Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Idosa desmaia ao ganhar aniversário surpresa e canta ‘parabéns’ com socorristas do Samu

Por Maria Romero, G1 PI

A idosa Francisca Maria Barros completou 63 anos nessa terça-feira (22) e ganhou uma festa surpresa. E a surpresa foi tanta que ela passou mal, desmaiou e precisou ser socorrida pelos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Parnaíba, litoral do Piauí. Felizmente, depois do susto, Francisca se recuperou e cantou parabéns ao lado dos socorristas que a ajudaram.

O enfermeiro Flaviano Aragão, que há 13 anos trabalha no Samu, atendeu ao chamado da família de Francisca e disse que essa foi a primeira vez que cantou “parabéns para você” em serviço.

“Em 13 anos que trabalho no Samu, já tinha acontecido de tomar café, de algumas situações diferentes, mas algo tão inusitado assim, jamais. Só saímos de lá depois de comer bolo”, contou o enfermeiro ao G1.

Francisca ganhou "parabéns" ao lado dos profissionais do Samu de Parnaíba.  — Foto: Arquivo pessoal

Francisca ganhou “parabéns” ao lado dos profissionais do Samu de Parnaíba. — Foto: Arquivo pessoal

Clebiane Barros, filha de Francisca, disse que a mãe sofre de depressão e a festa surpresa foi uma tentativa de animá-la. Apesar do susto, a iniciativa valeu a pena.

“Todo mundo ficou muito preocupado na hora, ninguém nem lembrou do bolo, já chamamos o Samu. Mas depois ela ficou bem, o pessoal do Samu foi muito prestativo, conseguiram animar minha mãe. Cantaram parabéns junto com ela”, disse a filha.

Francisca disse ao G1 que nunca tinha sentido uma emoção assim e que nem imaginava que iria ganhar uma festa surpresa.

“Quando vi aquilo tudo, não aguentei, foi emoção demais pra mim. Eu já estava fraca, acabei desmaiando. Mas agora estou bem melhor. Senti medo, não quero deixar meus filhos, mas agora está tudo bem”, contou ela.

Francisca ganhou "parabéns" ao lado dos profissionais do Samu de Parnaíba.  — Foto: Arquivo pessoal

Francisca ganhou “parabéns” ao lado dos profissionais do Samu de Parnaíba. — Foto: Arquivo pessoal

É possível que a aniversariante tenha tido uma queda de pressão, mas quando os profissionais de saúde chegaram ao local ela já estava consciente e com os sinais vitais e taxas normalizadas.

Francisca é casada e tem três filhos, que organizaram a festa junto com os netos, genros, sobrinhos e irmãos. Todos estiveram presentes na festa, que contou ainda com os convidados inusitados: o motorista, o enfermeiro e a médica do Samu da cidade.

“Eles quiseram fazer uma surpresa para ela e acabaram sendo surpreendidos. Apesar da situação, acho que no fim foi ainda mais divertido do que tinham imaginado. Ficamos felizes de tudo ter acabado bem”, disse o enfermeiro Flaviano.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Grave acidente deixa mortos em Niterói, no RJ

Por Elza Gimenez, TV Globo

Grave acidente de trânsito deixa duas pessoas mortas, em Niterói

Grave acidente de trânsito deixa duas pessoas mortas, em Niterói

Duas pessoas morreram e outras duas ficaram feridas em um grave acidente na Região Oceânica de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, na manhã desta quinta-feira (24).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, um carro bateu em um poste e capotou na Estrada Francisco da Cruz Nunes, no bairro Boa Esperança, por volta das 5h20. Às 7h, duas pessoas ainda estavam presas às ferragens do veículo. De acordo com os bombeiros, as vítimas não resistiram.

Acidente em Niterói deixa mortos na manhã desta quinta-feira (24) — Foto: Reprodução / TV Globo

Acidente em Niterói deixa mortos na manhã desta quinta-feira (24) — Foto: Reprodução / TV Globo

Segundo a corporação, os agentes tiveram dificuldades de retirar os corpos devido à energia elétrica que atingiu o veículo após a colisão com o poste.

