia – com valores em cerca de € 2 milhões (aproximadamente R$ 12,8 milhões na cotação atual). Apesar do interesse, o clube europeu não recebeu resposta do Leão.

– Teve uma proposta, mas não sentamos para negociar. A proposta era muito aquém do que a gente quer. Nem comecei a negociar – diz o mandatário.

O prata da casa também tem sido um nome sondado por clubes brasileiros como Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras na Série A. Com o campeonato nacional em andamento – e sem possibilidade de fazer novas inscrições -, as equipes estudam a possibilidade de oferecer propostas no fim do ano. Cenário mais próximo da meta rubro-negra.

– Quando tiver assegurado a permanência, o clube que quiser apresentar proposta, a gente conversa. Não tem problema nenhum – afirma Yuri Romão.

Administrando a carreira de Gustavo, o empresário Tiago Guadagno, da G7 Football Investments, por sua vez, reitera a postura cautelosa sobre o futuro do prata da casa.

– Seguimos alinhados com a diretoria do Sport. Estamos recebendo várias sondagens de clubes europeus e brasileiros. Mas seguimos alinhados em aguardar os próximos passos do Brasileiro, para não tirar o Gustavo da direção correta – afirma.

00:00/00:15

Aos 37 min do 1º tempo – finalização certa de Gustavo do Sport contra o Atlético-GO

Gustavo assumiu a titularidade no Sport de forma definitiva a partir da 23ª rodada, na vitória sobre o Grêmio. Fez oito partidas seguidas na escalação e só ficou fora diante de Fluminense e Ceará, para cumprir suspensão. No primeiro, pelo terceiro cartão amarelo, e no segundo por conta de expulsão.

Com um gol e duas assistências, o meia se tornou peça fundamental no setor ofensivo do Rubro-negro. Do primeiro para o segundo turno, Gustavo aumentou a pressão, as ações em contra-ataque e os toques na área. Agora, ele está entre os atletas que mais entram na área adversária – assim como entre os que mais arriscam finalizações nesta Série A.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Rivais em Sport x Bahia, Mikael e Gilberto lideram ranking de contribuição com gols na Série A

Centroavantes, que se enfrentam às 21h desta quinta, destacam-se com percentual efetivo de gols marcados para as equipes; nomes como Yuri Alberto e Hulk também estão na lista

Por Redação do ge — Recife

Globo Esporte

Gilberto chegou ao Bahia para ser titular, durante a temporada de 2018. Mikael, por outro lado, formou-se no Sport e só assumiu a vaga em definitivo em setembro deste ano. Separados por uma década na idade, os centroavantes traçaram caminhos distintos na carreira, mas dividem um ponto em comum: são os atletas que mais contribuíram com gols nas respectivas equipes nesta Série A.

Os artilheiros são adversários no clássico entre Sport x Bahia, nesta quinta-feira, e lideram o ranking levantado através de dados do Espião Estatístico. Nomes como Edenílson, Yuri Alberto, Ademir e Hulk também estão na lista (confira completa no fim).

Aos 32 anos de idade, Gilberto marcou 36,3% dos gols do Bahia neste Brasileiro. Foram 12 de 33. Mikael, de 22 anos, aparece logo em seguida na lista, após marcar sete dos 20 gols do Sport, com 35% de participação efetiva.

– É algo que o atacante sempre quer estar vivendo: uma boa fase com a bola entrando. Mas, ao mesmo tempo, eu me cobro mais, porque sinto que também posso ajudar ainda mais em alguns jogos – afirma Mikael.

A dupla de nordestinos (natural de Alagoas e do Maranhão, respectivamente) apresenta números acima da média em relação aos concorrentes.

O terceiro e quarto colocados no ranking, por exemplo, têm uma diferença de quase 10% em relação ao segundo (Mikael). É o caso do volante Edenílson e do atacante Yuri Alberto, do Internacional. Ambos marcaram 26,8% dos gols do Colorado nesta Série A (11 de 41 para cada).

Até mesmo o artilheiro do Brasileirão, Michael, está atrás neste recorte. O atacante acumula 21,3% de participações, após fazer 13 dos 61 gols do Flamengo. A proporção dos números, neste caso, também é reflexo do desempenho ofensivo do Rubro-negro carioca, que fez o triplo de gols do Sport (20) e quase o dobro do Bahia (33).

Michael supera desconfiança e chega a artilharia do Brasileirão

Ao mesmo tempo, há nomes que aparecem na artilharia, mas não se destacam quando se considera a efetividade do atleta nos números do clube. Caso de Raphael Veiga, do Palmeiras, por exemplo. Ele tem 10 gols marcados, mas fica com um percentual de 19,2%, porque o Verdão marcou 52 vezes no campeonato.

