Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

NUVEM DE TAGS

Após rebelião com dois mortos, PAISJ já tem novo diretor

Menos de 24 horas depois de ser deflagrada a rebelião que deixou dois presos mortos e outros oito feridos, o governo já decidiu quem será o novo diretor da Penitenciária Agroindustrial São João, em Itamaracá. Roger Moury volta ao comando da unidade depois de três meses. Ele havia sido substituído por Ricardo Pereira, que caiu ontem mesmo por causa do desgaste provocado pelo motim. Uma faixa com a inscrição “o diretor matou 5” chegou a ser estendida por detentos numa das grades. A Secretaria de Ressocialização, a Seres, já confirma a troca de comando e a escolha pelo ex-diretor. Roger Moury e Ricardo Pereira são agentes penitenciários de carreira.

A rebelião foi causada pela insatisfação dos presos com a atual direção do presídio. Eles reclamam que o atual diretor da unidade, Ricardo Luiz Pereira, trata mal presidiários e familiares, oferece alimentação de péssima qualidade e não permite a entrada de comida trazida por parentes. Familiares comentaram que os presos já chegaram a pagar a quantia de R$ 0,50 para utilizar o banheiro. Um efetivo de 50 policiais do Batalhão de Choque foi ao local. Com a chegada do BP Choque, o clima da manifestação foi amenizado, mas ainda está sendo negociado o fim do tumulto. O CB informou que quatro viaturas foram enviadas para Itamaracá e uma pessoa já foi socorrida.

Do lado de fora do presídio, era possível ouvir os manifestantes gritarem palavras de ordem, como: Fora o diretor! Fora o diretor! Alguns detentos subiram no telhado da penitenciária, armados com pedaços de madeira. Familiares dos presos já estão na portaria, mas não foi permitida a entrada de ninguém.

 

Do JC Online

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.