Amazonas tem 91 casos e 24 mortes por H1N1, diz órgão

Por G1 AM

Vacina contra a gripe H1N1 — Foto: Divulgação

Vacina contra a gripe H1N1 — Foto: Divulgação

A edição nº 07 do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Estado do Amazonas, desta segunda-feira (11), informa que foram confirmados 91 casos e 24 mortes por H1N1, além de 55 pacientes com diagnóstico de Vírus Sincicial Respiratório (SRV). No total, 475 casos de síndrome gripal grave estão em investigação no Estado.

Das 24 mortes por H1N1, 20 foram em Manaus, duas em Manacapuru, uma em Parintins e uma em Itacoatiara. Outros cinco óbitos foram confirmados por Vírus Sincicial Respiratório, sendo quatro de Manaus e um de Borba. Também foi confirmado uma morte em Manaus por Parainfluenza tipo 3.

Dos 30 óbitos registrados por SRAG, 80% apresentavam fator de risco, com destaque para pessoas com diabetes, pneumopatas, pessoas com obesidade e neuropatas. E 21 pacientes que evoluíram para óbito utilizaram em algum momento do atendimento o antiviral oferecido gratuitamente na rede pública e particular da capital e do interior.

Prevenção

Recomenda-se a lavagem frequente das mãos antes de tocar em mucosas (olhos, boca e nariz) e após espirrar, o uso de lenços de papel (descartável) para proteger boca e nariz ao espirrar; uso de álcool gel; indivíduos doentes devem manter repouso, alimentação balanceada e ingestão de líquidos adequada, evitando contato com outras pessoas em ambientes fechados e aglomerados; evitar a exposição de menores de cinco anos ao clima chuvoso; manter ambientes bem ventilados; caso o indivíduo apresente febre, tosse, dor de garganta, falta de ar ou qualquer outro sintoma associado, deve procurar o serviço de saúde para melhor avaliação.

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.