Seu Vídeo Aqui!!!

————————————————————————————-

————————————————————————————

Após protestos, presidente do Sri Lanka anuncia que renunciará ao cargo

Líder do país, Gotabaya Rajapaksa, fugiu para uma base militar após milhares de manifestantes invadirem palácio presidencial, no sábado (9), em protesto contra uma das piores crises econômicas e políticas do país.

Por g1

Premiê do Sri Lanka oferece renúncia após manifestantes invadirem residência oficial da presidência

O presidente do Sri Lanka, Gotabaya Rajapaksa, anunciou nesta segunda-feira (11) que vai renunciar ao cargo, após uma onda de protestos contra o colapso econômico do país.

No sábado (9), milhares de pessoas invadiram o palácio presidencial, culminando uma onda de protestos que já dura semanas e tomou ruas e prédios públicos do país, um dos únicos no sul da Ásia com um alto nível de Índice de Desenvolvimento Econômico (IDH) – em 2015, a ilha de 21 milhões de habitantes ultrapassou o Brasil no ranking.

Segundo membros do governo, o presidente renunciará na quarta-feira (13), junto com todo o seu gabinete.

A renúncia de Rajapaksa vem sendo pedida há semanas por manifestantes que tomaram as ruas do país, ocupando e queimando prédios públicos em protesto contra os altos preços de remédios, alimentos e combustíveis. Durante os protestos, houve mortos e determinação por parte do governo de que policiais atirassem contra os manifestantes.

Por conta da crise, o então primeiro-ministro, Mahinda Rajapaksa, também renunciou e tentou sair do país, mas foi impedido pela Justiça, que investiga se apoiadores de Rajapaksa atacaram manifestantes a mando do ex-premiê.

Manifestantes invadem piscina da residência oficial da presidência no Sri Lanka

Após semanas de protestos violentos, parte dos manifestantes seguiram para o palácio. Lá, soldados e policiais não foram capazes de segurar a multidão de manifestantes irritados por conta da pior crise econômica do país em sete décadas.

No sábado, após a invasão, manifestantes ocuparam o palácio e tomaram banho na piscina da residência oficial.

O presidente, de 73 anos, conseguiu escapar por uma saída lateral e foi levado em uma embarcação militar para uma base no nordeste da ilha, informaram fontes oficiais à agência de notícias francesa France Presse.

O primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe anunciou que o presidente expressou a intenção de renunciar.

O chefe de Governo, também de 73 anos, se tornaria automaticamente presidente interino em caso de renúncia de Rajapaksa, mas afirmou que deixará o cargo se não existir consenso para a formação de um governo de unidade.

Milhares de pessoas permaneciam ocupando nesta segunda-feira (11) prédios oficiais invadidos no fim de semana.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.