As outras duas vítimas, um adolescente de 16 anos e um jovem de 18 anos, foram socorridas pelos bombeiros do quartel de Itaipu e levadas ao Hospital Azevedo Lima, na mesma região.

Após o acidente, parte da via foi interditada para o trabalho dos bombeiros e a energia elétrica interrompida no local para que os agentes pudessem retirar as vítimas das ferragens.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Operação em MG cumpre mandados de prisão e apreensão por sonegação fiscal em indústria de ração de pet

Por Carlos Eduardo Alvim, Bom Dia Minas — Belo Horizonte

A Receita Estadual de Minas Gerais cumpre quatro mandados de prisão e 21 de busca e apreensão em 11 municípios do estado, nesta quinta-feira (24), em operação que combate sonegação fiscal no Grupo Lupus, uma indústria de rações para animais. A estimativa é que tenha sido sonegado cerca de R$ 270 milhões de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A operação, batizada de “Pet-Scan II”, é realizada pela por uma força-tarefa formada pela Receita Estadual, Polícia Civil e Ministério Público de Minas. Dos quatro mandados de prisão (dois em Belo Horizonte, um em Lagoa Santa e outro em Muriaé), dois tinham sido cumpridos até as 7h50.

Alvo dos mandados, o Grupo Lupus tem sede em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O grupo se identifica como o maior de pet food do Brasil e o oitavo no mundo. A reportagem tenta contato com o conglomerado de empresas.

Ordens de prisão

A filha de um dos donos da empresa foi presa no bairro Belvedere, na Região Centro-Sul da capital. Também foram apreendidos documentos. Ela é suspeita de envolvimento nos processos de sonegação. A outra prisão ocorreu em Muriaé – não havia detalhes até as 8h10.

Ordens de busca e apreensão

Os mandados são cumpridos em estabelecimentos comerciais e em casas nas seguintes cidades:

  • Belo Horizonte
  • Contagem
  • Governador Valadares
  • Itambacuri
  • Itaúna
  • Juiz de Fora
  • Lagoa Santa
  • Muriaé
  • Sabará
  • Santa Luzia
  • Teófilo Otoni

Os crimes

Os envolvidos podem responder por:

  • crimes contra a ordem tributária
  • lavagem de dinheiro
  • formação de quadrilha
Pacotes de ração dentro da indústria alvo de investigação por suspeita de sonegação fiscal — Foto: Secretaria da Fazenda de Minas Gerais/Divulgação

Pacotes de ração dentro da indústria alvo de investigação por suspeita de sonegação fiscal — Foto: Secretaria da Fazenda de Minas Gerais/Divulgação

As ações desta quinta-feira (24) são desdobramento da primeira fase da operação, realizada em dezembro de 2016. A investigação aponta a venda de mercadorias sem nota fiscal, notas emitidas em nome de “laranjas”, subfaturamento para reduzir o valor do imposto a ser pago e venda de rações para pet como se fosse para animais de produção, que é isento de ICMS. Uma das práticas da indústria era a “venda com meia nota”.

De acordo com a Receita Estadual, parte das notas fiscais era emitida em nome de produtores rurais sem o conhecimento e sem o consentimento deles. Além disso, este grupo ainda usava empresas cujas inscrições estaduais estavam suspensas, baixadas ou canceladas. Ou seja, as operações eram fictícias e tinham efeito apenas para faturamento.

Ainda segundo a investigação, o esquema da fraude envolveu transportadoras de cargas e distribuidores atacadistas, todos ligados ao mesmo grupo. O sistema de contabilidade geral separava as operações legais da “parte especial”, que eram as operações envolvidas na sonegação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Motorista de caminhão bate em carro e arrasta veículo por cerca de 30 metros na Marginal Tietê

Por Bom Dia SP — São Paulo

Motorista de caminhão perde controle do veículo e acerta carro em São Paulo

Motorista de caminhão perde controle do veículo e acerta carro em São Paulo

Um motorista de caminhão carregado com bobinas de papel perdeu o controle do veículo e esmagou um carro contra uma mureta na Marginal Tietê, na noite desta quarta-feira (24), na Zona Leste de São Paulo. O carro foi arrastado por cerca de 30 metros na pista local no sentido da Rodovia Ayrton Senna. Quatro pessoas ficaram feridas.

