Após acidente com van escolar em Carapicuíba, cinco crianças continuam internadas

Por G1 SP e TV Globo

Acidente entre caminhão e van escolar deixa 12 feridos em Carapicuiba/SP (Gnews) (Foto: Reprodução GloboNews)

Acidente entre caminhão e van escolar deixa 12 feridos em Carapicuiba/SP (Gnews) (Foto: Reprodução GloboNews)

Dois dias após o acidente entre uma van escolar e um caminhão em Carapicuíba que deixou ao menos 12 crianças feridas e provocou a morte de um garoto de 10 anos, cinco crianças permaneciam internadas em hospitais da Grande São Paulo neste domingo (15).

Segundo informações dos hospitais, no domingo ainda havia uma criança internada em estado grave na UTI do Hospital das Clinicas, três crianças internadas com estado estável na UTI do Hospital Geral de Carapicuíba e uma internada em estado grave no Hospital de Osasco.

No sábado, durante o velório do garoto Ricardo Cleto, motoristas de vans escolares fizeram uma passeata até o cemitério, em Barueri.

A câmera de segurança de uma casa registrou o momento do acidente. Na imagem, o caminhão, que já tinha batido na van continua sem controle, até parar no muro de uma residência.

Vídeo de câmera de segurança mostra acidente (Foto: Reprodução/TV Globo)

Vídeo de câmera de segurança mostra acidente (Foto: Reprodução/TV Globo)

Caminhão desgovernado

Ao menos uma testemunha viu o caminhão descer uma rua desgovernado. De acordo com depoimento aos policiais dado durante o socorro pelo motorista do caminhão, houve falha no freio do veículo.

O delegado que investiga o caso, Pedro Buk, pediu ao Instituto de Criminalística que uma equipe especializada faça uma vistoria técnico-mecânica no caminhão nesta segunda-feira (16), para uma análise mais detalhada da situação dos freios. O caminhão e a van foram recolhidos para o pátio municipal de Carapicuíba.

De acordo com o delegado, o motorista não confirmou que a van estivesse parada em local proibido, conforme foi informado no boletim de ocorrência. Os dois veículos estavam com a documentação em dia, mas estão apreendidos.

O inquérito foi aberto como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e lesão corporal culposa.

Na sexta-feira (13) cerca de 10 pessoas foram ouvidas pela polícia, entre elas, os dois motoristas, vizinhos que viram o acidente e o dono do caminhão. Também foi feita coleta de sangue dos motoristas para verificar presença de álcool ou drogas.

Entre as linhas de investigação estão a possibilidade de negligência na condução do caminhão e da van, ou negligência na manutenção do caminhão. Dependendo do que for constatado, os motoristas podem ser responsabilizados. A carteira de habilitação (CNH) dos dois foram apreendidas .

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.