Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

Após ser incluída em inquérito sobre atos golpistas, Clarissa Tércio diz que vai aguardar apuração ‘de forma tranquila’

STF mandou abrir investigação contra a Tércio e mais dois deputados, por suspeita de incentivar terrorismo em Brasília.

Por Pedro Alves, g1 PE

A deputada Clarissa Tércio (PP) disse que vai aguardar “de forma tranquila” a apuração das investigações sobre os atos golpistas de bolsonaristas radicais em Brasília, após virar alvo de um inquérito por suspeita de incentivar os atos terroristas.

conduta dela e de mais dois deputados vai ser investigada por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

O ministro Alexandre de Moraes também mandou abrir seis inquéritos para apurar o envolvimento de outras pessoas envolvidas nos atos golpistas.

Entre os três deputados investigados estão, além de Clarissa Tércio, o deputado estadual do Ceará André Fernandes (PL) e a deputada federal eleita pelo Amapá Silvia Waiãpi (PL).

Clarissa Tércio é deputada federal eleita e está no final do mandato como deputada estadual.

A investigação se baseia numa postagem feita pela deputada nas redes sociais.

A parlamentar divulgou um vídeo no qual uma pessoa diz: “Acabamos de tomar o poder. Estamos dentro do Congresso. Todo povo está aqui em cima. Isso vai ficar para a história, a história dos meus netos, dos meus bisnetos.”

A Procuradoria-Geral da República entendeu que com a publicação do vídeo, a deputada Clarissa Tércio incorreu em incitação ao crime.

O ministro Alexandre de Moraes concordou com o posicionamento e mandou abrir o inquérito.

Para o magistrado, a conduta Clarissa Tércio se enquadra, em tese, nos crimes de terrorismo, associação criminosa, abolição violenta do estado democrático de direito, golpe de estado, ameaça, perseguição e incitação ao crime.

Procurada pelo g1, Clarissa Tércio se manifestou por meio de nota:

“Faço questão de ratificar que sou totalmente contrária a qualquer ato de violência, vandalismo ou de destruição do patrimônio público, que venha ameaçar a nossa democracia e a partir de agora, vou aguardar de forma tranquila a apuração dos fatos, com a certeza de que a verdade prevalecerá”, afirmou.

Resumo dos ataques

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.