No carro estavam um motorista de aplicativo e duas passageiras, que tiveram ferimentos leves. O motorista do caminhão também ficou levemente ferido.

Segundo informações da Polícia Militar, o motorista do caminhão disse que teve um apagão e quando se deu conta estava em cima do veículo. A velocidade em que o caminhão estava na hora da colisão é desconhecida.

O muro da Marginal Tietê acabou quebrando com o impacto da batida. Quatro faixas da pista local da marginal ficaram interditadas após o acidente..

“As vítimas foram jogadas para um lugar em que elas não ficaram prensadas entre a mureta e o caminhão. Essa foi a sorte delas. As vítimas estavam presas e estavam em uma situação bem delicada lá dentro. Conforme o Corpo de Bombeiros nos disse, foi uma retirada bastante complicada, mas deu tudo certo”, contou o capitão da PM, Murilo Daniel da Silva.

O motorista do veículo foi encaminhado para o Hospital Estadual de Sapopemba, na Zona Leste. Ele teve ferimentos leves e já foi liberado do hospital. Uma das passageiras foi encaminhada para o pronto-socorro do hospital João 23 e a outra mulher foi para o pronto-socorro de Ermelino Matarazzo. As duas mulheres já receberam alta.

O motorista do caminhão foi encaminhado para o pronto-socorro geral de Guarulhos, próximo da Marginal Tietê.

Caminhão esmagou veículo na Marginal Tietê na noite desta quarta-feira (23) — Foto: Reprodução/TV Globo

Caminhão esmagou veículo na Marginal Tietê na noite desta quarta-feira (23) — Foto: Reprodução/TV Globo

Caminhão esmagou veículo e quebrou muro na Marginal Tietê na noite desta quarta-feira (23) — Foto: Reprodução/TV Globo

Caminhão esmagou veículo e quebrou muro na Marginal Tietê na noite desta quarta-feira (23) — Foto: Reprodução/TV Globo

Veículo ficou destruído após acidente na Marginal Tietê — Foto: Reprodução/TV Globo

Veículo ficou destruído após acidente na Marginal Tietê — Foto: Reprodução/TV Globo

Veículo foi prensado em muro da Marginal Tietê na noite desta quarta-feira (23) — Foto: Reprodução/TV Globo

Veículo foi prensado em muro da Marginal Tietê na noite desta quarta-feira (23) — Foto: Reprodução/TV Globo

Outro acidente

Caminhão perde o controle e acerta muro do Jockey

Caminhão perde o controle e acerta muro do Jockey

Na última terça-feira (22), um caminhão em alta velocidade que carregava 23 toneladas de café tombou, e derrubou parte do muro do Jockey Club de São Paulo, na Marginal Pinheiros, sentido Interlagos.

Segundo informações iniciais, um caminhão teve uma pane elétrica e parou no meio da pista. Um segundo caminhão que vinha atrás tentou desviar do veículo, mas perdeu o controle e tombou sobre o muro do Jockey Club de São Paulo.

Segundo informações da polícia, o caminhão que derrubou o muro do Jockey, estava trafegando a 105 km/h no momento do acidente. O limite de velocidade na Marginal é de 60 km/h.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

‘Dia do Fogo’ foi combinado em grupos de mensagens, afirma Polícia Federal

Por Sílvia Vieira, G1 Santarém — PA

A ação criminosa que ficou conhecida como “Dia do Fogo” em razão do aumento de 300% nos focos de incêndio nos municípios de Altamira e Novo Progresso, sudoeste do Pará, nos dias 10 e 11 de agosto deste ano, foi combinada ao menos em três grupos de mensagens. A informação dada pela revista Globo Rural foi confirmada nesta quarta-feira (23) ao G1, pelo delegado da Polícia Federal em Santarém, Sérgio Pimenta.

Nos grupos de mensagens, fazendeiros, empresários e produtores rurais teriam combinado a realização de queimadas em áreas de unidades de conservação. Para a ação criminosa, alguns teriam colaborado com dinheiro para compra de óleo diesel e gasolina, enquanto outros teriam participado da execução.