Mudança de cenário

Gilberto e Mikael também se destacam quando se considera o número de participações com gols e assistências nesta Série A. O volante Edenílson, contudo, assume a liderança neste recorte porque marcou 11 vezes e deu sete assistências no campeonato, totalizando 18 participações e um percentual de 43,9%.

Gilberto aparece em segundo lugar, com 42,4% (ao somar mais duas assistências), e Mikael em quarto, com 35% (com os mesmos sete gols). Entre a dupla de nordestinos, está Hulk, do Atlético-MG, em terceiro: 35,2% de participação, com 12 gols e seis assistências.

Participações exclusivamente em gols

Foram considerados para o ranking os atletas com percentual de participação acima de 20%.

  1. Bahia – Gilberto: 12 gols de 33 – Participação de 36,3%
  2. Sport – Mikael: 7 gols de 20 – Participação de 35%
  3. Internacional – Edenílson: 11 gols de 41 – Participação de 26,8%
  4. Internacional – Yuri Alberto: 11 gols de 41 – Participação de 26,8%
  5. América-MG – Ademir: 9 gols de 35 – Participação de 25,7%
  6. Atlético-MG – Hulk: 12 gols de 51 – Participação de 23,5%
  7. Cuiabá – Elton: 7 gols de 30 – Participação de 23,3%
  8. Grêmio – Diego Souza: 7 gols de 30 – Participação de 23,3%
  9. Fortaleza – Robson: 9 gols de 40 – Participação de 22,5%
  10. Juventude – Matheus Peixoto: 7 gols de 31 – Participação de 22,5%
  11. Bragantino – Ytalo: 11 gols de 50 – Participação de 22,2%
  12. Flamengo – Michael: 13 gols de 61 – Participação de 21,3%
  13. Atlético-GO – Zé Roberto: 5 gols de 24 – Participação de 20,8%
  14. Fortaleza – Pikachu: 8 gols de 40 – Participação de 20%

Participações contando gols e assistências

  1. Internacional – Edenílson: 43,9% de participação em 41 gols
  2. Bahia – Gilberto: 42,4% de participação em 33 gols
  3. Atlético-MG – Hulk: 35,2% de participação em 51 gols
  4. Sport – Mikael: 35% de participação em 20 gols
  5. Internacional – Yuri Alberto: 34,1% de participação em 41 gols
  6. São Paulo – Rigoni: 33,3% de participação em 24 gols
  7. Athletico-PR – Terans: 33,3% de participação em 39 gols
  8. Fortaleza – Yago Pikachu: 32,5%de participação em 40 gols
  9. Bragantino – Ytalo: 32,0% de participação em 50 gols
  10. Bragantino – Artur: 32,0% de participação em 50 gols
  11. América-MG – Ademir: 31,4% de participação em 35 gols
  12. Palmeiras – Gustavo Scarpa: 30,8% de participação em 52 gols
  13. Flamengo – Michael: 27,9% de participação em 61 gols
  14. Palmeiras – Raphael Veiga: 26,9% de participação em 52 gols
  15. Chapecoense – Mike: 26,9% de participação em 26 gols
  16. Grêmio – Diego Souza: 26,6% de participação em 30 gols
  17. Juventude – Guilherme Castilho: 25,8% de participação em 31 gols
  18. Corinthians – Jô: 25,7% de participação em 35 gols
  19. Fortaleza – Robson: 25,0% de participação em 40 gols
  20. Flamengo – Gabriel: 24,6% de participação em 61 gols

Confira os números detalhados

Os números detalhados na Série A

ClubeJogadorGolsAssistênciasTotalParticipação %Gols do clube
InternacionalEdenílson1171843,9%41
BahiaGilberto1221442,4%33
Atlético-MGHulk1261835,2%51
SportMikael7Nenhuma735%20
InternacionalYuri Alberto1131434,1%41
São PauloRigoni44833,3%24
AthleticoTerans671333,3%39
FortalezaPikachu851332,5%40
BragantinoYtalo1151632%50
10ºBragantinoArtur881632%50
11ºAmérica-MGAdemir921131,4%35
12ºPalmeirasGustavo Scarpa4121630,8%52
13ºFlamengoMichael1341727,9%61
14ºPalmeirasRaphael Veiga1041426,9%52
15ºChapecoenseMike52726,9%26
16ºGrêmioDiego Souza71826,6%30
17ºJuventudeGuilherme Castilho44825,8%31
18ºCorinthians63925,7%25
19ºFortalezaRobson911025%40
20ºFlamengoGabriel1051524,6%61

Fonte: Espião Estatístico

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.