Airbus começa a testar seu táxi voador autônomo ainda neste ano

Do Olhar Digital

Os táxis voadores autônomos da Airbus começarão a ser testados ainda neste ano, anunciou a empresa nesta segunda-feira, 13. A expectativa é criar usar essas aeronaves privadas chamadas de Vahana para criar um serviço similar ao oferecido pela Uber, em que alguém pode chamar um desses veículos aéreos para sobrevoar o trânsito intenso das grandes cidades.

A empresa conseguiu mover a aeronave para um hangar dedicado na cidade de Pendleton, no estado do Oregon, nos Estados Unidos. Todo o processo de desmontagem, transporte e remontagem foi feito em apenas um dia, o que mostra que a equipe teve sucesso ao projetar um veículo que pudesse ser montado e desmontado rapidamente.

A ideia é que a partir de 2020 a tecnologia já esteja pronto para se transformar em um produto real.

Como funciona

Os Vahanas – táxis voadores – poderão ser solicitados por aplicativo. O usuário pede ou agenda uma viagem com o veículo, vê quanto ela vai custar, quanto tempo vai levar e se direciona até um ponto de pouso para entrar no Vahana. No vídeo, a viagem de exemplo é de San José até San Francisco, na Califórnia. O percurso, que levaria cerca de uma hora de carro, leva 18 minutos no Vahana e custa US$ 77 – basicamente o mesmo preço de um Uber na mesma distância. Veja o vídeo abaixo:

Deixe aqui sua Mensagem




1 - Os campos marcados com asterico (*) são de preenchimento obrigatório.
2 - Dados pessoais como email e telefone não serão divulgados.