Um dos principais grupos seria o Sertão, mesmo nome da loja de produtos agropecuários de Ricardo de Nadai, que foi alvo de mandado de busca e apreensão cumprido pela PF na operação “Pacto de Fogo”, na terça-feira (22). À imprensa de Novo Progresso, Nadai declarou após o cumprimento do mandado que não tem a consciência tranquila.

Dia D e Dia 10 são os outros dois grupos de mensagens identificados nas investigações da PF. Neles, além de empresários, fazendeiros e produtores rurais de Novo Progresso, fariam parte autoridades, inclusive da Polícia Civil. As investigações começaram logo após a assinatura de um despacho pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em 25 de agosto.

“Os depoimentos foram colhidos em Novo Progresso, logo após o início das investigações. Oito pessoas foram ouvidas e uma delas revelou que fez parte do grupo Sertão, no WhatsApp, e de outros dois chamados Dia D e Dia 10, dos quais os participantes considerados suspeitos eram rapidamente excluídos pelas lideranças”, contou Sérgio Pimenta.

O delegado comandou a operação “Pacto de Fogo”, que cumpriu quatro mandados de busca e apreensão em Novo Progresso, um deles, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

No sindicato, a PF apreendeu um notebook. Celulares e anotações também foram apreendidas e passarão por perícia. Caso seja encontrada alguma ligação com o “Dia do Fogo”, os materiais serão juntados ao inquérito e servirão como prova da ação criminosa que queimou áreas de unidades de conservação federal na floresta amazônica, nos dias 10 e 11 de agosto.

Notebook apreendido na operação Pacto de Fogo, em Novo Progresso, sudoeste do Pará — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Notebook apreendido na operação Pacto de Fogo, em Novo Progresso, sudoeste do Pará — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal também aguarda informações que foram colhidas pela Polícia Civil de Novo Progresso sobre a combinação para o “Dia do Fogo”.

Ameaças

No final do mês de agosto, a Polícia do Pará abriu um inquérito para investigar ameaças ao jornalista Adecio Piran, do jornal Folha do Progresso, após a divulgação de uma matéria sobre o Dia do Fogo.

No dia 2 de setembro, a polícia identificou o suspeito das ameaças ao jornalista. Seria o administrador de um grupo de mensagens de aplicativo de celular, denominado “Direita Unida Renovada”. Ele foi intimado a comparecer à delegacia, onde prestou depoimento e foi responsabilizado pelas ameaças. O procedimento seguiu para a Justiça.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Assembleia de SP aprova projeto que prevê desconto no IPVA para bons motoristas

Por Wagner Vallim e Beatriz Borges Magalhães, TV Globo e G1 SP — São Paulo

Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou nesta quarta-feira (23) um Projeto de Lei (PL) que prevê a concessão de descontos para bons motoristas no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A medida segue agora apreciação do governador João Doria (PSDB).

O projeto estabelece que a cada ano sem infração de trânsito será concedido um desconto de 5% no IPVA, o percentual pode chegar a até 15%.

O projeto é de autoria da deputada estadual, Beth Sahão (PT). Segundo ela, a medida irá premiar os bons condutores. “Esse desconto é um prêmio para quem conduz o veículo com responsabilidade, não é multado e respeita as leis de trânsito. Respeitar as leis de trânsito é respeitar a vida”, disse.

A medida já foi adotada em outros estados, como Pará e Rio Grande do Sul.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

MC Gui tem mais shows cancelados após vídeo de bullying na Disney

MC Gui postou vídeos em que ria de uma criança em um trem na Disney — Foto: Reprodução/Instagram/MCGui

MC Gui postou vídeos em que ria de uma criança em um trem na Disney — Foto: Reprodução/Instagram/MCGui

MC Gui segue tendo shows cancelados após por ter feito um vídeo em que ri de uma menina em um trem da Disney, publicado na terça-feira (22).

Na gravação, ele e amigos riem enquanto o cantor filma a menina, visivelmente incomodada.

Baile do Poderoso

Dia das crianças em Caieiras (SP)

Gui também não está mais no line-up da festa de Dia das Crianças, em Caieiras (SP). O evento está marcado para este domingo (27).

Outros cancelamentos tinham sido anunciados antes:

  • A escola de idiomas CNA em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, cancelou o show que o cantor faria no dia 31 de outubro. “Foi solicitado o cancelamento do show do cantor MC Gui. Reforçamos que qualquer situação que vá contra nossos princípios em nenhuma hipótese é aceita”, publicou a escola.
  • A prefeitura de Cambuquira, em Minas Gerais, também cancelou um show do cantor. Na nota, a prefeitura de Cambuquira (MG) comunicou que o evento previsto para o dia 2 de novembro não será realizado

Quem é MC Gui?

Surgido em 2013, com o apelido de “Justin Bieber do funk”, Guilherme Kaue Castanheira Alves é paulistano e tem 21 anos. MC Gui despontou no auge do funk ostentação, com letras e clipes exaltando produtos, fama e riqueza, aos 15 anos. Depois, passou a cantar sobre temas sociais e a trocar o funk por um som mais pop eletrônico.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Sem horário de verão, Enem terá novo horário local em 16 estados em 2019

Por Ana Carolina Moreno, G1

Com o fim do horário de verão, o horário local de fechamento dos portões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai mudar nos 16 estados das regiões Norte e Nordeste. Ao contrário dos anos anteriores, dessa vez, o Brasil terá apenas três fusos horários durante o exame, que acontece nos dias 3 e 10 de novembro. Isso significa que, na maior parte do país, as provas do Enem 2019 começarão uma hora mais tarde do que ocorreu em 2018.

O cronograma oficial do Enem 2019 segue a hora de Brasília, no Distrito Federal. Mas, por causa dos fusos, para que as provas sejam aplicadas no mesmo momento a todos os candidatos do país, o horário local do Enem varia de estado para estado.

Vale lembrar que todos os candidatos que chegarem no local de provas depois do fechamento dos portões são eliminados do exame.

Veja abaixo o horário local de fechamento dos portões em cada estado.

Horário local de fechamento dos portões para o Enem 2019 — Foto: Ana Carolina Moreno/G1

Horário local de fechamento dos portões para o Enem 2019 — Foto: Ana Carolina Moreno/G1

O horário de Brasília, no Distrito Federal, é o mesmo de Goiás e dos estados do Sudeste e do Sul. Dessa vez, os nove estados do Nordeste, além do Pará e do Tocantins, também estão no mesmo fuso horário, e não uma hora atrás. Já os demais estados do Norte, que antes ficavam entre duas e três horas atrás do horário de Brasília, agora ficaram com atraso de entre uma e duas horas.

O Amazonas, mais uma vez, é o único estado com dois horários locais diferentes – em 13 municípios, o horário local é o mesmo do Acre (veja mais na lista abaixo).

Horários LOCAIS de fechamento dos portões

13h (fechamento dos portões no horário local)

  • Alagoas
  • Amapá
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Minas Gerais
  • Pará
  • Paraíba
  • Paraná
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • São Paulo
  • Sergipe
  • Tocantins

12h (fechamento dos portões no horário local)

  • Amazonas (com exceção de 13 municípios – veja mais abaixo)
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Rondônia
  • Roraima

11h (fechamento dos portões no horário local)

  • Acre
  • Amazonas (13 municípios da região sudoeste: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença e Tabatinga)

Horário das provas (horário OFICIAL de Brasília)

  • Abertura dos portões: 12h (horário de Brasília)
  • Fechamento dos portões: 13h (horário de Brasília)
  • Início das provas: 13h30 (horário de Brasília)
  • Fim da prova no dia 3: 19h (horário de Brasília)
  • Fim da prova no dia 10: 18h30 (horário de Brasília)
  • OBS: Só poderá entrar no local de provas quem apresentar documento de identificação com foto, seguindo as regras determinadas no edital

Por que acabou o horário de verão?

Em abril deste ano, o governo federal informou que, em 2019-2020, o Brasil não terá horário de verão. Nesse período, que dura em média 120 dias entre outubro e fevereiro, parte dos estados brasileiros adianta o relógio em uma hora.

Instituído na década de 1930 no país, e atualmente adotado em 70 países, o objetivo do horário de verão é economizar energia elétrica, retardando o início da noite e, assim, diminuindo, por exemplo, o acionamento de lâmpadas. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), entre 2010 e 2014, o aproveitamento da luz do sol resultou em economia de R$ 835 milhões para os consumidores.

Porém, segundo o governo, foi o mesmo ministro que propôs o fim do horário de verão. Em nota divulgada em abril, a pasta afirmou que “nos últimos anos houve mudanças no hábito de consumo de energia da população, deslocando o período de maior consumo diário para o período da tarde, quando o Horário de Verão não tem influência”.

Ainda segundo o MME, novos estudos considerando essas mudanças de hábitos “indicaram que o Horário de Verão deixou de produzir os resultados para os quais essa política pública foi formulada, perdendo sua razão de ser aplicado sob o ponto de vista do setor elétrico”.

Em alguns estados brasileiros, a mudança fez com que, por exemplo, o dia amanhecesse mais cedo. É o caso do Rio de Janeiro 

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Terminais do aeroporto de Guarulhos operam sem Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros

Por Anderson Colombo e Beatriz Magalhães, TV Globo e G1 SP

O Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, está operando sem Autos de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Segundo a GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto, o documento do Terminal 1 expirou em abril de 2019 e não foi renovado, assim como o do Terminal 3 que também venceu. Já o AVCB do Terminal 2 nunca foi emitido.

Uma reunião para debater o tema foi realizada nesta terça-feira (22), na Comissão Especial de Inquéritos (CEI) da Câmara Municipal de Guarulhos, que investiga supostas irregularidades cometidas pela GRU Airpoirt, concessionária que administra o aeroporto.

“O único prédio do edifício aeroportuário que possui AVCB é o edifício garagem. Todos os outros terminais do prédio administrativo não possuem AVCB. Vamos fazer uma diligência de vistoria junto com o corpo de bombeiros ao aeroporto”, disse o vereador João Dárcio (PODEMOS), presidente da Comissão Especial de Inquéritos.

Questionada, a Prefeitura de Guarulhos informou que fiscaliza as empresas estabelecidas no aeroporto em relação à licença de atividade econômica, “quanto à estrutura e a operação dos terminais de passageiros, por ser área de segurança e parte dela considerada área internacional, não há um entendimento junto a ANAC de que se trata de competência da administração municipal tal fiscalização”, disse por meio de nota.

Também por meio de nota, a GRU Airport disse que assumiu o aeroporto sem os documentos e “que está realizando as medidas necessárias para emissão dos AVCBs de todos os terminais do aeroporto.”

Disse ainda que “o Terminal 1 passou por vistoria do Corpo de Bombeiros (CB) em abril deste ano. Os apontamentos feitos pela corporação já estão sendo reparados, por meio de um projeto técnico, tão logo os trabalhos sejam concluídos, uma nova vistoria será realizada.”

Ainda de acordo com o documento, “quanto ao Terminal 2, as obras estão previstas para serem concluídas ainda este ano. Após esta finalização, haverá vistoria do Corpo de Bombeiros para emissão do AVCB.”

A GRU Airport afirmou ainda que “em relação ao Terminal 3, a área também passou por recente vistoria do CB e seu auto está em vias de ser renovado. Os serviços solicitados pela corporação serão concluídos nos próximos meses.”

A empresa ainda ressaltou que “possui infraestrutura de combate contra incêndio em bom estado, em todos os terminais, capaz de atender todo o tipo de ocorrência no complexo aeroportuário”.

Segundo a Câmara Municipal de Vereadores de Guarulhos, a reunião realizada nesta terça-feira contou com a presença do major do Corpo de Bombeiros, Adriano Martins. Segundo os vereadores, Martins teria afirmado no encontro que “o Aeroporto é uma edificação tão complexa quanto uma cidade, por isso é feito um esforço para evitar a interrupção das atividades. Entretanto, a segurança é prioridade. Qualquer falha na prevenção pode causar a perda de uma vida.”

Ainda de acordo com a Câmara, “hidrantes sem água e escadas obstruídas são alguns dos problemas verificados durante a vistoria, que analisou a execução das obras com base nos projetos técnicos.”

O Ministério Público Federal (MPF) foi procurado para falar sobre o caso, mas não respondeu aos contatos até a publicação desta reportagem.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.

  

Prefeitura remove 1,5 t de óleo em Morro de S. Paulo e libera acesso a praias; ministro diz que mobilizou 50 homens da Marinha

Por G1 BA

Manchas de óleo causam interdição de duas praias de Morro de São Paulo, na Bahia

Manchas de óleo causam interdição de duas praias de Morro de São Paulo, na Bahia

A Segunda e a Terceira Praia, localizadas em Morro de São Paulo, assim como as praias de Garapuá e Boipeba, todas no município de Cairu, no baixo sul da Bahia, foram liberadas para acesso, informou, por meio de nota, a prefeitura do município, na tarde desta terça-feira (22).

A prefeitura informou que equipes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Sustentável e Especial do Morro realizou a limpeza completa das áreas e a retirada de 1,5 tonelada do material até o final da manhã.

O executivo municipal disse, no entanto, que ainda está aguardando avaliação dos órgãos responsáveis para recomendar banhos de mar nos locais.

O Passeio Volta À Ilha também está funcionando normalmente, segundo a prefeitura.

O acesso aos locais havia sido interditado para realização de limpeza após a identificação da chegada das primeiras manchas de óleo na região, na madrugada desta terça. Em nota, a prefeitura de Cairu informou que a medida era “devido aos riscos causados pelas manchas de óleo aos banhistas, que podem causar reações nos pulmões e pele, e ao trabalho das equipes de limpeza”.

A Prefeitura de Cairu disse que conta com o apoio de voluntários equipados, assim como da empresa responsável pela limpeza pública da região e disse que manterá o monitoramento de todas as praias do município, incluindo Garapuá e Boipeba, para manter a costa livre de óleo.

O município disse ainda que recebeu representantes da Bahia Pesca e do Projeto Manatee e que contava com equipes da Marinha do Brasil, da Petrobras, do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e do Inema (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos).

A prefeitura recomenda que caso as pessoas encontrem novas manchas de óleo na área, devem entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável através do telefone (75) 3652-1064.

Visita de ministro

Em visita a Salvador, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, disse que o governo federal atuou de imediato quando ficou sabendo da chegada do óleo em Morro de São Paulo.

“Estamos atacando de imediato. Morro de São Paulo, na Ilha, foi atacado de imediato. A Marinha mandou de imediato navio com 50 homens. Então, o objetivo agora é atacar o problema onde ele existir. A estrategia em relação as praias é essa ai”, destacou, em entrevista a imprensa.

O ministro foi até a Bahia verificar as áreas atingidas pelas manchas. Ele destacou que o governo federal tem se empenhando para combater o problema e falou sobre a investigação da Marinha, que mira 30 embarcações com bandeiras de 10 países diferentes.

“Foi levantado provável passagem de navios aqui. Foi fechado um pouco isso ai e nós chegamos, a Marinha chegou, a 30 navios de cerca 11 ou 10 bandeiras. Pedimos dados a eles, se aconteceu alguma coisa. Tem protocolos internacionais que regulam isso e a marinha está investigando”, declarou.

Caso

Terceira Praia, em Morro de São Paulo, foi uma das que tiveram aceso liberado. — Foto: Divulgação/Prefeitura

Terceira Praia, em Morro de São Paulo, foi uma das que tiveram aceso liberado. — Foto: Divulgação/Prefeitura

De acordo com a prefeitura, quatro praias foram atingidas pelas manchas em Cairu, sendo que as duas mais afetadas ficam em Morro de São Paulo, que é um dos principais pontos turísticos do estado. Os dois locais foram interditados por tempo indeterminado.

Com isso, subiu para 12 o número de cidades atingidas pelo óleo na Bahia. Além de Cairu, há registro da substância em Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Conde, Entre Rios, Itacaré, Esplanada, Jandaíra, Vera Cruz, Itaparica e Mata de São João.

Em entrevista coletiva realizada nesta terça, em Recife (PE), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou que descobrir a origem o petróleo não é prioridade neste momento. “Esse é o momento de trabalhar, recolher o óleo e dar o destino necessário e lá na frente também aprofundar as causas desse acidente”, afirmou.

Equipe recolhe óleo que atingiu praias de Cairu, na Bahia  — Foto: Divulgação/Prefeitura

Equipe recolhe óleo que atingiu praias de Cairu, na Bahia — Foto: Divulgação/Prefeitura

Em Cairu, os locais atingidos foram: a Segunda e a Terceira Praia de Morro de São Paulo, a praia da Cueira, em Boipeba, e a Ponta do Quadro, em Garapuá.

Segundo a prefeitura da cidade, nas quatro localidades foram achadas fragmentos do óleo, que foram recolhidos ainda no início da manhã por equipes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Sustentável e Especial do Morro, com apoio de voluntários e da empresa responsável pela limpeza pública.

Ainda conforme a prefeitura, o monitoramento de outras praias do arquipélago prossegue, e uma operação pente fino será realizada por equipes da gestão municipal em todas as localidades do município, para assegurar que não há vestígios de óleo.

Terceira Praia, em Morro de São Paulo, vista de cima, em outro momento, sem manchas — Foto: Divulgação/Prefeitura

Terceira Praia, em Morro de São Paulo, vista de cima, em outro momento, sem manchas — Foto: Divulgação/Prefeitura

Manchas de óleo na Bahia

As manchas de óleo começaram a chegar no estado em 3 de outubro, quase um mês após o início do problema no país. Mais de 200 praias já foram afetadas pelo óleo em todo o Nordeste. Na Bahia, são ao menos 49 localidades. O estado foi o último a receber a substância.

Por causa do problema, o Governo Federal reconheceu situação de emergência na Bahia. A situação foi reconhecida em decreto publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (22).

Na última semana, o Ministério Público Federal (MPF-BA) e o Ministério Público do estado (MP-BA) ingressaram com uma ação pública contra a União e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) por causa do óleo. Os órgãos disseram que veem “omissão” na demora em adotar medidas de proteção e que ingressaram com a ação “em decorrência das consequências e riscos ambientais provenientes do vazamento de óleo”.

Lista de localidades atingidas

Cairu (300 km – sul)

  • Morro de São Paulo (2 e 3ª praias);
  • Boipeba (praia);
  • Garapuá (praia);

Itaparica (Ilha de Itaparica – RMS)

  • Manguinhos (praia)

Vera Cruz (Ilha de Itaparica – RMS)

  • Jaburu (praia)
  • Barra Grande (praia)
  • Barra do Pote (praia)
  • Tairu (praia)

Salvador:

  • Piatã (praia);
  • Praia do Flamengo (praia);
  • Jardim dos Namorados (praia);
  • Jardim de Alah (praia);
  • Praia de Placaford (praia);
  • Buracão (praia);
  • Ondina (praia);
  • Pituba (praia);
  • Boca do Rio (praia);
  • Stella Maris (praia);
  • Farol da Barra (praia);

Lauro de Freitas (cidade limítrofe – RMS):

  • Ipitanga (praia);
  • Vilas do Atlântico (praia);
  • Rio São Joanes (rio);

Camaçari (47 km – RMS):

  • Arembepe (praia);
  • Guarajuba (praia);
  • Itacimirim (praia e manguezal);
  • Jauá (praia);

Mata de São João (61 km – RMS):

  • Praia do Forte (praia);
  • Imbassaí (praia e manguezal);
  • Santo Antônio (praia);
  • Costa do Sauípe (praia);

Entre Rios (142 km):

  • Subaúma (praia);
  • Porto de Sauípe (praia);
  • Massarandupió (praia);

Esplanada (170 km):

  • Baixio (praia);
  • Mamucabo (praia);
  • Rio Inhambupe (rio);
  • Rio Subaúma (rio);

Conde (186 km):

  • Barra da Siribinha (praia);
  • Barra do Itariri (praia);
  • Sítio do Conde (praia);
  • Poças (praia);

Jandaíra (205 km):

  • Coqueiro (praia);
  • Mangue Seco (praia);
  • Três Coqueiros (praia);
  • Costa Azul (praia);
  • Rio Itapicuru (rio);
  • Rio Real (rio);

Itacaré (390 km – sul da BA):

  • Tiririca (praia);
  • Itacarezinho (praia);

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.